História Escola de Bruxos - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 3
Palavras 1.729
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Fantasia, Luta, Magia, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente, mil desculpas por não ter postado logo. Mas estou em semaba de prova, só postei hoje por que já tinha feito esse cap e só foz termina-lo. Bem, espero que gostem! Boa leitura!

Capítulo 2 - Novos amigos??


Fanfic / Fanfiction Escola de Bruxos - Capítulo 2 - Novos amigos??

Fico catando meu armário e o acho. Quando abro, meus livros foram magicamente mandados para cá.

- Qual será minha primeira aula? - pergunto para mim mesma.

Alguns minutos depois alunos vão chegando. Primeiro entra uma garota, que parece ser muito rica. Depois entra 4 meninos que aparentam ser irmãos. Depois de um intervalo, a escola começa a encher pra valer. Quando penso que não, muitos alunos já estão na escola a procura de seus armários.

Desligo meu celular e observo o ambiente. Será que é melhor eu já tentar me enturmar? Não, não. Vou procurar o meu irmão. Saio andando e tentando traçar o caminho novamente até o grêmio. Logo percebo que eu talvez vou acabar me perdendo. Vejo uns meninos conversando e vou até eles.

- Er...oi. Vocês podem me dizer aonde é o grêmio? - pergunto.

- Qual deles? - pergunta um dos garoto.

- B-bem, eu não sei. Quero pegar meus horários... e achar meu irmão.

- Uma novata! Haha, então o grêmio que você está falando é pra lá. Seguindo esse corredor reto.

- Obrigada... - saio andando até que sinto alguém encostar no meu ombro e me puxar - O que foi?

- Qual seu nome? Eu sou Marcos e esse é Lucas.

- Eu sou Mia. Onde é mesmo o grêmio?

Eu sou uma idiota, não posso me distrair que já esqueço o que estava fazendo. Devo estar parecendo uma besta pra eles.

- Vamos com você, também precisamos pegar nossos horários! - diz Lucas.

Nós seguimos pelo corredor.

- A senhorita é de que nível? - pergunta Marcos.

- Nível? - pergunto.

Eles se entreolham e começam a rir.

- Você não sabe nada sobre essa escola né? - pergunta Lucas ainda rindo.

- Não muita coisa. Acabei de chegar! O que vocês queriam! - apresso o passo mas me lembro que não sei onde é o outro grêmio.

- Sabe de que Classe você é? - pergunta Lucas.

- Essa eu sei! Sou da Classe A!

- Nós também somos! Somos do nível 2, é tipo o ano em que você está. - diz Lucas.

- A senhorita deve estar no nível 1. - diz Marcos.

- É, acho que sim. E para de me chamar de senhorita!

Enfim chegamos no grêmio, era uma sala grande com 4 professores e vários alunos lutando para pegar seu resultado. Um menino sobe numa mesa, e logo vejo quem é: Mark.

- Silêncio! Silêncio! Está uma bagunça isso aqui! Se organizem ou não vão receber seus horários! - ele olha pra mim e eu faço que não com a cabeça, mas não da certo. - Ah maninha! Estava pensando se você ia ou não achar o grêmio! Que bom que não se perdeu!

Todos olham para mim e sinto que fico corada. Mark desce da cadeira e vem até mim.

- Toma seus horários! E vê se não se atrasa ou se perde por aí em! - ele ri.

Todos continuam olhando para mim. Que recepção maravilhosa! Realmente eu amei! Depois que todos voltam para suas filas eu saio do grêmio e eslero na porta Lucas e Marcos.

- Eu não acreditor que o senhor chatice é seu irmão! - diz Marcos rindo.

- E põe chatice nisso! - olho minha primeira aula e o local aonde ela é - Nas marmorras!? Nossa! Essa minha aula não podia ser num lugar melhor!

- O que? Aula de Proteção das Trevas? Você tem muita falta de sorte! - diz Lucas.

- A aula não me parece chata. - digo.

- Mas o professor é, a não ser que tenham mudado... - diz Lucas.

Olho no meu relógio e vejo aue se eu não me apressar chegarei atrasada!

- Hey meninos, tenho que ir... vejo vocês... ahn...

- No almoço. - diz Marcos cruzando os braços.

Saio correndo para a sala. Quando chego nas masmorras não sei em que sala entrar. Vejo uma garota e vou até ela.

- Ei.. onde é a sala de Proteção das Trevas? - pergunto.

- Ai idiota... - ela resmunga - do seu lado há uma porta, e nela está escrito: Proteção das Trevas. Por que será né? Deve ser de Como Voar num pônei cor de rosa.

- Desculpa! - reviro os olhos.

- É da família Grin? Hm.... - ela me estuda.

- Se me der licença, preciso estudar. - entro na sala.

Entro na sala. Um homem bem velho entra, com ela há uma gaiola com algum monstro que não consigo ver pois há uma toalha em cima.

- Bom dia velhos alunos! Sou o professor Fill! - ele se apresenta.

A garota super antipática entra na sala e senta em minha frente.

- Bom dia Fessor. - ela pega seu material e põe em cima da mesa.

- Querida Mary! E os seus pais? Como estão? - diz o professor.

- Mary? - ela diz perdida - Tá falando comigo? Meus pais?! DO QUE O SENHOR ESTÁ FALANDO? - ela diz super brava e ao mesmo tempo magoada.

O professor não lhe dá atenção e vai para a aula.

- Então! Como vocês já davem saber, esses são filhotes de um pássaro muito exótico, se você souber acalma-lo ele não te ataca. Mas é um animal muito bravo e rápido. Então, quem pode me ajudar a enfrenta-lo?

Ele olhou para turma, porém ninguém levantou a mão. A garota se recusou a olhar ao professor depois daquilo. O professor Fill folheia seu caderno.

