História Esposa de Mentirinha - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amizade Colorida, Esposa de Mentirinha, Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Casamento, Justin Bieber, Phoebe Tonkin
Visualizações 82
Palavras 1.950
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá meus amores como vocês estão? Espero que estejam bem!
Capítulo novo para vocês.
Espero que gostem. <3

Capítulo 4 - Beach


Fanfic / Fanfiction Esposa de Mentirinha - Capítulo 4 - Beach


Justin Bieber.
- Eu vou conversar com ela. -disse e minha mãe assentiu-
- Vou pedir para os acessores do seu avô tirar essa matéria do ar. -ela disse e eu assenti-
Sai da cozinha e subi as escadas, a porta do quarto de Maggie estava trancada. Eu bati.
- Mag abre a porta, vamos conversar. -eu disse-
- Eu não quero conversar. -ela disse-
- Deixa eu me explicar. -eu disse-
 - Se explique dai de fora. -ela disse e eu suspirei e encostei a cabeça na porta-
- Eu sinto muito, eu bebi demais e acabei perdendo a cabeça. -disse e ela abriu a porta, parando na minha frente-
- Você sabe por que eu aceitei me casar com você de mentira? Para você conseguir realizar seu sonho de ter a empresa. -ela disse- e o que você me dá em troca? Uma facada.
- Está com ciúmes? -perguntei-
- Não, eu não estou com ciúmes Bieber, lembra que eu disse que não rolaria nenhum sentimento real entre a gente? Mas eu sentia um sentimento por você, de amizade, carinho, apesar de nem te conhecer direito. Mas na primeira oportunidade de manchar minha imagem você vai lá e mancha, tudo isso por causa de sexo cara. -ela respondeu-
Ela tinha razão, eu realmente pisei na bola. 
- Vamos esquecer isso, minha mãe vai ligar para os acessores do meu avô, para tirar a matéria do ar e eu prometo que enquanto eu estiver com você eu não vou mais atrás delas. -eu disse e ela me olhou desconfiada-
Eu puxei sua cintura, colando nossos corpos. Ela me olhava no fundo dos olhos, eu segurei sua nuca com a outra mão e a beijei.
Fechei a porta do seu quarto com o pé e empurrei ela na cama, me deitei por cima dela e nós voltamos a nos beijar. Ela tirou minha camisa e eu voltei a beijá-la. 
Nos sentamos na cama e eu cortei o beijo, tirei seu biquíni e pude ver seus seios, eles eram lindos e redondinhos, olhei para Maggie e ela me olhou tímida.
- Você é linda sabia? -perguntei e ela sorriu-
- Você também dá pro gasto. -brincou e eu ri-
Voltamos a nos beijar e eu comecei a acaricia-la por cima de seu short jeans. Abri o zíper e o botão e enfiei a mão por dentro do short. Ela gemeu entre o beijo e eu mordi seu lábio.
- Você gosta disso Mag? -perguntei olhando ela nos olhos-
- Você não sabe o quanto. -ela respondeu e nós voltamos a nos beijar-
Paramos o beijo por falta de ar e eu tirei seu short, deixando ela apenas com a parte de baixo do biquíni. 
Ela inverteu as posições e se sentou em cima de mim, meu membro já estava ereto e pulsante, Maggie sabia como me deixar louco. 
Ela se inclinou um pouco para frente e começou a me beijar, enquanto rebolava no meu colo.
Eu soltei um gemido abafado e apertei sua cintura. 
Logo ela tirou minha bermuda e minha cueca num puxão só. 
Ela se levantou da cama e mandou eu me sentar na beirada, assim eu fiz. 
Ela se ajoelhou na minha frente e me olhou nos olhos. 
- Você fica linda nessa visão. -eu disse e ela riu-
- Não estraga o clima. -ela disse e passou a língua apenas na cabecinha-
- Ah Maggie. -eu disse jogando a cabeça pra trás e ela passou a língua por toda extensão e começou a me chupar todo-
