História Era apenas prazer... - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jorge Blanco, Martina Stoessel
Tags Fic, Jorge, Jortini, Martina
Exibições 59
Palavras 480
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 31 - Capítulo 29


Pov's Tini

Ele me deixou no apartamento e foi embora, eu subir e minha vó ainda não tinha chegado, e deixei minha chave com ela, sentei na porta e fiquei esperando, do nada eu comecei a chorar, como que eu não pude contar pro Jorge que gosto dele, agora ele vai embora e vou ficar aqui, que burra Martina, que burra, tava abraçada com meu joelho e de cabeça baixa

Xxxx- Tini tá tudo bem?

Não pode ser né, logo nessa situação que estou ele volta, enxugo as lágrimas

Eu- Oi Jorge, ta sim!

Jorge- Claro que não, o que foi?

Eu- Nada!

Jorge- Esqueceu seu celular no carro!

Eu- Obrigada

Ele me entregou

Jorge- O que ta fazendo aqui?

Eu- Esperando minha vó!

Jorge- Quer que eu fique?

Eu- Não, pode ir, to bem!

Ele me olha

Eu- É sério!

Jorge- Ta, mas qualquer coisa me liga!

Eu- Ta bom!

Ele foi embora e fiquei lá, ok, preciso parar com isso, uns 40 minutos depois minha vó chegou

Vó- Tini, pensei que ia chegar mais tarde!

Eu- Sem problema!

Entramos em casa e fui direto tomar banho, nem fiz mais nada já fui dormir, coloquei o alarme as 07:00, e é muito difícil acordar cedo, principalmente eu que estava acostumada a ficar quase 2 anos sem fazer nada, fiz minha higiene, fui até a cozinha preparar um café rápido mas minha vó ja estava lá e com uma mesa pronta

Eu- Vovó, não precisava!

Vó- Claro que sim, sei que você está sentindo falta de uma comida caseira!

Eu- Estou sim!

Abracei ela

Vó- Porque quando cheguei você estava com aquela cara ontem?

Sentamos na mesa para comer

Eu- Que cara?

Vó- Você não estava bem!

Abaixei a cabeça olhando pro meu prato

Vó- Tini, pode falar comigo, vou tentar te ajudar

Ela falando assim parecia minha mãe, era do mesmo jeito que ela agia quando eu estava mal, e sentir que naquele momento minha mãe que esta ali, e que eu podia contar

Eu- Eu estou gostando do Jorge!

Vó- Isso não era novidade para mim! Desde que ele chegou e que vejo como vocês se gostam!

Eu- Ai está o problema, eu gosto dele, mas não sei se ele sente o mesmo! E agora que ficou tudo mais difícil

Vó- Porque?

Eu- Ele vai voltar pro México daqui a um mês! E eu não sei como falar, ou quando falar, ou pior, se devo falar!

Vó- Claro que deve, segue seu coração! Vai e fala logo

Eu- To com medo!

Vó- Tini! Ele te ama também, como eu disse, a forma como vocês se olham da pra perceber, não tenha medo, tenho certeza que ele vai dizer o mesmo!

Eu- Não sei, preciso ir!

Levantei da mesa, enquanto estava conversando tava comendo então terminei

Vo- Ta bom! Pensa no que falei!

Eu- Obrigada!

Dei um beijo na cabeça dela! E fui embora, peguei um táxi e seguir até o Restó, cheguei lá ainda não tinha cliente, e Lucca e Lodo estavam lá



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...