História Escola, Rock e Cinco Garotos Loucos - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso
Visualizações 13
Palavras 618
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpa pessoal por não ter postado ontem, mas eu fiz uma corrida grande por isso não pude e eu tenho uma noticia ótima, vou ganhar uma gatinha *estou dando pulos de alegria aqui*

Capítulo 7 - Um empurrãozinho


Depois da aula fomos para a casa do Hyoga, já na entrada fiquei de queixo caído, ele mora em uma mansão enorme com o nome de “Lago dos Cisnes”, eu não entendo essa mania de rico de dar nome para a casa, mas em fim, sala pela a qual fomos conduzidos havia um luxuoso lustre, o sofá e a poltrona eram brancos para combinar com as paredes, no centro da sala havia uma mesinha que era o xodó da sua mãe por tanto não podíamos tocá-la, a lareira ficava na frente da mesa e sobre ela um retrato enorme com a imagem dele e sua mãe e um pouco mais afastado um piano.

   Saori sentou nele e começou a tocar, pelo o que entendi era a musica que ela e Ikki tinham composto.

-E então?-perguntou Saori.

-Era bem isso que eu queria.

   Vi os dois conversando, estavam muito empolgados, os olhos de ambos brilhavam, “é isso! Ela gosta dele!”

   Estava tão decepcionado com minha descoberta que nem ouvi Shun me chamando.

-Ei!

  Senti alguém bater em minha cabeça.

-Hã?O que você quer Shun?

-Perguntei se você quer fazer um lanche.

-Não to sem fome.

-Por que você esta desanimado?

-Nada. –respondi emburrado- Acho que vou para casa me lembrei que preciso ajudar a Marin com algo.

  Peguei minhas coisas e fui em direção a porta.

-Seiya!

-Aonde ele vai?

  Escuto Shiryu e Hyoga falando.

-Seiya espera!

  Quando estava com a mão na maçaneta da porta escuto Ikki me chamando.

-O que você quer?-pergunto irritado me virando para ele.

-Por que ta indo embora?

-Tenho algo a fazer com a minha irmã.

-Eu sei que isso é mentira, Marin ta no trabalho agora.

-Espera como você sabe disso.

-Isso não vem ao caso, - ele falou chacoalhando as mãos-eu sei o porque de você sair correndo assim.

-Eu duvido.

-Você gosta da Saori, mas tem medo de falar.

-Como você sabe?

-Eu já tinha percebido faz tempo, o que eu não entendo é o porquê de você fugir desse jeito?

-Por que ela gosta de você e você dela!

  Eu berrei para ele, um das empregadas que estava no corredor até se assustou, e o Ikki, bem esse começou a rir. Ele riu tanto que ficou até vermelho achei que ele ia passar mal.

-Ai, ai, ai, cara não faz piada assim não!

-Não é piada.

-Ta legal me escuta, a Saori e eu nos conhecemos desde a infância, ela é minha irmã filha de outra mãe, entendeu? Quando eu falava do Julian era pra ela perceber que ele era um babaca, diferente de você que seria um par perfeito para ela.

-Isso é verdade?

-É claro e pra provar eu vou te ajudar, vem comigo.

  Ikki pegou meu braço e me levou de volta para a sala.

-Você o trouxe de volta.

-Sim como prometido, Saori ficou triste quando você saiu, sabia? Quase me implorou para te trazer de volta.

-Serio?-perguntei olhando pra ela.

-Bom você saiu tão de repente que eu fiquei preocupada. -ela falou corando.

  A meu Deus ela ficou com vergonha, hoooo que graça.

-Saori eu tive uma ideia, que tal você e o Seiya terminar essa musica, ele toca violão podemos arranjar uma guitarra pra ele e você no piano ia ficar perfeito.

  Olhei pra o Ikki assustado, como assim ele quer que eu e a Saori terminamos uma musica?

-Eu não tenho guitarra.

-Eu acho que consigo uma pra você.

-Viu o Shun da um jeito.

  Todos ficaram olhando pra mim esperando uma resposta.

-Sim eu termino a musica, isso é se você não se importar. -perguntei olhando a Saori.

-Não eu adoraria, amanha depois da aula na minha casa, pode ser?

-Claro!


Notas Finais


Beijocas da lu-chan


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...