História Escola dos Assassinatos - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alan Ferreira (EDGE), Bianca Tatto Marques (BIBI), Felipe Z. "Felps", Italo Matheus, Lucas "T3ddy" Olioti, Luiz Felipe (Luiz 1227), Malena "Malena0202" Nunes, Originais, Pedro Afonso "RezendeEvil" Posso, Rafael "CellBit" Lange, TazerCraft
Personagens Alan Ferreira, BIBI Tatto, Felps, Italo Matheus, Lucas Olioti, Luiz Felipe "Luiz 1227", Malena0202, Mike, Pac, Pedro Afonso Rezende Posso, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Assassino Mascarado, Cellps, Mitw, Youtube
Exibições 101
Palavras 1.531
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpe pela demora cheguei da escola faz pouco tempo e estou com muito sono kkkkk, mais não queria deixar vocês sem capitulo.

Espero que gostem!

Capítulo 7 - A passagem secreta e Um pouco sobre o Passado


[Malena]

Parecia que havia um túnel então segui em frente tinha várias portas chutei cada uma e não tinha nada de repente vejo luzes e alguém bota luz na minha cara e não vejo quem era mais eu estava muito assustada.

-Malena? Malena é você?-Alguém pergunta.

Eles desligam as lanternas e vejo que era o Pac, Mike e Alan, fico muito feliz quando vejo eles e vou na direção deles e abraço eles.

-Malena o que você está fazendo aqui?-Pac pergunta.
            -O demônio vermelho, ele me drogou e me aprisionou numa cadeira dentro de uma sala, mais consegui me livrar e esfaqueei ele na barriga e depois vim para cá.-Digo e os mesmo olham para mim desconfiados.
            -Será que não é você o demônio vermelho? pois ele acabou de matar o Guilherme e veio correndo para cá.-Alan diz.
            -Por favor, acreditem em mim, eu juro que não sou ele!-Digo e começamos a ouvir algo olhamos para trás e vimos o assassino com dois machados.
          -AI QUE MERDA! CORRE PESSOAL!-Mike grita e a gente começa a correr.

Havia uma curva lá pela frente e a gente passou menos o Alan o assassino trancou ele com os dois machados, paramos de correr e olho para todo canto, vi um vaso e peguei e fui na direção do assassino jogando o vaso na cabeça dele e soltando o Alan depois voltamos a correr de novo e vimos uma escada logo a frente era a saída, subirmos e trancamos o armário dos meninos.

-Malena desculpa por ter te acusado ser o assassino.-Alan diz.
             -Nada não se eu me colocasse no lugar de vocês também pensaria a mesma coisa.-Digo e Italo e Luiz entram no dormitório.
            -Malena você estar viva ainda bem, pensamos que o demônio vermelho tinha te matado.-Luiz diz e aparece um sorriso pequeno na minha cara.
           -Tenho meus truques.-Digo rindo um pouco.
           -Italo! Luiz! cadê a Carine?-Pac pergunta.
          -Levamos ela para o dormitório para dormi um pouco, a pobrezinha estava traumatizada com a morte do Guilherme.-Italo diz e a gente abaixamos as cabeças, todos saíram do dormitório do Pac, Mike, Cellbit e Felps e fomos dormi.

Eu fui primeiro no banheiro tomar uma bela ducha com espuma, escovei os dentes e vesti meu pijama me deitei e comecei a pensar sobre o que aconteceu ontem e hoje, graças a Deus consegui escapar daquele inferno e pego no sono.

[Cellbit]

Me acordei junto com o pessoal, fui para o banheiro com o Felps e acabei me lembrando da pior festa do pijama de ontem, sinto muito pelo Guilherme e pela a Carine, Felps entra dentro do meu chuveiro e olha que eu estou com uma cara de tristeza o mesmo me abraça e me dá um beijo na boca.

-Cellbinho, hoje a noite aqui no quarto quero ficar sozinho com você.-Ele diz sussurrando num tom sexy e fico um pouco vermelho.
             -Certo Felpinho estarei aqui.-Também digo sussurrando num tom sexy e o Felps me dá outro beijo e sai.

Saio do chuveiro e vou para a pia escovar os dentes e vou para o armário boto meu uniforme escolar e saio Felps encosta em mim segura minha mão, Meu celular vibra e olho era mensagem do Pac.

[WhatsApp- Pac]

-Eae cara,depois da aula encontre eu e Mike lá no banheiro do quarto andar beleza.-Pac
             -Beleza!-Cellbit.

[WhatsApp- Pac]

-O que o Pac queria?-Felps pergunta.
             -Ele quer que eu e você encontre ele e o Mike lá no banheiro do quarto andar.-Digo e ele afirma com a cabeça.

Entramos na sala e o professor chegou, o professor era de teatro ele queria que a gente fizesse um peça para daqui a 2 semanas.

-Puta que Pariu, a peça e para daqui a 2 semanas, não pode professor tem muita coisa para a gente preparar e decorar falas.-Rezende diz morrendo de raiva.
            -Olha a língua Senhor Pedro Afonso, você quer perder 5 pontos na sua nota extra.-O professor diz e o Rezende se cala.

Toca o sinal para o intervalo e eu e o Felps saímos juntos até o banheiro do quarto andar, entramos lá e vimos o Pac e o Mike segurando a chave da diretoria que a Kah_Kawaii e a Damadiangelo deu de presente.

