História Escola Noturna - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Bts, Escola Noturna, Got7, Hoseok, Jackson, Jaebum, Jeon Jungkook, Jhope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Júnior, Kookie, Kunpimook, Mark, Namjoon, Rapmon, Sehun Exo, Suga, Taehyung, Yoongi, Youngjae, Yugyeom
Exibições 52
Palavras 619
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu sei, ela mais uma vez, mas o que posso fazer amo essa mulher..
Enfim que tal conhecermos um pouco da monstrinha.

Capítulo 1 - Prazer Mad


Fanfic / Fanfiction Escola Noturna - Capítulo 1 - Prazer Mad

Olá, meu nome é Maddinson Houston Loubëngster, nome difícil é eu sei, os professores chamam a atenção só por Houston, já que é um sobrenome comum americano, a e esse comentário ai é que meu lugar constante em todas as escolas que ja estudei é a sala da Direção.

Você já deve pensar que eu apenas esteja a brincar, mas desculpe infelizmente não, meu recorde é de 7 escolas em 1 ano, os professores me odeiam e a direção mais ainda, e não por causa das minhas notas, que são excelentes, na verdade nem eu mesma sei por que faço isso, mas sempre me junto ao grupo dos valentões ou dos caras maus, pichar armários ou portas de sala dos professores é quase que algo esclarecido na minha ficha, digamos já até consegui roubar comida da cantina, mas o que tenho para contar agora, como diz meus pais foi a gota d'água.

Era noite a escola ja estava fechada eu, Jay e Taylor saimos a noite para nos escontrar em nosso ponto de encontro que era um parquinho de criança que ficava quase em frente a minha casa escondida por muros de plantas, todos chegaram na hora combinada, todos tinham alguma ferramenta consigo, mas eu propriamente levava comigo numa mochila algumas cervejas.

Corremos para a escola, pulamos seu muro e com um grampo destranquei uma porta, que me parecia ser a entrada de funcionarios, ao chegar no corredor principal estava tudo limpo, tive que usar muitas vezes meu grampo de cabelo para destrancar as portas, bagunçamos tudo jogamos folhas para todos os lados, quebrei a mesa do diretor, bebemos e pisamos em todas as mesas dos professores em casa sala que dava e por fim o Jay tinha que colocar fogo nas provas que seriam de amanhã e o fogo tinha que se alastrar pela sala e tocar o sinal de incêndio.

Foi nesse momento que cada um correu para um lado, não éramos mais um trio era cada um por si e se o pegassem teria que dizer que fez tudo sozinho, não tinha essa de dedurar quem fez o que. Os polícias e os bombeiros chegaram antes que eu pudesse sair então tive que me esconder, que foi um quarto onde o zelador deixava suas vassouras, mas infelizmente eu tenho Claustrofobia e foi o que me ferrou, além do fato do Jay não ter conseguido escapar por que quebrou a perna tentando pular o muro na volta.

E isso foi o que nos levou ser presos por duas horas, a mãe do Jay me olhou com desgosto e foi buscar o filho e o levou direto ao hospital. Uma hora depois meus pais, mas eles acharam melhor me fazer passar a noite lá então voltaram para casa e na manhã seguinte minha mãe veio me buscar, ao chegar em casa meu quarto havia sido limpo, apenas tinha minha cama lá e eles dois não falaram nenhum pio, Jay e Taylor pegaram um mês de suspensão e eu fui expulsa, eles não falaram nada, mas a câmaras de segurança sim, e da parte que eu mijei na mesa do Diretor.

Não tinha mais escola alguma do país ou do estado que me aceitasse, quase todos já me conheciam e conheciam o meu jeito, então na noite seguinte meus pais me chamaram na sala para uma conversa...

A conversa era do tipo, você vai para a Academia Cimmeria e não levamos sua opinião em consideração e ponto, eu seria jogada lá pelos meus pais, e o acordo foi que se eu melhorasse o comportamento poderia voltar, mas isso apenas me deixou com raiva e bem, a escola não era na America e sim na Inglaterra, seria uma longa viagem...


Notas Finais


Espero que gostem😁


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...