História Escondido em um Mar de Amor (Yoonmin) - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jungtaeseok, Namjin, Yoonmin
Exibições 711
Palavras 6.569
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Esse capítulo tem muito nhonhonho
Eu ache ele simplesmente fofinho e maravilhoso e espero que vocês também gostem.
Ficou um pouco grande mas acho que valeu a pena pessoal o/
Boa leitura

Capítulo 21 - 19 - Especial aniversário Jimin ♡


Já estava de pé em frente ao espelho arrumando meu cabelo e escovando os dentes, para então ir arrumar minha mala para a viagem.

Afinal iria ficar uma semana fora.

Assim que sai do banheiro com apenas uma toalha na cintura, pois havia acabado de tomar um banho então escovar os dentes, fui quase tropeçando na roupa que eu havia jogado no chão e fiquei em frente ao guarda roupa para escolher algo para vestir e terminar de arrumar as coisas.

Yoongi disse que iríamos de tarde e agora era 7h então eu teria um pouco de tempo para me arrumar calmamente e arrumar também minha mala.

Jungkook foi para a escola e disse que iria falar com a diretora e dar uma explicação meio por cima, sem contar de fato o que aconteceu, e avisar que eu faltaria durante uma semana.

Admiro muito o que Yoongi está fazendo. Nunca ninguém havia feito algo assim para mim, e ele está querendo me ajudar a superar algo e provavelmente se ele não estivesse comigo eu não iria conseguir superar, afinal não sou uma pessoa tão forte assim. E sou muito grato a ele por ter voltado, eu falei que o amo e ele disse que também me amava, vocês tem noção de como eu estou feliz? Feliz porque descobri que o que sinto é recíproco e quem sabe futuramente iremos ter uma relação? Realmente quero construir minha família com ele. Posso estar sendo precipitado e até mesmo sonhando muito alto mas é a verdade. Quero apenas passar o resto da minha vida com alguém que eu ame e que me ame de volta e sinto que não encontrarei ninguém além de Min Yoongi. Realmente o amo com todas as minhas forças, eu gritaria para o mundo declarando meu amor por ele. Pode soar um tanto meloso demais e até eu não gosto de coisas melosas mas ultimamente estou com uma enorme vontade de falar para todos o que sinto pelo hyung. E simplesmente ignorar o que os outros vão dizer.

Hoseok disse que falaria com o professor Jackson que eu iria ficar uma semana fora, e também iria falar meio por cima o que aconteceu a pedido meu.

Resolvi me vestir logo colocando uma bermuda jeans escura, uma camisa preta larga, uma blusa de frio cinza por cima e fiquei de chinelo mesmo.

Fui arrumar minhas coisas para colocar tudo dentro de uma mochila grande. Separei várias roupas, um protetor solar, meu chinelo, toalha, meu carregador, sapato e outras coisas. E vou ver com minha mãe se tem um pouco de dinheiro para eu levar também.

Não queria ficar sozinho e ficar relembrando o que aconteceu então decidi descer para a sala e fiquei com minha mãe no sofá abraçada a ela assistindo o filme que passava na TV.

☆☆☆

- Yoongi chegou querido! - escutei minha mãe me chamar e eu peguei a mochila saindo do quarto correndo enquanto falava com Jungkook pelo telefone.

- Hyung chegou - falei - falo por mensagem com você Kookie - falei descendo as escadas e quase caindo.

- Boa viagem Chim Chim. Aproveita bastante - disse com um tom divertido - e me conta depois como foi.

Encerrei a chamada com um tchau e fui pegar uma maçã na mesa e encontrando Yoongi no sofá da sala conversando com minha mãe e eles pararam de falar assim que me viram e Yoongi deu um beijo na bochecha se despedindo dela e logo a abraçando.

- Cuide do meu pequeno - disse e sorriu - me mandem mensagem quando chegar lá. E me traga uma lembrança - ela riu e o hyung a acompanhou.

- Pode deixar sra.Park, cuidarei dele.

Yoongi sorriu para mim e veio em minha direção me abraçando e beijando minha bochecha e eu retribui corando de leve e dando um beijinho em seu queixo quando nos separamos e olhei para minha mãe e ela sorria nos olhando e me separei dele indo me despedir dela.

- Aproveita bem querido - ela disse me abraçando e afagando meus cabelos - se divirtam.

- Obrigado omma - falei a soltando e sorrindo beijando sua testa - mando mensagem assim que chegar.

Meu pai havia faltado no serviço então estava em casa e eu fui em sua direção o abraçando e me despedindo também.

☆☆☆

Estávamos dentro do carro e Namjoon e Jin estavam no banco da frente e eu e Yoongi no banco de trás, comigo deitado em seu ombro e segurando sua mão e dividindo meu fone com ele enquanto tocava Lonely day de System of a down.

