História Espelho - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Jikook, Kpop, Romance, Século Xix, Taegi, Vga
Exibições 190
Palavras 1.225
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Magia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Outra fic Taegi pra quem gosta...

Eu espero que curtam e Boa leitura!!

Capítulo 1 - Onde estou


- Bom dia Suguinha - Sou cumprimentado pelo meu chefe/amigo assim que chego no escritório.

Infelizmente hoje não era um bom dia pra mim. Acordei tarde, meu carro quebrou, quase fui atropelado e pedi duas vezes o táxi.

Suspirei. Não estava com nem um pingo de vontade de trabalha.

- Nossa! Um ótimo dia. - Falei sarcástico enquanto ele me acompanhava até minha sala

- Como sempre mal humorado - Falou e eu revirei os olhos sentando em minha cadeira. - Bom, fez o que eu te pedi ontem?

- Claro né - Falei procurando os papéis em minha bolsa. - Aquí está.

- Obrigado Suguinha.

- Pare de me chama assim Jimin - Falei passando a mão pela testa.

Estava morrendo de dor de cabeça.

- Ok chato. - Falou e eu revirei os olhos - Agora eu vou deixa você trabalhar.

- Até que fim - Falei já levantado a mão pro céu

- Namjoon! - Jimin chama o meu assistente que o olha - Quando foi que eu pedi o controle do escritório?

- Você nunca o teve, Jimin - Falou voltando ao que fazia e eu ri.

- Oh volte ao trabalho. - Jimin falou ofendido.

- Era exatamente o que eu fazia. - Ri mais uma vez enquanto Jimin colocava a mão no peito.

- Isso é bullying comigo sabia? - Falou fazendo drama.

Mais uma pontada na cabeça. Aff hoje não é meu dia.

- Eu quero trabalha. Se não for pedir muito - Falei calmo e ele me lança um olha serio.

- Eu ainda sou seu chefe moçinho.

- Nunca considerei um. - Falei levando um tapa na cabeça.

- Bom, já vou indo. Espera... eu ja ia me esquecendo... - Ele para na porta e me olha - Como esta o apartamento?

- Não tive tempo de me muda ainda - Falei.

Tinha esquecido completamente do apartamento que Jimin tinha me dado. Claro, ando muito ocupado e também tenho mais o que fazer.

- Então tire amanhã de folga - Falou piscando pra mim e se retirando da sala.

Suspirei. Seria um longo dia.

...

Acordei com os finos raios de luz que saia pela janela. Pisquei os olhos varias vezes até me acostuma.

Levantei da cama me arrastando e deixando os cobertores cai no chão.

Andei até a pequena cozinha de meu novo apartamento e peguei a jarra de suco colocando um pouco dentro de um copo.

Olhei para cada canto daquele apartamento. Tinha me mudado ontem. E ja tinha amado.

A única coisa que eu estranhei foi o espelho que encontrei no meu quarto. Um espelho antigo e todo empoeirado.

Não liguei muito. Deveria se do Jimin. Ele sempre gostou de coisas antigas mesmo.

Voltei pro meu quarto depois de toma o suco e coloquei uma roupa - já que eu durmo só de cueca. Iría fica em casa mesmo, então vesti uma bermuda e uma regata.

Ouço alguém bate na porta e saiu correndo para abri-la.

- Pois não? - Perguntou olhando para o homem que estava ali parada me olhando.

- Eu sou o morado do apartamento do lado. - Falou.

- E? - eu não queria ser grosseiro nem nada mas ele só veio aqui pra fala que é meu vizinho? Por acaso é um idiota?

- Eu só queria saber quem era meu novo vizinho. A propósito meu nome é Hyun - Falou esticando a sua mão.

- Hum. Eh... meu nome é Yoongi - Peguei sua mão um pouco hesitante.

Ele sorriu e me olhou de cima a baixo soltando um suspiro.

Soltei minha mão.

- Então... - Começou fazendo uma cara de preocupação. Mas porque? - Se precisa de alguma coisa não hesite em me pergunta.

- Hã? Eh... uh... ok - Falei confuso.

Ele nem me conhece e já está me tratando assim? Deve ser um maníaco.

- Eu estou ocupado agora então... - Ele assenti voltando para su apartamento. - Louco!

Fechei a porta e suspirei me sentando no sofá. Peguei meu celular - que se encontrava em cima da mesinha - e abri nas mensagens.

Tinha uma do Jimin, outra do Jin e outra do JungKook.

Eles em amam, só pode!

Abri todas as mensagens. A do Jimin era só pra sabe se eu tinha gostado do apartamento. A do Jin era para sabe se eu ainda estava vivo. E por último a do JungKook era pra sabe se o Jimin esta bem.

Porque simplesmente não pergunta a ele?

Respondi todas e joguei o celular no sofá. Não tinha pra fazer. Estava um tédio.

Porque diabos aquele idiota do Jimin me deu mais um dia de folga? Já não bastava ontem?

...

O dia passou mais chato do que eu pensei. Tomei um banho rápido e me joguei na cama. Olhei pro espelho e juro que vi uma luz vindo do mesmo.

Que louco cara!

Estava quase caído no sono quando senti meu celular vibra. Quem será que está me ligando a meia noite?

- Alo? - Perguntei sem paciência.

- Suguinha.

Ah não. O Jimin não meu Deus.

- O que tu quer homem?

- O JungKook. - Falou/gritou e eu revirei os olhos.

- Você me acordou a essa hora para fala sobre sua relação, que por sinal é bem estranha, com o JungKook? - Gritei irritado - Sabe que horas são?

- Seja um bom amigo e me escute.

Suspirei.

- Fala logo.

- Ele me convidou para mora na casa dele. Da pra acredita?

- Legal Jimin. Muito legal - Falei com sarcasmo. - Agora eu tenho que dormi.

- Tá né. Mas amanhã tu não me escapa.

- Jimin espera - Falei lembrando do vizinho estranho. - Você conhece o vizinho do apartamento do lado?

- Vizinho? Não. Quero dizer, não tinha nenhum vizinho quando eu morava aí - Falou confuso. E eu assenti mesmo sem ele poder ver.

- Oh entendí.

- Era só isso? - Perguntou.

- Sim. Boa noite. - Falei e desliguei o celular colocando dentro da gaveta do criado mudo.

Me arrumei na cama mas uma luz não me deixou dormi. Só pode ser brincadeira!

Olhei para onde vinha a luz e arregalei os olhos a vez o espelho brilhando.

Ok! Esse apartamento já está me dando medo. Será que era por isso que Jimin queria me dá?

Me levantei e fui até o espelho o olhando ele confuso. Aproximei lentamente minha mão mas me afastei rápidamente.

Deveria ir dormi. É, deveria.

Peguei meu celular para me distrair um pouco. Aquela luz já estava me incomodando.

Quando cansei de mexe no aparelho o deixei de lado e peguei minha bolsa a procura do meu notebook.

Ao acha tudo fica branco. Quando digo tudo é tudo mesmo. Não conseguia vê nada além da claridade.

Quando a luz foi embora eu olhei para os lados. Eu estava numa estrada? Calma... mas como isso é possível? Eu não estava na minha cama a cinco segundos atrás?

Olhei para minha mão e só avia minha bolsa e meu celular.

- Onde eu estou? Como tudo desapareceu? - Perguntei entrando em pânico.

Olhei o chão mais uma vez e vi um espelho pequeno e quebrado. Parecía muito com o que estava no meu quarto só que pequeno e mais... novo?

Será que esse espelho me mandou pro fim do mundo?


Notas Finais


Então gostaram??


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...