História Escolha Você - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção, Se Eu Ficar
Tags Amizade, Amor, Dúvida, Escolha, Promessa
Visualizações 15
Palavras 899
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sim, eu vim mais cedo que o normal porque eu consegui escrever hoje e tive uma ótima energia para isso. Espero que curtam o capítulo.
Está um pouco confuso, mas logo tudo será esclarecido.

Capítulo 5 - 5


" 19 de Fevereiro de 3025

Se eu pudesse ver o futuro com certeza diria que tudo é uma loucura. Até ontem, no passado, andávamos livres e eu não sentia medo de andar de carro. Dirigir também me trazia um enorme prazer tão grande quanto um orgasmo, e não parece ser uma comparação justa, no entanto para mim era.

No esperava que de um dia para o outro eu passaria a preferir usar bicicleta. Não imaginei que de uma hora para a outra eu estaria sozinha esperando notícias sobre pessoas que eu tanto amava. Na verdade, eu nunca me imaginei sozinha novamente. Sem uma família. Quando eu passei a ter uma família grande, a vida passou - me uma bela de uma rasteira que só restou uma pessoa e que eu também tenho medo de perder, se bem que vocês ainda não se foram, ainda tenho fé que de que fiquem, porém não posso negar que duvido de milagres na altura do campeonato.

Carter e eu estamos aguentando firme com as coisas. A mãe de Maxon continua reclamando com a gente como se tudo fosse nossa culpa, mas eu relevo, Kim está preocupada e no fundo ela sabe que a culpa não foi minha e nem do Carter. O irmão dele se parece cada vez mais com ele, por Deus, Maxon, ele vai fazer corações baterem mais rápido  quando crescer, se eu não soubesse que era teu irmão, diria que era filho.

América, seu irmão ainda busca sobre respostas suas e acredite se quiser, eu disse que não sabia de nada e pela primeira vez ele acreditou. Sabe, por sermos duas mentirosas para encobrir as besteiras que uma fazia ele passou a desconfiar de tudo, porém não agora, não tinha como mentir. Ele sabia disso.

Um verão maldoso chegou e parece que nem ele conseguirá aquecer - me a ponto de substituir o calor dos abraços de vocês. 

Esse foi apenas um pouco dos três últimos dias, espero que leiam esta carta em breve.

Amo vocês.

Com amor, Marlee". 

 

 

América entrou logo depois pulando de alegria, às vezes ela realmente pulava. 

- O que aconteceu? — perguntei ao vê - la naquele estado.— O que ele fez para te deixar deste jeito igual a um canguru?

Ela sorriu, respirou tão fundo que cogitei a hipótese dela passar mal de tanto sugar oxigênio daquele ambiente, mas seria exagero de minha parte pensar isso.

- Ele me chamou de linda.— ela respondeu.— Eu nem acredito que ele  notou minha beleza.

Não entendo como América consegue se sentir feia, onde ela passa ilumina o lugar com sua alegria, os cabelos alaranjados eram vistos do outro lado da rua, enfim, todos percebiam sua beleza, exceto ela mesma.

- Acho que você nunca se olhou no espelho.— reviro os olhos — Sua beleza é exótica, sem igual.

Ela me abraçou fortemente que quase me senti sufocada, ela é bem forte quando quer.

- Queria que todas as pessoas do mundo fossem iguais a você, certeza que não existiria tristeza no mundo.— ela puxou um dos meus cachos que modelei — Obrigada por ser minha amiga.

- Obrigada estar aqui.

Ainda lembro do dia em que entrei na faculdade e vi a América, eu a julguei precipitadamente e fiz uma suposição de que ela era uma pessoa chata e mesquinha. Totalmente enganada eu estava. Ela era a pessoa mais empolgante e humilde que eu conhecera, ninguém naquela faculdade e nem na minha vida conseguiu ser tão boa quanto América Singer.

Acabamos dormindo na minha casa mesmo. Amanhã seria meu último dia de folga e eu já podia pressentir o peso de trabalhar em um hospital e até o momento eu nem pisei em um.

 

Acordei com batidas na porta e corri para ver quem poderia ser o sujeito que me incomodava em plenas nove horas da manhã.

- Bom dia — um rapaz com dois buques nas mãos me cumprimenta — Você é a América Singer ou a Marlee Tames?

- Sou a Marlee, mas não pedi flores não. — respondo apontando para as plantas.

- Não, mandaram entrega - las a vocês. —  o cara diz — As roxas são da América e as verdes são suas.

Pego - as de suas mãos e me despeço, entro correndo e vejo se tinha cartão, no fundo eu já sabia que mandara. Deixei as de América num vaso e as minhas também, achei o meu cartão e me pus a ler.

 "Oi, Lee, eu mandei estas flores porque achei lindas tão quanto a pessoa que vai recebe - las. Pensei, por que não mandar para ela? Não pude deixar de expressar o quão linda você é e as flores são apenas pequenas comparação de sua beleza.

Consegui um tempo para nosso encontro, sábado às dez da noite. Maxon entendeu meu lado e me deixou ir sem contestar.

Sei que em breve você começará a  trabalhar e desejo a você muita sorte. Acredito no teu potencial, doutora Marlee Tames.

Com segurança, medo e coragem, Carter".

 

Eu amei o cartão e as flores. Só a atitude dele lembrar de mim, já fez uma grande diferença no meu dia.

Não são as flores que me deixam emocionada, foi a atitude de lembrar de mim. 

Levei o cartão comigo até meu quarto e o guardei em minha agenda com a legenda:

04 de Outubro de 3020.

O primeiro cartão fofo acompanhado de flores.

 

 


Notas Finais


Gente, o comentário de vocês me motivam, sério, eu gosto de ler cada um, não deixem de comentar por vergonha ou algo parecido.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...