Namjoon ia levar a gente até o aeroporto e eu fiquei me perguntando aonde a gente iria. Nunca havia saído do país, praticamente nunca sai de Seul e tenho medo de acabar me perdendo e não saber como voltar então não irei sair do lado de Yoongi. Eu iria conhecer a praia e estava muito feliz, conhecer um lugar bonito com a pessoa que eu amo.

Senti Yoongi apoiar sua cabeça em cima da minha e sorri me ajeitando melhor e fechei os olhos e fiquei assim até que ouvi Jin dizer.

- Tão lindos - disse mas continuei com os olhos fechados e evitei sorrir ou morder o lábio inferior e apenas continuei fingindo dormir - que sejam felizes juntos.

Acabei dormindo sem perceber e notei apenas quando Yoongi me cutucava e beijava meu rosto para acordar e acabei corando quando o vi me beijar e Namjoon e Jin sorrirem. Escondi meu rosto em seu pescoço e fiquei assim escutando o hyung dar uma risadinha baixa.

- Tão precioso que dá vontade de guardar em um potinho - escutei Jin dizer e rir em seguida - acho melhor vocês irem ou irão perder o voo.

- Realmente - Yoongi disse me dando um selinho e se afastando sorrindo - vamos? - estendeu sua mão para mim e a peguei sorrindo timidamente e fiquei em pé a sua frente e ele arrumou meu cabelo - lindo. Agora vamos.

Assenti e peguei minha mochila e indo me despedir de Namjoon e Jin com um abraço e um beijo na testa por parte de Jin.

- Se divirtam - disseram e me afastei deles indo atrás de Yoongi e sorrindo antes de me virar e seguir para o local de embarque.

Eu estava ao lado dele e o mesmo entrelaçou nossos dedos e eu o olhei encontrando-o com um sorriso olhando para frente e continuamos a andar em silêncio recebendo alguns olhares das pessoas. Mas ele não parecia se importar e tentei não me importar também.

- Hm... onde a gente vai? - perguntei depois de um tempo andando - você não me disse.

- Para uma pequena ilha no Japão chamada Shikoku, recomendação da minha mãe. Asakawa Ozuna é o nome da praia.

- Japão? Eu sempre quis ir pra lá - falei e dei alguns pulinhos de alegria e ele riu mas logo parei - me empolguei, desculpa - abaixei a cabeça envergonhado porque muitos me encaravam.

Ele beijou meus cabelos e voltamos a andar, nem notei quando parei mas ok. Eu cantarolava uma música do EXO e Suga me acompanhava sorrindo.

☆☆☆

- Hyung... - murmurei segurando seu braço e andando calmamente olhando para os lados - e-eu tenho medo de altura...

Ele me encarou, piscou algumas vezes, mordeu o lábio inferior e segurou minha mão - não precisa ter medo Jiminie, eu vou estar lá com você.

Eu apenas continuei em silêncio andando ao seu lado e com um bico nos lábios apertando sua mão. E logo entramos no avião procurando nossos lugares e nos acomodando ali.

Ele se sentou ao lado da janela e tentei me acalmar segurando sua mão e respirando calmamente com os olhos fechados.

- Tenta dormir - sussurrou em meu ouvido e me assustei - desculpa - ele riu - não vai demorar muito para chegar no Japão então tentei dormir um pouco.

- Tá bom - apoiei meu rosto em seu ombro e fechei os olhos.

☆☆☆

- Jiminie... - escutei sua voz e aos poucos abri meus olhos vendo várias pessoas se levantarem e senti seus lábios em minha bochecha - vamos, amor?

Senti meu rosto esquentar um pouco com o amor e sorri envergonhado e logo me arrumando para levantar e sai dali indo para fora do avião o esperando para irmos pegar nossas malas e logo pegar um táxi e depois ir para a pousada onde ficaríamos.

- Minha mãe que escolheu o lugar e falou que é muito bonito - disse fazendo um bico e olhando para a frente - fica na praia.

- Eu tô no Japão - falei com os olhos brilhando e olhando ao redor vendo pessoas apressadas andando de um lado para o outro falando no celular - obrigado hyung - falei o abraçando e recebendo um sorriso dele - sério, além de estarmos indo para a praia estamos no Japão... e você está comigo - falei baixinho e pensei que ele não escutou mas levou minhas mãos aos seus lábios e me olhou.

- Sempre vou estar com você Jiminie.

Jungkook Pov's

Tae e Hoseok haviam pedido para que eu fosse na casa deles e aqui estou eu em frente a porta com um puta medo deles me atenderem e quererem me matar.

Taehyung veio me atender minutos depois apenas com uma camisa branca até a metade de suas coxas e uma boxer vermelha deixando suas coxas branquinhas a mostra e prendi o ar o vendo.