-O que foi Pac?-Digo e os dois me olham.
             -Vamos entrar na sala do diretor e roubar os arquivos do ano 1999 o ultimo ano dos nossos pais aqui nesse internato.-Mike diz e eu olho arregalado para ele.
            -Roubar serio não quero fazer isso.-Digo.
            -Cellbit é o único jeito de descobrir alguma coisa sobre esse assassino aqui na escola.-Pac diz e eu afirmo com a cabeça.

Saímos do banheiro e fomos na sala do diretor, não tinha ninguém lá dentro abrimos a porta e o Felps e o Mike ficaram de vigia na porta procuramos tudo que é de lugar lá dentro e nada sobre o ano de 1999, de repente o Mike e o Felps fazem um sinal e saímos da sala se tremendo.

-Eae acharam alguma coisa?-Felps pergunta e eu e o Pac dissemos não com a cabeça.
           -Eu vou perguntar a ele sobre o que houve, é mais fácil assim gente.-Digo sussurrando e entro na sala de novo e os outros me acompanham.
             -Diretor, Você pode nos falar o que realmente aconteceu em 1999, a grande tragédia.-Mike diz e o Diretor fica de boca aberta.
             -Como vocês sabem da grande tragédia de 1999?-O Diretor pergunta.
           -Os assassinatos que estão acontecendo, descobrimos que o filho de uma mãe que morreu no ano de 1999, está matando por vingança e queremos descobrir mais sobre o que houve, pois pode dar uma pista de quem é o assassino.-Pac diz.
            -Desculpa alunos mais eu não sei o que houve mesmo quem sabe é a coordenadora da escola.-O Diretor diz e aponta para a sala da coordenadora.

A gente vai lá na sala dela e batemos na porta, pelo menos perguntar o que houve é melhor do que roubar, a coordenadora abre a porta e pede para a gente entrar.

-Boa tarde, o que vocês querem saber?-A Coordenadora diz.
             -Queremos saber sobre a tragédia de 1999, que está ligada aos nossos pais e esses assassinatos que estão acontecendo.-Mike diz e a Coordenadora fala.
            -Hmm... Certo vou contar a parte que eu entro na historia suponho que vocês já sabem o começo dessa história.

1999

[Coordenadora]

-Ela está morta e todas nós iremos pagar por isso!-Lívia diz olhando para elas e as meninas com as bocas abertas.
             -O que está acontecendo aq........ o meu Deus o que vocês fizeram!-Digo olhando para as garotas.
          -Ester teve um bebê, e a gente não levamos ela para o hospital para não perdermos a nossa ultima festa de encerramento de ano.-Bianca diz caindo lágrimas dos olhos dela.
            -Eu deveria puni-las por isso a punição ia ser servir os pedaços dessa garota morta para vocês comerem todos os dias, mais vocês tem sorte que eu não sou muito malvada assim, escutem meu plano, Lívia leve esse bebê para algum orfanato imediatamente e o restante venham comigo para enterrar esse corpo bem longe dessa escola.-Digo e as garotas começam a seguir de acordo com o plano se tremendo de medo.

Eu e essas vadias burras entramos no carro e botamos o corpo no carro e fomos para uma floresta, lá fiz essas garotas cavarem um imenso buraco para poder botar o corpo da Ester e depois enterramos ela e voltamos para a escola novamente, e finalmente tinha acabado o ano todas foram embora.

2016

-E esse ano foi representado como o ano da grande tragédia.-Digo.
             -Nossa não acredito que nossas mães eram tão ruins assim.-Cellbit diz.
             -E o bebê ele era macho ou fêmea?-Felps pergunta.
             -Desculpa querido não vi direito como ele era, mais quando me lembrar de alguma coisa aviso a vocês ok, já é 18:30 acho melhor vocês irem, até amanhã e tenha uma boa noite.-Digo dando Tchau.

[Felps]

-Eu e o Mike temos que falar com o professor de ciências para ver o negocio da feira vamos demora 1 hora ok, vocês vão fazer o que?-Pac pergunta com um olhar.
            -Eu e o Cellbit vamos ficar jogando lá no dormitório.-Digo.
            -Certo, até mais tarde e tomam cuidado.-Mike diz.
            -Ok, até.-Digo e pego a mão do Cellbit levando ele para o quarto.

Tranco a porta e tiro minhas roupas, me deito na cama Cellbit sobe em cima de mim e tiro as roupas dele, começamos a nos beijar e eu masturbando ele.

-AHH! FELPS MAIS RÁPIDO!-Cellbit grita gemendo.

De repente vejo uma gota vermelha caindo em mim parecia sangue depois mais 2 gotas caíram.

-WTF, que porra é essa?-Cellbit pergunta olhando para cima.

O teto estava com uma poça de sangue, eu e o Cellbit abrimos a boca e arregalamos os olhos e de repente o teto se quebra caindo um corpo sem cabeça, olhamos mais de perto e tinha escrito no corpo vadia dos inferno e depois caiu a cabeça em cima da nossa cama era a cabeça da Coordenadora eu e o Cellbit começamos a gritar e vestimos nossas roupas e abrimos a porta do dormitório e lá estava o Pac e o MIke eles olham para o corpo e os mesmo arregalam os olhos.

Continua.....


Notas Finais


Espero que gostem!

Tadinha da Coordenadora ;-;

Amanhã tem mais leitores! :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...