História Era Pra Ser Só Uma Brincadeira - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 14
Palavras 540
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shounen, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Descontraindo 💛🌝

Capítulo 6 - Especial, Entrevista...


 Alexander: -Ooow, porque tão escuro, Panda? -ele parece curioso.

  -Acenda as luzes produção.

 Alexander: -Hahaha! Mentira!

  -Tudo bem, sensei?

 Alexander: -Eu poderia estar melhor, mas de boa. E aí? Porque eu tô amarrado nessa cadeira?

  -Você tá em uma entrevista querido.

 Alexander: -Ué? Porque?

  -Podem dessamarrar ele. -dou um sorriso. -Bem sensei, como eu me perdi nas ideias pra História, resolvi fazer uma entrevista com você. -observava ele ser dessamarrado.

 Alexander: -Sim... E então?

  -Nos conte um pouco mais sobre você.

 Alexander: -De mim?

  -Tá vendo alguém aqui que se chame Alexander além de você?

 Alexander: -Não...

  -Então, nos conte.

 Alexander: -Bom... Eu sou Alexander Maia, tenho 25 anos, nasci dia 05 de Fevereiro de 1992. Sou professor de Português, Matemática, Educação Física e Química na escola School The Guardians Of Love. Sobre meu passado, eu morava com minha mãe, irmã e primo. Bom, ele veio morar com a gente quando meu pai morreu, como ele era 5 anos mais velho que eu, minha tia resolveu deixar ele lá em casa. Ele estudava pra ser professor e eu queria ser médico. Os melhores momentos da minha vida, foi ao lado dele e da minha irmã. Me lembro que um dia, a gente pegou um canetão permanente e escrevemos uma frase ofensiva a uma inimiga da minha irmã no quadro da escola. Ninguém sabia quem tinha feito aquilo, porque eu e ele éramos de uma escola diferente da dela. E um dos piores... Ao lado deles... Quando um farmacêutico nos espancou, ESPANCOU MESMO! Pelo simples fato de eu ter deixado uma caixinha de suco vazia cair dentro da farmácia dele. Cara, nós apanhou.

  -Me fale um coisa boa, que apenas você vivenciou.

 Alexander: -Quando eu me formei em pedagogia.

  -E um ruim.

 Alexander: -Quando meu primo morreu.

 -Meus pêsames. Mas eu sou curiosa. Me conte mais. Nos conte, no caso.

 Alexander: -Eu já estava com 19 anos, tinha começado a minha faculdade de medicina. E meu primo tava no último semestre, quando ele precisou terminar a faculdade em outra cidade e por isso, foi morar na cidade em que havia essa faculdade com seu amigo. E antes de viajar ele me disse "Quando eu voltar, eu quero que nossa família inteira saiba que eu gosto de você" e ai ele me beijou. Fiquei surpreso, e ao mesmo tempo feliz, sabendo que ele também gostava de mim. Esperei ansiosamente a chegada dele. Até que no dia que ele ia chegar, passada 4 horas do momento em que ele deveria chegar, recemos a notícia de que ele tinha morrido. E ai já viu né? Meu mundo desabou. E como eu ainda gostava muito dele, resolvi fazer faculdade de pedagogia e seguir o caminho que ele queria. E agora tô aqui.

  -Desculpe as lágrimas, tenho o coração muito mole pra isso.

 Alexander: -ele ri.

  -E... Sobre o futuro? -falo enxugando as lágrimas.

 Alexander: -Pertendo ajudar os cavalheiros à salvar -um barulho o interrompe.

 ???: -Desculpe me. Eu estava arrumando a outra sala.

  -Bom.. Continue Alexander...

 Alexander: -o mundo... E também planejo pegar o Hiago pra mim.

  -Queenteeeeee!

 Alexander: -Recadinho pro Hiago: Deixa toda essa loucura acabar pra você ver.

  -Merda! Outro sangramento nasal! Tchau, tchau, voltarei terça à noite com mais um Capítulo.


             ~^•^~


Notas Finais


Até terça 🌝💛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...