História Escrava (Imagine Park Jimin) - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Escrava, Imagine, Isabellyhx, Jimin, Kpop, Park Jimin, Romance
Visualizações 1.102
Palavras 1.491
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu disse que ia postar ontem, né? Não deu tempo, cheguei muito tarde em casa, desculpem 😢😢

Leiam as notas finais!! 😊🌸

Boa leitura e desculpem qualquer erro!! ❤❤

Capítulo 35 - 제 35 장


Fanfic / Fanfiction Escrava (Imagine Park Jimin) - Capítulo 35 - 제 35 장


- Foi a senhora? - Estava surpreso.


- Sim - Virou e me olhou - Fui eu.


- Por que? - Perguntei.


- Aquela mulher fez muitas maldades comigo e seu pai - Respondeu.


- Quais maldades?


- Vou lhe contar tudo - Sentou na cama - Ela chegou na minha casa ainda criança, era minha irmã adotiva, mas sempre fomos melhores amigas, desde pequenas. Eu sempre fui mais calma, sonhadora e ingênua. Já ela, era mais ambiciosa, observadora, esperta... Estava sempre ouvindo a conversa de nossos pais e vinha me contar, mas eu não ligava muito, só pensava em brincar. Quando entramos na adolescência, ela passou a ter inveja de mim. Sempre fui uma garota que chamava atenção pelo meu jeito calmo, digamos que fofo, sempre tive mais amigos, era mais querida por nossos pais, mas isso era coisa da mente dela. Essas coisas fizeram com que ela começasse a ter ódio de mim.


- E o que aconteceu? - Sentei ao seu lado.


- Certo dia, nossos pais convidaram um casal de amigos para jantar em nossa casa, eles aceitaram e levaram seu filho - Abaixou a cabeça - Era seu pai.


- Meu pai? - A olhei surpreso.


- Sim. Conversamos durante todo o jantar, gostei muito dele. Lembro que fui dormi sorrindo naquela noite - Sorriu - Continuamos a manter contato, depois de um tempo, ele pediu ao meu pai permissão para namorar comigo e papai deixou. Isso a deixou furiosa.


- Por que?


- Descobri naquele dia que ela estava apaixonada por ele também. Tivemos uma briga feia e ela disse que eu nunca ficaria com ele. Não me importei com ela, achei que fosse apenas mágoa e raiva, mas me enganei. Bem, como éramos jovens, acabamos não resistindo e certa noite, nos entregamos ao amor. Depois de um tempo, descobri que estava grávida. Não sabia o que fazer, então fui conversar com minha irmã mais velha, a mãe da Jenny. Ela já estava noiva nessa época, brigou muito comigo, mas disse que me ajudaria. Combinamos de falar com meu namorado e ele pedir a minha mão em casamento, assim eu casaria no mesmo dia que ela. Nosso plano estava bem planejado, não tinha como dar errado, mas estávamos enganadas - Abaixou a cabeça - Minha outra irmã estava ouvindo tudo.


- E o que ela fez?


- Ela começou a me ameaçar. Eu fiquei com muito medo, pois ela ameaçou a contar tudo ao Papai. Pediu que eu me afastasse do seu pai e acabei fazendo isso. Quando eu me afastei, ela se declarou pra ele, mas ele a rejeitou. Isso fez com que ela se transformasse de vez e acabou o matando.


- Meu Deus! - Levantei.


- E contou ao papai que eu estava grávida, fazendo com que eu fosse expulsa de casa. Só não fiquei sozinha por causa de minha irmã e seu marido, ficamos um bom tempo morando com eles, por isso que cuidei da Jenny quando minha irmã morreu.


- Como a Senhora Park não reconheceu quando ela lhe examinou?


- É claro que ela reconheceu - Riu Fraco - Por que acha que estou piorando? Não estou tomando aqueles remédios, tenho certeza que me matariam


- Como descobriu sobre ela? Digo, onde ela estava escondida? 


- Jenny me contou. Eu que mandei Jenny trabalhar naquela casa e se fazer de aliada dela, queria informações sobre seus planos, seus esconderijos... Não aguentei quando soube que ela queria matar sua prima.


- Mas Jenny tentou matar (S/n), Mãe - A olhei sério.


- Eu sei. Jenny foi fraca e se apaixonou pelo jovem Park, fazendo ela tomar essa decisão errada, mas depois se arrependeu. Eu sempre converso com ela, então ela me disse o possível lugar que ela estaria. - Sorriu - Fui até lá e a matei.


- Como ela matou meu pai? - Perguntei quase chorando. Por culpa dessa mulher, cresci sem conhecer meu pai. Sinto que tudo que vivi, foi mentira.


- Envenenado.


- Mas a senhora estava falando com alguém. Quem era? - Cruzei os braços.



Mi-Cha Povs


- Vai embora - Tentei fechar a porta, mas ela segurou.


- Só quero conversar com você


- Saía daqui! - Continuava tentando fechar.


- Por favor, Mi-Cha!


- Eu disse pra ir embora! - Comecei a sentir um cheiro de fumaça e lembrei que tinha deixado minha filha na cozinha - Essa não - Corri até a porta da cozinha e vi que o pano que deixei perto do fogão havia pegado fogo, pegando os outros panos que Anna deixava lá perto, caso precisasse pegar. - MEU DEUS! - O fogo já está se espalhando e minha pequena já estava chorando. Quando eu ia tentar passar pela porta, senti a mão de minha mãe em meu braço.


- Não faça isso - Me olhou seriamente.


- CLARO QUE VOU FAZER, MINHA FILHA ESTÁ LA DENTRO, NÃO VOU DEIXAR ELA MORRER - Tentei soltar meu braço.


- Eu também não vou deixar a minha filha morrer - Apertou mais.


