História Estar Bem - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Banda Fly (Fly Br)
Tags Banda Fly, Drama, Estar Bem, Fanfic, Fly, História, Romance
Visualizações 22
Palavras 1.171
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 35 - Revelação!


Fanfic / Fanfiction Estar Bem - Capítulo 35 - Revelação!

Pov.Thayla

    Depois de tudo que eu passei ontem na frente dos meus pais com o Paulo,eu resolvi que eu vou contar que o Paulo é meu namorado para eles,e para isso eu vou organizar um jantar.Avisei para eles sobre o jantar e que tinha uma coisa para revelar(mas não contei,para deixa-los ansiosos),falei com o Paulo e ele amou a ideia,disse até que depois que eu saísse da faculdade ele iria me buscar e me ajudaria a comprar tudo que era necessário.

  As aulas passaram rápido,e o melhor era que eu não tinha nem um trabalho e nem dever de casa,pois as férias começariam daqui três dias e não daria tempo de apresentar.Qundo sai da faculdade o Paulo já estava me esperando do lado de fora,entrei no carro,e fomos em diversos supermercados.

Paulo:já decidiu o que irá fazer,amor?

Eu:mais ou menos,estou pensando em fazer uma lasanha e de sobremesa mousse de maracujá,afinal,eu amo!O que acha do meu cardápio?

Paulo:adorei,e tenho certeza que seus pais vão amar,afinal tudo o que você faz é bom!

Eu:sabia que eu te amo?!

Paulo:claro que sabia,todo mundo me ama,principalmente você!

Eu:convencido você.

Paulo:só um pouco kkkk.-Ele diz isso e eu lhe dou um beijo.

  Compramos tudo que seria necessário,e ele me deixou em casa e foi embora,só voltaria na hora do jantar,pois ele tinha que ir para o estúdio com os meninos.

   Chegando em casa troquei de roupa,almocei e coloquei as mãos na massa,porque não queria fazer feio na frente deles.

       Pov.Nicolas

Depois que saímos do Starbucks,resolvemos ir no Píer de Santa Mônica,visitamos tudo por lá,além de nos divertimos muito,saímos de lá a noite,passamos em um restaurante,jantamos e fomos para casa,pois estávamos muito cansados.

   Pov.Nathan

Estava pensando na Nah,estou um pouco em dúvida sobre o que eu estou sentindo por ela, é tudo muito confuso para mim,a gente se conhece a alguns dias e acho que estou apaixonado,mas quando eu penso nessa possibilidade,me vem sempre a Isa na cabeça e fico me perguntado o que teria acontecido se eu tivesse largado tudo e ido atrás dela na Califórnia,aí me vem um medo uma sensação tão ruim,de eu poder estar iludindo a Nah ou por encontar a Isa e o Nicolas juntos...Eu precisava de alguém que pudesse me entender,precisava desabafar,então me veio á cabeça a Thayla,afinal eu adoro ela, é uma ótima amiga e conselheira,precisava que ela me ajudasse a esclarecer tudo o que estava confuso dentro de mim...

Pov.Thayla

Estava na cozinha,tentando fazer alguma coisa que preste,até que o Nathan me liga e pede para eu ir até a casa dele,porque ele precisava conversar.Terminei todo o jantar ás 16:15 e segui para a casa dele,estava curiosa para saber qual era o assunto...Cheguei lá,subi,toquei a campainha na porta e ele logo atendeu,estava com uma expessão de tristeza,eu entrei e começamos a conversar:

Eu:oi

Nathan:oi,tudo bem?

Eu: comigo tá tudo bem,mas pelo que eu tô vendo você não tá nada bem,né?

Nathan:eu não estou bem mesmo,estou muito confuso,quando eu acho que estou apaixonado pelo na Nah,me vem a Isa na cabeça e estraga toda essa possibilidade,eu não sei mais o que fazer,me ajuda Thay?!

