História Essa história é uma história - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Comedia, Crossover, Nosense, Original
Visualizações 3
Palavras 849
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Crossover

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - 0000000000000000000000000000000000000000.1


 Brasil, agosto de 2018.  A eleição para presidente estava disputada. Bolsonabo e Mexirica em uma disputa épica. Estava quase no final e ninguém sabia quem seria o vencedor. Quando aparece, sem razão alguma uma Estrela da Morte onde ambos votavam. Era em algum lugar entre o Turcomenistão e Manaus. A nave pousa trazendo o medo consigo.  Ao sentir um presença esmagadora todos, exceto, Bolsonabo e Mexirica, correram. Abrem-se as portas liberando uma especie de fumaça sinistra. E surge o vilão mais sinistro do cinema. Darth Verde. Usando sua armadura verde, votando no partido verde, só falando verdades.  Bom, a fumaça era verdureiro jogando gelo seco na água, contudo, ele não disse nada então ainda assim é uma verdade. Ao perceber a narração, um homem vindo em uma moto CG125, aparesse, em sua garupa trazia uma mulher, essa era minha prima. Ao ver Darth Verde desce da moto:
 - Quem é você! Para se autoproclamar o maior vilão do cinema!?
 - Eu sou Darth Verde o homem que comanda o império,o lado verde da força. E cara, tipo, comé que eu vou dizer. Quem me chamou de maior vilão do cinema foi o narrador. 
 Me retratando, um dos maiores vilões do cinema. 
 - E você. Quem é? - Darth Verde furioso ao ser interrompido quando ia votar no cantidato do PV
 - Quem sou eu? Sou o mestre dos magos! 
 - Você parece diferente da Caverna do Dragão. - Respondia Bolsonabo
 - Não! Eu sou quem não se pode ser mencionado! - Colocava a mão no capacete pronto para tirá-lo. Sim ele é um vilão, mas respeita as leis do trânsito seguro
 - Você é o tio Lu? - Mexirica retruca, encanto cantava Florentina de Jesus
 - Não, pô, maldade, mano. - Finalmente tira o capecete revalndo sua face. Após alguns segundos faz a revelação - Eu sou o lorde Vou de Moto! 
 '' Quem é esse?'' Perguntavam entre si, até alguém achar a resposta:
- Ah, o tio lá sem nariz que aparece no ultimo filme de Harry Potter se dizendo o mago mais pica da galáxia. Mas na hora da luta cai e se arrasta até a varinha porque o roteirista por algum motivo esqueceu que mago de alto nível não precisam de varinha mágica e conseguem lançar feitiços só com a mente? - Darth Verde confuso perguntava
- OOOOOOOOOOOOOHHHHHH. - Lorde Vou de Moto olhava com cara feia. Então olhava normalmente. 
 '' Briga, briga, briga.'' Todos ali gritavam como se tivessem voltado a quarta série da escola publica, onde na primeira escola que estudei não podia usar brinco. Quando mudei pra escola pública o primeiro cara que vi tinha uma tatuagem de palhaço no pescoço. Estavamos na quinta série eu tinha 11 anos e ele já tinha tatuagem, achei que estava na FEBEM, foi aí que percebi que não, não pode, FEBEM é só demenor e esse cara já tinha 25. Voltando, irritado Lorde Vou de Moto retruca:
 - Eu sou sem nariz, bonitão? Pelo menos meu filme não tem problema de continuação. E não uso máscara pra esconder deformação. Queria ver agora sua cara de decepção. Mentira é muito feia meu irmão. Tá bom aqui ou quer continuar a humilhação? - Lorde Vou de Moto mostrando que brancos sabem rimar
 - A fúria tomou conta de Darth Verde. O que o levou ao lado negro da força. Tirando para fora seu piru. Mostrando onde está o lado negro. Com uma camisinha fluorescente partiu para cima de Vou de Moto. O sabre de luz fazia '' Zum zum zum''
 - Patético. - Lorde Vou de Moto ia lançar sua magia mais poderosa, quando percebeu que estava sem a varinha e pede tempo
- Como assim? Você pediu tempo? - zuum zuuum
 - Não é você que tem a ética de nunca atacar pessoas desarmadas ou indefesas? - Fala isso enquanto procurava a varinha que acabava de comprar na 25 de Março, em uma bolso pirateada da Luis Vitão. Porém, que o Jacó Espeto, o rei do pirateamento, disse ser original. 
 - Não. Esse é o Predator.. 
 - Os dois usam preto. - Respondia vou de moto
 - Mas eu uso verde? - Apontava pra armadura
 - Você é negon, confundido com o Predator então deve usar dread. E diz usar o verde! Você é o Bob Marley? - Suspeitando de Vou de Moto
 - Não, eu sou seu pai! - Tirava o capacete mostrando ser o Mister Cata ( As novinhas, velhinhas e até vocêzinha)
 - Oh My God! OH NOOO. ZAWARUUUUDO. - Quê? 
 - Quê? - Darth Verde surpreendido - Tá bêbado? 
 - No, no ,no. Yes, bee I Black! - Que²?
- Você disse que sim, ou não? - Confuso 
 - Vamos namorar? - Que³?
 Quando percebemos que o Vou de Moto foi possuído pelo SimSimi
 Ao voltar, ele já tinha achado a varinha e mandou sua magia mais poderosa. A Vaca que Dava, que consiste em jogar minha prima em cima do inimigo. Porém, não deu muito certo. Pois no que foi, voltou grávida. 
 E Bolsonabo perdeu. 
Fim - Foi um fim bem elaborado. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...