História Escola Noturna - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bambam, Bts, Escola Noturna, Got7, Hoseok, Jackson, Jaebum, Jeon Jungkook, Jhope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Júnior, Kookie, Kunpimook, Mark, Namjoon, Rapmon, Sehun Exo, Suga, Taehyung, Yoongi, Youngjae, Yugyeom
Exibições 18
Palavras 806
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sei que demorei, mas tai meu povo
CAPÍTULO NOVO!!!!!
E mais mistérios.....

Capítulo 7 - Por fora dos Muros


~~~~~ [ Sehun ] ~~~~~

(Um mês antes da falsa morte)

Ontem tinha sido o último dia de aula, e como sempre eu esperava minha irmã na porta para ambos voltarem juntos, mais uma vez ela estava cercada por garotos, e ela poderosa como sempre se livrando deles, a ultima vez que tinha me metido nas brigas dela ela ficou uma semana sem falar comigo, ela gostava de que pelo menos na escola não precisasse de alguém para defende-la, e sempre admirei isso nela, a alguns anos assumo dizer que não éramos tão próximos,  mas ela foi ficando velha, começou a deixar as bonecas de lado,  se interessava pelas músicas que eu ouvia agora, gostava de apenas sentar do meu lado e curtir o silêncio,  e confesso que até meus amigos ficaram ligados na mudança dela, um ou outro me perguntava se podia chama-la pra sair, eu dizia tanto faz e eles sempre ganhavam o "Não" dela, a maninha queria tanto lhe contar como te amo e admiro.

Bem esse dia foi bem diferente, normal até minha saída, mas o que foi intrigante foi o cara de preto que ao me ver me entregou um envelope e pediu sussurrando que eu fosse ler sozinho, num lugar onde ninguém poderia xeretar.

Depois dele ir eu guardei o envelope e em poucos minutos minha irmã apareceu, peguei em sua mão. E ela me olhou não entendendo, mas não tirou sua mão,  e seguimos o caminho todo até em casa sem dizer uma palavra.

( Uma semana antes do acidente da sua falsa morte. )

Depois daquele envelope eu havia tido uma reunião com o suposto chefe do cara que veio ao meu encontro, ele me abriu os olhos para o mundo, para as mentiras que meus pais contavam, eu queria tanto abrir os olhos da minha pequena irmã, mas ele dizia que ainda não era hora, me doía tanto, mas a proposta dele foi irrecusável, mas eu teria que sumir do mapa, forjar a própria morte, e deixa-lá sozinha com aqueles dois que eu só podia sentir repúdio, essa semana eu a levei ao parque de diversões e lhe dei um grande ursinho de pelúcia,  ela o amou, e sempre que vou ao seu quarto, quando a mesma já esta eu pleno sono eu a vejo, apenas com uma de minhas camisas, e calcinha com as pernas entrelaçadas ao urso.

Tinha chegado o dia de dizer adeus, a pais mentirosos e a minha irmã que um dia poderia tê-la ao meu lado novamente num futuro distânte, mas antes eu precisava treinar, precisava entrar naquele mundo capitalista em que meu chefe vivia, não somente mundo dos negócios, mas sim o mundo do poder, poder sobre o mundo, poder sobre as pessoas.

Haviam feito meu funeral, minha casa havia sido perdida, mas meus pais já estavam para se mudar, e me perguntava de onde haviam tirado dinheiro tão rápido,  de longe eu sempre estava observando, vendo a rebeldia da minha irmã,  o recorde de conseguir ser expulsa de tantas escolas, e a opção final, Academia Cimmeria, e foi ai que o chefe deu o voto que talvez, finalmente, poderia tê- la de volta a minha vida, que talvez ela se uniria a nossa causa, quando eu lhe revelasse por que fugi, acreditava qie ela me entenderia.

- Tome Sehun_ o chefe me deu um papel com o número de um contato anotado._ Esse contato lhe manterá informado sobre o que ocorre dentro de Cimmeria, e se quiser lhe permito que envie aquela carta a ela. Mas não nos exponha ainda, se ela ficar do nosso lado tenho planos para ela, ainda mais ela estando lá dentro. 

- Entendo senhor e obrigada._ pego o papel já salvando em meu telefone e jogando no lixo e saindo de sua sala.

Eu ligo para o número, toca umas duas vezes e na terceira finalmente é atendido.

- Olá, com quem falo?_ diz a voz do outro lado da linha.

- Sou um amigo do seu chefe, sei que estuda na Cimmeria, e precisava lhe pedir um favor, minha irmã foi recém chegada na escola, e precisava que lhe entregasse uma carta minha a ela, sob total discrição. 

- Ah você é o Sehun então?  Relaxe a linha é totalmente segura, prazer meu nome é. ..._ ele faz uma breve pausa e consigo ouvir algumas vozes de fundo._ Desculpe terei que desligar, mais tarde lhe manda uma mensagem, lhe mandarei um endereço de onde podemos nos encontrar para tratar dos nossos negócios, sem ter alguém para nos interromper.

Ele desliga o telefone e eu resolvo ir ao meu quarto dar inicio a carta, eu marquei com ele um dia de nos encontrar e lhe dsr a carta, confiava que a mesma chegaria até ela e esperava que ela não me odiasse, apenas queria minha irmãzinha de volta e poder abrir seus olhos para o mundo do poder.


Notas Finais


Quem será esse contato de dentro dos muros de Cimmeria?
Algum Chute?


Se não aguentar esperar por um capítulo novo recomendo que leia algumas outras historias que escrevo:

She's Back
https://spiritfanfics.com/historia/shes-back-repostando-6730523

Para Sempre
https://spiritfanfics.com/historia/para-sempre-6920386

Love the Darkness
https://spiritfanfics.com/historia/love-the-darkness-7081217


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...