História Escondido em um Mar de Amor (Yoonmin) - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jungtaeseok, Namjin, Yoonmin
Exibições 643
Palavras 4.497
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Acho que demorei um pouquinho pra atualizar jaisbauhsus gomennasai

Eu ia postar antes, mas a energia de casa tava acabando e a net não colaborava e eu acabei me irritando e indo dormir. Ontem eu ia postar mas simplesmente deitei e capotei. Eu ia postar hoje de manhã ou de tarde mas fiquei sem net o dia inteiro então tô postando agora :v

Alguns podem achar ruim, mas apenas esse capítulo eu escrevi em terceira pessoa e o próximo já voltara para a primeira pessoa.

Não desistam de mim e boa leitura o/ (é a punição do João biscoito, então aproveitem 🌚🌚)

Capítulo 22 - 20


O garoto mais novo estava andando apressado pelas ruas de Seul na parte da tarde sentindo a brisa suave bater em seu rosto causando-lhe uma sensação gostosa e um tanto relaxante para o momento.

Afinal Taehyung e Hoseok haviam o chamado para que fosse na casa do mais velho, Hoseok, e claro, Jungkook estava com o cu na mão com um medo grande devido o que havia feito naquela festa.

Mas ele não se arrependia. Gostou de sentir a textura dos lábios do amigo no seu, gostou de beijar Jimin. E bem, se não estivesse nesse relacionamento com seu baby Tae e seu daddy Hobi ele faria novamente sem excitar. Mesmo não nutrindo sentimentos pelo amigo, afinal, Jimin gostava de Yoongi e ele de Hoseok e Taehyung.

Mesmo com medo do que poderia acontecer naquela casa ele decidiu tocar a campainha e esperar alguém chegar e atendê-lo.

Mordeu o lábio inferior assim que a porta fora aberta revelando um Taehyung com os cabelos molhados, com uma camisa branca, larga e comprida, que ia até metade de suas coxas e podia ser vista uma pequena parte da boxer vermelha que o pequeno usava. Porra, é a minha cor favorita. Pensou quando o garoto se mexeu um pouco fazendo sua camisa subir e deixar mais sua boxer a mostra.

A coxa branquinha e lisinha de Taehyung estava a mostra e Jungkook queria fincar suas unhas ali e deixar um vergão no local, beijá-la inteirinha e também morde-la. Mas ele se controlaria e não faria isso. Afinal Taehyung não o beijou como de costume, apenas abriu passagem deixando o garoto entrar e esperar o menor e logo segui-lo para a cozinha, onde escutou barulhos de panelas e engoliu em seco.

Seu daddy estava ali, e ele estava com medo do que tinha feito. Sua mente zombava de si dizendo que iria ter o que merecia, no caso, uma punição.

Pensou em várias formas de punições enquanto seguia Taehyung que andava rebolando e conforme dava um passo, sua camisa se mexia deixando sua bunda marcada na boxer que usava a mostra e Jungkook mordia o lábio inferior o seguindo e logo entrando na cozinha encontrando Hoseok em frente ao fogão apenas com uma calça moletom e com os cabelos molhado.

Seguiu até a mesa e se sentou na cadeira de frente ao balcão da cozinha e se acomodou ali esperando ambos disserem o que tinham para falar.

Taehyung deu um impulso e se sentou em cima do balcão e ficou ali com as pernas abertas deixando sua boxer aparecer e balançou seus pezinhos de uma forma fofa e inflou as bochechas vendo seu daddy olhar para trás e observar Jungkook que não tirava os olhos de si.

Com um pequeno sorriso nos lábios Hoseok pegou um pirulito de chocolate dentro da geladeira e levou até Taehyung que logo abriu um grande sorriso e estendeu suas mãozinhas para pegar o doce que havia um formato de coração.

Colocou a língua pra fora e começou a lamber a extensão do pirulito com os olhos fechados e logo começou a chupa-lo de uma forma erótica ao olhar do maknae.

