História Essa é Minha Vida - O Sonho é Real - Capítulo 85


Escrita por: ~

Postado
Categorias 2NE1, Bangtan Boys (BTS), K.A.R.D
Personagens B.M, Cl, J.Seph, J-hope, Jimin, Jin, Jiwoo, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Sandara Park, Somin, Suga, V
Tags 2ne1, Bts, Fic, Humor, Idols, Imagine Bts, Kard, Kpop, Musica, Romance, Viagens
Visualizações 27
Palavras 1.401
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeonghaseyo Corações 😘😘😘

Desculpem pela demora em postar, mas é que desde sábado estou com uma forte dor de cabeça e minha labirintite e a gastrite estão dando sinal de vida.
A única coisa que consegui fazer foi o vídeo para o Park Jimin. Ainda não estou 100% mas espero​ que gostem 💕💕💕


Boa Leitura 💞💞💞

Capítulo 85 - Din/Leth


Fanfic / Fanfiction Essa é Minha Vida - O Sonho é Real - Capítulo 85 - Din/Leth

No capítulo anterior

"...Quando caímos senti a lâmina do canivete perfurar meu ombro."

Agora

Ela se apoia no chão se levantando, mas continua em cima de mim. Olhei para o meu ombro e vi que não estava sangrando, então torci para ela não retirar o canivete dali, pois com certeza ela deve ter acertado uma artéria, então o canivete está impedindo que tenha sangramento.

Din: Nãoo... Aí! - digo quando ela retira o canivete do meu ombro.

Assim que ela retira o canivete meu ombro começa a sangrar, e muito, então rapidamente coloco a mão sobre o ferimento pressionando forte. A garota continua em cima de mim, olho para ela e a vejo com um sorriso no rosto. Ela levanta a mão para me apunhalar mais uma vez, mas o BM a retira de cima de mim e o Taeyang pega o canivete da mão dela.

Vejo o Seung vir até mim assustado e preocupado. Ele se ajoelha e fica do meu lado.

T.O.P: UM PARAMEDICO RÁPIDO. - grita ao ver aquela quantidade de sangue - Din? Din? Não feche os olhos. Olha para mim. - ele diz e eu peço para ele pressionar o ferimento, pois eu não conseguia fazer direito.

Din: Ela acertou uma artéria. Preciso... Pre...ciso ir...

Leth: Din? Ai droga! A vaca acertou a artéria não foi!? - diz me olhando preocupada - Precisamos levá-la imediatamente para o hospital.

Din: Você, es... está sangrando! - digo ao ver o braço dela que também estava sangrando.

Leth: Isso não foi nada. Precisamos de uma...

T.O.P: Vamos, eu carrego ela! - diz parando de pressionar o local do ferimento.

Leth: NÃO! - ela fala o impedindo de me pegar. E começa a pressão no local - Precisamos de uma maca. Não podemos para de pressionar, se não ela morre.

Assim que ela termina de falar os paramédicos chegam. Mas nessa hora já não estou conseguindo entender mais nada do que está acontecendo.

Leth on

Os paramédicos chegaram com uma maca e a colocaram na mesma. Um dos paramédicos pediu para deixar eles com ela agora, então me levantei e ele começou a fazer a pressão no ferimento.

Din: Leth? - ela diz me procurando.

Leth: Estou aqui. Fica calma eles vão te levar para o hospital agora.

Os paramédicos seguem para fora da emissora, indo em direção a ambulância, e nós os acompanhamos. O Jackson me ajudou pois estava com dificuldade de andar, por ter torcido o pé aquela hora.

Paramédico1: Você também vem com a gente. Precisa cuidar desses ferimentos. - ele diz assim que colocam a Din na ambulância, eu só confirmo com a cabeça.

T.O.P: Estaremos logo atrás! - diz e vai para o carro deles.

Durante o caminho, a Din já estava começando a ficar desorientada, então os paramédicos começaram a fazer algumas perguntas para ela, para deixá-la acordada. Chegamos no hospital o mais rápido possível e eles já levaram a Din para a sala de cirurgia, e me levaram para uma sala da enfermaria para cuidarem dos meus ferimentos.

Como os meus ferimentos não foram profundos, a enfermeira limpou e enfaixou meu braço, depois o médico olhou meu tornozelo e disse que foi uma pequena torção nada grave, mas que por precaução colocaria uma bota ortopédica. Assim que terminaram me deram uma muleta, agradeci e fui tentar encontrar notícias sobre a Din.

Quando cheguei na sala de espera vejo os rapazes, a CL e os meninos do BTS e do Got7 lá.

Leth: Alguma notícia? - digo me aproximando do G-Dragon e do T.O.P

T.O.P: Ainda em cirurgia. O médico disse que ela perdeu muito sangue e que precisaria de doadores.

GD: E você como está?

Leth: Estou bem, foi só alguns cortes superficiais nada grave.

Jackson: Mas seu pé? - diz preocupado olhando para o meu pé.

Leth: Isso? É só por precaução, o médico disse. E onde eu posso doar?

CL: Não se preocupe, alguns de nós já doamos. E disseram que foi o suficiente.

