História Escola para Deuses E Yokais - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kami-sama Hajimemashita
Tags Drama, Kami-sama Hajimemashita, Revelaçoes, Romance
Exibições 103
Palavras 755
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Hentai, Lemon, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem. E me desculpem a demora, mais é que o meu pc está dando muitos trecos aqui kkk.
Boa Tarde ^^
- Você demora de mais
- Cala a boca e vamos postar logo essa bagaça kkk
- HUMP Baka
- Sou mermo e dai, algum problema?
- Não, nenhum
- Bom mesmo

Capítulo 7 - Aquela que eu Amo! Parte 1


Sabe aquele momento de paz que você sempre planeja com tanta felicidade e determinação. Bem eu estava planejando, isso mesmo planejando, por que nunca me deixam descansar. Bandos de estraga prazeres (¬.¬)

Eu estava tranquila em meu quarto do colégio, deitada em minha cama sem fazer nada só escutando música...quando é fé UM BANDO DE FILHOS DE UMA MÃE CHEGAM GRITANDO POR MEU NOME INFINITAS VEZES! E isso não é o pior...o pior é saber do que elas filha de uma vadia estão falando. E adivinhem de quem: SIM DO TOMOE DO MEU TOMOE! Tem base isso produção?

Não, não tem!

E é exatamente por isso que eu e o meu lindissimo servo brigamos ( mais uma vez ¬¬) brigamos, e eu quero me desculpar. Sim eu quero mais quem disse que ele quer me escutar! E isso está me perturbando, me corroendo, e cá estou eu mais uma vez jogada em minha cama espaçosa pensando em como eu vou falar com essa rapozinha de madeixas brancas. Desisto de vez, vou é escutar música de preferência uma bem triste pra ver se as coisas ficam piores.

- Nanami..- Chamaram-me - Posso entrar ? - Perguntou logo em seguida.

- Claro Sun Hoo! - Meio que acabei fazendo amigos aqui, ele é um dos deuses da colheita - Pois não, no que posso te ajudar Sun? - Perguntei-lhe 

- O Tomoe está te chamando...ele disse que é urgente! - Falou - De preferencia vá agora antes que ele fique possesso.. -Falou rindo e se retirando logo em seguida.

- Obrigado Sun..-Meio que gritei para ele escutar já que ele estava consideravelmente longe de mim. Caminhei logo em seguida na direção contraria do garoto de cabelos loiros como um raio solar, e de olhos tão negros quanto a escuridão do fundo do oceano,calmamente eu fui indo em direção ao quarto de Tomoe, apos ter chegado deixei três batidas na porta e esperei ele atender.O que não demorou muito . - Olá Tomoe o que voc~e precisa me dizer que é tão urgente assim? - Perguntei-lhe

- Primeiramente entre, e se sente! - Disse curto e grosso - Bem eu queria lhe entregar uma coisa, mais não se você merece.

- Fala logo ou entregue logo para mim sair daqui, antes que algum inspetor resolva revistar os quartos! - Esbravejei 

- Calma garota vai ser rápido... espera ai que eu já volto...- Foi até o seu guarda-roupas e pegou uma caixa vermelha com alguns laços em preto dando um contraste a mais na bela caixa - Não sei você irá gostar mais, eu achei bonito e o comprei pensando em você! - Disse estendendo a caixa para eu pega-la, o que prontamente o fiz. Dentro da caixa continha um vestido azul feito de renda, mais ao fundo da caixa eu avistei uma outra caixa bem menor do que a outra, peguei-a e a abri revelando assim um par de alianças douradas com uma frase escrita em Inglês. A frase dizia: For the woman I love. Inesperadamente eu chorei, chorei de alegria, uma algria que eu realmente nunca imaginei sentir e então ele me perguntou.

- Momozono Nanami, você aceita ser a minha namorada? Eu sei que eu não pereço e nunca vou merecer as suas lágrimas, nem os seus sorrisos, seus abraços, seus carinhos, seus afagos, seus beijos, seus gritinhos, eu sei que não te mereço e nunca merecerei. E eu também sei que o que eu estou te pedindo vai prejudicar muito as nossas vidas, mais é que eu já não aguento mais esperar para lhe pedir isso. Eu, e você também sabe que eu te amo mais do que o normal, mais do que a minha própria vida! Eu te amo e eu irei lhe perguntar novamente. Momozono Nanami...você aceita a namorar com essa rapoza estupida que te ama mais do que a si próprio? - Perguntou-me já ajoelhado no chão de seu quarto. Eu sei que o local não é nada bonito e nem apropriado para isso, mais se tratando de Tomoe tudo fica cada vez mais especial. E por incrível que pareça eu até me esqueci do motivo de eu estar zangada com ele.

- Sim tomoe eu aceito seu a sua namorada! - Falei logo em seguida sendo laçado por seu braços em um abraço apertado, com direito a beijos estalados.

Bem, eu sei que isso é lindo e tau né mais uma parte romântica dentro desse colégio já está contada, e eu simplesmente amei cada momento que eu estava vivendo.

 

 

 

Continua ^^


Notas Finais


Espero que tenham gostado ^^
Beijos e até depois gente linda ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...