O chocolate começou a derreter, e assim descendo pelos seus lábios e seu queixo. Se alguém o visse agora dizia que era uma criança com um doce em mãos. Mas uma criança lamberia um pirulito de uma forma erótica?

Jungkook se mexeu desconfortável na cadeira e mordeu o lábio inferior quando o menor chupou seus dedos lambuzados de chocolate o olhando e soltava alguns barulhos quando tirava o dedo da boca e ficava ligado por apenas um fio de saliva.

- Daddy... - com uma voz manhosa Taehyung chamou seu daddy que se virou para ele parando o que fazia e andando em sua direção - me ajuda...? - apontou para o chocolate que escorria em seu queixo e Hoseok aproximou sorrindo e Tae abriu mais as pernas para que seu daddy se encaixasse ali.

Hoseok lambeu os lábios de Taehyung que estavam entreabertos e logo puxou o lábio inferior do babyboy com os dentes escutando um gemido baixo da parte do garoto, e Jungkook sentiu uma fisgada em seu membro se encolhendo na cadeira e observando em silêncio.

Hoseok passou dos lábios do menor indo para o pescoço do mesmo e dando-lhe um forte chupão ali marcando-o e recebendo um gemido manhoso de seu baby que se mexeu e envolveu sua cintura com suas pernas trazendo-o para mais perto de si e levando suas mãos ao cabelo de seu daddy e levantando a cabeça olhando para Jungkook com os lábios entreabertos e gemendo mais alto quando sentiu uma mordida no local marcado e a mão do seu daddy em suas nádegas e impulsionando seu quadril contra o do babyboy como se tivesse o estocando e o aperto em sua bunda era forte levando Taehyung ao delírio e Jungkook mordia o lábio inferior observando a cena sem poder fazer nada.

- Isso baby... Você é um bom garotinho - Hoseok disse alto o suficiente para que ambos escutassem - e bons garotos merecem recompensas, estou certo?

- Sim daddy - disse entre suspiros pesados e gemidos baixos e manhosos contra os lábios do daddy.

- Vou te deixar escolher a recompensa - mordeu o lóbulo da orelha do menor que abriu um sorriso e gemeu sentindo seu daddy imitar movimentos de estocadas mais uma vez - o que você quer que o daddy faça? Hm?

- Me fode aqui na cozinha daddy - disse baixinho rebolando e roçando o pau de Hoseok em sua bunda - me fode gostoso e me faça gritar implorando por mais, apenas como o daddy sabe fazer.

Uma risada fora abafada no pescoço de Taehyung e Hoseok apertou as nádegas do garoto e enfiou a mão por baixo da boxer vermelha a subindo e deixando o lado esquerdo de seu glúteo para fora e acariciou a entrada do garoto que gemeu em surpresa e mordeu o lábio inferior.

- Mesmo tendo mais pessoas na cozinha? Não liga que eu te foda aqui com uma outra pessoa te olhando? Mesmo sendo o baby Kookie? E ele não podendo fazer nada? - Jungkook mordeu o lábio inferior quando escutou seu nome sair da boca de seu daddy de uma forma sensual.

- Sim daddy... Quero que me foda agora, é excitante... E você está aqui comigo daddy. Eu queria que o baby Kookie me fodesse também, queria o pau de vocês dois dentro de mim mas ele foi um baby mal não é daddy? - resmungou rebolando nos dedos do seu daddy e sentiu a pontinha de um o invadir e gemer baixinho ainda rebolando com mais intensidade e logo um segundo fora inserido e forçado para dentro do seu interior - aahn... daddy...

Hoseok impulsionava o corpo do menor contra o seu e mantinha movimentos lentos no interior do garoto alargando-o e apertando mais a bunda de seu baby e consequentemente deixando uma marca vermelha ali.

Daddy tomou os lábios de Taehyung com urgência iniciando um beijo sensual com direito a barulhinhos quando se separavam e voltavam a beijar-se bêbados de desejo e excitação.