Eu:olha Na,eu acho que você tem que seguir seu coração,não adianta você ficar pensando em possibilidades sendo que nada é concreto,veja qual das duas te faz melhor,veja quem realmente gosta de você,vê se a Nah  é a pessoa que você quer do teu lado para sempre,ou se é a Isa,pensa em quem realmente se importa com você,com seus sentimentos,observa se é uma relação que irá dura ou vai acabar com uma simples briga, é o que eu te digo e sempre vou te dizer:segue o teu coração,pode acontecer algumas coisas no meio do caminho até você encontrar a pessoa certa,porém quando encontrar é essa que vai valer tudo o que você passou para chegar até aquele lugar,entende?!Então é isso que eu te digo.Quando quiser conversar ou desabafar me chama que eu estou sempre disponível para te ajudar,eu te adoro muito,você é muito importante para mim,então conte comigo sempre,tabom?

Nathan:você é um anjo sabia, o Paulo tem muita sorte por ter te encontrado,obrigado por tudo...Te amo,tá?-Ele diz isso e me dá um abraço e um beijo no rosto.

Eu:tenho certeza que você vai encontrar a pessoa certa logo,logo....Eu te amo também-digo e retribuo o abraço e o beijo no rosto.

 A gente conversa por mais alguns minutinhos e eu vou embora para casa,chego lá ás 19:00 e corro para me arrumar,porque ás 20:00 o Paulo chega....Me arrumei em 40 minutos.(Minha roupa é esta da foto no inicio do Capitulo)

Depois desci e arrumei a mesa,quando terminei ouvi a campainha e fui atender,meus pais já estavam me esperando sentados na mesa,abri a porta e chamei o Paulo para se sentar junto com eles,dei meus últimos retoques e pronto.Meus pais não estavam entendendo nada,então o Paulo começou a se explicar:

Paulo:Senhor e senhora Albuquerque,acho que a Thayla me apresentou para vocês só como amigo,porém eu e ela nos gostamos muito,na verdade nós nos amamos e eu fiz questão de pedir a mão dela para vocês,então senhor e senhora Albuquerque eu peço a permissão de vocês para namorar com a Thayla.

Mãe:por mim vocês podem namorar sim,no dia que você veio aqui em casa eu bem que desconfiei que estava rolando alguma coisa entre os dois,mas deixei passar estava esperando que esse momento acontecesse,porque tenho certeza que a Thayla ia fazer questão que nós dois fossemos os primeiros a saber desse namoro,então como eu disse no começo eu faço o maior gosto por esse namoro,quero que você,senhor  Paulo,cuide muito bem da minha filha,e que vocês sejam  muito felizes...

Paulo:concerteza eu vou cuidar muito bem dela,ela vale mais que a minha própria vida!

Eu:pai??!

Pai:você sabe muito bem minha opinião,mas eu sei que você cresceu e não é mais aquela bebezinha,mas para mim e para sua mãe vai continuar sendo,tá se conhecendo e conhecendo a vida,experimentando uma das melhores coisas que a vida te proporciona que é amar,então como sua mãe,eu  concendo sua mão para o Paulo,e cuida muito bem dela garoto,se não já viu,né?!-Ele diz e todos nós rimos.

Paulo:Então,já que seu pai e sua mãe permitiram eu queria te fazer uma pergunta:Thayla Albuquerque quer namora comigo?-Diz se ajelhando e me mostrando as alianças que estavam em uma caixinha vermelha.

  Na hora eu gelei,meu coração estava acelerado,e uma lágrima caiu dos meus olhos,nunca imaginei que isso iria acontecer comigo um dia...

Eu:é claro que eu aceito,meu amor!-digo e lhe dou um beijo.

Quando toda a cerimonia acabou nós jantamos,conversamos e eles disseram que a minha comida tinha ficado incrível,aí eu fiz meu discurso de agradecimento e meus pais me revelaram também que no dia seguinte,depois de pensar muito,iriam viajar e passar um tempo fora para esfriarem a cabeça e esquecerem os problemas um pouco,e eu super apoiei,eles estavam mesmo precisand,conversamos por mais algum tempo e eles subiram para o quarto deles,pois precisariam descansar para a viagem amanhã,eu e o Paulo ficamos no sofá  assistindo um filme e aproveitamos muito aquele momento que deveria se eternizar e nunca mais acabar...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...