Ficamos ali naquela agunia esperando notícias sobre o estado da Din, todos estavam preocupados. Olhei para o T.O.P e vi que ele estava chorando em silêncio em um canto enquanto olhava fixamente para o nada, então me levantei e fui até ele, e o G-Dragon que estava do meu lado me acompanhou.

Leth: Hey? - digo me sentando do lado dele - Como você está?

T.O.P: Eu deveria ter a protegido! - diz e lágrimas escorrem em seu rosto - Eu estava lá, e não a protegi. Isso é culpa minha.

Leth: Ei, ei, para com isso. Nada disso é culpa sua. A única culpada é aquela loca.

GD: A Leth está certa! - diz se agachando na frente dele - Você não tem culpa. Fica calmo, a Pequenina vai sair dessa, ela é forte e guerreira.

T.O.P: Mas se eu... - o interrompo.

Leth: Chega de mas. Você precisa tirar esses pensamentos da sua cabeça. Olha para mim! - digo e ele me olha - Minha irmã vai ficar bem, chegamos a tempo. Okay? - ele confirma - Agora vai se limpar. - digo e ele olha para as mãos dele.

Ele ainda estava com sangue nas mãos, e a camisa que ele estava também ficou com um pouco de sangue. Ele se levanta e vai para o banheiro se limpar, o G-Dragon vai até o carro ver se na bolsa dele tinha alguma outra camisa.

Enquanto ele foi se limpar fiquei conversando com os outros. Depois de um tempo os dois voltam e se sentam do meu lado.

T.O.P: Leth me diz uma coisa! Como você e a Din sabiam sobre ter acertado a artéria e o que fazer?

Leth: É que nossa mãe era enfermeira e nos ensinou muita coisa, e também a Din estava fazendo um curso de Técnico em Enfermagem. Ela não terminou o curso, mas mesmo assim aprendeu muita coisa. - digo e todos me olham surpresos.

Jimin: A Baixinha ia ser enfermeira? - diz e eu confirmo.

Jin: Ela sempre nos surpreendendo. - diz sorrindo.

Leth: Doutor!? Como está a minha irmã? - digo e me levanto assim que vejo o médico.

Percebo que ele não entendeu o que eu falei, então a CL traduz para ele, e o que ele fala ela traduz para mim.

CL: Ele disse que, a cirurgia já acabou e que a Din vai ficar bem. Pode ser que fique uns dois dias dormindo ou não, mas ela já está fora de perigo. Ela já foi para o quarto.

Leth: Ah Graças a Deus! Posso vê-la?

CL: Disse que pode! Mas não poderá entrar todo mundo, só pode entrar duas pessoas. Pelo menos hoje, pois ela acabou de sair da cirurgia.

Leth: Obrigada!

CL: Disse que a enfermeira vai acompanhá-la até o quarto.

Leth: Alguém vai comigo?

RM: É melhor ir você e o T.O.P! - ele diz e todos concordam.

Leth: Está bem. Vamos! - falo olhando para o T.O.P.

A enfermeira nos leva até o quarto que a Din está, ela verifica a medição e os aparelhos e sai do quarto. Sentei do lado dela e comecei a acariciar seu rosto e cabelos, enquanto o T.O.P, pegou uma cadeira e colocou do lado da cama, sentou e segurou uma das mãos dela.

Ficamos ali um bom tempo, nós dois falávamos algumas coisas para ela, na esperança de ela poder nos escutar, mesmo estando em um sono profundo. Depois de algum tempo voltamos para a sala de espera.

Daesung: Então como ela está?

Leth: Está dormindo, parece bem.

RM: Que bom que ela está bem. - diz com um sorriso - Leth temos que ir agora. Qualquer coisa nós liga, está bem?

Leth: Pode deixar, ligo sim.

Jackson: Nós também temos que ir. Não esquece de nós deixar informados.

Leth: Não vou esquecer!

Eles se despedem de nós é vão embora, ficando ali no hospital só os rapazes, a CL e eu. A CL e o G-Dragon pediram para deixar eles entrar, e eu deixei, depois foi o Seungri e o Daesung, passado um tempo eles voltam.

Taeyang: Leth: Se você quiser ir lá em casa, tomar um banho e comer alguma coisa, pode ir que eu fico aqui.

Leth: Obrigada. Vou em casa e depois volto, para passar a noite aqui.

T.O.P: Eu também vou passar a noite aqui com a Pequena.

Daesung: Então vamos?

Confirmamos e fomos para casa. Lá tomei um banho, que relaxou meu corpo, depois comi alguma coisa e como o T.O.P já estava pronto o G-Dragon nos levou de volta para o hospital. Quando chegamos lá nos despedimos​ do Taeyang que veio embora, e nós ficamos com a Din.

Me sentei na poltrona que tinha ali e o T.O.P em outra, peguei um livro e comecei a ler. Como estava cansada não percebi quando peguei no sono.





Notas Finais


Obrigada por lerem corações 😘😘😘

Espero que não tenha ficado chato e que vocês tenham gostado.
Desculpem os erros.🙏🙏
Comentem ai o que acharam.


Até a próxima ✌✌✌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...