História Era apenas um sonho talvez... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Romance
Exibições 3
Palavras 1.533
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


S2 histórinha S2

Capítulo 1 - Era um tudo um sonho talvez...


Talvez seja um sonho

Talvez não seja, estou confusa, muito confusa.

Ontem fui para uma festa do colégio, com a minha melhor amiga, Marianna, tudo normal, dançamos muito e nos divertimos. 

Até que um momento Mari, começou a passar mal no meio da desta e levei ela para o banheiro. Chegando lá ela falou que não aguentava mais esperar e me roubou um beijo, eu tentei resistir porque eu não sabia o que fazer naquele momento, eu gostava dela só não sabia se ela gostava de mim, mas depois daquele beijo, acho que ela gosta de mim também, então eu puxei ela pra frente e roubei outro beijo, então começamos a beijar loucamente, até que entrou alguém no banheiro então decidimos sair da festa, avisamos os outros amigos que estava lá e confusos porque iríamos sair tão cedo da festa, tinha começado 19:00 e só era 20:40, a festa iria acabar as 00:00, então uma amiga perguntou : 


-Que marca de batom é esse na sua boca toda borrada Marianna? 


-Aaaaah, nada.

Eles perceberam que minha boca também estava borrada de batom, então comecei a suar muito frio, logo eles esqueceram aquilo, então enrolamos um pouco ali na festa, mas a gente queria mesmo é se pegar ali mesmo, mas eu sou muito tímida para essas coisas, então deu 21:20 fomos embora, saímos do colégio, e fomos para a casa da avó dela, pois a avó dela tinha viajado e não tem ninguém lá, fomos para lá então, já que ela estava com a chave da casa.

 Pegamos o ônibus que estava quase vazio e estávamos indo, sentamos e Mari, virou e me falou: 
-Sabe quanto tempo estou esperando por isso? 

-ah eu não sei, quanto?? –estava toda vermelha, parecendo um camarão.

-a muito tempo, estou sentindo que é hoje

Ela roubou de novo um beijo em mim, depois desse beijo, eu abraçei ela forte, até que percebemos que já tinha chegado na casa da avó da Marianna.

Saímos do ônibus, e ainda faltava um pouco pra chegar na casa, então tivemos que andar um pouco. Durante a gente andava, ela me puxava e me dava um abraço apertado e me roubava um beijo e falava: 

-Te amo  demais, Stefanie

-eu,eu também, te amo Marianna

Chegamos finalmente na casa da avó da Mari, eu criei coragem, enquanto ela estava abrindo o portão, puxei ela é roubei um beijo de língua nela, foi a melhor coisa que eu já tinha feito na minha vida, então ainda nos beijando, entramos, quando chegamos lá, a avó da mari estava lá, ela esqueceu uma peça de roupa e voltou pra buscar, mas graças a deus, ela não pegou a gente se beijando, então bem quietas, saímos de lá e ficamos lá fora esperando a avó da Mari sair de lá, para a gente se pega, porque as duas não estavam aguentando mais, então escutei um barulho, era meu celular, minha mãe me ligando pra saber que horas, (pois já era 22:10)ela pode me buscar na festa, eu falei que não precisava que iríamos dormir na casa da Marianna, eu e mais 5 amigas, então minha mãe acreditou e disse :

-Ah, okay filha, mas amanhã chega aqui em casa às 15:30 

Então quando menos percebi,as 22:40, a avó da Mari já tinha saído, entramos e eu falei com voz de medo:

-e se alguém nos pegar fazendo isso?? O que faremos??

-Eu falo que você é minha mulher, eles vão ter que aceitar

Então eu dei um beijo nela e fomos para o quarto, ela me pegou no colo e me jogou na cama, e começou a me alisar, eu preocupada de alguém chegar, logo esqueci.

Mari pede para mim, um pedido que ela sempre quis fazer:

-posso te fazer um chupão? 

-pode meu amor

Então ela pediu também para eu virar e ficar de quatro, eu tirei a blusa e ela também, ficamos de sutiã, ela fez um chupão na minha barriga, no meu pescoço e na minha bunda, a gente ficou fazendo isso até 2:00 da madrugada, até que decidi tirar minha calça e ficar de calcinha e tirei meu sutiã e eu disse : 

-meu corpo é seu agora, vamos brincar?