Eu segurei seu cabelo com uma mão para ajuda-lá com os movimentos de vai e vem, ela usou uma de suas mãos para me masturbar enquanto me chupava. Ela sabia o que estava fazendo e fazia do jeito que eu gostava, isso era perfeito. 
Ela começou a chupar forte apenas por cima e eu apertei seu cabelo.
- Porra Maggie. -eu disse e ela ficou passando a língua-
Logo senti meu jato sair e ela engoliu tudo de uma só vez. Minha veia estava pulsando, eu queria fode-la agora, mas antes ela merecia ser chupada com vontade pelo belo trabalho que ela fez. Ela se deitou na cama e eu tirei sua calcinha e comecei a acaricia-la.
- Ah Jus. -ela gemeu e eu senti meu membro doer de tanta excitação-
Ela era muito gostosa, eu passaria o dia todo ali, vendo ela gemer meu nome.
Me posicionei entre suas pernas e passei a língua em sua intimidade, ela arfou e eu comecei a fazer movimentos circulares com a língua, ela gemia meu nome loucamente, eu penetrei um dedo nela e continuei a chupando. 
Ela se contorcia na cama e agarrava os lençóis, de repente eu senti seu líquido escorrer na minha língua e eu a limpei toda.
Peguei um pacote de camisinha que tinha no meu bolso e abri, me vesti e ela se virou, ficando de 4. Eu fiquei olhando para ela surpreso e ela me olhou.
- O que foi? Eu gosto dessa posição. -ela disse e eu sorri e mordi os lábios-
Me posicionei atrás dela e a penetrei, ela soltou um gemido e eu segurei sua cintura para ajudar a penetra-la. Comecei com movimentos rápidos e ela empurrava a bunda contra meu quadril para penetrar mais, comecei a dar estocadas mais fundas e ela jogou a cabeça para trás.
- Não para. -ela disse ofegante e eu puxei seu cabelo- 
Comecei a dar fortes estocadas, nossos corpos estavam em união.
De repente ela inverteu as posições e ficou por cima, sem delongas ela começou a rebolar e quicar rapidamente, ela cravou as unhas no meu peitoral e eu segurei sua cintura para ajudar com os movimentos. 
Ela se inclinou para frente e eu levantei um pouco o quadril para penetra-la. 
Comecei a fazer os movimentos e ela rebolava loucamente.
- Sua gostosa. -eu disse apertando sua bunda e ela gemeu em meu ouvido-
Eu estava perto de gozar, então inverti as posições ficando por cima. Abri suas pernas e coloquei as mesmas por cima do meu ombro, comecei a penetra-la e apertei sua coxa, ela gemia descontroladamente, eu coloquei todo meu membro dentro dela.
- Eu. vou. gozar. -ela disse pausadamente-
- Goza pra mim sua safada. -eu disse penetrando cada vez mais forte-
De repente seu líquido começou a escorrer e eu dei mais algumas estocadas e cheguei ao orgasmo também.
Estávamos ofegantes, eu tirei a camisinha e dei um nó na mesma.
- O que foi isso? -perguntei olhando para ela-
- Só estava te mostrando que você não precisa daquelas putas. -ela respondeu e eu sorri-
- Realmente, você é muito melhor do que elas na cama. -eu disse e ela sorriu-
Nós tomamos um banho e nos arrumamos para ir para a praia.
Maggie Howard.
Nós fomos para a Haulover Beach. Uma praia de nudismo, Justin nunca tinha ido, então eu resolvi mostrar para ele.
Chegamos lá e eu tirei meu biquíni, ficando pelada.
- Isso vai ser divertido. -ele disse e eu ri-
Colocamos nossas coisas na areia e Justin tirou a camisa e o resto da roupa, ele tampo seu membro e foi correndo para a água. Eu ri e me sentei na areia. 
- Olha  a água de côco, olha a água de côco -um moço passou gritando-
- Ei, me vê uma. -eu disse entregando o dinheiro e ele me entregou um côco-
Eu comecei a beber a água e fiquei olhando Justin na água, ele parecia criança quando vai a praia pela primeira vez.