Jungkook nem notou quando a cozinha passou a ser o fervor que ali estava. Seu membro doía em sua boxer apenas por escutar os gemidos sofregos e manhosos do babyboy enquanto gemia e o olhava com os olhinhos quase fechados e seus lábios abertos e o rostinho corado demonstrando o quão satisfeito era ter o daddy tocando-o e satisfazendo seus desejos mais íntimos.

Jungkook por um momento quis levantar da cadeira e ir correndo para os braços de seu daddy e de seu baby que gemia um tanto alto. E daí que os vizinhos ouvissem? Eles pouco se importavam com isso, queria mostrar a todos que eram babyboys e que já tinham um daddy.

Logo Taehyung já se encontrava sem sua boxer e com as pernas em volta do seu daddy que se masturbava com rapidez e logo pressionou sua glande na entrada do menor que gritou em surpresa e apertou mais o corpo do outro em si e gemeu arrastado até seu daddy entrar todo em si.

- Hm... Geme pro daddy - disse começando a estocá-lo lentamente - e você Jungkook, quero que vá para o quarto e nos espere, nem pense em se tocar e apenas tire sua roupa, fique apenas com a roupa íntima e deite na cama.

Jungkook engoliu em seco e mordeu o lábio inferior se mexendo sentindo o incomodo entre suas pernas e demorou um pouco para se levantar e ir cambaleando para o quarto que era ocupado pelo seu daddy.

Saiu de lá com o aperto no coração. Daddy estava fodendo se babyboy e ele não poderia nem ficar lá para apreciar a visão.

Sabia que ia ser punido e veio para a casa do daddy totalmente ciente disso. Então apenas fez o que o daddy havia pedido e tirou toda sua roupa ficando apenas com sua calcinha de renda cor de rosa e se deitou na cama escutando gemidos altos e escandalosos da cozinha e segurou a vontade de gemer e de se tocar pensando na cena maravilhosa que se passava em sua mente.

Ficou alguns minutos - longos em sua opinião - deitado apenas com os olhos fechados e esperando seus hyungs terminarem de se divertirem na cozinha e vir das atenção para si.

Com atenção ele se referia a ser castigado logo, estava um tanto ansioso pelo que ia acontecer e queria saber o que lhe esperava. Podia ser considerado um masoquista se dissesse que queria ser punido de várias formas pelo daddy?

Gostaria de ser marcado de todas as formas pelo seu daddy, gostaria de sentir seu daddy o fodendo fundo e forte como só ele sabia. Gostaria de que seu daddy o fodesse tanto que o fizesse ficar com uma dor desgraçada no quadril e ficasse sem andar por um bom tempo.

Logo escutou passos vindo do corredor e mordeu o lábio inferior se mexendo na cama e sentindo seu membro pulsar sob sua calcinha de renda e juntou as pernas esfregando-as uma na outra, a fim de conter a excitação do momento. Mas sentia um tesão enorme correr pelo seu corpo e se encolheu na cama quando a porta fora aberta bruscamente revelando um Taehyung todo suado e com o cabelo todo bagunçado, ainda vestindo a camisa, no colo de Hoseok que não estava muito diferente e tinha um olhar frio e excitante na visão do maknae.

Taehyung estava ofegante segurando o pescoço de seu daddy, logo fora depositado com todo o cuidado do mundo em cima da cama, seu daddy lhe deu um beijinho em seus lábios logo se afastando e ficando em pé ao lado da cama bagunçando seus cabelos para logo em seguida cruzar os braços e encarar Jungkook todo encolhido na cama.

- Você foi um baby muito mal Jungkookie.

Hoseok se aproximou e levou suas mãos para as pernas branquinhas de seu baby Jungkook que se arrepiou com o toque e encolheu-se soltando um gemido sofrego e fechou suas pernas logo em seguida. As curtas unhas fincaram-se nas coxas branquinhas do mais novo e desceu uma linha vermelha, deixando um vergão na pele branquinha e lisinha.

