Hist√≥ria Estrela Cadente! ūüƆ - Cap√≠tulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Visualiza√ß√Ķes 10
Palavras 1.652
Terminada N√£o
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
G√™neros: Aventura, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta hist√≥ria s√£o apenas alus√Ķes a pessoas reais e nenhuma das situa√ß√Ķes e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma fic√ß√£o. Os eventuais personagens originais desta hist√≥ria s√£o de minha propriedade intelectual. Hist√≥ria sem fins lucrativos, feita apenas de f√£ para f√£ sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oihes voltei, Desculpa qualquer erro meus Unicórnios resplandecentes de arco-iris 🌈🌈🌠🦄‚̧ amo vocês.

Capítulo 9 - Mousse de maracujá


Fanfic / Fanfiction Estrela Cadente! 🌠 - Cap√≠tulo 9 - Mousse de maracujá


O carro foi estacionado enfrente a sorveteria, mas antes de descer, Namjoon necessitava perguntar algo para a garota, que vestia um vestido bordo, um pouco curto.

- Karen...- Chamou a atenção da garota.

- Sim?- Respondeu sem pressa, voltando sua atenção ao homem ao seu lado.

- Por que mudou de ideia, na última hora?- Namjoon já sabia a resposta, mas... Queria ter certeza, de que aquilo que estava vivendo era real.

- Não sei direito, mas acho que me senti muito culpada por fazer isso com você, me senti mal, e resolvi, não só dar uma chance a você, mas a mim também... Eu já sofri muito Namjoon, e não quero sofrer mais...

Namjoon pegou as mãos de Karen, causando um pequeno choque em ambos, que se olhavam, com desejos idênticos.

- Karen, tudo que eu quero... É poder mostrar, o meu lado, o lado que ninguém nunca viu, quero mostrar o quão bem, eu quero lhe fazer... Karen, eu... Eu... Eu gosto muito de você, tanto que, nem você imagina.

Karen faz uma carinha fofa, onde a mesma infla as bochechas, e faz um bico fofo, e piscando os olhinhos rapidamente, fazendo Namjoon sorrir grande.

- Eu acho que te amo Namjoon.

Isso deu um choque no garoto.

- Você tá de brincadeira né?

Namjoon queria testar a moça, que sorriu safada.

- Sim... Quem seria a louca de amar alguém a primeira vista? Só a mais iludidas de todas!- Sua fala fez com que os dois rirem alto até demais.

- Vamos comer sorvete logo?

- SIMMM!!! 


Namjoon on...


Depois do sorvete, das piadas sem graças de Karen, e muitos tapas, e abraços apertados da mesma. 

Meu sonho virou realidade, bom, sabe quando você quer ser notado, por aquela pessoa, que você sempre quis, beijar, e chamar de sua, aquela que, no meio da noite, você cria vários momentos, diversos encontros, e diálogos, aonde só existe na sua mente... Era assim que eu me sentia com Karen, não me permiti a amar mais ninguém, depois de uma pequena grande mentira. Karen dês de sempre, preencheu meu peito, com todo humor, (ou mau humor!) Ela sempre me prendia, seja no que for... Olhando ela rapidamente, enquanto dirijo para deixar a mesma em casa, me lembra, da primeira vez que vi essa menina.


* FlashBack on...*


- Fiquei quieta!- O pai da menor dizia um pouco sem paciência.

- Deixa eu ficar nervosa, eu tenho esse direito! Você me viciou nesses coreanos, agora aguenta!- o modo de como ela falava "nesses coreanos" me incomodava um pouco.

- Olá.- Digo me aproximando.

- Ah meu Deus, é o Rap Monster!- Ela disse animada, algo que não compreendi, pois ela disse tão rápido, e em português, a única coisa que compreendi foi o "Rap Monster"

- Me desculpe senhor... Essa é minha filha, ela, ela é um pouco, um pouco elétrica.

- Deu para notar.- Digo vendo a cara emburrada da garota para o pai.

- Hey, eu tô aqui tá!- ela faz bico para o motorista.

- Você fala em coreano?- Perguntei, e vi o rosto da menor corar.

- Sim... Oppa.- Ela olha para seus pés, que estão dentro de uma botina marrom.

- Desculpa a educação de minha filha...- O pai tenta se desculpar.

