História Estou sozinha ...? - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Violette
Exibições 109
Palavras 1.798
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente to feelllliiizzzzz
Espero que gostem do cap
😆😆😆😆😆 😊😊😊😊 😉😉😉😉💗💝💟😘💗💝💟💗💟💝💟

Capítulo 24 - Bye bye Debrah


Fanfic / Fanfiction Estou sozinha ...? - Capítulo 24 - Bye bye Debrah

     - Vadia ! - xinguei por conta da dor , mesmo que eu já fosse acostumada com dores piores por conta das torturas, eu fui pega desprevenida (vocês devem estar boiando né , bem vou explicar rapidinho , acontece que o terceiro treinamento do dia era justamente tortura, diferentes tipos, com eletricidade, veneno, armas , isso tudo era para que se fôssemos pegos e torturados, não irão nos tirar informações. É basicamente isso ) - Quem deixou você sair ?
         - Nem fui presa ... Acontece que o Cassy e eu estávamos tranzando até você atrapalhar com sua voz irritante , gritando como se a casa fosse sua . - ela falou e pera , ela e o Cast estavam... Não ! Isso não é verdade ! Definitivamente não é! Certo?
        - Ha, como se ele quisesse alguém como você... - falei sarcástica- não me leve a mal Debrah, mas nós duas sabemos que essas marcas de chupão em seu pescoço podem ter sido feitas por qualquer homem ...
     - Pois então como escapei ? Como sai ?
     - Conhecendo Castiel como conheço ele possivelmente ele deixou o trabalho todo com o Lysandre e o cabeça de vento esqueceu de te amarrar ... Acertei ? - eu estava realmente confiante, bem , estava , até ouvir uma voz que eu conhecia muito bem , falar o nome de outra .
      -Debrah, espera ! - era Castiel, seus cabelos estavam bagunçados , havia marcas de batom e chupões por seu pescoço e abdômen que estava amostra pois ele estava sem camisa , o mesmo vinha correndo enquanto colocava o cinto da calça, aquilo me destruiu por inteira , até que ele parou ao me ver - Kasty e-eu... - ele gaguejou, possivelmente medo, ele sabia o que eu faria a seguir, quando disse que mudei, não estou brincando e agora tenho uma grande vontade de matar os dois juntos , os dois se merecem então para não sofrerem vou mata-los juntos, sim isso que farei , peguei a arma e mirei para a vadia , a mesma mirava para mim - Não faça isso Kasty!
         -Calma Castiel , logo será sua vez, você se juntará a sua amada logo logo ... Vocês dois vão para o inferno juntos ...- peguei a arma e mirei para ele , apertei o gatilho e nada , eu sabia que estava sem balas , apenas queria deixa-lo assustado - não achou que ia ser rápido assim né ? - corri ate chegar perto de Debrah e a mesma se assustou com a velocidade- Primeiro será você .

      A peguei pelos cabelos e taquei escada a baixo , fui andando devagar até ela , que se rastejava para trás chorava, tremia , ja eu , apenas ria , ela pegou a arma e começou a atirar , alguns tiros acertaram , para ser exata 3, um no braço esquerdo e outros dois nas pernas , mas isso não me impediu , continuei andando em sua direção .

       - Eu ia te deixar viva sabe... Mas acontece que você mexeu nas minhas coisas e isso eu não vou deixar , principalmente porque era o favorito - peguei novamente seus cabelos - vamos lá Debrah, me divirta - cheguei perto da lareira que tinha lá e fui aproximando seu rosto , a mesma gritava e tentava escapar .
        - NÃO! PARA KASTY! EU IMPLORO !- cheguei seu rosto perto do fogo só para ela sentir a temperatura.
      - Kasty, não está indo longe demais ?- falou Lysandre e eu o encarei, não sei que cara eu estava fazendo , só sei que ele se assustou, junto a maioria dos ali presentes , olhei para Debrah e fiz cara de entediada puxando seu rosto para perto do meu .
      - Verdade né , o rosto é uma parte importante a ela ... Acho que é a parte que o Castiel mais gosta, se não for os peitos, a bunda ou... Quem sabe a sua intimidade né ? Bem, não vou distorcer essas partes então , afinal você tem que estar linda para ele né ? Pode deixar que quando vocês morrerem vou fazer bonecos lindos com seus corpos e deixar para sempre juntos... Bem , acho que se é assim então vou começar pelas mãos ... - soltei seu cabelo e segurei uma de seus braços e coloquei sua mão no fogo- agora temos que limpar a ferida né ? Se não vai infeccionar - peguei um vidro de álcool que surgiu ali e despejei na mão ainda pegando fogo, parei , e fiquei olhando ouvindo seus gritos -afs tá chato, vou acabar logo com isso - peguei meu canivete e comecei a passar por seu corpo fazendo desenhos e mais desenhos de sangue , era praticamente um desenho abstrato que fiz em seu corpo , estava bem bonito , parei olhei para a mesma , estava chorando , fiz cara de entediada, minha sanidade voltava aos poucos - que merda, nem deu para brincar , vamos lá , tente fazer algo, me bater , sei lá tá chato
       -V-Você é um monstro- disse com dificuldade , comecei a rir .
      - E você acha que eu não sei ? Mas bem , como não vai fazer nada , vou acabar com seu sofrimento . Últimas palavras ?
      -Tenha certeza , minha irmã irá se vingar
     - Esperarei ansiosa por isso - falei e finquei a faca em seu pescoço - nos encontraremos no inferno vadia . - olhei para Castiel - agora é sua vez fofo - peguei a faca e fui andando devagar até o mesmo , mas parei quando senti uma mão no meu ombro .
    -Kasty, chega , você já matou quem devia , agora vamos - era meu pai , soltei o ar pesadamente e apenas o encarei - por mais que eu também queira mata-lo ele faz parte do nosso grupo e precisamos dele .
     -Ok... - olhei para Castiel - você me dá nojo .
    - Kasty eu posso explicar .
    - Depois nós conversamos Castiel , se não é capaz de que eu finque essa faca em você .
  