Jungkook fechou os olhos e gemeu quando sentiu um tapa ser desferido em sua coxa direita e mordeu o lábio inferior contendo alguns gemidos que insistiam em sair de sua boca.

- E babys maus merecem punições pelos maus atos, não é mesmo Kookie? - Jungkook concordou balançando a cabeça e recebeu outro tapa, dessa vez mais forte, em sua coxa direita e outro gemido escapou dos lábios do maknae - me responda com palavras Jungkook - ordenou.

- Sim daddy... - com um sussurro, Jungkook disse arfando.

- Vou fazer você implorar para gozar e não irá poder.

Taehyung, que até então estava sentado na beirada da cama recuperando-se da recente foda na cozinha, se levantou a pedido de seu daddy e saiu do quarto indo para a cozinha e voltando com um potinho de vidro em mãos e levantando os pés dando um selinho em seu daddy e entregando o potinho e indo novamente para a cama se sentando ali.

- Obrigado baby - Hoseok disse sorrindo para Taehyung, que corou e prendeu o lábio ente dentes - você vai ter o que merece.

Hoseok subiu na cama e ficou por cima de Jungkook, forçando o joelho contra o membro rijo do babyboy que gemeu baixinho olhando seu daddy se aproximar de seus lábios roçando-os e se afastando em seguida indo para o pescoço depositando uma mordida no local e apertando o membro do garoto por cima da calcinha de renda.

- Daddy - gemeu sentindo ficar mais duro do que já estava.

- Estava querendo me provocar com essa calcinha baby? - perguntou com a voz rouca apertado novamente o membro do maknae e mordendo o lóbulo da orelha do mesmo - porque está conseguindo baby...

Hoseok se afastou do corpo de seu baby, puxou Taehyung e ambos ficaram ajoelhados na frente do mais novo que olhava os troques de carícias entre eles e ao menos piscava.

Começaram um beijo intenso cheio de desejo e luxúria, um roçar de corpos delicioso. Hoseok deslizou suas mãos para a mão de seu baby e o fez adentrar em sua calça moletom e começar a masturba-lo em movimentos lentos. Desceu duas mãos para a bunda de seu baby separando as nádegas do mesmo e penetrando-o com dois dedos sem aviso prévio escutando um gemido vir de Taehyung que logo começou a rebolar nos dedos de seu daddy. Aumentou a velocidade de suas mãos no pau de Hoseok fazendo mais alguns movimentos e logo parou quando escutou seu daddy murmurou para que parasse.

Jungkook estava com seu pênis pulsante por baixo de sua calcinha com a visão. Pensou em se tocar mas já estava fodido e não queria piorar a situação para si, então somente mordia o lábio inferior e se mexia desconfortável na cama esfregando sua bunda no lençol. Mas parou quando Hoseok saiu da cama indo para o guarda-roupa e logo voltando com algo em mãos, que Jungkook não podia ver e duas algemas de metal.

- Levante os braços - obedeceu seu daddy e sentiu suas mãos serem presas na cama pelas algemas se assustou quando sentiu algo metálico e gelado em seu pênis, era um anel peniano.

- N-não... I-isso não daddy... - murmurou sentindo seu coração acelerar, mas gemeu quando um tapa um tanto forte foi desferido em sua coxa.

- Cala a boca - disse e apertou as nádegas do mais novo que arqueou as costas e soltou um gemido baixo - vamos brincar com você Jungkook. E você nunca mais terá vontade de ficar com outro cara além de nós.

Hoseok se levantou e foi em direção o potinho de vidro o pegando, pegando também uma venda preta, colocando uma pedrinha de gelo que tinha ali dentro em sua boca e se aproximou do mais novo vendando os olhos do mesmo e ficando por cima dele.

- Ah! - gritou quando sentiu algo molhado e gelado em seu pescoço e apenas se mexeu tentando soltar-se da algema que o prendia na cama, mas fora inútil.

