História Esposa de aluguel - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Personagens Adele Station, America Singer, Anne, Aspen Leger, Astra Orders, Avery, Carter Woodwork, Celeste Newsome, Kriss Ambers, Lucy, Marlee Tames, Mary, Maxon Calix Schreave, May Singer, Personagens Originais, Princesa Nicoletta, Rainha Amberly, Rei Clarkson, Shalom Singer
Exibições 417
Palavras 1.678
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Capitulo 12



Quando percebi já estávamos tão perto que a distância entre nós era de uma lufada de ar , aqueles lábios tão carnudos e doces me chamavam sussurrando o meu nome , quando a beijei pela primeira vez foi como se eu estivesse sendo drogado então realizei a minha única é maior vontade naquele momento e selei nossos lábios , ela ficou meio acanhada é surpresa mas logo correspondeu meu beijo com urgência assim como o meu
Levei minhas mãos até a cintura dela e senti a pele dela se arrepiando com meu toque e isso me fez sorrir entre o beijo também senti um choque percorrer meu braço com aquele toque , estranhei mas não me separei do beijo , ela levou as mãos em volta do meu pescoço e eu aprofundei ainda mais o beijo , estávamos nos beijando com tanto fervor que a prensei contra a parede e levei minhas mãos até a bunda dela , ela com esse ato soltou um pequeno gemido que fez eu me encher de desejo por ela , ela então com as unhas começou a arranhar meu abdômen e dessa vez eu soltei um gemido rouco e senti ela sorrindo , apertei mais forte a boca nada dela e escorreguei uma das mãos segurando em sua cocha ela enlaçou uma das pernas em minha cintura e eu dei impulso para ela fazer o mesmo com a outra 


Prov América 


Eu não raciocinava mais direito e nem queria , só queria estar com ele , o tamanho do desejo que eu estava sentindo por aquele homem era incontrolável , levei minhas mãos até a barra da camisa dele e a tirei , arranhei o abdômen dele com minhas unhas e senti ele arrepiar sorri e nos separamos por falta de ar mas nem demorou muito pra ele começar a beijar e morder meu pescoço fazendo eu suspirar , aquilo estava tão bom , ele foi descendo os beijos até chegar em meus seios cobertos pelo sutiã molhado e então começou a dar chupões , mordidas e beijos , ele levou as mãos até a parte de trás do meu sutiã e o tirou , ele parou os beijos e começou a me olhar com admiração nos olhos então foi minha vez de provoca-lo e comecei a dar beijos , chupões e mordidas pelo pescoço dele , ele voltou a segurar em minhas costas e jogou a cabeça pra trás me dando mais espaço , sinto minhas costas se desencostando da parede e quando fui perceber estava sendo jogada na cama , me ajeitei no centro da cama vendo ele com os olhos mais escuros de desejo e ofegante , ele tirou a calça e a cueca junto e veio pra cima de mim selando-se  nossos lábios em um beijo intenso novamente enquanto massageava meu seio ele então foi descendo os beijos até chegar em minha calcinha onde ele a arrancou e começou a lamber e me estimular , aquilo estava me levando a lua e eu acabei gostando com um gemido alto , ele sorriu e então se posicionou na minha entrada e me penetrou com tudo me fazendo gemer alto , ele deitou encima de mim sem deixar seu peso e começou a se movimentar é aquilo estava me levando à loucura eu arranhava e fincava minhas unhas nas costas dele é isso parecia incentivar ele gosei chegando ao meu ápice mas ele ainda não tinha chegado então continuou até ele chegar em seu ápice gostando dentro de mim e caindo pro lado saindo de dentro de mim mas eu ainda queria mais , fui pra cima dele pegando seu membro e colocando dentro da minha boca e masturbando ele até ele ficar reto e quando isso aconteceu o coloquei na minha entrada e sentei começando a cavalgar devagar , ele levou as mãos dele até minha cintura e começou a intensificar os movimentos e chegamos ao ápice juntos e eu cai para o lado ofegante saindo de dentro dele , respirei fundo tentando me acalmar e ele então me puxou para deitar apoiando minha cabeça em seu peito e ele então nós cobriu , dei um selinho nele e ele começou a acariciar meus cabelos e assim eu adormeci 


