História Essa é a verdade. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Revelaçoes, Tortura
Exibições 11
Palavras 452
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente, desculpa não ter postado ontem, eu tive um dia cheio.

Capítulo 3 - Acreditar ou não?


Lia on

O homem de olhos azuis e cabelo castanho me carregou e me colocou na cama, ainda sentada percebi que ele tinha algo na mão, era um kit de primeiros socorros, porque será que ele estava me ajudando? Todos aqui são ruins, mas ele parece ser bom... preferi permanecer em silencio

Ele pegou um algodão umidecido em algo, para limpar, mas logo que tocou na minha pele dei um suspiro de dor, me fazendo sobressaltar

- desculpa

- t-tudo bem

Ele passou com mais suavidade, até limpar tudo completamente, enquanto eu ainda enchugava algumas lágrimas. Decidi quebrar o silêncio e perguntei

- porque vocês querem saber do meu pai?

- ... ele tem uma divida a nos pagar.

- como assim? meu pai era um homem honesto, nunca deveu nada a ninguém!

- pois ele nos deve! com certeza seu pai nunca lhe falou do emprego dele não é?

- sim, mas eu nunca me importei que ele falasse, sempre que perguntava ele mudava de assunto

- pois é, saiba que não era um emprego nada "honesto" como você pensa 

- e quanto é que ele deve a vocês? Talvez eu possa pagar - nossa, claro, eu super podia pagar, aff quê que isso

- talvez, se você tiver 8 mil reais, nós te deixamos ir embora

- mas... isso é muito dinheiro! nem o meu salário do ano enteiro é tudo isso

- então não se preocupe, seu pai tem muito mais dinheiro do que você imagina

- a herança que me veio foi muito pouca, ele não tinha muito dinheiro 

- pare de falar como se ele realmente estivesse morto

- mas ele está sim! porque vocês não levantam a bunda e vão procurar por ele? ou slá banco de dados essas coisas, que provam que ele está morto! 

- só aviso que... se ele estiver morto, você que vai se dar muito mal

- ... o que ele fez pra dever tudo isso?

- ele não fez nada, quem fez foi a gente, ele pagou para que matassemos uma pessoa - OI? não... meu pai NÃO!

- você não pode estar falando sério

- eu pareço estar brincando?

- meu pai nunca mandaria matar alguém!

- você tem muitas expequitativas falsas para seu pai, eu estou te falando a verdade, se não quiser acreditar o problema é seu - ele parecia estar falando sério, não me contive e comecei a chorar, não queria que ele visse então cobri meu rosto com as mãos, ele logo percebeu 

- ei... é melhor você dormir um pouco

- sim... espere, qual é o seu nome?

- ... Alexandre, me chame de Alex, e qual é o teu nome?

- Lia

- passar bem, Lia - disse ele num tom meio sarcastico e foi embora, eu me deitei e dormir, o que não demorou já que estava exausta.


Notas Finais


Foi pequeno eu sei, mas os próximos serão bem grandes eu prometo!
Bjos de luz ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...