Entrei e segui para a cozinha encontrando Hobi mexendo com as panelas e Taehyung se sentar no balcão que havia na cozinha com as pernas abertas.

☆☆☆

- Você foi um mal babyboy, Jungkook - Hoseok disse me olhando - não é baby? - se referiu a Taehyung que concordou me olhando com o rostinho todo inocente - não acha que um mau babyboy merece uma punição? - Taehyung concordou colocando suas pernas em volta da cintura de nosso daddy.

Porra.

Acho que estou fodido, literalmente.

☆☆☆

Jimin Pov's

- Esse lugar custa meu rim, né? - falei andando e olhando o lugar que ficaríamos.

- Não é pra tanto.

- Fala isso porque tem dinheiro - bufei e voltei a olhar o lugar e olhei também para a praia que era linda.

Sempre via fotos e sonhava em um dia conhecer a praia, andar descalço na areia quentinha pelo sol, sair correndo na areia, entrar na água de noite e ver também o pôr do sol sentado na areia com Yoongi.

Sim, eu sonhava em ver o sol se pondo com o hyung, ficar sentado de noite observando os pontinhos brancos no céu e também a lua.

Eu disse como eu amo a lua, certo?

Então deitar na areia da praia e observar o céu estrelado de noite é meu sonho que gostaria de realizar com ele já que estamos aqui.

Fiquei tão perdido em pensamento que reparei agora as cabaninhas em cima do mar.

Havia uma ponte sobre a água que ligava com outras pontes e cada uma delas havia uma pequena cabaninha sobre o mar e fiquei encantado olhando elas enquanto nos aproximavamos e fomos falar com uma mulher que estava na primeira cabana e nos olhou sorrindo. Ela era de estatura média, tinha cabelos negros e lisinhos e até a altura do ombro e era magra, usava um óculos com a armadura vermelha e um biquíni azul escuro com um short jeans de cor clara.

- Olá! Meu nome é Ikeda Mitsue mas me chamem apenas de Mitsue - ela falou em japonês e ainda bem que eu entendia um pouco e Yoongi também - Oh, vocês não são japoneses né? Me desculpem, estão me entendendo? - ela perguntou dando uma risadinha e mordendo o lábio inferior fechando os olhos e eu concordei - ótimo! Já está reservado ou não?

- Uma mulher deve ter ligado aqui ontem fazendo uma reserva no nome de Min Yoongi - ela correu pra dentro pegando um caderninho de capa preta e voltou lendo algo.

- Min Yoongi... Min Yoongi... ah, achei. É a cabana lá do fundo, levo vocês lá. Me sigam - ela disse sorrindo e logo a seguimos - não querendo me intrometer mas já fazendo isso, vocês são namorados?

- Éeh... Não - Yoongi disse meio sem graça e coçou a parte de trás da cabeça e Mitsue deu uma risadinha e passou a andar saltitando e cantando nos levando até a cabaninha.

- É aqui - ela parou em frente a uma cabaninha e sorriu para a gente - aproveitem e qualquer coisa estarei lá onde me encontraram.

Sorri em resposta e ela nos deu uma chave e saiu saltitando e cantarolando algo em japonês e olhei para Yoongi que estava com uma sobrancelha arqueada e rindo.

Ele abriu a porta e fiquei admirando o local. Era tudo feito de madeira escura e tinha alguns abajur pelo local clareando a casa, havia um pequeno sofá em frente a uma televisão, algumas plantas estavam ali e tinha uma pequena bancada separando a sala e a cozinha e tinha uma mesinha pequena com algumas cadeiras em sua volta e uma geladeira não muito grande ao lado de um fogão com uma pequena panela em cima. E andando mais um pouco havia o quarto, que tinha uma cama de casal toda arrumadinha e um pequeno guarda-roupa. De frente a cama havia uma porta de vidro enorme, do tamanho da parede, com uma cortina clara, e lá fora percebi que haviam duas cadeiras brancas de tomar sol e uma rede da cor bege. E havia um banheiro com uma banheira, o chuveiro, a pia e a privada. Aquilo era tão grande que parecia um apartamento.

- Nossa - falei depois de um tempo entrando e colocando minha mochila no sofá e me sentando ali - aqui tem comida? - perguntei vendo Yoongi colocar a mochila em meu lado e dar de ombros - estou com fome e sono - murmurei me levantando e indo para a cozinha e indo abrir a geladeira encontrando pão, um saquinho de suco, maionese e mortadela. Olhei a data de validade e não estava vencido e pelo que vi era comida nova e fiquei feliz da vida sorrindo e colocando as coisas em cima da mesa vendo Yoongi se aproximar de mim - você sempre faz tudo, me deixa tentar fazer algo também! - murmurei fazendo um bico e ele riu concordando e se sentando na cadeira ali - hoje você faz o suco!

