História Era Uma Vez - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Visualizações 5
Palavras 861
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Machucados.


Acordei com o despertador que me expulsa da cama, levanto, faço minha higiene e depois vou em direção a cozinha preparar meu café. Hoje está frio, talvez eu falte aula. Não, melhor não, depois Rosa irá me matar. E também, melhor eu evitar os sermões da Suzuna. 

Senti algo peludo e quente na minha perna. 

-Sorata, seu gatinho lindo. 

Peguei ele no colo enquanto acariciava seu pelo macio. Estava com ele há um mês, havia o achado perto do meu apartamento em um dia de chuva, nem me dei ao trabalho de verificar se ele tinha um dono, até porque, ele estava magro, parecia realmente que era um gato de rua.

Tomei meu café e depois fui tomar um banho, mesmo não estando com vontade de ir a escola, não havia nada para fazer em casa mesmo. Sai do banho e peguei qualquer coisa do meu armário, me vesti, prendi meu cabelo em um coque, servi o Sorata com água e comida e sai. Realmente estava muito frio, e o inverno estava ainda na primeira semana. 

Andei por mais uns 10 minutos e já estava na frente da escola. Como eram 07:25, o céu estava nublado, o que, na minha opinião, era lindo, já que sempre gostei de dias assim. Andei pelo pátio até ver um banco livre, fui até ele e me sentei, com a cabeça inclinada, e olhando para o céu. 

-Milagre Você chegar cedo. 

Me endireite para ver quem era. Assim que reconheci, franzi o cenho. 

-Olha quem fala, Castiel, você falta mais aulas que eu, além de chegar atrasado todos os dias, bem, isso quando te dá vontade de entrar na sala, né? -Eu disse voltando para a mesma posição de antes. 

-Você não pode falar nada, já que faz o mesmo.

-Pelo menos os meus cadernos são completos.

-Hmpf, os meus também são.

Eu soltei uma gargalhada que o deixou irritado.

-Você, justo VOCÊ, Castiel, com os cadernos completos? A por favor, você não pinta nem desenho de Natal, se nós tivessemos desenhos de Natal pra pintar.

-Pelo menos, eu não coloco roupa do avesso. 

-Como assim? 

Eu olhei para o meu blusão e quase quis chorar de vergonha. Realmente ele estava do avesso. E enquanto eu levantava, o Castiel estava rindo, sentado no banco. Olhei pra ele com o cenho franzido e corri pro banheiro. Entrei e vi a Suzuna passando batom. 

-Bom dia, Azu-Chan. 

-B-bom dia, Suzuna. 

Ela virou para mim e começou a rir. 

-Você sabe que esta com o blusão do avesso, não sabe? 

-Sei, agora pare de rir. 

-Impossível.

Entrei em umas das cabines do banheiro e ajeitei o blusão, depois sai e Suzuna ainda estava se maquiando. 

-Como você é vaidosa. -Eu disse me apoiando no balcão. 

-Não sou vaidosa, apenas amo o espelho. E principalmente ficar na frente dele, vendo como sou linda. 

-Sorri pra ela e ficamos no banheiro conversando até o sinal soar. Fomos para sala, e eu me surpreendi quando vi o Castiel se sentando do meu lado. 

-Ué, que milagre é esse? -Eu disse assim que ele se ajeitou. 

-Cuida da sua vida. 

-Este é o Castiel, gentil como um cavalo dando coice. 

-Silêncio turma. - A professora fala assim que entra na sala. - Eu tenho um aviso para dar a vocês. Bem, como vocês já sabem, as férias são daqui a uma semana, e a nossa escola está planejando um passeio para todos os alunos. Os detalhes ainda não foram decididos, mas é certo que terá um passeio, então já se preparem. Alguma pergunta? 

Eu levantei a mão. 

-Sim, Senhorita Yoong? 

-Ham, para onde é o passeio? 

-Odori Park.

-Odori Park? E quanto tempo vamos ficar lá? 

-Três dias. 

-Que Park é esse? -Castiel me pergunta, vendo que havia um sorriso em meu rosto. 

-É um Park lindo, lembro de ir lá uma vez quando era pequena, com a minha...  Familia. 

Assim que eu terminei a frase, baixei a cabeça e fiquei em silêncio. Castiel não me perguntou mais nada depois disso. Enquanto a turma toda estava agitada com a notícia do passeio, eu fiquei em silêncio durante as três primeiras aulas, apenas ouvindo música. 

Meus pais haviam se separado a 2 anos por causa do meu pai. Ele era alcolatra, e todas as noites ele chegava bêbado em casa. Minha mãe, que já não aguentava mais os gastos dele, além de ter que cuidar dele todas as noites, se divorciou dele, levando eu e minha irmã. Depois de um mese após a separação, meu pai morreu de uma doença nos rins, e minha mãe acabou adoecendo meses depois. E morreu logo após isso, restando apenas eu e minha irmã, que hoje é uma editora de mangá shoujo. 

Alguém só voltou a falar comigo na hora do intervalo. 

-Ei, Azu, você está bem? - Rosa me pergunta, colocando a mão no meu ombro. 

-Ah, sim. Você viu o Armin? Queria mostrar um jogo novo.

-Ele deve estar na biblioteca jogando escondido de novo.

-Eu vou lá, procurar ele, ok?

-Ta, eu vou ficar com a Suzuna. Te vejo depois.

Fiz um sim com a cabeça e fui em direção da biblioteca. Quando estava nas escadas, senti como se alguém estivesse atras de mim.

-Quem esta procurando?



Notas Finais


Voltei :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...