História Escola de Heróis - Interativa - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Capitão América, Deadpool, Guardiões da Galáxia, Homem de Ferro (Iron Man), Homem-Aranha, Liga da Justiça, Os Vingadores (The Avengers), X-Men
Personagens Alfred Pennyworth, Anthony "Tony" Stark, Arthur Curry (Aquaman), Barry Allen (Flash), Billy Batson (Capitão Marvel / Shazam), Bruce Wayne (Batman), Carter Hall (Gavião Negro), Clark Kent (Superman), Clint Barton, Comissário James "Jim" Gordon, Damian Wayne, Dick Grayson, Dr. Bruce Banner (Hulk), Dr. Henry "Hank" McCoy (Fera), Drax, o Destruidor (Arthur Douglas), Erik Lehnsherr (Magneto), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Gamora, Groot, Hal Jordan, James "Logan" Howlett (Wolverine), James Buchanan "Bucky" Barnes, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Jason Todd, J'onn J'onzz "John Jones" (Caçador de Marte), Kurt Wagner (Noturno), Loki, Lucas Bishop (Bishop), Natasha Romanoff, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Ororo Monroe (Tempestade), Pantera Negra (T'Challa), Peter Parker, Peter Quill (Senhor das Estrelas), Phillip Coulson, Pietro Maximoff (Mercúrio), Piotr "Peter" Rasputin (Colossus), Professor Charles Xavier, Raven Darkhölme (Mística), Ray Palmer (Eléktron), Rocket Raccoon, Sam Wilson (Falcão), Scott Summers (Ciclope), Steve Rogers, Thor, Timothy "Tim" Drake, Visão, Wade Willson (Deadpool)
Exibições 74
Palavras 1.489
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Esporte, Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Orange, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi! Então desculpa a demora?!

Não deu tempo para revisar, por que eu acabei de acabar o capítulo e já postei logo!

Espero que gostem!

Capítulo 4 - Mais alguns jovens!


 

O rapaz de cabelos medianos castanhos, olhos também castanhos, rosto um pouco arredondado, lábios carnudos, altura mediana e um corpo normal, ele estava debruçado sobre o balcão do laboratório aperfeiçoando uma de suas armas, o departamento de criação ou invenções (ninguém conseguiu decidir o nome, mas ambos os nomes são equivalentes)  naquele ano seria comandado por Fitz-Simmons, mas os professores não estavam ali, ele tinha chegado junto com seus pais Deadpool e Homem - Aranha, sim eles são um casal e sim eles tem outros filhos de relacionamentos anteriores, Maxwel ama muito seus pais e os irmãos, sem contar que para ele os pais são literalmente seus heróis, por que quando Max morava nas ruas e seus pais o salvaram do cara de quem ele havia roubado, mas não só por isso por que seus pais o apoiaram desde sempre

- Max o que você está fazendo aqui ainda? - Lívia diz e Max acabou levando um susto.

- Eu não estava fazendo uma melhoria na minha...

- Tá que seja, vamos logo! -  Ela puxou o irmão. 

- Para que tanta pressa? -  Perguntou  ele arrumando mais ou menos seus projetos.

- Cara você perdeu a briga dos nossos pais bem no palco! -  Disse ela ainda rindo.

- E o Han? Ele ficou bem com isso, sabe que o relacionamento com o  DaddyPool  não é dos melhores. - Perguntou preocupado com o irmão. 

- Ele vai ficar bem! E de verdade eu concordo com minha mãe,  Deadpool é hilário ainda mais quando ele deixa o Tigrão envergonhando. -  Lívia falou, Mary Jane é claro que ficou magoada quando ela e  Peter terminaram, mas depois de um tempo Mary percebeu que ela e Peter eram inseparáveis, mesmo quando separados, afinal eles são amigos acima de tudo e conviver com Peter e Wade é incrível,  eles são os melhores amigos que ela tem.

- Mas você não me respondeu, para que tanta pressa criatura? -  Disse ele.

- Tem milhares... tá não milhares, mas tem pessoas legais para a gente matar a saudade ou conhecer e você vai ficar aqui em um laboratório? -  Perguntou a irmã. 

- Quer saber? Você tem toda razão! -  Disse  ele. 

Em uma das varandas do prédio John e Illyana estavam conversando, um pouco mais afastado de todos os outros alunos, além disso, estar na varanda era bom para sentir o sol tocar em sua pele, as vezes se sentia oprimido em lugares fechados.

- Mas você não me chamou aqui só para bater papo não é? -  Perguntou ela muito inteligente como sempre.

- Você tem razão,  te chamei para agradecer, se não fosse você me avisar, minha irmã ainda estaria correndo risco. -  Ele falou.

- Não foi nada, também tenho irmãos e sei o que é me preocupar com eles. -  Ela sorriu.

- Foi sim. Mesmo a Angeline ficando com raiva de mim valeu a pena! -  Disse ele.

- Bem nem sempre entendem o bem que tentamos fazer. -  Ela fala tocando o ombro do rapaz.

- Mas o que importa é  que a gente entenda. -  Disse. -  E eu queria dizer que no que precisar de mim eu vou estar sempre a disposição. -  Falou sorrindo.

- Obrigado. -  Ela disse realmente grata e se foi.

~~*~~

- Andras! -  O menino se virou para ver uma menina que ele não conhecia direito, afinal ela era um ou dois anos mais nova que ele, mas alguns talentos da menina o interessavam e por isso ele marcou de falar com ela  no primeiro dia de aula.