- Ela pode me chamar assim se quiser... Pra mim, tudo bem.- Sorrio e vejo os olhos dela brilhar.- Bom, se não for pedir muito, minhas malas estão no saguão.- Digo para o motorista.

- Já irei senhor.- Ele faz reverência.

- Joon, pode me chamar de Joon, já disse.- Ele apenas assentiu sorrindo, e saiu.

- Bom, você sabe tudo sobre mim... Qual seu nome!?- Sorriu e vejo a mesma de braços cruzados.

- Karen, e o seu!?- Ela diz sorrindo sarcástica, logo batendo em meu braço.

- Kim Namjoon, mas pode me chamar de meu amor.- Ela arregala os olhos e me encara.

-Tá de zoas né?- Ela ri debochada.

- Não... Pode me chamar assim.

- Se eu faço isso, meu pai me mata...- Ela ri sozinha.

- Esse vai ser nosso segredo.- Digo em meio a um sussurro, perto do seu ouvido.

- Pode ser.- Ela da de ombros e seu pai chega.

- Vamos?- Ele pergunta.

- Vamos...

- Oppa, por que só você tá aqui na Coréia?

- Eu perdi meu passaporte, longa história...

Rimos alto até o meu destino, o aeroporto.



*FlashBack off...*




- Bom... Está entregue moça.- Digo sorrindo.

- Amo suas covinhas meu amor.- Ela diz, e eu sinto meu peito flutuar.

- Eu amo a suas covinhas!- Ela sorri timida.

- Se algum dia, tivermos filhos, espero que ele puxe nossas covinhas, seus olhos, e meu jeito.

- Já pensando em ter filhos comigo?- Por que perguntei isso?

- Sim!

Ela dá um selinho em meus lábios, os lábios quentes de Karen, fizeram meu corpo se arrepiar, queria poder agarrar sua cintura ali mesmo, e beija-la mais profundamente. Mas ela se separou de mim, dando um "Tchauzinho" com as mãos.

Apenas fiquei parado ali, sem reação, queria poder sentir mais dela, mas o pouco que provei, já foi o bastante.




Namjoon off...


Estrela on...


- Jimin... Não fique bravo comigo!- Gritei saindo do banheiro, atrás dele.

- Eu não estou bravo, só estou... 

- Bravo?- completei.

- Como você não quer que eu fique assim?

- Só por que eu não quis brincar?- Garotos fazendo birra é uma droga não é gente?

- É!- Ele faz um bico e se deita na cama.

- Jimin...- Ele se vira para o lado oposto a mim.- JIMINAAAAH!- Grito.

- Hey, Hey... O que tá acontecendo aqui?

Hobi entra no quarto, com as mãos acima dos ombros, como se estivesse confuso.

- Jimin, está bravo comigo! Que droga.- Faço birra.

- Por que estrelinha?- Ele acaricia meu rosto.

- Só porque eu não quero brincar com ele! Aishhh! Eu nem sei as regras, quero ser a melhor! Quero ganhar nesse jogo.- É tão difícil entender? Se vocês sabem como eu estou me sentindo, me abracem... Preciso do abraço de vocês.

- Brincar? Brincar de que?- Hoseok me olha com uma expressão, que para mim, é nova.

- É! Quer saber, vou sair daqui um pouco, tá me dando náusea! Bom, Jiminnie, quando parar de ser imaturo, eu volte.

Digo saindo do quarto, batendo a porta com força.


Eu me sinto tão sozinha ultimamente, sabe... Às vezes eu só queria uma amiga, ou um amigo, eu... Eu nunca tive um de verdade, nem sei tudo que se faz com um amigo de verdade... E vocês, confiam na primeira pessoa que conhecem? Me digam, como consegue? Como não ser anti-social! 


- Yoongi, tá acordado?- digo entrando no quarto devagar.


- Sim.- Ele nem ao menos olha para mim.

- Está ocupado demais?

- Um pouco... Por que? Precisa de algo. Ele diz ainda escrevendo algo em um papel.

- Sim... Preciso de ajuda para entender algo, e coisas humanas.

- E o que seria?- Ele pergunta sério.

- Yoongi, o que o sexo faz com vocês?- Ouço sua voz engasgar em seu peito, e ele tossir alto, meio que me assustou, ele leva seu olhar um pouco assustado, rapidamente para mim.

