História Equation Of Love - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Menção Jikook, Menção Vkook, Só Escrevo Taegi Mesmo, Taegi, Vga, Yoonmin
Exibições 409
Palavras 1.219
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi...
Desculpa, eu fiquei desesperada pq não conseguia escrever daí apaguei a Fanfic. E veio o Comeback com aquelas músicas QUE NÃO SÃO DE DEUS, SÃO DO ABRAXAS. Mds que músicas lindas... PORRA! Tô muito viciada em Lie e Blood, Sweat & Tears... Socorro!
Mas eu voltei, e se vcs me amam, vão me perdoar
....
Né...?

E não me matem porquê Meu YouTuber 2.0 n volta... Eu não consegui escrever ;-;

Perdão ... ~Desvia da pedra~

💜 Se tiver algum erro, me perdoem, não deu pra corrigir... Mas, por favor não deixem de ler 💜

Capítulo 5 - Five


Não mentia ao dizer que ter Jungkook o beijando era bom, na verdade era ótimo, exímio, esplêndido e tantos outros sinônimos para maravilhoso. O de cabelos negros fazia o outro se sentir tão vivo como nunca se sentiu em todos seus quinze anos e meio, estava sentado em seu colo maltratando os cabelos da nuca como nunca o fizeram, seus carinhos antes disso eram tão singelos que podia sentir o medo que o mais novo tinha de lhe machucar.

Mas enquanto sentia a língua tímida do mais novo querer explorar algo novo dentro de sua boca ele recuperou a consciência e parou para pensar por míseros segundos.

Eu realmente o amo, ou sou dos que se apaixona por atos canais, sem amor, sem compreensão e sem carinho? Eu machucaria meu melhor amigo só para sentir mais de seus beijos?

Separou seus lábios dos de Jeon e o encarou, o mesmo permaneciam com os olhos fechados, uma criança fofa como sempre fora.

-JungGuk… - chamou baixinho e o mais novo abriu os olhos lentamente, se expondo de maneira gratificante ao amendoado dos olhos do Kim. - Não podemos, desculpa. - as mãos do mais velho circularam sua cintura, o aperto fez Jungkook soltar um gemido baixo de dor. - Você é muito novo e eu tenho medo de te machucar. - suspirou contra o peito do moreno que soltou um riso fraco.

-Qual é o seu problema, Hyung? - o menino acariciou os cabelos castanhos claros. - Não é porque nos beijamos que estamos namorando. - TaeHyung suspirou com uma repentina despreocupação. - Já ouviu falar sobre o termo “Ficar”? - o mais novo deu de ombros para o olhar perdido do quase loiro. - Acho que sou muito novo, entende? - Claro que o mais velho sentiu um aperto no coração ao reparar na forma adulta que o outro falará.

-Eu entendo… - Fez uma breve pausa para tirar suas mãos debaixo da camisa do mais novo e as colocar, agora, por cima da mesma.- Eu não quero que, sei lá, alguma coisa aconteça entre nós e nossa amizade acabe. - o mais velho segredou encostando a cabeça sobre o ombro do de cabelos pretos.

-Não vai, Hyung. - o mais novo retribuiu o  abraço. - Podemos continuar a ser o que sempre fomos.






~x~






TaeHyung estava tão concentrado a sua frente, o menino parecia tão bonito com o lábio inferior preso entre os dentes e a franja lisa caída sobre os olhos enquanto batucava o lápis sobre o livro de matemática que YoonGi custava a atrapalhar seu momento fofo do outro enquanto o mesmo convidava o cérebro pouco desenvolvido para um conversa.

-Hyung, eu sei fazer, mas tem um coisa me deixando frustrado. - falou com a voz manhosa mexendo só os olhos em direção ao mais velho que observava atentamente o amendoado das orbes por trás dos fios claros. - Eu só não sei como falar isso com você. - segredou voltando seus olhos para o livro.

-Eu sou seu professor de matemática, mas eu posso responder outras coisas se quiser… - soltou as palavras sem pensar, ele queria saber o que TaeHyung guardava no seu coração aflito e carente de atenção. - Só se quiser.