- Está bem - eu estava distraído cantando algo e ele me deu um selinho mordendo meu lábio e corei abaixando a cabeça - tão adorável - senti ses lábios em meu pescoço e me arrepiei e ele deu um beijo ali e logo se afastou - desculpa.

- T-Tudo bem... Éeh... Espere mais um tempo hyung... - apoiei meu rosto em seu ombro - deixa eu esquecer o que aconteceu.

Seus braços rodearam minha cintura e eu retribui abraçando seu pescoço e acariciando sua nuca com meu rosto ainda enterrado em seu pescoço e ele apertou minha cintura com suas mãos e beijou meus cabelos.

- Espero o tempo que precisar amor - disse afastando seu rosto do meu e beijou a ponta do meu nariz - não farei nada que você não permitir e também não quero que se sinta pressionado a nada. Quando se sentir melhor eu vou estar aqui e quando precisar de alguém para apoiá-lo também estarei aqui.

Perdi a conta de quantas vezes eu fiquei corado ou envergonhado desde que Yoongi voltou. E agora agora não foi diferente. Minhas bochechas estavam quentinhas e eu sorri sentindo uma lágrima descer e logo a enxuguei.

Decidi voltar a fazer o lanche para comermos porque eu realmente estava com fome e sono, mas antes mandando uma mensagem para minha mãe.

Eu: Oi omma, cheguei à um tempinho mas lembrei de te avisar agora. Ocorreu tudo bem durante o voo e chegamos inteiro na praia. Você tem que ver, o lugar é lindo! Mas amanhã iremos ver melhor a praia porque estamos com muito sono e fome. Saranghae ♡

☆☆☆

1° dia

Acordei sentindo meu corpo ser acolhido por braços maiores que os meus e me sentia extremamente confortável nessa posição, me mexi e me virei ficando de frente a Yoongi vendo-o dormir tranquilamente com os lábios entreabertos e uma expressão calma. Acariciei sua bochecha e logo subi meus dedos aos seus fios verde-água, que já estavam um pouco desbotados mas continuava lindo como sempre foi e parei quando ele se mexeu e me abraçou um pouco mais.

- Por que parou? - perguntou com a voz rouca e eu apenas mordi o lábio inferior, não sabia que estava acordado - estava gostoso, pode continuar.

Levei minhas mãos timidamente aos seus fios e passei a movimenta-la com calma vendo-o sorrir e lhe dei um selinho rápido e ele abriu os olhos e passou a acariciar minha cintura e eu não reclamei, pelo contrário, estava apreciando o gesto.

- O que quer fazer hoje? - perguntou fechando os olhos novamente - essa semana você me diz o que quer fazer Jiminie.

- Hm... - Já que ele está dizendo vou aproveitar, né? - vamos ficar um pouquinho na praia, quero aproveitar já que estamos aqui.

- Está bem - disse - daí a gente come por lá mesmo.

- Depois eu que só penso em comida - resmunguei e ele riu me fazendo ficar mais perto dele.

Me aproximei deixando um selar em seus lábios e timidamente pedi passagem com a língua e e ele cedeu, eu já estava viciado em seus lábios e em seu gosto. Acariciou minha bochecha e logo nos separamos com mordidinhas de leve e encostamos nossas testas e ficamos assim por alguns minutos até decidirmos levantar e ir nos arrumar para ir para a praia.

Levantei quase morrendo e fui ao banheiro escovar os dentes e dar um jeito em meu cabelo, mas antes pegando minha escova na mochila e uma bermuda vermelha e uma camisa branca logo vestindo-as também.

- Não precisamos levar roupa né? - perguntei pegando meu protetor solar - a cabana é na praia - fiz uma careta vendo quão inútil foi minha pergunta.

- Então né - ele riu saindo do banheiro já com uma outra roupa, uma bermuda preta e sem camisa e parei de encará-lo e meu rosto esquentou e ele riu - já falei o quanto você é adorável? - perguntou parando atrás de mim e curvando-se ficando com o rosto de frente ao meu e me dando um selinho - se importa de passar protetor nas minhas costas? Não quero ficar queimado.

- Uhn... Tá bom - falei e ele se sentou no chão ao meu lado me entregando o protetor e tratei de passar sem exageros e eu corava enquanto sentia sua costa branca e lisinha em meus dedos. Nunca notei mas ele tinha algumas pintinhas adoráveis nas costas e sorri vendo-as.

- Obrigado - disse depois que terminei - Quer ajuda?

- Acho que não vou tirar a camisa - falei me encolhendo - eu tô meio gordinho - fiz bico e Yoongi revirou os olhos de joelhos na minha frente segurando minhas bochechas.

- Você não está gordinho - disse mordendo meu bico - você está gostosinho, é diferente.

