História Estou sozinha ...? - Capítulo 53


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Violette
Exibições 39
Palavras 1.204
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Genteeeeeee amo muito vcs e tenho um bom motivo por n estar postando esses dias : provas ;-; final d ano é fogo vcs sabem ne ?
Bem espero q gostem amo vcs ❤❤❤❤

Capítulo 53 - Arrumou ou ferrou mais?


Quem era ele? Aquele cara que me encarava com uma expressão radiante? Quem era aquele quem chamava meu nome e se alegrava com o meu despertar?

- Que bom que acordou! Estávamos muito preocupados com a senhorita sabia? Nos deu um grande susto! Bem... Chegamos a pensar que morreria...- disse coçando a bochecha sem graça- se isso acontecesse eu seria o culpado de tudo…

-Hey, dá para parar de dar em cima da minha namorada? - disse aquele deus grego de cabelos ruivos na altura do queixo, aquele quem é capaz de causar suspiros até as mais resistentes.

- Castiel!!! - me levantei da maca, Foda-se eu estar mal, Foda-se eu ter acabado de acordar, eu estou com saudades do meu badboy .

- oi pequena- falou em um meio riso com falta de ar por conta de meu abraço- cuidado acabaste de acordar …

- saudades de ti - falei com a voz abafada por conta de estar com a cara enfiada em seu peitoral, inspirando seu viciante e delicioso cheiro cítrico.

- também estava com saudades da sua tpm eterna pequena …

- Hey! Não trocou os papéis? Quem tem tpm eterna aqui é você !

- A sim… está certa… agora deite e descanse vou avisar os outros-pegou meu queixo e me deu um beijo, que beijo bom, cheio de carinho, saudades e paixão, estava com saudades dele, de seu toque, sua presença…- agora… Kasty… cuidado com esse enfermeiro ok?

- está com ciúmes?

- Er… não… só… preocupado com você não posso?

- í que fofo! Está corado!

- não estou

- Ok ok sr não coro, vai chamar os vagabos que eu estou morrendo de saudades.


Falei e me deitei novamente, saudades daqueles loucos …

Poucos minutos depois já estavam todos lá, espremidos no meu pequeno quarto do hospital, mas não foi um problema para nós, estávamos apenas matando as saudades…

-Está bem mesmo Kasty? - perguntou Alexy pela milésima vez...

- Estou sim… não se preocupe, estou bem …

- Ainda bem, estávamos preocupados de ser o antibiótico errado de novo…- disse Rosa

- Como assim? - perguntei com um belo de um ponto de interrogação em minha cabeça.

- A Ambre! Castiel foi pegar o antibiótico com ela e aquela vadia deu outro veneno ! - disse Rosa visivelmente revoltada .

- Típico…- falei - mas como descobriram que era o errado, digo, o veneno?

- Bem, já suspeitávamos, então Nathaniel teve a ideia de irem falar para Ambre que Castiel havia tomado o remédio e precisávamos do antibiótico urgente, Jessica fez isso para nós - explicou Lana.

- A obrigada então… - sorri- pensando bem… eu teria morrido de vez se não fosse… se não fosse… aquela…-talvez por conta da raiva eminente que estava tomando conta de mim, comecei a sentir tontura e muita dor de cabeça, por reflexo coloquei a mão na mesma e me apoiei na maca.


“Não podes se exaltar”disse uma voz dentro de minha mente.

 “Quem és tu?” Perguntei confusa

 “ Logo descobrirá… apenas te direi… não te exaltes, não pode matar ninguém além do necessário…”falou me deixando mais confusa ainda

“E quem devo matar?”

“Te direi quando precisar, por hora, esqueça isso”

“Mas…”

“O que foi peste?”

“Nossa assim que me trata? Invade minha mente e ainda me xinga?”

“ Sim, agora me diga, o que quer?”

“Posso matar pelo menos a Ambre?”

“ Um… pode, mas só porque não gosto dela, agora não me irrite mais!”

“ Espera! Tem mais coisas!”


