História "Escolhas " (alren) - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Alren
Visualizações 32
Palavras 1.166
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 37 - Capítulo 37


Fanfic / Fanfiction "Escolhas " (alren) - Capítulo 37 - Capítulo 37

                     Lauren~Pov


Acordei de manhã com allyce rindo de alguma coisa, abri os olhos e ally brincava com ela, me sentei na cama e então as duas me olharam rindo, acorda e cada dia se apaixona mas por esses sorrisos, não tem preço.

Lauren. - bom dia meus anjos


Ally. - Boa Tarde ne Lolo


Lauren. - São que hora amor?


Ally. - São uma hora da tarde


Lauren. - vocês já tomaram café ou almoçaram?

Ally. - ja


Lauren. -vos tomar banho e já volto, já está arrumada para ir na casa dos seus pais?


Ally. - sim, mas antes você vai almoçar


Lauren. - ta bom General


Fui para o banheiro, tomei meu banho fiz minhas igienis, sai do banheiro so de toalha, mas ally e allyce ja não estavam mas no quarto, fui até meu armário, peguei uma calça preta rasgada nos joelhos uma blusa preta da Nirvana  E minha jaqueta de couro, arrumei meu cabelo coloque meu oclos de sol e desci.Fui direto para cozinha, como eu já sabia minha mãe avia deixado um prato pronto para mim, me sentei e com ir, depois que acabei lavei a louça e escove meus dentes e fui para sala.

Ally. - nossa Lolo você está tão linda, me lembra a época da faculdade.

Lauren. - sao seus olhos meu amor, agora vamos?

Ally. - vamos

Saímos de casa, coloquei allyce na cadeirinha dela, abri a porta pra ally e fui para o volante, durante o caminho eu fui olhando pelo retrovisores pra ver se não tinha ninguem seguindo a gente, o caminho foi um pouco longo,  a casa dos pais da ally era bem distante, depois de algumas horas dirigindo eu estacionei  na frente da casa dois pais da ally. Apertei a campainha e ally logo segurou minha mão, enquanto allyce estava no meu colo mechendo no meu oclos. Patrícia abriu a porta.

Patrícia. - oque fazem aqui?


Lauren. - precisamos da ajuda de vocês


Patrícia. - entrem -entramos e nos sentamos


Lauren. - então a doida da Lucy ainda está atrás da gente


Patrícia. - e no que posso ajudar vocês?


Lauren. - Eu queria pedi pra ally e allyce fica aqui


Ally. - nos três, eu não vou fica sem você Lauren


Lauren. - Eu não vou pode amor. Mas então vocês vão pode ajuda


Patricia. -sim, eu estou muito arrependida por não te ajudado antes, quero pedi desculpa filha por te expulsa de casa, por fala todas as que la besteiras. Você me perdoa?


Ally. - sim mãe.


Patricia. - e quem é essa pequena? Ela se parece tanto com você


Ally. - essa é allyce, minha filha.


Patrícia. - Eu já sou avó?


Ally. - sim


Patricia. - Eu perdi tanta coisas da sua vida filha, me desculpa.


Ally. - tudo bem mãe


Lauren. - você que segura ela.?


Patricia. -claro
 


                      Ally~Pov


Ver minha mãe brincando com allyce me deu uma alegria, nesse momento eu me sentia completa de novo, agora só faltava meu pai, que está viajando a trabalho e so volta amanhã, espero que ele não me trate mal.

Patricia. - ally você pode fica no seu quarto, eu todo dia arrumo ele, está como você tinha deixado.

Ally. - obrigada mãe

Patricia. - e quando vocês vão vim?

Lauren. - elas já vão fica, uma amiga da ally está trazendo algumas coisas delas

Ally. - que amiga amor?

Lauren. - Lucyana, eu não podia manda a Dinah ou a vero, Lucy iria desconfia.

Ally. -claro

Minha mãe fico brincando com allyce, Lauren estava no célula com o pai dela e eu fui a nada pela casa, nada tinha mudado, subi as escadas e entrei no meu quarto, estava do jeito que eu tinha deixa quando sai daqui, sempre fui muito organizada com minhas coisas. Senti meu célula vibra no bolso, então atendi.

Ally. - oi Dinah

Dinah. - ally me fala que você foi na escolinha das minhas filha e busco elas.

Ally. - não Dinah não fui, estou ja escondida da Lucy, mas oque ouve?

Dinah. - A professora das meninas falo que uma amiga minha foi busca elas, e aquela idiota deixo ela leva, a mani ta desesperada

Ally. - ja ligou pra Camila?

Dinah. - ja,  Ela ta no aeroporto  com Miguel e vero

Ally. - estou indo para ir


Desliguei meu célula,  desci as escadas correndo e fui atrás da minha mãe.

Ally. - mãe preciso que fique com allyce


Lauren. -para onde você vai?


Ally. - na casa da Dinah,  Lucy pego as filhas dela.


Patricia. - voce não pode ir e se ela tenta te pega?

Lauren. - sua mãe está certa, deixa que eu vou, Lucyana vai fica aqui com você, qual quer coisa te ligo


Lauren saiu igual um foguete, depois de umas horas Lucyana chegou com as minhas malas e as da allyce, com a ajuda dela levei para o quarto e comecei a arruma, minha mãe não largava da allyce, depois de ajeita tudo olhei no relógio e ja era sete horas, e nenhuma notícias das meninas.

Lucyana. - você está muito quieta


Ally. - estou preocupa com as meninas, Lauren até agora não ligo, você podia me levar la ne?


Lucyana. - so ser fosse para Lauren me mata.


               Lauren~Por


Quando cheguei na casa da Dinah vir mani chorando, tia milika ja estava lá, Dinah andava de um lado pro outro.

Lauren. - alguma notícia?


Milika. - ela só manda mensagens, debochando, contratei algumas pessoas para ir atrás dela.


Lauren. - ja tentou rastrear as mensagens?


Milika. - sim,  Não tem como


Lauren. - espera mas um pouco


Dinah. - mãe ela está ligando


Milika. - atende dinah


Dinah coloco no viva voz


Ligação...


Lucy. - oi Dinah como você está querida?


Dinah. - Lucy quando eu te pega eu vou te mata sua praga, cadê minhas filhas oque fez com elas


Lucy. - nossa Dinah e assim que agradece?  por eu busca suas filhas na escola


Dinah. - Lucy devolver minhas filhas


Lucy. - suas filhas são duas pestinhas Dinah, elas não para, tive que coloca elas para dormi.


Dinah. - eu vou te mata sua Louca


Lucy. - tenta, eu sei que a Lauren está ai, deixa eu fala com ela


Lauren. - Lucy devolver as meninas.


Lucy. - só se você vim busca


Lauren. - Eu vou


Lucy. - pega seu carro e fica andando pela cidade quando de meia noite eu vou te manda mensagen com o local, mas se você chama a Polícia eu mando um pedaço das meninas para a Normani.


Lauren. - não vamos chama a Polícia.


Ligação encerrada...


Normani. - Lauren trás minhas filhas, por favor eu não posso fica sem elas.


Lauren. -calma mani,vou fazê o possível.


Abracei Normani, eu tinha que mantê allyce a salvo, se ela fez isso com as filhas da Dinah, imagina com a minha, mas do que numca eu tinha que mantê ally e allyce escondidas, e o principal acha as minhas afilhadas.









Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...