História Espelhos - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Angst, Assassinato, Baekhyun, Darkfic, Drama, Exo, Kai, Kaisoo, Kris, Kyungsoo, Lemon, Luhan, Ot12, Psicopatia, Seme Kyungsoo, Sookai, Sunderin, Taoris, Yaoi, Yifan
Exibições 168
Palavras 456
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá!
Eu sei que eu disse que voltaria ontem, porém eu passei mal depois de comer soja (será que sou alérgica???) e acabei dormindo antes de o fazer, MAS TADAH, tô aqui agora.

Esse aqui é o fim oficial, estamos dando um adeus a Espelho desse formato que vocês tanto conhecem, afinal scream está vindo aí.

SIM, essa capa é a capa da continuação de Espelhos e esse epílogo é como um carro abre alas pra ela que sairá e, Janeiro e terá, assim como Espelhos, trailer bonitinho e tudo mais.

Agradeço a todos que estiveram comigo desde o início, que estraram no meio ou apareceram no fim, vocês todos são maravilhosos e eu os amo MUITO pelo apoio e carinho.

Isso tudo aqui é pra vocês.

Capítulo 14 - Epílogo


Fanfic / Fanfiction Espelhos - Capítulo 14 - Epílogo

O Apartamento havia queimado.

Jongin fez questão de atear fogo em qualquer memória que pudesse dizer a alguém que um dia Do Kyungsoo havia existido, afinal ele era Do Kyungsoo.

Cada  foto da sala escura, cada roupa... De tudo aquilo, a única coisa que havia sobrado era a caixa de aparência velha com documentos e imagens de um homem desconhecido: Kim Junmyeon.

A curiosidade de Jongin ainda existia, ao menos algo havia se salvado da escuridão que o tomou.

Fugiu daquele prédio durante a noite enquanto o fogo ainda se alastrava pelos cômodos, deixando um corpo para trás apenas para afirmar algo simples: Kim Jongin estava morto.

Não sabia como queria ser chamado agora que tudo havia acabado, mas sabia que teria que continuar de onde parou.

Afinal, para alguns a morte é uma paixão.

X

Obsessão era um dos transtornos que Yifan costumava a tratar e também o que estava o consumindo.

Os cabelos bonitos e as roupas caras eram quase como uma memória distante do médico respeitado que havia deixado tudo para traz apenas por uma razão: Vingança.

Foi esse mesmo motivo que o levou a seguir Jongin para longe do apartamento naquela noite estranha e também que fez continuar a fazê-lo quase uma sombra: Toda noite em um beco diferente, em um hotel barato diferente e em uma vítima diferente.

Muitos perguntariam a ele a razão de não ir a polícia, mas isso era simples, era apenas pelo fato de que se alguém ia ser o ceifeiro daquele assassino, seria ele a segurar a foice.

Ele iria matar Jongin, iria acabar sua vida, mas cumpriria a qualquer custo a promessa que um dia fez.

Eu prometo, Zitao. — Murmurou dentro do carro velho onde passaria a noite mais uma vez.

X

Seul logo perdeu espaço pro tamanho do horror que Jongin queria causar, a estrada virando sua companheira enquanto era seguido todas as noites por um carro diferente sem ao menos perceber.

Yifan odiava aquela vida, odiava trocar um carro velho por outro quase todo santo dia, mas já fazia um ano que ele estudava o Km como um de seus pacientes, procurando a brecha onde iria o destruir de uma vez por toda. Aquela caçada era cansativa demais, destrutiva demais, mas naquela noite Yifan estava certo de que havia achado o que queria, a brecha que levaria a destruição do monstro que o destruiu.

[...]

No som agitado na noite foi quando os olhos escuros perceberam o ser misterioso e terrivelmente cruel se aproximar do outro rapaz, um muito bonito.

Foi diante das luzes que ele viu o beijo quente e o sorriso ao final.

E foi também ali que ouviu o nome que mais queria:

— Prazer, Sou Oh Sehun.

 

TO BE CONTINUED

 

 

 


Notas Finais


É isso, gente.

Quero dizer que sugestões e teorias pra Scream são muito bem vindas na minha DM aqui, nos comentários ou até no TT (@chenskitty). Farei de tudo pra em janeiro tá começando a postar essa nova fic e também inciar os meu novos projetos.

Bye~ <3

P.S.: Agora no fds irei responder aos seus comentários!

FUI


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...