Senti meu rosto esquentar e o escondi com as mãos, e pessoinha pra me deixar ser graça viu? Fiquei alguns minutos em uma batalha interna se tiraria ou não minha camisa e acabei a tirando e me virando de costas a ele entregando o protetor e ele de um beijinho em uma parte das minhas costas onde as vezes doía por conta do que aconteceu e passou o protetor em minhas costas e não senti segundas intenções em seus toques então tentei não ligar e consegui.

- Vamos Jiminie - disse assim que terminou se levantando e me estendendo a mão e a peguei parando em sua frente e saindo da cabaninha.

Mitsue estava sentada na beirada da ponte com os pés na água e sorriu quando nos viu e acenou para a gente.

- Você é o Yoongi se não me engano... e não me disse seu nome - ela apontou para mim fazendo uma carinha triste.

- Park Jimin - falei meio sem jeito bagunçando meus cabelos - como vai Mitsue-san?

- Não precisa colocar o san, pra que tanta formalidade? Só Mitsue está bom - deu um sorriso - eu estou bem sim e vocês? Vão curtir a praia pelo visto.

- Sim - Yoongi disse com um pequeno sorriso - é a primeira vez dele na praia e ele queria conhecê-la.

- Oh, entendo. Devo estar atrapalhando... Me desculpe e vão se divertir.

- Não está atrapalhando - Yoongi disse e eu concordei - mas depois a gente conversa então. Até logo - acenamos pra ela e logo pulei na areia sentindo-a quentinha nos meus pés.

- Vou querer fazer um castelo de areia - falei e Yoongi riu concordando e me seguindo e bagunçando meus cabelos.

O resto do dia foi simplesmente maravilhoso.

Ficamos um tempo andando pela praia até que decidimos entrar no mar, eu tinha um certo medo de lugares fundo mas me esforcei ao máximo para não depender do hyung toda hora.

Confesso que engoli bastante água salgada e quase morri com excesso de sal no organismo mas isso não vem ao caso certo? Certo.

Fiz o meu tão sonhado castelo de areia mas um serumaninho do inferno acertou uma bola de praia nele e eu quase bati na criança que veio buscar a bola, mas me controlei porque eu adoro crianças e dei um tapa no braço do Yoongi porque ele ficou rindo de mim e eu fiquei meio depressivo por alguns minutos mas logo voltei ao normal indo jogar bola com as crianças. Irônico, não?

Depois disso Yoongi pagou um sorvete pra mim e ficamos andando na praia até meu estômago pedir por comida e irmos pegar espetinho de camarão e passar a tarde lá.

2° dia

- Porque a gente não dá uma volta na cidade? - perguntei me sentando na cama e o olhando.

- Você que sabe - disse dando de ombros e arrumando o cabelo em frente ao espelho e fazendo uma careta - preciso pintar esse cabelo, já tá ficando feio - resmungou pegando a franja e puxando para trás e a soltei voltando ao lugar original e eu ri.

- Não está tão feio - falei e mordi o lábio inferior sorrindo quando o vi se virar pra mim e me encarar com uma cara de 'indignado' - brincadeira, você poderia mudar a cor, hm?

- E que cor sugere? - perguntou me olhando com os braços cruzados e sobrancelha arqueada.

- Cinza escuro ou loiro, aqueles quase branco - falei me levantando e indo para o guarda-roupa - a gente pode ir lá agora.

- O dinheiro que eu tenho aqui é que minha mãe te deu, não vou usar para pintar meu cabelo - murmurou fazendo um bico e revirei os olhos.

- Sua mãe me deu muito dinheiro então - falei dando de ombros - agradeço ela, e como você mesmo disse que o dinheiro é meu pode pintar seu cabelo, daí aproveito e dou uma cortada no meu.

- Aish - resmungou bufando e eu dei uma risadinha pegando uma roupa - então vou pintar meu cabelo.

- Isso - sorri abraçando a roupa que eu havia escolhido, uma calça jeans escura e uma blusa comprida listrada de preto e branco, logo indo para o banheiro me trocar.

Já voltei vestido e encontrei Yoongi com uma calça clara dobrada acima do seu tornozelo, uma camisa verde escuro e um vans preto enquanto arrumava o cabelo e resmungava algo como 'essa merda está ressecada' ou 'já enjoei dessa cor', eu apenas ri e fui atrás do meu all star preto o colocando e saindo da cabaninha sendo seguido por Yoongi.

- Mitsue é uma garota legal - falei assim que passamos por ela que nos deu um tchauzinho.

- Sim - murmurou bufando e segurando minha mão e andando ao meu lado.

- Ela é bem bonita... - decidi provocar um pouquinho já que Yoongi resmungava coisas sem nexo e segurava minha mão firmemente - ... Mas parece que tem namorado - falei depois de um tempo e ele me olhou com uma sobrancelha arqueada - não precisa ter ciúmes, ela usava aliança hyung.