- Angeline, certo? -  Perguntou o rapaz.

- Isso aí. - A menina disse com um sorriso. -  Mas você foi meio vago quando a gente se falou pela Internet e eu acho que não deu para sacar o que você quer...

- Eu sei, mas eu não sabia se seria seguro falar por ali...

- Tá em que você se meteu? -  Perguntou ela sorrindo travessa para ele.

- Eu soube que você...

- Nossa todo tá sabendo disso? -  Ela disse irritada.
- Bem seu pai...Clark comentou com meu pai....

- Tá já entendi, olha o Kevin é melhor nisso que eu, ele é um haker  de verdade eu só tenho um certo talento, dependo do que você vai fazer. -  Ela se aproximou dele. -  Se não for nada muito sério,  acho que a mãe do Luke também poderia te ajudar, tipo ela é uma ótima pessoa, acho que ela com toda certeza te ajudaria! -  Falou, por que havia prometido ao pai que não faria esse tipo de coisa, pelo menos enquanto ela era uma criança.

- Pensei que poderia me ajudar, mas mesmo assim obrigado! -  Disse ele de uma maneira rígida e meio adulta demais para um garoto de 19 anos, sem contar que ele parecia desapontado.

-Espera. -  Ela falou. -  Eu faço, mas eu juro que se você contar a alguém... bem depois eu decido qual vai ser minha terrível ameaça. -  Ela falou.

- Obrigado. -  Ele sorriu.

- Não me agradeça ainda! -  Disse saindo.

Na sala da direção, uma garota de longos cabelos ruivos e olhos verdes selvagens, estava fazendo sua matrícula meio atrasada, mas o que importa é que ela estava lá. 

- Mary Curry, seja bem vinda, bem já fizemos os anúncios e como hoje é primeiro dia você pode ir conhecer os seus novos colegas. -  Disse Charles com um sorriso cordial como sempre, Erik que não tinha muito o que fazer ali naquele apenas observava, esperando uma chance para falar com o telepata. 

- Já conheço quase todo mundo. -  Ela sorriu e saiu.

Quando a menina já estava a distância,  Lehnsherr se levantou e andou até Charles.

- Não acredito que você deixou o instituto...

- Não deixei o instituto, eu apenas precisava ficar um pouco... longe e Jean e Scott são plenamente capazes de cuidar das coisas. -  Falou olhando para alguns papéis.

- Não duvido disso. -  Falou.

- Mas o que você está fazendo aqui? -  Charles perguntou.

- Bem assim como os outros pais quero oferecer minha ajuda. -  Erik não estava falando sério, ele apenas queria ter um motivo para ficar com Charles e ter uma chance de se desculpar com o marido.

- Mas você sabe que muitas dessas crianças aqui são humanos e que também nem todos são mutantes. -  Disse sério agora encarando o marido.

- Claro que sei.

- Não quero problemas...

- Não terá. -  Disse se sentando a frente de Charles.

- Bem se você quer ajudar, acho que já sei como. -  Disse o Professor. - Mas espero não me arrepender.

 Erik apenas sorriu, sabia que aquela era sua chance de acertar as coisas com seu amado.

Em outro lugar, Claire Summers Howllet, estava só um pouco perdida, aquele era o primeiro ano dela ali e ela não conhecia o lugar e as pessoas que ela conhecia não estavam  por perto e ela até farejou  para ver se tinha alguém conhecido por perto, mas nada, não ia negar a morena de cabelos abaixo dos ombros e olhos castanhos e bem baixinha para seus 16 anos estava perdida, não que ela fosse admitir.

- Você é filha do Logan não é? -  Perguntou o Capitão América.

- Sim. -  Ela falou um pouco tímida, será que ele tinha percebido que ela estava perdida?

- Esta precisando de alguma coisa? - Perguntou ele gentil como sempre.

- Não eu só. ..

- Claire? -  Ela olhou para ver Alanys, por mais difícil que a menina fosse as duas eram amigas.

- Obrigada senhor, mas acho que já não estou mais perdida! -  Ela sorriu e correu para a amiga.

- De nada! -  Ele respondeu sorrindo.

Ambas foram para perto dos conhecidos e amigos, um pouco mais afastado em outro grupo Mabell, olhava para uma bela ruiva, até que Andrew Queen percebendo  o olhar de sua amiga para sua outra amiga não pode resistir em apresentar as duas, primeiro ele foi até Mary e então a levou até onde estavam as Stark e o Romanoff.

- A quanto tempo meninas e Henry! - Falou sorrindo. -  Quero apresentar minha amiga Mary Curry.

- Mary é um belo nome! -  Disse Henry sendo simpático e mesmo sem saber exatamente por que Ana não gostou da simpatia. -  Me chamo Henry Romanoff Barnes.

- Obrigada! -  Ela sorriu.

- Sou Mabell e essa é minha irmã Ana.

 -  É um prazer conhecer vocês a Angel fala muito de vocês!

- Espero que bem! -  Mabell brincou.

- Com toda certeza. -  Sorriu jogando seus cabelos para trás, ela havia percebido o olhar de Mabell sobre ela.

Mary sabia dos sentimentos de Angel por Mabell Rogers - Stark, mas o que ela podia fazer se a garota não estava nem aí para Angel e parecia bem interessada nela.


Notas Finais


E aí o que acharam?
Comentem por favor!
Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...