Ela já não me respondia mais, parecia uma voz angelical, aquelas vozes finas e fofas de animes… será que tem algo em relação com o que ouvi enquanto dormia? “Mate apenas o necessário” isso já não sei mais …

-Kasty? Está bem? Quer uma água? - disse Rosa me olhando preocupada junta aos outros, sorri sem graça .

- Eu estou bem foi só uma dor de cabeça passageira …

- Se é assim…

- não quer descansar um pouco pequena? Parece cansada…

- a, desculpa, estou meio cansada mesmo… desculpa gente depois a gente se fala mais Ok? - falei me deitando preciso por minhas idéias no lugar, descobrir quem é este ser dentro de mim.

-ok… durma bem …


 ~Kasty off~

~ Jessica on~


Estranho ? Sim, mas talvez seja apenas uma tontura por conta do veneno, com certeza seu corpo ainda não está bom, ainda precisa se adaptar novamente. Querendo ou não é a realidade, ela está melhorando pelo menos, agora tenho que cuidar dos meus problemas, que não são poucos… mas o que mais me preocupa é o Lysandre, ele não fala comigo esses dias e está cada vez mais próximo de Nina… da última vez, disse que eu estava “me exaltando por nada” e que aquilo não era nada vitoriano da minha parte… mas… mesmo que seja um pouco egoísta não quero que ele fique sempre com ela, lembre dela, sinta falta dela, quero que ele cuide de mim, se lembre de mim, fique ao meu lado… quando percebi já estava no estacionamento do hospital escondida em um canto chorando silenciosamente, sem deixar meus soluços ecoarem pelo local, sinto falta dele, de seu beijo, de seu toque, seu cheiro, tudo… lembro me como se fosse ontem nosso primeiro beijo


“Estava sentada embaixo da mangueira ouvindo minhas músicas preferidas, observava os pássaros buscando inspiração para escrever minhas histórias em meu caderno quando de repente sinto alguém se sentar ao meu lado, olho curiosa em busca da resposta, quem estava ali? Em resposta recebo aquela linda visão daqueles olhos rebeldes e coloridos me encarando, seu sorriso era inspirador, iluminava minha mente e poderia quebrar qualquer barreira de meu coração apenas com o fato de estar ali, estampado em seu rosto. Seus cabelos platinados estavam mais bonitos do que nunca com os raios de sol refletindo nos mesmos, já era fim de tarde e o sol já se punha, era um momento perfeito, tudo perfeito, como ele.

-O que a dama faz aqui sozinha? - disse quebrando o silêncio.

- Estava escrevendo minha história… na verdade buscando inspiração…

- Qual o tema da história?

- Bem… nesta parte é romance - falei sem graça olhando para o caderno, quando olhei novamente para ele levei um susto, seu rosto estava incrivelmente próximo ao meu corei violentamente ao sentir sua respiração ao encontro de minha pele.

- e é sobre o que ?-falou me encarando .

- o… primeiro beijo do casal …

-posso te inspirar…

-como ?

-assim - em um movimento rápido sinto seus lábios contra os meus em um beijo calmo e delicado, sem pressa, apenas no nosso ritmo, aos poucos fui me acostumando com seu jeito, cada vez íamos mais rápido, a essa altura do campeonato, nossas línguas já brigavam por espaço, já havia esquecido que existia mundo, chão e céu, eu apenas estava curtindo aquela sensação, eu e ele, nós dois, juntos… mas sempre tem aquele infeliz para arruinar tudo !

- Lys! Você está aí? É a Nina! - me separei dele olhando para o lado, já ele se sentou devidamente- a! Aí está você seu coelhinho fujão! Estava te procurando er… o que você estava fazendo com… ela - a criatura pronunciou ela se referindo a mim como se fosse um palavrão.

- Estava inspirando-a né Jessy?

- Er… é sim, obrigada Lys… - ele sorriu em troca se levantando e saindo”


Porque tem que ser tão difícil amar alguém perfeito?


Notas Finais


Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...