- Sexo? Você diz...

- É, transar! Se comer! Brincar.- Digo sem paciência.

- Você não quis dizer... Masculino, e feminino?

- Yoonnie, eu não sou bebê, sei o que eu feminino, e masculino.

- Então sabe como funciona sexo!- Ele rola os olhos, e volta a atenção para sua papelada.

- Não, como funciona?- Ele me encara, bom... Eu estou encima de sua mesa, e ele deve se irritar.

- Não faça isso, você quase me... Me... Me matou.- Ele fitava minhas pernas, com Desejo?

- Yoongi, me explique.- Insisto.

- Ok... Mas quero que termine para mim.

Em um estalar de dedos, análise cada pensamento de Yoongi, e respondi todos documentos, que ali se encontrava. 



(........)


Depois de um tempo, com várias perguntas, e vergonha, matei minha curiosidade.

- Você não precisa transar, se não quiser... Fazemos pelo puro prazer que sentimos, uma das melhores sensações, que você possa sentir no mundo!

- E tem alguém, que eu posso fazer isso? Ou eu faço com todo mundo?- Pergunto, e vejo que Yoonnie ficou sem jeito de novo.

- Eu aconselho, a você fazer, com quem te de amor de verdade, e que te faz se sentir amada, especial.

- Você tá dizendo, que eu tenho que transar com Jimin?- me assusto.

- Se sente isso perto dele... Sim!- O mesmo engole sua saliva.

- E com você... Eu posso também?- Ele me olha, nunca vi Yoongi, tão lindo, e vermelho desse jeito.

- Só se você querer.- Ele sorri.- Mas se for fazer isso com Jimin... Não faça isso comigo, seja fiel.

- Obrigada yoonnie.- Ele sorri fofo.


Sabe aquele momento, aonde a escritora de vocês só escreve merda? Bom, esse momento é agora! OLHA AQUI SENHORITA EMILLYPURPIN~ EU VOU TE DESCER O PIPOCO! SUA TROXA! PRA QUE ISSO VIADA, TU GOSTA DE TRETA, GOSTA DE ILUDIR OS ABIGUINHO NÉ SAFRADA! TOMA NO C#@*


Sem saber porque, dou um selinho de "agradecimento" em Yoongi, o mesmo segura minha nuca, pressionando​ nossos rostos, Yoongi não pede passagem, mas eu peço.


Não me julguem, a boca desse garoto é maravilhosa!


Minha língua explorava cada canto da boca de Yoon, se debatendo contra a língua do mais velho, o gosto do americano que o mesmo estava tomando, invade meu paladar, o gosto doce e amargo era maravilhoso, não consegui deduzir o gosto de doce que havia, mas diria que é maçã do amor.

Yoongi e eu nos separamos por falta de ar.

- Acho melhor eu ir...- Digo indo para a porta.- Obrigada Yoongi.

- Boa noite Estrela, obrigada pela ajuda, até amanhã.- Ele socou a cara nos travesseiros​.

- Até.

Saio dali, me deparando com um Namjoon, sorridente.


- Então... Como foi?- Sorriu gentilmente.

- Você!- Ele aponta para mim.

- Eu?- Que?

- Quer provar, um mousse de maracujá?

- Parece gostoso, só pelo nome! Quero!

Digo lambendo os lábios.

Vem, vou lhe dar um pouco.


(.........)


- Delicioso Namjoon, obrigada!

- Que bom que gostou, bom, amanhã eu peço para Jin fazer pudim pra você!- Ele diz sorrindo fofo.

- Ebaaaa! Eu quero! Bom... Boa noite Namjoonnie, obrigada por tudo.

Digo me virando, e saindo dali, indo em direção ao quarto.


Estrela off...



- Eu que agradeço.-  Namjoon sorria, enquanto olhava o frasco com a tal poeira roxa escura.- Se for pra ter mais momentos assim com Karen, vale apena, Minnie! Irei proteger você.



Continua....



Notas Finais


Obrigada por tudo! #DeUmaSimplesARMY‚̧‚̧‚̧


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usu√°rios deixam de postar por falta de coment√°rios, estimule o trabalho deles, deixando um coment√°rio.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...