História Esse Loiro Retardado! - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Temari, TenTen Mitsashi
Exibições 41
Palavras 757
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 18 - Jantar -- Naruto x Sasori? Parte 2


Tudo o que eu conseguia fazer naquele momento era chorar. Assim que vi o Naruto, me debulhei em lágrimas, me afastando o mais rápido possível do Sasori, com uma cara surpresa e muito assustada. Lá estava o garoto que eu amava, me vendo receber um beijo de outro garoto. Eu estava perdida.

 

- Então é isso, não é Hinata? Você está tendo um caso com o Sasori... Pelas minhas costas? – Naruto dizia, com a voz muito alta, quase gritando.

 

- Naru-to... Eu... O Sasori... Me beijou... Não pude fazer nada... Me desculpe...

 

- Sasori... Seu! – Tomado pela raiva, Naruto avançou em Sasori, sem nem pensar duas vezes. Uma briga havia se iniciado. Sasori tentava se defender, e Naruto batia no mesmo descontroladamente. Já era grande o alvoroço que havia se formado no restaurante. Os seguranças logo foram acionados para expulsar os dois do local. Foi grande a confusão. E eu estava acabada.

 

Saí correndo e chorando muito. Era tudo o que eu podia fazer. Desabar.

 

~

Andava desnorteada pela rua, com as mãos no rosto, sem saber para onde estava indo. Estava tentando seguir Naruto, mas já não conseguia enxergá-lo. A única pessoa que vi naquela hora foi exatamente ele, Sasori.

 

- Não se aproxime. – Eu disse, séria e fria.

 

- Me desculpe, Hinata, eu juro que não queria estragar seu namoro... – Ele parecia sincero em suas palavras, mas não era o bastante. Não pra mim.

 

- Você não entende o que fez. Você sabia que o Naruto estava aqui. Foi de propósito, não foi? – Eu limpava as lágrimas e tentava permanecer firme, segura no que estava dizendo.

 

- Eu sou fraco. Eu sei que agi errado. Mas Hinata, eu amo você... Eu não consegui me segurar. Ver você ao lado dele, me machuca demais... – Ele dizia, pesaroso, fitando o chão por alguns instantes.

 

- Eu já lhe disse, devo ser mais clara? Eu não posso retribuir seus sentimentos, Sasori. Eu não amo você. Eu amo o Naruto, apenas ele. Eu gosto muito de você, sim. Mas apenas como amigo, entende? – Tentei ser o mais clara possível, decidida a não fraquejar nem por um instante.

 

- Eu sei. Sempre soube. – Sua voz era fraca e baixa.

 

- Hinata. – A voz doce e melancólica chamava meu nome. Direcionei meu olhar para trás e lá estava ele. Aquele que eu amava. Naruto.

 

- Eu ouvi tudo. Toda a conversa. – Ele evitava olhar em meus olhos.

 

- Naruto, eu... – Fiquei muda, sem saber o que dizer.

 

- Espero que tenha entendido, Sasori. Ela não quer nada com você. Fique longe da minha namorada. – A voz saía ríspida e cortante.

 

- Eu não vou mais atrapalhar vocês. Sejam felizes. E antes que pergunte, Hinata nunca teve um caso comigo. Ela sempre foi fiel a você.

 

Após pronunciar essas palavras, Sasori saiu andando, cambaleando um pouco, por causa da briga e dando um leve sorriso ao se despedir de mim. Tinha acabado. Assim eu esperava.

 

- Devo me desculpar. – Naruto disse, olhando pra mim, os olhos marejados, o rosto um pouco ferido.

 

- Não precisa. Eu não quero mais brigar por causa disso.

 

Ele apenas se aproximou de mim lentamente, me abraçando com certo carinho. Permanecemos assim por um tempo, até ele me soltar, e com dificuldade, se ajoelhar no chão.

 

- Naruto, o que está fazendo? – Eu perguntei, sem entender,

 

- Eu só quero dizer, de uma vez por todas, Hinata. Nada nem ninguém vai nos separar. Ninguém vai acabar com o que sentimos um pelo outro.

 

- Eu sei disso, Naruto. Mas parece que tudo está contra a gente...

 

- Este jantar era pra ser uma ocasião especial. E ainda vai ser. – Ele disse, pegando uma das minhas mãos.

 

Corei um pouco, olhando para os lados, mesmo sendo namorados já há algum tempo, Naruto ainda conseguia me deixar nervosa.

 

- Eu te amo, Hinata. Sempre vou amar. Desde aquela época que a gente implicava um com outro, talvez desde que te conheci, sei lá. Mas só quero que saiba que sempre vou amar você. Te amo agora, e vou amar sempre.

 

- Naru-chan... – O chamei da forma melosa que eu tanto gostava. – Eu também te amo, mesmo que seja da forma mais estranha. Mesmo que eu não tenha demonstrado tanto. É só você, sempre vai ser você. Meu Naruto.

 

Após nossa declaração de amor melosa, nos abraçamos e nos beijamos como nunca antes. Aquele era pra ser um momento desastroso. Mas acabou se tornando talvez um dos dias mais românticos de nossas vidas. Mas ainda tinha muita coisa por vir.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...