- Não estou com ciúmes - murmurou e eu soltei uma risadinha baixa - e você para.

Dei um sorriso pra ele e segui o restante do caminho em silêncio segurando a mão dele e cantarolando alguma música em inglês que eu conhecia.

☆☆☆

- Uau - falei depois de algumas horas sentado no banco daquele salão - você... Está lindo - fiquei encarando Yoongi que estava em minha frente com o cabelo de uma nova cor.

Cinza.

Eu amo essa cor, caiu perfeitamente nele, era lindo e agora... Parece até um deus grego, socorro.

- Obrigado - disse baixo e sorrindo de lado e segurando minha mão me ajudando a levantar - você acertou na cor Jiminie. A próxima vai ser o loiro quase branco.

3° dia

Em um canto mais afastado da praia, sobre as rochas mais altas dali, estávamos sentados com uma pequena cestinha de piquenique com várias coisas dentro; fruta, suco, chocolates que ele havia comprado antes de eu acordar e bolo.

Havíamos nadado um pouco e paramos para dar uma respirada e comer, afinal quem consegue ficar sem comer depois de nadar por um bom tempo e sair correndo pela praia como duas crianças?

Sentir seus lábios aos meus era uma sensação maravilhosa, fazia-me sentir borboletas no estômago, um arrepio pelo corpo e meu coração batia mais forte sempre que nos beijavamos.

Havíamos conhecido a pessoa que namorava Mitsue, era uma garota, o que deixou Yoongi mais aliviado, Shimizu Naomi é seu nome, uma garota simpática e um pouco tímida comparada a sua namorada. Era japonesa, tinha cabelos compridos e era tingido de ruivo, mais ou menos a cor do meu antigo cabelo e e era um pouco maior que eu, o que não passou despercebido por Yoongi que começou a tirar uma com minha cara.

4° dia

No dia anterior havia chovido. Tipo, muito.

O tempo havia mudado de tarde, durante o dia estava aquele sol maravilhoso e do nada caiu aquele temporal. Não que eu não gostasse de chuva, eu amo a chuva. Mas o problema que começou a chover quando estávamos na rocha e o hyung acabou ficando o dia todo deitado na cama por conta de um resfriado.

Naomi havia me dado um remédio para gripe e fiz Yoongi tomar, mesmo ele reclamando que não precisava eu praticamente o obriguei. Fiquei com ele o tempo todo deitado ao seu lado e ele se desculpava toda hora.

- Desculpa Jiminie - sua voz saiu baixa - era pra ser uma semana perfeita mas acabei resfriado...

- Não precisa se desculpar, não sabíamos que ia chover. E também a gente pode ficar assistindo a filmes na televisão juntinhos no sofá.

E assim passamos a tarde toda vendo filmes e com ele deitado com a cabeça em meu colo todo encolhido em baixo do coberta.

5° dia

Eu estava parado e escorado na cerca da ponte olhando para o mar e relembrando um pequeno acontecimento. Mesmo esses dias sendo maravilhosos, eu ainda tinha medo de acontecer algo novamente.

Yoongi está se esforçando o máximo para me fazer superar isso e está dando certo, estou tentando superar mas nunca irei esquecer.

- Amor... - senti seus braços rodearem minha cintura e seu rosto apoiar-se em meu ombro - eu sei no que está pensando... Quero que saiba que não estou tentando te fazer esquecer, até porque creio que seja impossível, estou aqui com você para superarmos juntos, passar por cima disso. Eu realmente estou muito irritado com aqueles homens, eles não tinham o direito de fazer o o que fizeram, seus pais disseram que iriam entrar em contato com a polícia e denunciar. Não quero que pense que foi culpa sua ou algo assim, você nunca pediu para que isso acontecesse, e eu estarei aqui, como um bom ouvinte, um ombro amigo, para tudo que você precisar eu estarei aqui e quero que saiba que amo você.

Chorei bastante quando me disse isso mas ele continuou ali me abraçando e me confortando com palavras bonitas e eu segurava sua mão sobre meu peito e chorava com a cabeça abaixada.

Depois de um tempo, fomos para a beira do mar e pegamos algumas conchinhas de formatos e tamanhos diferentes e guardei um um pequeno saquinho. Algumas tinham um pequeno furo na ponta então falei para Yoongi ir atrás de fios ou barbantes para conseguirmos fazer um colar com as conchinhas que havíamos pego.

6° dia

Era nosso último dia aqui. Amanhã já iríamos de manhã pegar o avião e voltar para a Coréia.

Deixei o que eu mais queria fazer por último, mas quando acordei já fiquei desesperado por não encontrar Yoongi ao meu lado na cama ou em nenhum canto da casa.

Eu estava quase chorando e encontrei um pedaço de papel ao meu lado e era um bilhete que tratei de ler rapidamente.

