História Estou dormindo com meu chefe!! - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Arthur Pendragon, Ban, Diane, Elaine, Elizabeth Liones, Escanor, Gilthunder, Gowther, Griamor, Guila, Hauser, Hawk, Helbram, Hendriksen, Jericho, King, Margaret, Meliodas, Merlin, Simon, Veronica, Zaratras
Tags Melizabeth
Visualizações 108
Palavras 720
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi pessoas.

Capítulo 10 - Festa do pijama: parte 1


Fanfic / Fanfiction Estou dormindo com meu chefe!! - Capítulo 10 - Festa do pijama: parte 1

Hoje, sai mais cedo do trabalho. Estava com uma dor de cabeça que não acabava mais. Peguei um táxi e cheguei em casa mais rápido do que pensava. Tomei um banho e vesti a roupa mais confortável do meu guarda roupa ou seja, uma blusa masculina vermelha super larga. 

E aqui estou no meu sofá, com um balde de pipoca amanteigada, uma pilha de doces e salgados, três garrafinhas de coca e minha tv conectada na netflix. 

Estava assistindo uma série qualquer onde uma medica vai a uma festa onde pessoas estão usando drogas super avançadas fazendo elas virarem zumbis, a médica acaba sendo contaminada e para sobreviver ela começa a trabalhar em um necrotério. 

-meu deus,quando as meninas vão chegar?.- Ouço baterem na porta -é ela acabaram de chegar . 

Levanto preguiçosa,ao chegar na porta tenho aquele pressentimento de que algo ruim vai acontecer, bem eu sempre sinto issoquando estou com elas. Abro a porta e finjo um sorriso. 

-meninas!!! 

-ELLI!! 

-vamos fazer aquela festa que vai entrar na história! - elaine já estava toda arrumada para dormir. 

-toda festa nossa entra pra história! -e de fato é verdade. 

-amiga,você não tá entendendo. - diane me olhar séria-eu trouxe o red Bull mexicano proibido, hoje sim, nós vamos nos embebedar de verdade! - diane grita entrando junto com as meninas. 

-red Bull mexicano proibido? - fecho a porta a porta e sigo as meninas até a sala. 

Diane tira de dentro da bolsa-que até agora eu não havia visto- quatro latas de cerveja vermelhas. 

-isso é o red bull mexicano proibido? - sento ao lado de diane e pego uma das latinhas. 

-sim,então quem vai o primeiro gole? - diane arqueou uma sobrancelha risonha. 

-eu vou, afinal minha dor de cabeça não pode piorar. - abro a latinha ouvindo o tipico''tsic''. Tomo um gole e para minha surpresa- é doce? 

-Doce? Mas como assim? - diane pega uma lata e faz o mesmo que eu- MAS QUE PORRA, EU GASTEI DUZENTOS MANGOS POR UMA CERVEJA DOCE? 

-mas até que é bom, tem gosto de cereja! - posso ver os olhos de elaine e gilda brilharem. 

-É mesmo, eu até gostei-sorri. 

-Deve da pro gasto! - diane bufa. 

Não sei porque, mas comecei a rir. Logo as meninas também começaram a rir. Não sei porque mas não conseguia parar. Minha barriga já começa a dor e meus pulmões suplicavam por ar. 

-Que tal.. A gente passar trote-disse elaine se recuperando da crise de risos. 

-parece uma boa idéia mas se rastrearem o nosso celular? - gilda estava de bruço no chão. 

-hmm... Ah! Elli você ainda tem aquele celular da faculdade? - diane exclama. 

-sim, um minuto vou procurar-levanto e vou para meu quarto atrás do celular. 

Na faculdade, eles nos davam celulares para usarmos lá para fazermos pesquisas e trabalhos, pois o nosso celular era proibido. 

-voltei, aqui mas...pra quem vamos ligar? 

-hmm... Talvez para alguém, elaine pega a lista telefônica. - diane aponta para a estande onde estava o livro grosso e amarelo. 

-Meua deus que troço pesado! - elaine joga o livro nochão ao lado degilda que se assusta. 

-quer me matar desgraça? 

-ai cala boca, escolhe logo pra quem a gente vai ligar diane. 

-deixa eu ver, ah que tal esse? 

-tá você começa gilda.-estendo o celular para a morena que me lança um de ofendida. -  liga logo! 

-tá bom, me da isso!-gilda pega o celular e disca o número. 

-alô? 

-ah oi, sua geladeira gela frio? 

-sim porque? 

- porquê você entrou em uma fria! -Gilda desliga o celular e começa rir- ué que foi? 

-sério que ótima piada! -elaine fala irônica. 

-nada a ver! 

E foi assim a noite toda, até a diane começar a passar mal e sair correndo pro banheiro, ela voltou uns dez minutos depois dizendo que a cerveja tinha feito mal a ela. 

-Elli,já foi todo mundo agora só falta você! - elaine sorri como psicopata. 

Isso não tá me cheirando bem! 

-ah! Não, eu não vou participar. 

-vai sim eu já disquei o número, pega-diane joga o celular pra mim e eu fico sem reação. 

-diane sua filha da.... 

-alô? 

Fico estatica ao ouvir aquela voz, oh aquela maldita voz, a voz da pessoa na qual eu tenho vontade de arrancar o coração e jogar no rio! 

-Mar..Margaret? 



Notas Finais


E então pessonhias?
Sinto muito por não ter postado quarta é que com as provas eu não consegui escrever. E desculpa quaisquer erros.
E então teorias?
O que a nossa querida, doce e gentil margaret fez com a nossa deusa grega Elizabeth?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...