Havia muita gente pelada na praia, eu estava me sentindo num filme pornô. Mas ao mesmo tempo era uma sensação boa, poder andar pelada na praia sem que as pessoas te olhem como se fossem estranha, até porque todos que estavam aqui, estavam pelados também, e ninguém criticava ninguém.
Depois de alguns minutos a água de côco acabou então resolvi entrar na água. Entrei correndo e pulei por cima de Justin.
Nós ficamos brincando de guerrinha de água e depois ele me agarrou.
- Isso é trapaça. -eu disse-
- Não é. -ele disse e nós sorrimos-
Ele me beijou e eu cruzei minhas pernas em sua cintura. Eu podia sentir seu membro ficando ereto.
- Está excitado Bieber? -perguntei rindo e ele me olhou-
- Pra você ver o que você faz comigo. -respondeu e eu ri-
Nós voltamos a nos beijar e paramos por falta de ar.
- Já transou na praia? -perguntou-
- Não. -respondi-
- Quer tentar? -perguntou e eu assenti-
Nós voltamos a nos beijar e eu envolvi meus braços no pescoço de Justin, nós estávamos no fundo, só nossas cabeças estavam para fora e como era dia de semana a praia não estava tão cheia, tinha apenas algumas pessoas.
Justin pegou seu membro e me penetrou, eu gemi e ele me olhou.
- Temos que ser discretos, mas eu queria te foder com força. -ele disse e eu ri-
- Cala a boca e me fode então. -eu disse e ele segurou minha cintura e ficou fazendo os movimentos de vai e vem-
Eu apertei o ombro dele e depois deitei as costas na água, dando mas facilidade para Justin me penetrar.
Ele estava fazendo movimentos lentos mas fundos, aquilo era uma tortura mas era gostoso demais. 
- Vai com força Justin. -eu disse e ele enfiou todo seu membro dentro de mim, eu quase me afoguei-
Nós começamos a rir e ele continuou me penetrando. Eu voltei a abraça-lo e comecei a rebolar nele, Justin gemeu rouco em meu ouvindo e eu senti meu corpo todo arrepiar. Justin sentiu que ia gozar então eu sai de dentro dele e me virei de costas para ele.
Coloquei uma das mãos para trás e comecei a masturba-lo. Justin deitou a cabeça em meu ombro e começou a gemer, eu apertei seu membro e aumentei os movimentos. Logo Justin gozou.
Ele me abraçou por trás e comecei a me masturbar, eu mordi os lábios e ele continuou.
- Ah Justin. -eu gemi e ele apertou minha cintura com a outra mão-
- Porra Maggie. -ele disse e eu senti uma pressão no meu ventre, logo chegando ao orgasmo-
{...}
Nós saímos da água e nos sentamos na areia, Justin colocou sua bermuda por cima do seu membro e eu me deitei em seu colo.
- Obrigada pelo dia de hoje, foi incrível. -eu disse e Justin me olhou sorrindo-
- Obrigado você. -ele disse e eu sorri-
Chegamos em casa era por volta das 17:00 horas da tarde. Nós fomos tomar banho e Pattie não estava em casa, nós tomamos banhos juntos, mas não fizemos nada, pois estávamos cansados por conta da praia. Depois de lavar os cabelos eu sai e deixei Justin lá, lavando o dele. 
Me enrolei na toalha e enrolei outra toalha no cabelo. 
Fui para o meu quarto e vesti uma lingerie e um baby doll de seda. Eu estava bronzeada, só não peguei marca por causa que eu não usei o biquíni.
Penteei o cabelo e me deitei na cama, meu corpo pedia por descanso. Me virei pro lado e acabei dormindo.
Justin Bieber.
Sai do banheiro e penteei o cabelo, sai de lá e fui para o quarto. Tirei a toalha da cintura e peguei uma cueca box preta e uma bermuda de pano vermelha. 
Vesti as peças de roupa e fui até o quarto de Maggie, ela estava dormindo. Eu sorri sozinho e desci.
Fui até a cozinha e comi um pedaço de bolo de cenoura com chocolate que minha mãe havia feito. 
Depois fui para a sala e me deitei no sofá, fiquei assistindo Bob Esponja até que peguei no sono.


Notas Finais


Continua. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...