História Esse é ele - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Anko Mitarashi, Asuma Sarutobi, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Guren, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Izuna Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Konan, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shisui Uchiha, Shizune, Tsunade Senju, Yahiko
Tags Drama, Naruto, Revelaçoes, Romance
Exibições 64
Palavras 1.263
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Ficção, Hentai, Lemon, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii, pessoal!
Olha quem apareceu mais cedo!
Quero agradecer a ~Lucerino que me enviou uma mensagem muito inspiradora. Obrigado, Lucerino!
E também quero agradecer a todos os comentários...
Nem sei o que falar de tão feliz que eu to..
Pra quem...
Boa leitura:

Capítulo 7 - Decisão!


Fanfic / Fanfiction Esse é ele - Capítulo 7 - Decisão!

-Hei! vocês dois, vamos, levantem-se. – Nagato os acordou.

-Hmmm, que horas são? – Naruto perguntou coçando os olhos com as costas da mão, sendo imitado por Sasuke.

-Já são 13:27, eu deixei vocês dormirem um pouco mais. Agora vamos logo, vocês dois têm que almoçar, seus responsáveis estão à espera de vocês, tenho que ver a questão da alta de vocês. – Disse Nagato.

-Ainda não viu isso? – Perguntou Sasuke indignado.

-Olha aqui, você acha que eu fico vagabundando aqui dentro? Eu tenho outras coisas pra fazer também. – Respondeu a pergunta do moreno em tom frio.

-Nossa! Quanta gentileza. Você realmente sabe agradar um paciente. – Disse Naruto sarcástico, fazendo uma veia saltar da testa de Nagato.

-Olha, vou explicar o que aconteceu. Os pais de ambos estiveram aqui enquanto dormiam, mas não os deixei entrar porque já sabia que aconteceria e, com isso, quase arrumaram um escândalo. Por isso estou irritado. –Nagato falou todas aquelas palavras sem rodeios, odiava isso.

     Enquanto ouviam aquilo, Naruto e Sasuke iam arregalando os olhos levemente. Seus pais no hospital? E queriam vê-los? Hm, alguma coisa não estava cheirando bem, e sabiam que não era o cheiro de esperma ainda contido no quarto. Mesmo a janela aberta, o cheiro ainda não havia sumido completamente.

     Nagato deu licença pra ambos se arrumarem, quando já estavam prontos foram de encontro à saída, e lá, viram Itachi e Jirayia parados, conversando sobre alguma coisa, que por sinal, pararam quando viram os dois jovens se aproximando.

-Sábio tarado? O que faz aqui? – Perguntou Naruto visivelmente surpreso.

-Levaremos vocês para almoçarem em um restaurante aqui perto. Temos que tratar um assunto sério. – Disse Jirayia.

     Os garotos apenas concordaram com a cabeça e os quatro saíram do hospital.

     Em pouco tempo já estavam na entrada do restaurante e durante o trajeto até ali, ninguém pronunciou uma palavra.

     Assim que se sentaram, pegaram os cardápios e fizerem o pedido, logo chegou um garçom para anotarem seu pedido.

-O que vão querer? – Perguntou um homem, cujo no crachá, se identificava Hidan!

-Eu quero um lamem grande de porco. –Naruto foi o primeiro a se pronunciar.

-Eu não sei o que quero, mas pode ser o mesmo desse, baka! – Disse Sasuke com cara de poucos amigos e recebeu um soco de leve no ombro, por parte de Naruto.

-O meu também! – Disse Itachi com cara de tédio.

-Quatro lamens de porco, por favor! – Jirayia finalizou o pedido, entregando os cardápios.

-O querem falar com a gente, sábio tarado, Itachi? – Naruto perguntou. A verdade era que ele estava ‘morrendo’ de curiosidade pra saber o que era.

-Vocês já sabem o porquê estão no hospital, não precisam de explicações. Mas vocês viveram sorte, eu cheguei na hora que você, Naruto, havia desmaiado e Itachi se fingiu inconsciente para poder te salvar Sasuke. – Disse em tom calmo, Jirayia gostava de conversar calmamente.

-Sim! – Disserem os dois mais novos em uníssono.

-Nós tentamos pegar a guarda de vocês, mas foi em vão, os pais de vocês não quiserem assinar, “o motivo não era muito grave”, dizem eles, né! E eu sei que deveríamos perguntar a vocês primeiro, mas a situação é muito séria para se esperar. – Dessa vez foi Itachi que disse, atraindo a atenção dos demais na mesa.

-Droga! – Disse Sasuke socando a mesa. – Eles fizeram isso com a agente e ainda não querem nos deixar livres. Pelo o que eu escutei, eles tinham nojo da gente e não iriam suportar filhos gays, por que estão fazendo tanta questão da gente? – Disse visivelmente alterado.

-Calma otouto! Socar a mesa não vai adiantar nada. – Itachi disse.

