História Era apenas prazer... - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jorge Blanco, Martina Stoessel
Tags Fic, Jorge, Jortini, Martina
Exibições 111
Palavras 629
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Capitulo 8


Pov's Jorge

Chegamos a casa da Lodo, a mini conversar que tive no carro me fez perceber que não houve nada, nada aconteceu e que os pensamentos que me rodearam desde ontem eram ilusões, apenas transamos, e poderia ser com qualquer uma, ou com qualquer um para ela, mas foi apenas sexo, sem segundas intenções, sem nada! Não passou disso e eu estava convencido!

Facu- Iai cara!

Ele me comprimentou

Eu- Diz manezão!

Facu- Veio com a Tini?

Eu- É, passei para buscar ela! Se não ela teria que vir de ônibus!

Facu- Hum!

Eu- Hum?

Facu- Nada! Anda desconfiado em? O que aprontou?

Eu- Nada! Não estou desconfiado!

Falei com todos e ficamos esperando o almoço ficar pronto, conhecemos a mãe da Lodo, e fomos almoçar na área externa da casa onde tinha uma mesa grande o suficiente para todos! E estava bem ventilado!

Pov's Tini

Estávamos sentados almoçando

Lodo- Tini? Trouxe biquíni?

Eu- Não, não me avisou nada!

Lodo- Mesmo, esqueci! Eu te empresto o meu, vamos dar um mergulho depois!

Eu- Ótimo, está muito calor hoje!

Ficamos jogando conversa fora, os meninos começaram um churrasco e fui me trocar, coloquei o biquíni e só um short jeans, o calor da Argentina, estava pronta para pular naquela piscina!

Cheguei onde todos estavam e peguei um copo de guaraná, hoje eu não iria beber, e vi que Jorge deu uns goles disfarçadamente na cerveja, me aproximei dele

Eu- Se beber, não dirija!

Jorge- Um gole só!

Eu- Eu não vou voltar com você! Deixa que eu dirijo!

Jorge- Relaxa, foi só um gole, não vou beber mais!

Eu- Nadinha, eu vou dirigir!

Jorge- Já que insiste!

Ele deu um gole grande no copo que estava ao lado!

Bom, adolescentes vírgula! Porque estávamos vivendo como adolescentes, eu tinha carteira de habilitação, mas o único carro que eu dirigia era o que meus pais sofreram o acidente, depois disso iria dirigir hoje! E bom tenho 20 anos, sou mais ou menos uma adolescente, não trabalho, não estudo, vivo farrando, nada a declarar! As meninas me chamaram para a piscina, fui, tirei o short e entrei a olhares de certas pessoas! Começamos a conversar, eu estava meio no espaço confesso, estávamos em rodinha como é normal de ficar na piscina conversando, atrás de Lodo estava Jorge longe mexendo na churrasqueira, ele virava e me olhava sorrindo, eu não estava entendendo bem essa troca de olhares entre nós mas... Logo a Lodo estala os dedos em minha frente

Lodo- Ei, Tini, oi, acorda!

Eu- Oi!

Disse voltando atenção a elas

Lodo- Larga do Jorge, desde hoje que não tira o olho dele;

Eu- Quê?

Lodo- Aff, o que aconteceu em?

Eu- Nada!

Cande- Nada, tudo dela é nada!

Mechi- Você gosta dele?

Eu- Quê? Estão doidas, claro que não! Estava olhando para lá e pensando, não estava olhando para ele

Nesse momento me chamei de mentirosa várias vezes em mente!

Alba- Hurum! Agora volta a atenção a gente por favor!

Eu- Claro!

Voltamos a conversar, dessa vez eu entrei na conversa, depois de um tempo os meninos entraram na piscina, todos com suas namoradas, e o Jorge mais distante um pouco, começamos a conversar novamente, só que dessa vez com o palhaço do Ruggero enchendo meu saco falando do Jorge e eu, e Jorge falava que ele estava delirando, e depois as meninas que ficavam insistindo!

Eu- Que saco! O que vocês querem da gente? Pelo amor de Deus

Cande- Aff estressadinha!

Eu- Ja dissemos, não temos nada, e nem nós interessamos!

Jorge- Exatamente, parem de imaginar!

Eles ficaram rindo, estávamos conversando e Jorge se aoroximou! E falou baixo o suficiente só para mim

Jorge- Poderíamos nós vingar!

Eu- Não seria uma má ideia!

Jorge- .....

Ele falou o que pretendia fazer!


Notas Finais


O que vocês acham que JorTini vai aprontar? Deem sugestões quem sabe não uso alguma!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...