Tentou normalizar sua respiração mas tudo foi por água abaixo quando sentiu que seu daddy desceu o cubinho gelado para sua clavícula e passou numa área perigosa em volta dos mamilos já durinhos demonstrando o quão excitado estava. Alguns gemidos manhosos saiam da boca de Jungkook e ele se mexia tentando se acalmar mas era inútil.

Um tapa foi desferido em sua coxa e ele parou de se mexer e passou apenas a gemer o nome do seu daddy. Um gemido mais alto saiu de sua garganta quando o sólido gelado e úmido entrou em contato com seu mamilo e ele arqueou as costas sentindo seu pau pulsar entre aquele maldito anel peniano.

Hoseok subiu seus lábios e fez um trilha molhada para os lábios entreabertos de Jungkook passando a pedrinha de gelo ali e logo voltando para os mamilos durinhos. Rodeou a língua sobre eles e deu uma mordida não muito forte ali, afinal já estava sensível demais e não queria machucar tanto seu baby. Jungkook tentou não gritar mas foi inútil. Então deixou-se levar e passou a gemer sentindo a língua de seu daddy o acariciar.

- Daddy... - Tae murmurou tristonho e Hoseok prendeu sua atenção a si deixando Jungkook respirar um pouco - eu quero atenção também - fez um biquinho adorável e abaixou a cabeça brincando com os seus dedinhos e se arrepiou quando Hoseok o beijou com uma pedrinha de gelo em suas mãos e acariciando o mamilo esquerdo dele por baixo de sua camisa - ahn daddy! I-Isso é- ah! - gemeu alto quando se separam e Hoseok mudou para o outro e passou a acariciar com o dedo.

Jungkook estava chateado. Queria ver seu daddy abusar do pequeno corpo de Taehyung. Os gemidos do seu baby entrava em seus ouvidos e fazia seu pênis pulsar, choramingava querendo que tirassem o anel dali e aliviasse-o jorrando toda sua porra pra fora e sentir a maravilhosa sensação que era o orgasmo.

Gemidos manhosos de Taehyung eram ouvidos pelo garoto que estava preso e vendado na cama e se mexia buscando um contato maior contra o lençol mas não adiantava nada.

Logo a pedrinha de gelo que estava nos mamilos de Taehyung se encontrava em volta do umbigo do garoto, fazia movimentos circulares ali e as vezes ficava os dentes nos botões rosados, durinhos e sensíveis fazendo o babyboy gritar e agarrar o pescoço de seu daddy e beijá-lo ferozmente.

- Baby - Hoseok disse beijando as bochechas quentinhas de Taehyung e descia os lábios para o pescoço do mesmo - vamos fazer algo interessante e punir o babyboy? - perguntou e um sorriso surgiu nos lábios do garoto que assentiu - só me deixa fazer uma coisa.

Jungkook sentia seu corpo tremer com a conversa de ambos, mordia o lábio inferior freneticamente e apertava ambas as pernas e esperava ansioso a próxima ação de seu daddy.

Logo o pano preto que cobria sua visão foi tirado de seus olhos e ele piscou algumas vezes encontrando Taehyung com o rosto tão perto de si, com seu rostinho corado e os olhinhos brilhando.

O mais novo tentou tomar os lábios de seu baby para si mas foi impedido e soltou um grito alto e arrastado quando sentiu algo gelado em seu pênis.

Hoseok passava uma pedrinha de gelo por cima do pênis de Jungkook e claro, Hoseok estava adorando aquilo e sentia seu pênis pulsar na sua boxer e uma enorme vontade de mandar a punição para a puta que pariu e foder o pequeno era grande, mas se conteve e passou passou a fazer aquele mesmo movimento excitante e torturante no pênis do garoto que gemia e quase chorava com aquilo. Seu daddy não estava brincando quando disse que o puniria.

Choramingava querendo tirar aquelas algemas e se tocar. Mas seu daddy estava sendo um daddy mau e não iria deixá-lo fazer isso tão cedo.