Então ela tirou a calça e o sutiã também e falou:

-ah seu vou

Ela puxando com a boca, tirou minha calcinha,dando beijos, no meu corpo.
Ela então tirou a calcinha dela é falou:

-agora meu corpo te pertence, vem

Eu sem falar nada, só puxei ela para em cima de mim , acariciei seu corpo inteiro, então ela pediu de novo para eu ficar de quatro, então eu fiquei, quando ela ia me lamber, as 2:30 recebi uma chamada de vídeo da nossa amiga e uma mensagem de voz, falando que ela tava vendo tudo
Eu fiquei tipo "what?" então Marianna olhou para a janela e viu, aquelas 5 amigas olhando tudo, e tirando foto, pedimos para ela apagar as fotos, então ela apagou, e pedimos para eles saírem, eles foram embora, então começamos de novo, eu e ela estávamos muito excitadas, ela me virou com força e começou a me lamber, ela ficou me lambendo até as 3:30, então era já a minha vez. Já que ela me fez gozar e me satisfez demais eu fiz a mesma coisa com ela,ainda melhor, até as 4:40, passamos a madrugada toda nos beijando, abraçando e etc... Então as 5:00, decidimos , nuas, de conchinha dormir. 

Aquela noite, foi a melhor da minha vida inteira.

Acordamos as 12:15. Ela fez um café pra mim bem caprichado, a gente comeu e voltou para cama, e nós pegamos de novo, pois não aguentamos de novo.

Já era 14:35 e lembramos que marcamos de sair pro shopping com as 5 amigas, então nós arrumamos, já que eu não tinha roupa, ela me emprestou, então fomos para lá.
Chegamos lá, todas as garotas estavam olhando para a gente tipo "hmmmm safadinhas" , ignoramos é fomos no cinema, iriamos ver um filme beeem demorado.
Ainda faltava 30 minutos para o filme, então fomos lanchar, chamamos la, Marianna disse para eu comprar pra ela que ela iria no banheiro, eu fui comprei pra mim e pra ela e sentei, esperei os outros, faltava 15 minutos e Marianna não tinha voltado ainda, eu comecei a ficar preocupada e meus amigos começaram a me zoar:

-que bunitinhuh, ta preocupadinha 

-OOOONT 

-quem tem limite é 3g

-amassa Stefanie

-o amor está no ar

Entao de longe, vejo Marianna com um buquê de rosas perguntando se eu queria namorar com ela, eu comecei a chorar e aceitei, meus amigos comemoraram, quando eu percebi, que minha mãe disse pra eu voltar as 15:30 para casa, e eram 16:28, então liguei para ela dizendo que estava no shopping e no dia seguinte as 15:30 já estaria lá em casa, ela deixou e fiquei aliviada, então comemos, e fomos ver o filme, já eu e Mari não sabemos que filme era já que ficamos o tempo inteiro nos beijando e meus amigos com uma cara de 'vela' .

Acabou o filme saímos e ficamos passeando no shopping enjoamos e fomos para casa, eu e Mari fomos também, logo que chegamos eu estava super cansada e acabei capotando na cama, isso era umas 23:05, Mari não estava com sono e decidiu assistir séries, acordei às 03:00 com o barulho da TV, e a Marianna estava se masturbando poid eu estava só de calcinha. Então perguntei para ela porque ela não me acordou, poderíamos fazer juntas. Ela não falou nada somente tirou a roupa e só posso falar que foi minha 2° melhor noite que eu já tive na minha vida.

Paramos as 06:50, e fomos dormir.
As 13:26 acordei e dei um beijo bem dado e acordei ela falei que era os últimos minutos pois precisava ir para casa às 15:30, então ela só continuou me dando beijo, só que algo aconteceu bizarro, muito bizarro ,escutava alguém me chamando mas não sabia quem, até que cai na real, estava no baile e Marianna estava perguntando se eu estava bem pois estava pálida demais e não me mexia e nem piscava por 10 minutos, então expliquei que eu tinha viajado , estava sonhando .

Então ela perguntou:

-o que era o sonho?

-então só posso dizer que foi às 2 melhores noites da minha vida com você.

-a gente se pegou?

-sim...

 Ela me roubou um beijo e me pediu para contar a história do que aconteceu, que ela iria tentar fazer se tornar realidade, então fomos pro banheiro e ela disse: 

-melhor irmos à minha cada, ou melhor a casa da minha vó.

Eu gelei na hora. Só concordei.

Fomos para lá , nos pegamos a noite toda,tudo deu certo, cheguei no horário que minha mãe pediu, só que uma coisa diferente aconteceu, ficamos só na amizade colorida, a gente se pega muitas vezes,namorar para quê?

Eu agora continuo bugada, pois no meu sonho parecia muito muito real, mas não era. Só viajei demais.

Mas deve está se perguntando: 

-Mas é a noite verdadeira que vocês se pegaram? Foi igual a o sonho??

 Posso dizer, que foi muito, mais muito melhor que o meu sonho paralelo.
Obrigado Marianna.


Notas Finais


Obrigada por ler ._. Desculpa por qualquer erro de português aí hsthjcdhhjj bye bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...