"Bom dia amor,

De início peço que não fique desesperado, eu apenas fui para a cidade comprar algumas coisas que eu gostaria de fazer hoje para a gente.

Sei que hoje é uma data muito especial para você e eu queria apenas estar e ser o primeiro a te parabenizar mas não poderei, talvez você fique chateado comigo mas é por um bom motivo.

Peço que não fique desesperado porque eu quero que esse dia seja um dia especial para você, mesmo que você talvez esteja querendo me bater, peço para que me espere hoje às 6h na praia (naquele lugar que eu acabei ficando gripado) que vou estar lá te esperando. Como você se deu muito bem com as meninas, pedi para que elas passem o dia com você e lhe desse algumas orientações que pedi a elas.

Eu te amo. E não fique triste comigo."

Se eu apenas o escutei e fiz o que ele havia dito? Claro que não! Eu apenas sai desesperado, de pijama, e fui tirar algumas satisfações com as meninas.

- O que o Yoongi foi fazer na cidade? - perguntei assim que as vi cruzando os braços e as encarando.

- É uma surpresa.

Que diabos de surpresa é essa? Algo mais importante que meu aniversário? Quando eu o ver darei uns tapas nele.

Elas me obrigaram a passar o dia com elas e me levaram até uma loja de roupa na cidade e me fizeram vestir tanta coisa que acabei ficando tonto. Pra que tudo isso? Elas não me falavam e eu já estava querendo chorar. Mas acabei aceitando tudo quando vi que elas não iriam me falar nada.

Olhei para o celular e o relógio marcava que já eram 4h, as meninas sorriram pra mim e disseram que eu deveria começar a me arrumar então apenas soltei um suspiro e as segui.

☆☆☆

- Essa aqui deve estar boa - Mitsue disse pegando uma combinação das roupas que havíamos comprado e estendendo pra mim e Naomi franzia o cenho reprovando a decisão da namorada - mas vai ficar legal amor.

- Eu acho que não mas vai experimentar Chim Chim - Naomi me empurrou pra dentro do banheiro e colocou a muda de roupa em cima da privada.

Essa mesma cena se repetiu várias vezes e eu já estava ficando cansado com isso, até que Naomi decidiu escolher minha roupa e finalmente uma combinação bonita. Uma bermuda jeans azul escuro, uma camisa com listras brancas e azuis, um blazer fino branco, uma sandália preta e me fizeram amarrar um lencinho com cores claras no pescoço.

- Uau - Mitsue disse boquiaberta me analisando de cima a baixo - se eu não namorasse... - Naomi deu um tapa nela - ai! É brincadeira, amor.

Ela deu um beijo na namorada e apertou as bochechas da garota que estava com um bico nos lábios.

- Já está na hora Chim Chim - Mitsue disse abraçando Naomi por trás e apoiando - Yoongi te espera.

O que ele está aprontando?

Decidi ir logo pois estava muito curioso e também chateado com ele e queria vê-lo.

☆☆☆

Fui em direção ao local de encontro e vi uma toalha estendida no chão com uma cestinha sobre ela e me aproximei devagar procurando por algum sinal de vida do Yoongi e logo o vi vindo em minha direção com um sorriso no rosto e senti meu rosto esquentar, ele me olhava atentamente observando cada movimento meu e eu mordia o lábio inferior. Sabe quando do nada você começa a ficar nervoso e sentir seu estômago se embrulhar todo com aquela sensação tão cliche de borboletas no estômago? Estou assim nesse exato momento enquanto ele segurava minha mão e leva para seus lábios deixando um selar demorado e me olha.

- Desculpa por ter ficado ausente - segurou meu rosto e acariciou minhas bochechas quentes - eu estava resolvendo algumas coisas - deu um beijo em minha bochecha.

- Fiquei chateado com você - murmurei fazendo um bico - no meu aniversário você me deixou... - abaixei a cabeça e ele segurou meu queixo levantando meu rosto para ele.

- Me perdoa Jiminie - disse fitando-me - eu estava preparando algumas coisas... Não fique bravo comigo, acho que irá gostar do que eu fiz.

Fiquei em silêncio e dei um sorriso de lado e beijou minha bochecha segurando minha mão me puxando para perto da cestinha de piquenique e nos sentamos alí.

Yoongi me deu um lanchinho, suco, bolo e fez questão de me fazer abrir boca e colocar um pedaço de chocolate ali.

Olhei para o horizonte e fiquei fascinado com o que vi. O sol se pondo é uma das coisas mais belas desse mundo, ainda mais seu reflexo na água e o tom alaranjado deixava o céu mais lindo.

- É tão linda a vista daqui - falei depois de um tempo e senti as mãos de Yoongi sobre a minha - obrigado hyung. Esses dias foram incríveis.