-O que queremos dizer é vocês terão que voltar pra casa e suportar os pais de vocês. Naruto lembra aquela aula de luta que você teve? Onde você luta utilizando todos os tipos de golpes? – Disse Jirayia fazendo aspas com os dedos.

-Sim! Eu fiz com Teme, mas não terminamos, era muito chato – Disse Naruto.

-Então, queremos que os dois não hesitem em usar o que aprenderam se caso os pais de vocês tentarem algo. – Disse Jirayia fazendo uma pausa e logo prosseguiu. –Só que estou mais preocupado com o Naruto, ele não tem um irmão em casa maior de idade pra poder protegê-lo.

-Como vamos fazer com isso? – Perguntou Itachi.

-Não se preocupa! Eles não vão fazer isso de novo. – Disse Naruto com um sorriso no rosto.

-Naruto! É serio, eles não estão brincando, eles estão...

-Aqui está o pedido de vocês. – Disse o garçom interrompendo a fala de Jirayia. Os olhos de Naruto brilharam ao ouvir aquilo, rapidamente pegou a tigela e começou a comer, sendo seguido pelos outros, mas que comiam discretamente. –Qualquer coisa é só chamar, vou está a disposição. – Disse a se retirou.

-Bom, continuando... Eles não estão pra brincadeira, ele nos falaram que fariam vocês virarem homens por bem ou por mau.

-Hm, olha, eu não tenho raiva dos meus pais, eu até entendo eles, eles querem que os filhos deles sejam homens de bem, mas parece que não perceberam que pra ser homem, não precisa gostar de mulher. – Disse colocando mais um pouco de lamem na boca.

-Ah, Naurto, eu também sou gay! – Disse Itachi do nada, com aquela mania irritante de cortar o assunto principal com algo aleatório.

-... ‘-‘ – Naruto o olhou com uma expressão indecifrável. – Como?

-É, eu também sou gay! Não se faça de espantado, e o Deidara é meu namorado, se quer saber. – Disse sem cerimônias.

- Não, é que eu não imaginava você e o Dei juntos, pra falar a verdade vocês fazem um casal bonitinho. – Disse Naruto com as mãos no rosto.

-Gente, foco. – Disse Sasuke, que até então, estava calado. –Eu tive uma ideia, quando todos forem dormir, eu vou pra casa do Naruto e durmo lá com ele, sem ninguém saber, ai se caso os pais dele tentarem algo, eu ajudo. – Disse convicto.

-Nem pensar! Como eu vou deixar meu otouto caminhar para o perigo? – Perguntou Itachi em tom retórico, ele sabia que não podia deixar Sasuke ir.

-Ah, Itachi, se eles me encostarem as mãos, eles vão preso por bater em uma criança que não podem bater. – Disse o moreno em um tom como se tivesse elaborado o melhor plano do mundo.

-E processarem você por invasão de domicilio. – Jiraya completou a frase em tom irônico.

-Aff, já não gostei!

      Depois que comeram, Jirayia e Itachi pagaram a conta e foram de volta para o hospital.

      Foi resolvido que cada um voltaria para suas casas, e que, se os pais de ambos tentarem algo, não eram pra se limitarem a se defender.

     Os jovens foram levados de volta para o hospital, e lá, receberam mais tratamentos para as feridas que já estavam melhorando.

     Sasuke já estava irritado com tantos curativos, já não sentia mais dor desde quando acordara, e uma ideia se passou pela sua cabeça:

     Se não poderia dormir com Naruto quando saíssem do hospital, nada o impedia fazer sexo com seu loiro pelo telefone. Sorriu maliciosamente sentado em sua cama, enquanto Yahiko trocava seus curativos.

     Naruto logo percebeu o que aquele sorriso significava, significava que o moreno estava planejando algo e, a julgar do sorriso – mesmo não sendo direcionado a ele – viu as intenções sacanas de seu amado.

     Assim que acabaram de refazer os curativos, ambos deitaram em suas camas e o moreno disse que tiraria um cochilo, virou-se e adormeceu em pouco tempo.

Naruto disse que iria fazer o mesmo e ficou parado na cama com as mãos de apoio de baixo da cabeça, pensando em como seria dali pra frente.

É, não seria nada fácil.

 

 

Continua...

 

 

 


Notas Finais


Bem, pessoal!
É isso! Vou tentar postar sexta também, mas se não sair sexta, sai sábado, ok?
To adorando escrever esse fic e interagir com todos vocês...
Comentem, pessoal (quem quiser, é claro) isso ajuda bastante...
Me desculpem pelo capitulo pequeno, é que eu tive pouco tempo pra fazer...
Próximo capitulo, se preparem, porque vou fazer ele bem engraçado (ou tentar).
É isso, fiquem com Rikuudou e me aguardem! (fiquem com Deus).
Até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...