História Era dos piratas vermelhos interativa - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~Jay-Wolf

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Batalha, Estrupo, Guerra, Hentai, Interativa, Interativas, Piratas, Sexo
Exibições 65
Palavras 790
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Ecchi, Ficção, Josei, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Super Power, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bem nesse capitulo e tentei dar um ar de romance para a história para aliviar um pouco o clima tenso e tambem revelei o poder de marcos,

Capítulo 4 - O mar vermelho .cap revisado


Fanfic / Fanfiction Era dos piratas vermelhos interativa - Capítulo 4 - O mar vermelho .cap revisado

marinheiros embriagados que festejavam como se aquele voce o ultimo dia de suas vidas no navio alexi  comemorava com seu homens virando um garrafa de cerveja atras da outra sem para ,o som da festa era ouvido a quilometro de distancia do barco aquilo assustou e e vez todos os animais do mar recuarem mais aquilo atraio algo bem pior 

,lado de fora do navio em um pequeno barco

,_tem certeza que esse e barco ,kurou_

-absoluta ele fala pegado sua espada

_tem certeza que quer fazer isso capitão na minha opinião seria bem mais facil ,se Kurou simplesmente  afundasse essa barco, diz emma  

-idiota, voce não ouviu o capitão falando que quer tomar esse navio não afundasse, diz Ayaka

_-CALA BOCA ANAM DE JARDIM, ela gritava

-ORA SUA , o grito dela e   calado pela mão de mateus que pois a  mão em cima da boca dela que gritava feito louco

-escute ele falava enquanto a olhava  direto nos olhos

-nos  não estamos num taberna ou numa casa de jogo, estamos no meio do mar em bote lado a lado de um navio que vamos invadir agora ema e aya podem fazer silencio, por que do nosso lado tem um navio cheio de saldado armado ate os dentes,

as duas ficão em total silencio e só fazem um sinal com cabeça de positivo -maravilha,ren vem comigo -certo ele diz enquanto puxava sua espada , 

 no navio -

 capitão eu quero de dese dese dese o tentava falar  o marinho  Bebado caindo,_ saldado 

seu bafo de cerveja e tão  forte que deve chegar ate o japão hahaha ,

todos os saldado começão a rir sem para  quando as luz se apagão todas as luzes se apagam ,o capitão olhava a escuridão atras de um vela_quem e voce o grito do Marinho ecoou pela sala um um o gritos cresciam e um poca de sangue se forma no Chão_ren acenda a luz por favor a luz volta mostrado a cena do massacres pilha e pilha de corpo mutilados no próprio sangue cobrirão o chão enquanto o

capitão olhava a pessoa em sua mesa de janta sujo de sangue_QUE Merda voce vez com meus homens

_ora que diria que comandate da marinha usaria palavras tão rudes dizia enquanto se aproximava_meu chamo ,mateus sou comandante dos piratas vermelho e vim conquista esse navio.

_so por cima do meu cadaver

, mateus e ren jogão duas cordas no teto um buraco  abre parede do navio, um estrondo faz o navio vira de ponta cabeça  os marinho são arrastado pelas aguá do mar , e jogados violentamente no mar enquanto o capitão era arrastado pelas aguá

_essa e  meu, caro alexi, adeus , o capitão cai do navio para os rochedos numa queda mortal. 

Mateus e ren estavam ,pendurados  por uma  corda ao teto do barco,enquanto o aqule comodo do barco, ficava lotado de aguá ren e mateus se olham no olhos ela diz

_ o que vamos fazer Capitão ela perguntava olhado ele nos olhos,ele pega de seu bolso uma agulha

ele fura o próprio dedo a agulhas e dedo encharcados de sangue e pega a agulha e joga na agua o sangue forma uma  mancha vermelha na aguá que cresce ao ponto de toda aguá ter se transformado em sangue ren olha espantada a habilidade do capitão ela  sabia que ele tinha, habilidades especiais que quase nunca utilizáva mais nem nos seu solho mais insano ela  pensaria um mar de sangue,   de sa_ ren ela e tirada de seu pensamento pela voz seria de seu lider

_sim ,com um movimento do seu  braço toda a aguá vermelha vai para buraco e fica numa forma solida parecida com gelo.

O sangue  solido tampa o enorme buraco ele corta a corda e a segura num forte abraços os dois sentem o calor do corpo um do outro por alguns segundos que  para  os dois parecia que durou  séculos aquela era um boa sensação

_ren _sim ela diz tentado esconder seu  rosto que estava,  vermelho como um tomate,com um movimento de sua mão ele cria duas asas feita de sangue e pega no colo

_vamos sair

daqui os dois saim voando pela janela ele ficam parados no céu da noite escura os dois olhado as estrelas que iluminavam o céu estrelado dó mar

 _ Capitão _ sim _quando essa batalha acabar e tenho que te contar um coisa importante

_ren porque voce não me conta agora ,  _ que eu

-EEEE  sua fala e interrompida por um grito  Capitão  voce tomou esse barco pra  o nos,gritava marcos

-marcos

os dos dizem ao mesmo tempo enquanto pisam no conves e encaravam marcos ren, olha  de raiva e mateus com olha de ,vergonha

-que eu atrapalhei alguma coisa.

 

 


Notas Finais


oi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...