História Erro - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 10
Palavras 850
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Harem, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi Oi! Trago aqui outro capítulo feito com muito carinho ;3
Espero que gostem ♡

Leiam as notas finais!!!

Capítulo 6 - Capítulo cinco - Máscaras?


Fanfic / Fanfiction Erro - Capítulo 6 - Capítulo cinco - Máscaras?

A noite já havia caindo e nos ainda estávamos no carro dirigindo para a tal "casa" na qual Kira havia comentado, ele obviamente estava se sentindo mais seguro a meu respeito, e era exatamente isso que eu esperava, se ele imaginasse que não iria fugir naquele momento, seria questão de tempo até eu conseguir bolar um plano e me mandar daquele lugar, só preciso que ele acredite por mais um tempo! Não é meu estilo manipular os outros, mas acho que nesse caso não tenho escolha, é uma questão de viver livre ou morrer presa.
O carro estacionou o que me fez acordar para a realidade, sai do carro e acompanhei Kira até a frente de uma enorme casa de dois andares com grandes janelas e um jardim lindíssimo, porém a casa parecia vazia a alguns anos, Kira tirou chaves de seu bolso e destrancou a porta da frente, olhei mais uma vez a paisagem de fora antes de entrar, como eu pensei,  era uma casa distante da cidade, um terreno enorme completamente deserto, suspirei e entrei na casa escura:
-Bem vinda a minha casa Alice...- Kira disse com um sorriso desconfortável olhando para o interior da casa
- Ahn...Obrigada eu acho...
Comecei a andar pela casa despreocupada, tinha quase certeza de que Kira não iria se importar depois da minha incrível atuação de lealdade na cabana a algumas horas.

Os moveis da casa estavam cobertos com lençóis brancos cheios de poeira, as paredes estavam descascando e o chão de madeira rangia a cada passo, as cortinas vermelhas e grossas estavam fechadas impedindo a luz do dia de entrar na sala escura, comecei a subir as escadas para o segundo andar, já havia perdido Kira de vista, mas estava curiosa quanto ao novo ambiente em que me encontrava, no final das grandes escadas havia um enorme corredor onde se encontravam quatro cômodos, possivelmente quartos, caminhando no corredor era possível ver pinturas, em uma delas haviam três crianças, uma delas parecia ser mais velho, uns 12 anos talvez, tinha cabelos loiros perfeitamente alinhados, e grandes e belos olhos azuis, sua pele era clara e rosada mas bochechas, ele estava sério na pintura, como um educado cavalheiro, ao seu lado tinha um garoto um pouco mais jovem, 10 anos talvez, seus cabelos negros estavam bagunçados e seus olhos escuros brilhavam de animação, ele sorria de  lado do mais velho, era possível sentir sua alegria mesmo através da pintura, aquele com certeza era Kira, não me restavam dúvidas, mais abaixo na pintura um pequena garota me chamou atenção, seus olhos e amanhã azuis como o do mais velho, porém. Seus cabelos eram negros como os de Kira e desciam em pequenas ondas sobre seus ombros, seus lábios eram vermelhos e sua pele era clara levemente corada, ela não sorria, parecia uma verdadeira boneca com seu vestido cheio de babados...Quem seriam essas pessoas com Kira? Algo nisso me incomoda, resolvi deixar de lado e fui em direção a um dos quartos, abri com cuidado a porta e então contemplei seu interior, as paredes eram rosadas, em uma parede havia uma enorme janela com cortinas brancas presas a fitas vermelhas, uma cama grande cheia de travesseiros e cobertas, em uma cadeira próxima a parede em frente a cama havia uma boneca de pano, usava um vestido de princesa e tinha um sorriso costurado em seu rosto, era adorável e assustador ao mesmo tempo, deixei a boneca de lado e fui até a estante de livros ao lado da cadeira, peguei um que parecia ser um diário " Amélia " estava escrito na capa do livro, a letra era tão delicada e perfeitamente desenhada, dava até pena de tocar, abri o diário começando a folhear o mesmo...Antes que eu pudesse ler alguma página o diário foi arrancado de minha mãos, Kira o havia tomado, ele parecia estar bravo:
-porque...Porque está aqui? - disse ele pausadamente obviamente bravo por eu estar ali
-e-eu achei que não haveria problema...-disse engolindo em seco
-pode ir a qualquer lugar dessa casa menos nesse quarto, fique longe daqui e não encoste em nada! - ele disse me empurrando para fora do quarto e fechando a porta do mesmo, ele segurou minha mão e me arrastou até outro quarto, dessa vez o quarto estava pintado de uma cor semelhante a um azul petróleo, só que um pouco mais claro, as cortinas eram brancas e a cama era grande como a do outro quarto, repleta de travesseiros e cobertores, sobre a cama havia uma pintura de algo que não conseguia identificar, na parede em frente a cama havia uma grande estante de livros velhos e empoeirados, antes que eu pudesse analisar o resto do quarto, Kira me jogou na cama e ficou sobre mim, ele me abraçava forte e por um segundo achei que estava chorando, meu coração batia rápido, quando ele encostava em mim eu me sentia estranha, tinha medo e ao mesmo tempo ficava nervosa, não sei o que está acontecendo...Mas preciso descobrir mais sobre ele, mais sobre essa casa, e principalmente, mais sobre Amélia e porque ela me incomodava tanto...


Notas Finais


Críticas? Sugestões? Teorias? Comenta aí!


De um a dez o quanto vocês gostam da Alice? E do Kira? Quem acham que é a Amélia?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...