História Esquadrão BTS - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Suga
Tags Drama, Jinkook, Revelaçoes, Romance, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 172
Palavras 1.064
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem...

OBS: Está fic contém conteúdo Homossexual e cenas de sexo. Se não gosta ou é menor de 18 não leia. Gostaria de lembrar que está é uma fic Yaoi, mas isso não significa que os cantores da banda sejam Homossexuais, muito pelo contrario.

Capítulo 9 - Verdade


Fanfic / Fanfiction Esquadrão BTS - Capítulo 9 - Verdade

Muitas vezes percebemos nossos sentimentos tarde de mais. Algumas vezes, porém damos a sorte de ter uma segunda chance e de confessar aquilo que antes não entendíamos ou que por medo não aceitamos.

Não devemos, porém contar sempre com essa segunda chance já que nós não temos a capacidade ou dom de prever o futuro. Faça o que o seu coração manda e não viva cheia de arrependimentos. Magoas só fazem mal para o coração e prejudicam o dia a dia.

---*Visão Suga*---

Os dias se passaram e agora nós éramos finalmente cientes das reais condições do Jin. Este não perdeu a memória ou os movimentos das pernas felizmente, mas ao invés disso ele teve a sua visão afetada. Os médicos não sabem dizer bem o porquê a sua visão foi afetada, mas felizmente ele não ficou cego. Sua condição é estável e ele vai poder enxergar com o uso de lentes apropriadas.

Kook não saiu do lado de sua cama em nenhum momento e ele parecia ter usado aqueles dias para refletir sobre tudo. Ou melhor, para refletir sobre o nosso estilo de vida e sobre os seus sentimentos pelo Jin.

Eu estava em meu quarto quando o Jimin entrou e falou:

-O Kook ligou. Parece que amanha o Jin vai receber alta.

-Isso sim é uma boa notícia.

Eu falei e ele concordou falando:

-Com toda essa confusão e com o susto nós nem conseguimos aproveitar.

-Aproveitar?

Eu perguntei sem entender e ele se aproximou da minha cama se sentando na mesma e me dando um beijo intenso. Eu corei com aquela atitude e ele falou:

-Eu quero tocar-te. Quero tocar-te como ninguém te tocou antes.

---*Visão Jin*---

Eu acordei com o kook debruçado sobre minha cama mais uma vez. Mesmo comigo já em condições melhores ele insistiu em permanecer ali e disse que só voltaria para o nosso canto quando eu recebesse alta do hospital o que felizmente vai ocorrer amanha segundo o que o médico falou. Eu estava feliz de ver que as lentes haviam funcionado perfeitamente e que felizmente eu ainda posso ver o mais novo dormindo daquela forma inocente. Resolvi não acorda-lo e fiquei apenas fazendo cafuné no mesmo até que meia hora depois ele abriu os olhos e falou:

-Você está acordado. Porque não me chamou? Como se sente?

-Eu já estou bem. Não precisa se preocupar tanto e sim estou acordado. Te deixei dormindo porque você parecia estar muito cansado.

Ele corou um pouco e falou me surpreendendo:

-Hyung nós precisamos conversar.

Eu concordei e ele falou:

-Eu ia esperar você ter alta, mas isso está me deixando angustiado. Eu quero que você saiba que eu aceito os seus sentimentos. Eu quero ser mais que um companheiro de esquadrão na sua vida.

-Você não precisa dizer isso só por causa do que aconteceu Kook.

Eu falei sem querer que aqueles acontecimentos gerassem tamanha mudança, mas ele falou:

-É verdade que o acidente me afetou, mas não pelo que você pensa. Eu entendi meus sentimentos quando percebi que podia te perder. A ideia de não conseguir te falar como me sinto e...

Entendi que ele estava sincero quando vi que ele começou a chorar notando o quão assustado ele estava e percebendo isso eu falei:

-Eu acredito em você.

Ele me olhou tentando se acalmar e perguntou:

-Como ficamos agora Hyung?