- Hmm... então já que ninguém quis... Marcelly! - ele apontou para mim. - Pode nos ajudar por favor?

Marcelly? Como assim?! Todos da sala olharam para mim. Porem a garota antipática se levantou cabisbaixa.

- Marcelly so ueu professor...

- Você não é a Mary Kellinsom?

A turma toda começa a rir e Marcelly abre um sorrisinho de canto.

- Não não professor. Mary Kellinsom é da turma do nível 5 professor... eu sou Marcelly.

- Ah! Mas eu jurava que você era a Mary! Que garota incrível! Pois bem, pode ser você mesmo. Venha cá.

Marcelly vai até ele. Até que ela não é tão antipática assim. Ela pega sua varinha, e ele abre a gaiola.

- Professor o que eu faço? - berrou Marcelly quando o pássaro a atacou.

O professor começa a dizer um monte de palavras.

- Para refrescar sua mente Mary! - ele diz mais palavras.

- É Marcelly... AIII! - ela diz enquanto o pássaro voava e beliscava ela.

- Ora! Como é possível que você tenha passado na prova! Acalme ele Minelly! - o professor se afasta quando o pássaro se virou para ele.

- MARCELLY! - e o pássaro começara a empurrar ela.

O pessoa da turma ficava rindo. O professor dá um salto e fala algumas palavras e o pássaro paralisa.

- Pelo amor de Deus Marelly! Essa é a coisa mais fácil desse mundo! Alguém aqui sabe acalma-lo?

- É Mar.... deixa... - Marcelly desiste de insistir e volta para o seu lugar.

Novamente ninguém levanta a mão.

- Que bela turma eu tenho! Página 11!

Todos abrimos o livro, e enfim, um garoto levamta sua mão.

- Professor, acho que o senhor se equivocou....

- Você acha? - diz Marcelly baixinho.

- Na página 11 está escrito sobre a Proteção das Trevas... e não sobre esses.... hm... pássaros...

- Como assim! Este livro SÓ pode estar errado! - o professor abre o livro dele - Não! Está certo, o meu está certo.

Noto que ele abriu o livro do Nível 3.

- Professor... o seu livro é de Nível 3...

- Eu sei! Eu sei, se vocês estão no Nível 3, é o livro de Nível 3 que eu tenho que ter!

- Mas professor - disse uma menina lá da frente - somos do Nível1!

Ele fecha o livro e olha para o seu caderni.

- Mas como? Não acredito! Isso explica a incapacidade da Ma... - ele é interrompido.

- Marcelly professor, Marcelly...

As aula finalmente acabam. Vou para o refeitório para pegar o almoço. Quando pego a comida, é macarrão. Uma comida bem típica dos humanos, uma boa influência. É uma comida bem gostosa.

Avisto os meninos e sento na mesa em que eles estão.

- Oi! - digo me sentando.

- E quem te convidou? - brinca Marcos - Mentira, pode sentar.

- Como foi a aula com o professor Fill? - diz Luca abafando uma risadinha.

- Ah foi ótima! - sua sobrancelha se ergue - Só que não! Ele confundiu tudo!

- Ah normal! Ele é tão velhinho! - diz uma garoto que eu não conheço.

- Mas se ele se pôs a dar aula, ele deve pelo menos se organizar! - diz Marcos.

A garota antipática, Marcelly, se junta a nós. Ela apenas senta e começa a comer.

- Er... oi? - digo.

Ela me ignora e continua comendo.

- Ah! Essa comida de humanos, não deveriam nos dar isso! - ela comenta.

- Se a madame não ouviu, Mia falou contigo! - diz Marcos.

Ela não dá ouvidos.

- Ei! Agora eu falei com você! Eu simplesmente odeio que me ignorem ou ignorem os outros! Ei me responda! Para de comer! - Marcos diz com raiva.

Ela não dá a mínima, para de comer, bebe sua água e come de novo.

- Deixe ela Marcos! Nós também não fazemos questão nenhuma de falar com ela. - diz o garoto.

- E o seu nome? Qual é? - pergunto.

- Ah meu Deus! Sou Henrique... você é Mia não é?

- Sou sim... - ele era muito lindo. - que Classe?

- A! E você também! Marcos e Lucas me contaram.

- E não acredito que esses 4 idiotas estão na melhor Classe... - murmura Marcelly.

- Por que? Inveja? - diz Lucas.

- Eu também sou de lá. - ela termina de comer.

- Ah, eu não acredito que essa idiota está na melhor Classe! - diz Marcos imitando a voz de Marcelly.

Solto uma risadinha, Marcelly me olha e depois revira os olhos. Ela sai andando e rebolando.

- Conhece ela Mia? - pergunta Henrique.

- Sim, ela é do meu Nível. - Vejo que ela foi para um canto do refeitório meio isolado e lá senta para ler um livro. - Ela saiu daqui para se isolar e ler um livro?

- Pelo visto ninguém quer ser amigo dela - comenta Lucas.

- Nossa, coitada. Acho que vou falar com ela... não gostaria que no meu primeiro dia de aula eu fosse tratada como isolada... - digo me levantando.

Sinto alguém segurar meu braço e me fazer sentar de novo.

- Se ela fez questão de sair daqui e ir ler, o problema não é nosso. Você deveria parar de ser boba! - diz Marcos me soltando.

- Olha aqui, você nem me conhece! E fica me chamando de boba! - sinto que estou vermelha.

Marcos percebe e abaixa o tom.



Notas Finais


Eai? O cap ficou grande?Desculpa qualquer erro ortográfico. E vocês leitores fantasmas, SE MANIFESTEM! Aksjsjjs um beijooo da loka aqui <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...