Hoseok deu um beijinho na glande inchada do garoto e subiu deixando apenas um selinho nos lábios do mesmo. Puxou Taehyung para si e o colocou sobre o membro dele, não penetrando apenas sentando em cima, e começou a rebolar em um ritmo lento e torturante, Jungkookie estava preste a chorar de tesão, ele só queria que tirassem aquele anel de seu pênis e que seu daddy o fizesse gozar! Era pedir muito?

Um gemido alto e arrastado saiu dos lábios do baby que estava em cima de Jungkook. Hoseok havia o penetrado sem aviso prévio e passou a estocá-lo com força escutando gemidos da parte de Jungkook também.

O barulho da cama chocando-se nas paredes, os gemidos de seu daddy e de seu baby boy, os corpos se chocando e a algema em seus pulsos, só deixava tudo aquilo mais excitante e delicioso ao ver do mais novo.

- Aahn daddy... Mais rápido - Taehyung se apoiou no peito de Jungkook e aproximou os lábios do menor iniciando um beijo intenso e urgente.

As línguas se tocavam de uma forma única, algumas lágrimas desciam no rosto de Tae e gemidos altos saiam de sua garganta. A expressão de prazer no rosto de Taehyung era maravilhosa, Hoseok fodendo ele sobre si e ele não podendo tocá-lo era algo excitante que fazia seu pau doer mais do que já doía.

Hoseok ia fundo e forte, encontrando a próstata de seu baby e consequentemente aumentando o som dos gemidos dos três ali presentes. Após mais algumas estocadas Taehyung gemeu arrastado e gozou forte sujando o abdômen de Jungkook que quase chorava sob seu hyung e Hoseok gozou no interior do baby gemendo alto e rouco. O corpo de Taehyung caiu sobre o maknae e ficaram assim por breves minutos até a respiração dos dois normalizarem.

- Daddy... - o maknae choramingou - me deixa gozar, por favor. Prometo ser um baby bonzinho e fazer tudo que meu daddy pedir. Só me deixa gozar e me fode agora, por favor daddy... Só quero sentir seu pau me rasgando fundo e forte...

Hoseok sorriu vendo seu maknae choramingar e implorar para ser fodido.

Daddy ajudou seu baby a sair de cima do maknae e o colocou deitado ao lado dele e deu um beijinho nos lábios e na bochecha rosada vendo-o sorrir quadrado e beijar a bochecha de Jungkook que tinha a respiração pesada.

Hoseok se aproximou do mais novo e tirou as algemas dele. E vendo a marca vermelha que ficou ali, pegou os dois pulsos de seu baby e deu um beijinho em cada um e Jungkook suspirou aliviado sentindo seus braços livres daquele objeto metálico e surpreendeu-se ao sentir os lábios de seu daddy pela primeira vez naquele dia.

As mãozinhas macias de Taehyung acariciava seu rosto em um carinho gostoso, seu pescoço foi tomado pela textura macia dos lábios de seu baby que as vezes lhe dava leves mordidinhas e Jungkook arfava separando dos lábios de seu daddy.

As grandes mãos de Hoseok acariciava seu corpo arrepiado descendo para sua calcinha, e gemeu quando seu daddy liberou seu membro daquele aperto lhe deixando totalmente despido.

- O daddy vai te fazer sentir bem, baby - Hoseok disse e abocanhou o membro dolorido e pulsante do mais novo, que soltou um gemido em surpresa, e passou a chupa-lo com vontade.

Jungkook tentava segurar alguns gemidos mas era inútil, sentiu as mãos macias de Tae passar pelo seu corpo e ocupar o mamilo direito o estimulando com os dedos. Hoseok passou a chupa-lo mais depressa, e arranhar suas coxas. Gemia mais alto quando sentiu sua glande acertar a garganta de eu daddy.

Gemeu em protesto quando sentiu que queria gozar mas fora impedido pelo anel em seu pênis e olhou com um bico nos lábios para seu daddy.