- Escolhi esse lugar por causa da vista - riu olhando também para o sol - se pudesse voltar no tempo eu faria tudo de novo com você comigo. Eu já disse que você é meu sol né? - me olhou e corei concordando e me aproximando dele e apoiando meu rosto em seu ombro.

- Sempre sonhei em ver o pôr do sol com você - falei depois de alguns minutos - seria meu desejo de hoje mas vi que pensou em tudo - falei soltando uma risada baixa e entrelaçando nossos dedos.

Ficamos assim e logo o sol já não estava mais presente no céu e podíamos ver algumas estrelas aparecerem ali e a lua estava linda.

Deitamos sobre a rocha com as mãos dadas e eu apontava para as estrelas encontrando algumas constelações que eu conhecia e falava alegremente para ele que sorria e falava algumas coisas também.

- Tenho uma coisa pra você - ele disse e sorriu soltando nossas mãos e o observei levantar e pegar uma caixinha um pouco fina e comprida e voltar a me olhar a abrindo e revelando dois colares que fiquei olhando por alguns minutos e me entregou a caixinha - Hm... gostou? - perguntou mordendo o lábio inferior e bagunçando seus cabelos e me olhava ansioso.

Me sentei como um índio e pousei a caixinha em cima da minha perna e peguei um dos colares com os olhos brilhando e sorrindo.

Era um colar de prata com dois pingentes, uma lua grande envolta de um pequeno sol. Era simplesmente lindo. Dei um enorme sorriso vendo-o me olhar curioso e o abracei seu pescoço dando beijinhos em sua bochecha.

- É muito lindo hyung. Obrigado.

- Deixa eu colocar em você - me virei de costas a ele e colocou o colar no meu pescoço e tateei o pingente o o olhando e sorrindo.

- O outro é seu né? - me olhou envergonhado e concordou com a cabeça - deixa eu colocar em você - sorri e ele se virou e coloquei o colar ali em seu pescoço branquinho e abracei ele por trás.

- Jiminie - me chamou e eu o soltei ficando de frente a ele - vamos andar um pouco?

Levantamos dali e começamos a andar pela praia de mãos dadas em silêncio aproveitando a brisa suave que batia em nossos rostos e mexia nossos cabelos.

A luz da lua batia no rosto de Yoongi que sorria olhando para o céu e tudo isso apenas deixava a noite mais bela. Yoongi deixava tudo mais bonito. Como eu já disse, ele iluminou minha vida de uma forma que sempre serei grato a ele. Eu o amo e ele disse que me ama.

- Jiminie - paramos na beira do mar e ele ficou em minha frente olhando para baixo e logo fixou seu olhar ao meu - quero falar algumas coisas. Quando você disse que gostava de mim, três anos atrás, eu fiquei bastante feliz e ao mesmo tempo confuso. E o tempo em que fiquei na América pensei bastante sobre isso e tive muito tempo para organizar meus pensamentos que estavam todo confuso. Percebi que quanto mais tempo eu passava longe de você mas eu ficava com um sentimento até então desconhecido - ele passou a mão em meu rosto e logo seu polegar em meus lábios - então Hoseok me ajudou a saber o que exatamente era aquele sentimento que a cada dia longe de você me sufocava. Eu te amo e sempre deixarei isso claro pra você, falarei todo dia isso pra você se me permitir. Eu quero viver minha vida ao lado da pessoa que eu amo, quero acordar todos os os dias e receber um bom dia e um beijo seu. Então Jiminie, você quer ser o sol que ilumina meu céu escuro? E eu ser a lua do seu céu nublado? Tipo, pra sempre?

Não consegui proferir nenhuma palavra e vi ele pegar uma caixinha preta no bolso e se ajoelhar na minha frente com os b raços estendidos mostrando-me a caixinha aberta com duas alianças ali dentro.

- Você quer namorar comigo?

Lágrimas desciam em meu rosto e eu quase não conseguia ficar ali de pé o vendo ajoelhado na minha frente e eu sorri estendendo minha mão para ele, que a segurou e ficou em pé na minha frente.

- Claro que eu aceito Yoongi - ele colocou o anel em meu dedo e coloquei no seu.

Fiquei olhando seu rosto, seus lábios moldaram-se em um sorriso que eu nunca havia visto, e e era o mais bonito que vi. Passei minhas mãos pelo seu rosto e levei minha mão até a sua nuca aproximando nossa lábios e selando-os. E sua mão foi para minha cintura colando nossos corpos.

- Eu te amo - colei nossas testas assim que nos separamos - agora nós dois estamos escondido em um mar de amor.


Notas Finais


Eu amei tanto esse capítulo que eu tatuaria ele na minha testa.
Não sou de escrever coisas fofinhas então eu fiz o máximo que eu conseguia tá pessoal?
Espero que tenham gostado ♡♡

Saranghae ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...