História Estranhamente Apaixonante - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dylan O'Brien, Fifth Harmony, One Direction, Tyler Posey
Personagens Camila Cabello, Dylan O'Brien, Harry Styles, Lauren Jauregui, Tyler Posey
Tags Camila Cabello, Dylan O'brien, Harry Styles, Lauren Jauregui, Tyler Posey
Exibições 125
Palavras 856
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu não ia postar hoje, mas como minha querida amiga não vai postar a fic dela, fiquei com tempo para escrever um breve capitulo pra vcs, só pra atualizar mesmo uahuahua
Queria aproveitar para agradecer aos favoritos, sério gente, muito obrigada mesmo, eu não esperava nem metade disso, amo vcs <3

Capítulo 19 - Capitulo 19


POV CAMILA

—Você não pode sair daquele jeito da minha casa, senhorita. Você me tratou muito mal e eu vim aqui te punir por isso, Cabello— Dylan começou a beijar cada canto de meu rosto, fazendo com que seu beijo desse a sensação de estar queimando minha pele. Como eu amava seus lábios. — Você fica muito sexy com esse pijama de ursinho— Ele diz, enquanto sua mão percorre pelo meu corpo— Mas eu prefiro sem— Ele sussurra bem perto do meu ouvido, logo em seguida mordendo o lóbulo de minha orelha me fazendo ir à loucura.

—Dyl... Meu pai... hmm... Tá no quarto ao lado... Pa.. — Eu não conseguia falar, Dylan beijava e chupava meu pescoço me fazendo soltar gemidos abafados. Estava quente, muito quente.

—Você quer que eu pare? — Ele diz entre os beijos, descendo eles cada vez mais para perto de meus seios, enquanto sua mão apertava minha coxa coberta pelo pijama. Eu não conseguia responder, minha mão vai para sua camiseta, me fazendo tirá-la rapidamente. Jogo ela em qualquer canto, mas somos interrompidos quando meu celular começa a tocar. “deve ser a Lauren”, digo baixo, logo após iniciando um beijo feroz.

O telefone toca uma, duas, três vezes.

Camila atenda o telefone, estou tentando dormir meu amor” Meu pai grita do quarto, me fazendo empurrar Dylan rapidamente. Pego o telefone que ainda tocava e atendo sem ao menos ver quem é.

—Mila... Vem m-me v-e-ver... Eu preci-so de vo-cê— A voz estava enrolada e era quase impossível de entender, mas eu havia reconhecido, era Harry do outro lado da linha.

—Harry? Você ta bêbado? — Quando digo o nome de Harry, Dylan fecha a cara na hora, enfurecido.

—Ca-mi-la, eu preci-so de você, vem me ver. —Ele chorava, chorava de soluçar.

—Onde você ta? Calma, ta tudo bem— Tento acalmá-lo, mas ele chorava cada vez mais.

—Estou na fre-ente da su-a casa, vem aqu...aqui.

—Na frente de casa? Okay, já estou indo, fica calmo. — Desligo o telefone e olho para Dylan que me fuzilava com o olhar, parecendo muito irritado. — Ele está na frente de casa, preciso ir vê-lo, ele está bêbado e chorando— Pego um moletom rosa no meu armário, colocando por cima do pijama. — Eu já volto.

—O que? Você não vai ir lá ver ele, vai? Você ta brincando comigo Camila? —Ele se aproxima de mim, não tirando seus olhos escuros por conta da raiva, dos meus.

—Eu vou sim, ele precisa de mim.

—Não, isso é mentira dele. Eu preciso de você Camila— Vou indo para perto da porta, quase a abrindo— Eu vim até aqui por causa de você e você vai lá com ele? —Ele começa a alterar o tom de voz, me deixando irritada.

—Eu não pedi pra você vim aqui! — Digo num tom bruto e percebo sua cara que antes estava brava, aparentar chateação. — Dyl... — Vou me aproximando dele

—Vá a merda, Camila! — Dylan pega sua camiseta do chão e rapidamente pula a janela, eu corro até ela, mas ele já estava caminhando em passos rápidos. Ele não olha para trás, me fazendo segurar as lagrimas que ameaçavam a sair.

Começo a descer as escadas em silencio, tentando fazer o mínimo de barulho possível para não acordar meu pai. Saio pela porta e vejo Harry sentado na escada, ainda chorando. Sento ao seu lado e o abraço, fazendo com que ele chorasse um pouco mais.

—O que aconteceu Harry? Por que você está aqui? — Começo a fazer carinho em seus cabelos

—Meus pais me expulsaram de casa porque eu cheguei bêbado de novo— Ele ainda falava com dificuldade, mas aos poucos ia melhorando— A gente brigou feio e eu comecei a quebrar as coisas deles. Eu não tenho pra onde ir e percebi que meus próprios pais me odeiam— Ele volta a chorar— Eu não tenho ninguém... Mas eu tenho você— Ele toca meu rosto com a mão— Camila eu sei que errei feio, mas realmente gosto de você. Sou apaixonado por você e descobri só depois que te perdi pro Dylan, mas eu não quero te perder. Eu só tenho você, eu te amo— Harry me puxa levemente, colando nossos lábios. Ele leva sua mão até minha cintura nos aproximando mais. Ele pede passagem para intensificar o beijo e eu não sei o porquê, mas eu permito. Nossas línguas se encontram me fazendo sentir um leve arrepio. Ele tinha gosto de álcool e cigarro, deixando seu beijo diferente do de Dylan... “Dylan” esse nome ecoa em minha cabeça fazendo com que eu encerrasse o beijo. — Me desculpa eu...

—Tudo bem, Harry... Tudo bem— Eu não conseguia entender o motivo, mas não consegui ficar brava com ele e também não consegui odiar o beijo. — Você quer ficar essa noite em casa? Pode dormir no meu quarto se quiser... Se não fizer barulho, é claro. —Dou um leve sorriso, fazendo com que ele retribua sorrindo também.

—Eu posso dormir com você essa noite então? —Harry pergunta, me encarando com seus olhos inchados de tanto chorar, mas que brilhavam de uma maneira linda.

—Pode. 


Notas Finais


Até a próxima e não sintam raiva de mim, ok? ok


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...