- ME SOLTA! - Soltei meu braço e a empurrei. Não sei de onde tirei essa força, mas consegui e entrei na cozinha.


O fogo estava muito forte e se espalhando cada vez. Olhava nos lugares que ainda não havia chegado e fui pisando, até chegar na pequena garotinha.


- Vou tirar você daqui, meu amor - A peguei em meus braços.


Olhei em volta e não conseguia achar uma saída, o fogo estava cobrindo tudo. Cobri o rosto dela com uma fraldinha e a segurei forte. Comecei a andar pelo local, mas não via saída, até que encontrei minha mãe. 


- O que está fazendo aqui? - Perguntei.


- Não ia deixar você entrar aqui sozinha - Respondeu.


A bebê chorava desesperadamente em meus braços.


- Venha, eu sei onde fica a saída, estamos perto. - Começou a andar e eu a segui. A cozinha de Anna não era muito grande, mas esse fogo se espalhando cada vez mais, parecia enorme e sem saída.


- Alí - Disse minha mãe e apontou pra porta. Colocou eu e minha filha andando em sua frente.


Quando estava quase chegando até ela, ouvi um barulho e virei rapidamente. Alguma coisa havia caído sobre minha mãe, fazendo ela cair no chão.


- MÃE! - Gritei.


- Estou presa, não consigo sair - Disse enquanto tentava se soltar. Suas pernas estavam presas.


- EU VOU  AJUDAR


- NÃO, MI-CHA! - Gritou. - SAIA DAQUI LOGO, O FOGO ESTÁ FICANDO MAIS FORTE E PODE PEGAR A CASA TODA - Minha filha continuava chorando. - PODE FAZER MAL A SUA FILHA.


- Meu amor - Olhei a pequena, enquanto chorava.


- Saia daqui!


- E a senhora? - Perguntei.


- Eu... Eu vou ficar bem - Sorriu fraco - Apenas saia logo daqui, Mi-Cha!


- Eu não quero te deixar sozinha aqui, mãe - Chorei mais.


- Eu vou ficar bem, mas a bebê precisa sair daqui. - Percebi um pouco de esforço em sua voz, talvez a dor estivesse ficando mais forte.


Olhei minha filha e depois a olhei.


- Salve sua filha 


Assenti e levantei.


- Eu amo você e seu irmão. Me perdoe por tudo que eu fiz. - Percebi que ela estava chorando.


- Nós também amamos a senhora - Continuava chorando - E eu te perdôo.


- Obrigada, minha menina - Sorriu - Agora saia daqui


A olhei uma última vez e sai.



Yoongi Povs


O clima entre eu e Anna estava cada vez mais estranho.


- Vou levar esse - Pegou uma lata de leite.


- Esse é ruim - Peguei outro pacote - Leva esse.


- Esse aqui é melhor - Continuou segurando o que ela havia pegado.


- Não, esse aqui é - Revirei os olhos.


- Yoongi, para de ser chato!


Senti uma sensação estranha e deixei a lata cair. Segurei na parede ao meu lado e fechei os olhos.


- Você está bem? - Segurou meu braço.


- Foi só uma sensação ruim - Engoli seco e abri os olhos novamente - Ficou preocupa? - Ri, fazendo ela revirar os olhos.


- Idiota - Foi até o caixa.


Parei ao seu lado e meu celular começou a tocar. Vi que era minha irmã.


- Oi, Mi-Cha - Atendi - O QUÊ?



Mi-Cha Povs

Depois que o socorro chegou, minha mãe já havia morrido. Ela ficou tempo demais na fumaça e o fogo já estava pegando algumas partes de seu corpo. Eu e minha filha fomos levadas ao hospital também.


- Mi-Cha - Hoseok veio em minha direção. O abracei fortemente - E Nossa filha?


- Jin está consultando ela - Respondi.


- Sinto muito por sua mãe - Me abraçou mais forte.


- Ela ajudou a salvar nossa filha


- Que ironia. Ela queria matá-la quando  ainda estava em sua barriga, e depois a salvou.


- Mesmo com tudo que ela fez, ela era minha mãe, e eu a amava muito. - Comecei a chorar novamente.


Hoseok beijou minha testa.



Jimin Povs


Estava quase entrando na cozinha, quando vi que Sook e meu pai conversavam.


- Eu não quero que ele saiba - Disse Sook.


- Jimin precisa saber, Sook - Disse meu pai - É direito dele.


Não queria atrapalhar a conversa, mas quando ouvi ele falando meu nome, fiquei curioso.


- Preciso saber do que? - Entrei de uma vez, fazendo os dois se assustarem.




Continua...


Notas Finais


Lembram da surpresa que eu falei que tinha pra vocês? Então, será "Os Segredos De Escrava". O que é isso? É um mini livro que eu vou fazer pra vocês. Já tenho tudo planejado, duas primas vão ajudar a montar ele todo, com capa e tudo, então vamos enviar para algumas de vocês por correio. ❤❤❤

"Os Segredos de Escrava" Terá os segredos de cada personagem, o lado que vocês não conhecem sobre eles, um pouco do passado de algumas outras coisas. 🙊🙊🙊

P.s: Já postei a foto dele nas minhas histórias do wpp, algumas já viram, agora imaginem ele nas mão de vocês 😂😂

Vou postar agora nas minhas histórias do Instagram também, quem quiser ir lá ver, é @isabellyhx ❤🌸

Quando "Escrava" chegar a Mil favoritos, eu volto aqui para explicar melhor 😊😊

Estaremos escolhendo pelos comentários ❤❤❤

Espero que vocês gostem dessa pequena surpresa, estamos preparando isso em forma de agradecimento pelo carinho que "Escrava" recebe de vocês. ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...