     Meu pai colocou a mão no meu ombro e o resto do povo nos acompanhava , vamos voltar para casa , agora na casa em cima da terra e não uma subterrânea, vamos para lá agora só para treinar . No carro, Castiel sentou-se ao meu lado, eu o ignorei continuando o que eu estava fazendo, ou seja , tirando as balas de mim .

     - Quer ajuda ? - não respondi, fiquei apenas seria concentrada no que eu estava fazendo - olha Kasty me perdoa, não aconteceu o que você está pensando -  ri sarcástica , sério que nada aconteceu ? Duvido - Kasty olha pelo menos para mim - pegou meu queixo delicadamente fazendo-me olhar para ele - você está chorando...- foi aí que percebi que lágrimas caiam de meus olhos , talvez lembrando do que fizeram , sério , acho que vou tomar cuidado por onde ando para não enroscar meus chifres , de tanto que o Castiel me traiu , virei meu rosto novamente para minha perna, voltando a tirar a bala .
       - Se eu não olhar para onde estou tirando a bala vou acabar fazendo merda , me deixe em paz Castiel, só porque sua amada morreu não quer dizer que vou ficar com peninha e te consolar
     -Você é a minha amada Kasty , sempre foi ...
     - Sempre desde quando ? Desde que ela morreu ? Claro isso é fácil , ficar trocando assim até porque- o ser chato, retardado, tomate que eu odeio me interrompeu com um beijo , mas me afastei - não me beije , Castiel , pare , assim você me faz sofrer mais ainda - falei voltando meu olhar para minhas pernas e terminando de tirar a bala e começando a dar pontos , sem anestesia mesmo , to nem ai .
      - Kasty eu não queria te fazer sofrer, me escute .
     - Mas fez , agora não fale mais nada, só vai me deixar mais irritada .
     -Kasty- dessa vez foi Rosa que interveio
     -Cala a boca Castiel ! Ela não quer te ouvir e pronto ! Acalma o cu aí porque você já fez ela sofre demais , deixa ela quieta um pouco !
      -Rosa você sabe o que aconteceu, não pode nem me ajudar ?
     -Castiel lindo fofo , se ela tá brava agora ela não vai escutar , deixa ela é depois fala Caralho! Ela tá com a cabeça cheia , deixa ela relaxar primeiro ! Parece até cachorro no cio meu Deus .
     -Humpf - bufou Castiel e calou a boca , ainda estou irritada e muito , chegamos em casa e desci logo para a casa subterrânea, eu precisava dar uns tiros .

     Cheguei na ala de treinamento e comecei a atirar , mas não passava, essa raiva não passa nunca , quer saber ? Vou para a sessão de tortura , lá pelo menos eu tenho certeza que vou me acalmar , havia um carinha lá afiando as facas e abri um sorriso .

      -Hey, tortura , agora - ele me encarou com cara tipo "what the fuck?"  e eu apenas me sentei na cadeira e me amarrei lá - apenas não seja gentil .

   Ele assentiu e começou a pegar os instrumentos , cada corte , cada choque , cada centopeia que entrava e saia de meus ouvidos , cada filete de sangue, aquilo doía e muito , mas era apenas para a raiva passar , eu gritava de dor , sim eu que pedi e ainda reclamo , mas era assim que eu queria , essa dor que eu queria , para se misturar com a outra dor , a do meu coração , aquela dor que Castiel deixou em mim quando tranzou com aquela vadia, matá-la não me tranquilizou , apenas agora, estou melhorando , as dores se misturam e aprendo a me acostumar com as duas , eu sei que elas estão aqui e saiba i que ambas vão demorar para cicatrizar ... meus gritos aumentavam, eu batia meus pés no chão , meus tornozelos estavam feridos de tanto me debater , havia sangue no chão , me sangue, doía e muito, mas eu quis assim.

      -Kasty para ! Eu sei que isso é minha culpa, pare de se machucar Kasty por isso Kasty , é tudo um mal entendido! - Castiel... A voz que antes me acalmava agora parece facadas , toda vez que vejo dói em mim , por que ele teve que fazer isso? É tudo um mal entendido? De qualquer forma dói .
     -Castiel, isso dói Castiel - falei entre lágrimas 
    
    


Notas Finais


Espero que tenham gostado 😉💟💝💗💟💗💗
Bjuuussssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...