Jungkook se arrumou na cama ficando de quatro com a bunda empinada para Hoseok e levou suas mãos até sua boca lubrificado seus dedos. Separou suas nádegas deixando sua entrada rosada e piscante exposta e penetrou um dedo soltando um gemido baixo, logo penetrando outro e movimentando-os dentro de si alargando sua entrada para receber algo maior.

- Daddy... Entra aqui - gemeu quando sentiu sua próstata - aahn... Daddy... Quero sentir seu pau entrando aqui e me fazendo gemer igual uma puta - gemeu outra vez - Sua puta daddy... - começou a rebolar em seu dedo e gemia desesperadamente olhando sue daddy engolir em seco e aproximar de seu corpo.

Não sentia vergonha de ficar naquela posição, afinal, seu daddy já conhecia cada cantinho de seu corpo. Já havia percorrido o corpo inteiro com seus lábios e suas mãos já haviam explorado o mais íntimo do garoto.

Seus dedos foram tirados de seu interior e gemeu em protesto, mas fora logo preenchido por algo maior e pulsante. O pau de seu daddy era grande e grosso. Sentiu uma ardência em sua bunda e afundou sua cabeça no travesseiro mexendo o quadril e logo sentindo seu daddy começar a se movimentar de forma lenta e torturosa.

- Seu pau é tão grande daddy! - gemia sentindo ser atingido em seu ponto sensível e gritou quando sentiu seu daddy puxar seus cabelos ficando de joelhos e abriu os olhos encontrando Taehyung se tocando gemendo o nome dos dois todo jogado na cama.

Jeon queria gozar.

- Daddy tá doendo... Me deixa gozar...

- Goze dentro de Taehyung - disse com a voz rouca mordendo o lóbulo da orelha do mais novo que gemeu mordendo o lábio inferior.

Hoseok saiu de dentro do garoto e se sentou batendo nas próprias pernas e Jungkook com um pouco de dificuldade foi na direção do mais velho e sentou lentamente no pênis de seu daddy mordendo o lábio inferior e sentiu as mãos macias macias de Taehyung em seu pênis tirando o anel dali e logo gemeu aliviado.

- Daddy... - com uma voz manhosa e com um biquinho nos lábios Tae choramingou abaixando a cabeça - vocês estão me deixando de lado...

Jungkook ficou alguns minutos se acostumando com a invasão. Hoseok estendeu a mão para Taehyung que a segurou e veio engatinhando se enfiando no meio dos dois e gemeu se sentando de costas para seu daddy em cima do pênis do maknae e começando a rebolar.

Taehyung apoiou-se no ombro de Jungkook e começou a descer e subir lentamente fazendo ambos gemerem. Hoseok de uma forma desajeitada passou a estocar o interior de Jeon, que subia e descia sobre o membro de seu daddy e gemia arrastado.

Taehyung apoiou seus joelhos no colchão, para não ficar tanto peso sobre seu daddy, e beijou Jungkook sentindo seu daddy morder sua nuca e masturba-lo.

O primeiro e gozar foi Taehyung que deu um grito alto quando Jungkook acertou sua prop. Logo em seguida Jungkook, finalmente, liberou seu líquido viscoso no interior de Taehyung que estava com como rosto apoiado em seu ombro cansado devido a quantidade de orgasmos que teve aquela tarde. E por fim, Hoseok gozou dentro de Jeon gemendo rouco e mordendo o lábio inferior.

Ficaram alguns minutos recuperando a suas respirações e logo os três já estavam deitados com Hoseok abraçando Jungkook por trás e Taehyung com o rosto no peito de Jungkook a sua frente abraçando o maknae pela cintura.

- Eu estou morto - Tae disse.

- Eu também - Jungkook disse se acomodando melhor e abraçando Taehyung - me desculpa por ter sido um baby mau, daddy.

- Tudo bem baby, só se me prometer não me provocar daquele jeito.

- Não prometo nada daddy... - disse com um tom brincalhão.

- Quer ser punido de novo Jeon Jungkook? - perguntou mordendo a nuca de seu baby.

- Não é uma má idéia daddy... Mas agora não... Estou com soninho e cansado...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...