-Você também não me parece bem, YoonGi. - TaeHyung cortou as informalidades como se quisesse fazer YoonGi o vê como um amigo, mesmo com a diferença de idade. - Hyung… - completou virando totalmente para o mais velho. - Está tudo bem com o seu namorado? - TaeHyung viu o castanho fazer uma careta antes de lhe responder.

-Eu terminei com JiMin. - YoonGi encarou o outra mais uma vez. - Não consegui aguentar, ele me cobra o tempo que eu não tenho. E nem sei se o que eu senti por ele foi só uma paixão ou amor verdadeiro. - admitiu sorrindo de maneira irônica. O mais novo se surpreendeu um pouco, o mais velho falava tão bem do tal “JiMin” na primeira aula que chegou a pensar na tamanha perfeição do tal. - Mas não era isso que você queria perguntar… - YoonGi não pensou duas falas antes de cometer o pequeno tombo que foi colidir sua mão com um os ombros do mais novo.

TaeHyung não falará com o moreno, mais novo que si, a dois dias, desde que ele havia passado pela porta de seu quarto, a esperança  de entender seu coração fez vôo para um canto distante o qual ele nunca conseguiria chegar. - Eu beijei o JungKookie. - resmungou, baixinho, quieto, nulo, quase inaudível para o mais velho. - Eu… eu não sei… só… - O quase loiro queria chorar, gritar, empurrar uma parede, qualquer coisa que não fosse fazer lembrar do sabor do mais novo em sua boca, a forma inocente e às vezes madura de falar. Se surpreendeu com os braços envolvendo sua cintura e o levando para perto do corpo magro que antes estava ao seu lado. Estremeceu com o impacto dos corpos, seu Hyung era tão quentinho e aconchegante que chegou a pensar no quanto deveria agradecer por ter ele ali, mesmo que a tão pouco tempo. TaeHyung já tinha um carinho especial pelo mais velho. - Hyung… Eu sou horrível, um monstro. - declarou apoiando a testa contra o ombro de YoonGi que não tinha gostado nem um pouco do assunto do outro.

O mais velho não sabia o que falar, nunca passou por uma situação dessas. Principalmente na parte em que seus pelos da nuca se eriçaram ao ter a testa do mais novo na região do seu ombro. O que está acontecendo comigo? É só um garoto, um dongsaeng! respirou fundo, mas acabou se embebedando com o cheiro atraente do garoto em seus braços. - Você não é um monstro, TaeHyung. Isso é coisa que adolescentes fazem, é normal. Não se culpe. - tentou confortar o mais novo o aproximando ainda mais de si, o quase loiro estava quase sentado em suas pernas, entre a outra cadeira e as coxas de YoonGi como se aquilo fosse completamente normal. - Vamos TaeHyung, se anime, eu não gosto de te ver assim. - o mais novo soltou um soluço perdido no silêncio presente após a fala do mais velho. - Você fica mais bonito sorrindo. - a frase saiu como vento, tão libertadora que o castanho se permitiu sorrir.

- Você me acha bonito? - TaeHyung perguntou confuso, estranhando a fala anterior após desencostar do mais velho.

- Você é bonito. - YoonGi corrigiu o mais novo. - Aprenda uma coisa, no mundo em que estamos não existem pessoas feias. Em alguns casos existem pessoas que são mais bonitas do que as outras. - os olhos de TaeHyung já brilharam na expectativa do término da frase inteligente de seu Hyung. - E esse é o seu caso, você não é feio, você é mais bonito do que outras pessoas bonitas. Você é lindo e perfeito. Deus te criou assim, e mesmo que você fosse do grupo dos menos bonitos, você continuaria sendo bonito. - YoonGi ri da própria visão sobre o mundo, porém TaeHyung continua sério o encarando.

O mais novo reparava nos olhos de orbes acinzentadas que sorriem junto ao dono, bonito, pele clara, os cabelos bem tratados e em um tom natural. - Você também é bonito, Hyung.


Notas Finais


tan Tan TAN!
SBYSBHDJSJSHHDHDSH ~Desvia de outra pedra~
Oq será q vai acontecer?????

Até o próximo!

Fui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...