História Esconda-se - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias ASTRO
Personagens Eunwoo, Jinjin, MJ, Moonbin, Personagens Originais, Rocky, Sanha
Tags Astro, Kpop, Moonbin
Exibições 65
Palavras 1.134
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Estou de volta people, e tenho um recadinho: Então, vou ficar por 2 ou 3 semanas fora pq agr é a retal final (aleluia) do meu colégio, e eu preciso fechar tudo com chave de ouro, né nom?! 0/ Kkkk Então esperem mais um pouco que eu irei voltar <3

Obs: Capítulo sem muita graça, apenas pra dar prosseguimento

Capítulo 20 - Por mais noites como essa - Parte II


Fanfic / Fanfiction Esconda-se - Capítulo 20 - Por mais noites como essa - Parte II

 

   Moon Bin começou a me masturbar de uma forma louca como se não houvesse o amanhã. Eu tentava mais uma vez conter meus gemidos mas com tanta excitação era impossível. Quando ele percebeu que eu não ia conseguir me controlar mias, ele tratou de colocar a camisinha em seu membro que parecia ansiar por mim e logo ele me penetrou fazendo todo o gemido que eu tentava conter em minha garganta, saísse. Os seus movimentos era profundos e lentos, ele não se importava se eu pedisse por mais, ele queria é ver eu sofrendo:

 

-Quero ouvir você gemer para a vizinhança saber que quem te fode sou eu-ele disse baixo no meu ouvido.

-Moon Bin, tu tá foda-eu disse secando meu rosto de suor.

 

   Tempos depois ele me mudou de posição me deixando deitada de barriga para baixo na cama enquanto ele ficava encima de mim, se segurando na cabeceira da cama, e então partiu pros movimentos mais fortes e rápido, era disso que eu precisava Jesus! Obrigada. Ele ia rápido, parecia que o chão ia quebrar a qualquer instante. Não sei como nenhum vizinho não tinha se incomodado com esse barulho. Eu estava quase no meu máximo, e Moon Bin também não estava diferente. Depois de umas tocadas fortes e potentes, chegamos no nosso ápice com gemidos roucos que passavam por toda garganta com um grito abafado.

 

  Eele se levantou e se deitou direito na cama que estava toda bagunçada, nem o ar-condicionado era suficiente para apagar o nosso fogo, eu estava quente, ofegante, sentia meu coração querer sair do meu peito de tão forte que ele batia, Moon Bin estava respirando pesadamente, como se tivesse corrido uma maratona. Depois de tudo estar estabilizado, ele me olha:

 

-Nunca pensei que você fosse assim-eu disse sorrindo.

-Agora sabe..-ele piscou.

-Amanhã os moradores vão querer me expulsar do prédio-falei colocando a mão no rosto.

-Então vai morar comigo-ele disse me abraçando.

-Ah laro, eu, meu pai e vocês 6, com certeza-disse revirando os olhos.

-Então se tiver problemas aqui, a gente resolve amanhã.

-Ok-sorri-Agora vamos dormir? Já deve ser umas 2 da manhã..-disse.

-São 2:44-ele disse olhando a hora em seu celular que estava no chão.

-Meu deus-falei-Amanhã iremos acordar super tarde-disse me cobrindo.

-Fazer o que -ele riu.

-Nossa Moon Bin-falei e bati em sua testa-Nunca mais te chamo para dormir aqui depois de hoje-falei.

-Aish, por quê?-ele fez bico.

-Porque você é um pervertido, mó taradão-eu ri.

-Sou mesmo, predador de perereca-ele riu.

-Credo, que ousado-ri.

-Vamos dormir amor, amanhã tenho que estudar ainda-o olhei.

-Adoro quando me chama de amor-ele me selou.

-Então irei chamar direto-disse o beijando.

-Boa noite amor-ele disse afastando e se ajeitando e me puxou para deitar junto ao seu peito.

-Boa noite amor-disse me aconchegando em seu corpo.

 

 

   E foi assim que nossa primeira noite de amor acabou. O meu sono logo chegou e sem eu perceber, dormi.

 

 

   Ao acordar com a luz em meus olhos, senti falta dele, o seu lado da cama estava vazio, sua roupas não estavam no chão e nem outro registro seu. Me levantei, me vesti, porque desde ontem, estava sem roupa, e fui procurar por ele. O achei na cozinha, tentando, de uma forma engraçada e bem fofa, fazer um ovo frito, mas sem muito sucesso:

 

 

-Quer uma ajuda ai?-perguntei o assustando.