****************


Abri meus olhos por conta da claridade e minha cabeça parecia que ia explodir , nossa eu bebi demais , me estiquei na cama e então me vi nua , meu Deus , eu transei com o Maxon , mas devo admitir que apesar de estar meio alterada eu me lembro de tudo e foi a melhor noite da minha vida , acho que esse casamento não vai ser de todo ruim , eu posso conseguir amar ele se é que já não estou me apaixonando , olhei para o lado esperando vê-lo mas ao invés de vê-lo só tinha um lençol bagunçado e a cama vazia , estranhei aquilo e me sentei na cama olhando em volta , ele já havia acordado ? 
Então a porta do banheiro se abriu respondendo minha pergunta , assim que vi ele sorri mas a cara dele não era a mesma , ele tinha uma expressão séria , fiquei confusa e meu sorriso ficou um pouco mais fraco 
—Estou indo tomar café , você vai quando estiver arrumada 
—Você não quer ficar comigo mais um pouco ? Eles não vão se incomodar 
—Olha América .....como posso dizer isso .......não significou nada o que aconteceu ontem à noite é esquece aquilo você tava bem bêbada e tava sem roupa na minha frente eu só segui meus instintos de homem 
—O que ???- perguntei com lágrimas nos olhos a essa hora meu sorriso já havia sumido de meu rosto 
—Como vamos nos casar mesmo que não seja por muito tempo isso até foi bom e até podemos repetir mais vezes mas não irá passar de sexo , acho que você não está acostu.....
—Eu já entendi - o interrompi 
—Então eu vou indo e falo que você ficou se arrumando - ele falou e saiu andando para fora do quarto e então me entreguei as lágrimas que eu estava segurando , como fui idiota em pensar que isso poderia dar certo é que ele iria querer algo mais como considerar esse casamento como algo verdadeiro , me levantei enrolada no lençol e fui direto pro chuveiro , queria tirar aquela sensação dele do meu corpo , me esfreguei no banho com a bucha enquanto minhas lágrimas ainda caiam , não eu não poderia e não deveria mais chorar por ele , se ele não sabe me valorizar e não me quer então está bem , só vamos ficar casados por um ano mesmo e depois disso estarei livre daquele ser asqueroso 
Sai do banho e me sequei depois coloquei uma calça jeans e uma regata verde escura , coloquei uma sapatilha e deixei meu cabelo solto para esconder as marcas em meu pescoço além de eu ter passado uma base também , passei uma maquiagem e sai indo até a sala de jantar onde todos se encontravam , dei um bom dia sorridente a todos e me sentei ao lado do Schreave e então o café se seguiu com conversas animadas novamente até que minha mãe toca no assunto do casamento 
—Então filha falou com Maxon sobre o casamento ?
—O que tem o casamento ?- Maxon ficou preocupado 
—Não mãe , eu não tive tempo ontem mas fale pra ele agora - expliquei e ele me olhou confuso 
—Você enrolam demais - Marlee bradou 
—Tivemos a ideia de fazer o casamento de vocês aqui no jardim na beira do lago amanhã já que estão todos aqui , América falou que ia te perguntar e depois falava pra gente - leste falou 
—Ahm .....mas nós não quero estragar o aniversário da may não é mesmo amor ?- ele falou querendo fugir daquilo 
—Eu falei pra elas - falei sem reação 
—E eu falei que não tinha problema é que ia tornar meu aniversário até melhor - may falou 
—Está bem já que todos insistem estamos de acordo não é mesmo querida ? 
—Claro - falei sorrindo falsa pra ele e ele colocou o braço sob meu ombro 
—Ótimo então vamos ver todos os detalhes hoje e podemos fazer o casamento no por do sol amanhã - Amberly falou alegre batendo palmas e então a mesa se explodiu de felicidade e começaram a falar sobre o casamento , depois do café eu fui com elas até a loja de vestidos de noivas e depois elas me arrastaram para vários outros lugares para ver as coisas do casamento e fizeram a mesma coisa com meu " noivo " 
—Muito bem agora Maxon vai para o quarto de hóspedes vocês vão dormir muito tempo juntos ainda - meu pai falou acho que dando graças a Deus por ele e eu dormirmos em quartos separados 
—Claro sogrinho só vou dar um beijo de boa noite na minha noiva - Maxon falou e então meus pais e os dele saíram fechando a porta atrás de si 
—Olha nem pense em dizer não amanhã naquele casamento 
—Vou ganhar minha promoção assim que voltarmos ? 
—Claro , você foi uma boa garota esse feriado 
—Ebaa- falo sarcástica 
—Não seja assim talvez possamos passar nossa noite de núpcias muito bem - ele falou sorrindo malicioso pra mim e vindo mais perto de mim 
—Só se for nos seus sonhos pois aquilo nunca mais irá acontecer 
—Ficar sem sexo por um ano inteiro ninguém merece 
—Você consegue se aguentar 
—Estou falando de você afinal eu vou poder ter outras mulheres já você não admito ser corno 
—Então eu posso ser e você não ?- pergunto indignada 
—Eu sou o chefe aqui 
—Está bem , que seja quero dormir agora para nossa maravilhoso casamento amanhã - falei com sarcasmo exagerado na voz 
—Até amanhã futura Sra Schreave - ele comentou rindo e saiu pela porta , me joguei na cama e coloquei um travesseiro na cara e gritei , como esse homem me estressava 

 


Notas Finais


Amo vocês kisses


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...