---*Visão Jimin*---

Eu sabia que aquele não era o melhor momento, mas ainda assim eu queria toca-lo. Queria sentir o corpo do Suga e explorar cada pedacinho. Posso estar indo rápido de mais e sei que tem o risco de assusta-lo, mas ainda assim eu não consegui me controlar e falei:

-Eu quero tocar-te. Quero tocar-te como ninguém te tocou antes.

Ele pareceu surpreso com as minhas palavras e eu até pensei que ele se negaria a tal contato, mas ele concordou timidamente com a cabeça e falou:

-Tenha paciência comigo. Há tempo não tenho algo íntimo assim. Na verdade como disse com um homem eu nunca...

Eu o interrompi e selei nossos lábios docemente. Ele ficou me olhando algo inseguro e eu querendo que ele relaxasse passei a mordicar seu pescoço e a sussurrar coisas em seu ouvido. Aos pouco sua tensão passou a diminuir e eu falei:

-Assim relaxe. Eu não vou fazer nada que você não queira ou não deixe.

Ele concordou e eu voltei a toca-lo lentamente. Estávamos sozinhos e por isso eu não tenho necessidade de me preocupar com o tempo ou com os sons. Vou apenas tornar essa memória especial para ele e ao mesmo tempo satisfazer o meu desejo interno.

---*Visão Kook*---

Eu demorei um pouco para me acalmar, mas quando consegui resolvi perguntar:

-Como ficamos agora Hyung?

Ele sorriu bobo e falou:

-Você que tem que me responder isso.

Não entendi o que ele falou até que este entrelaçou nossos dedos e perguntou:

-Você aceita namorar com esse homem mais velho e parcialmente cego?

Fiz careta com a sua péssima descrição e o corrigi falando:

-Eu aceito namorar com esse homem maduro e corajoso que me protegeu.

Ele sorriu para mim e eu algo tímido me aproximei dele selando nossos lábios. Eu nunca estive em um relacionamento com alguém mais velho e não sei bem como me comportar, mas considerando que estamos apenas começando e que estamos em um hospital resolvi mantes a linha com esse delicado selinho. Quando eu me afastei ele deu o sorriso mais lindo que eu havia visto e falou:

-Você fica lindo corado Kook.

-Yahhh...isso não é verdade.

Eu reclamei e ele riu discordando. Ficamos conversando um pouco até que ele adormeceu. Eu sai um pouco do quarto e o doutor que estava no corredor perguntou:

-Como está o ferimento?

-A lente funcionou boa. Parece que ele pode enxergar normalmente.

Eu falei e ele logo corrigiu:

-Eu perguntei do seu ferimento meu jovem.

-Haaaa... ainda dói mas vai cicatrizar.

-Você deu sorte rapaz. Não é todo mundo que leva um tiro desses e vive para contar história. Ainda mais quando perde tanto sangue. Seus amigos acharam que era tudo sangue do Jin que nem perceberam seu ferimento e você só procurou nosso auxilio depois. Poderia ter morrido.

Ele me deu a bronca e eu falei:

-Eu sei que fui imprudente, mas naquele momento eu só consegui pensar nele doutor.

O médico ia responder quando ele apareceu ali e falou:

-Você também está ferido?

 


Notas Finais


Gostaram?

QUER PEDIR UMA FIC? SAIBA COMO AQUI! :D
https://socialspirit.com.br/perfil/vikapagliarin/jornal/solicite-sua-fic-4604918

Minhas amigas e leitoras criaram um fandom para mim kkk
Nesta página estou a postar as novidades sobre meus trabalhos então quem quiser me acompanhar de pertinho é só curtir lá a ok?

Link: https://www.facebook.com/pages/Pagliaretes-Fandom-da-Virginia/1465901393717917

Fiquem de olho no grupo do face para ficarem cientes do que vem por ai...

Beijos de morango, VirginiaOtaku


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...