História Escola de Magia (interativa) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Eitha
Exibições 18
Palavras 445
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oiiii, a quanto tempo não!
Mas foi mal pela demora, é que eu tinha esquecido da fic, isso acontece muito comigo, e depois de um tempo, Marii-Chann chegou pra mim e fez: "ei, sua loka, não vai atualizar aquela fic lá não? Desistiu dela foi?" claro que ela não falou assim, foi super gentil, e como eu já tinha começado a fazer, fui concluir, acabei ficando sem criatividade e deixei de lado, mas ai esqueci de novo, e hj perdi meu cartão com os documentos e tive que fazer tudo de novo, está um cap minusculo, mas prometo fazer um maior para os próximos!

Boa Leitura.

Capítulo 7 - Capítulo Sete


Jasper pensou muito antes de tomar aquela decisão, ele poderia continuar ali e fingir que nada estava acontecendo e ignorar o que estava por vir. Mas ele não é assim, ele foi criado para comandar, ser justo e assumir suas responsabilidades e naquele dia ele era o responsável pela guarda. E se seu pai até aquele momento não lhe falou nada é por que ainda não sabe.

E mesmo ele não querendo, o dia da reunião esta se aproximando e ele terá que ir de toda forma.

Respirou fundo tentando encontrar coragem para falar com sua prima, tentando não surtar por que vai fazer isso.

***

Benjamin Gauthier pensou três vezes antes de bater na porta, girar a maçaneta e  na sala da diretora. Mas mesmo assim ele ainda não tinha decidido nada, é óbvio que ele quer ajudar, pois se não contasse nada quem sabe o que iria acontecer? Ontem as sereias, hoje, talvez porta.    vampiros...

Entrou na sala da diretora Suelen Vaktener olhou para os lados e não viu ninguém, estranho, sempre tem alguém mesmo sendo a secretaria que vive dormindo pelos cantos.

— É, mais um motivo para não falar nada. — Deu a volta indo para a porta, assim que sua mão tocou a maçaneta, ela girou, Ben deu um passo para trais, a porta se abriu e por uma vontade inexplicável ele deixou-se ficar atrais da porta, escondendo-se por trás dela.

— Você devia ter sido mais discreto. — Ben reconheceu a voz da diretora. — Foi uma quantidade muito grande de alunos. Não vai ter como disfarçar para os pais. — Ela continuou. — Agora precisamos controlar a saída dos alunos da escola. — Ouviu o som da cadeira sendo arrastada. — Pode fechar a porta por favor?

“Droga,” — Pensou — “Preciso sair daqui antes que ela me veja. Mas... Mas como?”

Mas antes mesmo de concluir seu pensamento, alguém puxa a porta a fechando e revelando Ben atrás dela.

Em primeiro momento as três pessoas presentes na sala não mostraram reação. Ben olhou para o homem a sua frente, e mesmo que na noite anterior estivesse cansado e meio escuro, notou imediatamente ser o mesmo homem de antes.

— Errrr... — Rir sem um pingo de graça — Aqui é o banheiro?

— Não, — Responde o homem — E o que você faz aqui?

***

Todos os alunos foram despachados para cama cedo, mas cedo que o normal, mas isso não era o que preocupava-os era difícil ignorar o que tinha acontecido, alguns pais já jugavam o lugar inseguro e discutiam a possibilidade de tirar seus filhos da escola e levá-los para casa. Mas alguma coisa e pronto! A reputação da escola estaria acabada.

Killua foi o primeiro a notar o sumiço dele.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...