-Acordou?!-ele sorriu.

-Que horas são?-perguntei.

-Acho que duas da tarde-ele disse.

-Meu deus, dormi muito-eu coloquei a mão na cabeça e me sentei na cadeira.

-Você fica tão linda dormindo que dá pena de acordar-ele disse vindo com a frigideira até a mesa e despejando em meu prato sua obra prima: arroz frito, com ovos, carne e alguns legumes.

-Parece bom, mas come você primeiro-eu falei.

-Por quê?-ele perguntou.

-Porque se você morrer, saberei o motivo-eu ri da cara dele de chocado com a minha fala.

-E você vai saber viver sem mim?-ele perguntou.

-Vou, claro-dei de ombros.

-Nossa, que dor-ele disse colocando a mão no peito.

-Mentira amor-me levantei e fui até ele e sentei em seu colo-Vou ir com você-eu disse o beijando.

-Gosto assim-ele sorriu entre o beijo.

-Agora, deixa eu comer o almoço/café-da-manhã do chefe Moon Bin.

 

 

   Comemos calmamente, sem pressa, devo confessar que a comida dele não era tão ruim, ele conseguia se virar na cozinha, mas era bem engraçado ver ele cozinhando,parecia que ele tinha medo da comida. Assim que acabamos, ajudei ele a tirar as coisas e fiz a minha parte lavando. Fomos para a sala e ficamos a tarde toda vendo filmes aleatórios, e nem me lembrei que tinha que estudar. Quando a noite já tinha chegado, resolvemos sair para passear em algum parque e comer alguma besteira na rua. Ficamos andando e andando, vimos o festival de lanternas no Rio Han, fizemos uma lanterna com nosso desejos e colocamos ela no rio. Acabamos comendo em uma churrascaria típica coreana, com carne de porco e legumes fritos. Quando terminamos tudo, fomos para minha casas de novo. Assim que chegamos, recebi uma ligação do Rocky.

 

Ligação On

 

 

-Sunah você estudou para prova de segunda?-ele perguntei.

-Puta que pariu!-gritei.

-Pelo visto isso foi um não-ele riu.

-Culpa do Moon Bin-ele fez careta confuso me olhando no sofá.

-Amanhã a gente estuda junto, pode ser?-ele perguntou.

-Ta bom, vem aqui pra casa então-falei.

-Ok, até amanhã e juízo vocês dois-ele disse.

-Tenho muito disso ai-ri e desliguei.

 

Ligação Off

 

-Já tá chamando outro cara para sua casa no meu lugar?-Moon Bin perguntou.

-Seu e meu melhor amigo-respondi.

-Mesmo assim-ele cruzou os braços.

-Sem ataque de ciúmes agora senhor Moon Bin-sentei eu seu colo.

-Não gosto da ideia de te dividir-ele disse fazendo bico.

-Vai ter que se acostumar amor-falei o selando.

-Vou tentar-ele resmungou.

-Muito bom esse menino-sorri apertando sua bochecha.

-Eu sou mesmo-ele fez cara fofa.

 

 

   Ficamos conversando por um longo tempo, a todo tempo surgia um assunto aleatório e o papo nunca terminava. Depois de quase uma hora, decidimos ir deitar, antes tomamos um banho junto, só banho e depois fomos para a cama. Como tínhamos acordado tarde, o sonho não veio. E por isso, ficamos enrolando na cama, ele fazia cócegas em mim e eu beliscava seu braço, parecíamos duas crianças. No fundo, éramos isso mesmo:

 

-A gente parece duas crianças de 5 anos-ele riu.

-Culpa tua-falei.

-Devo confessar-ele riu mais alto.

-Mas sabe de uma coisa?-eu o olhei.

-O que?-ele perguntou.

-Eu gosto assim, não se parece com nada que eu tive e por isso é bom-sorri.

-Sim, é tão incomum que chega a ser bom-ele me abraçou.

-Vamos tornar isso melhor a cada dia-falei.

-Promessa?-ele levantou o mindinho.

-Promessa-prendi nossos dedos.

 

 

  Nos deitamos direito e eu fiquei mexendo em seus dedos que estavam entrelaçando com o meu e ele fazia cachos em meus cabelos, e por fim, acabamos dormindo.

 

Notas Finais


E Esse casal fofo hein gente? Muito amor <3 Nem era assim, quem lembra deles como cão e gato? Kkkk bons tempos!

VOTARAM NO MAMA HOJE?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...