História Estrelas de açúcar - Capítulo 5


Escrita por: ~

Visualizações 22
Palavras 931
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Famí­lia, Festa, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OE :\/
Ent, hoje eu tava com uma pota vontade de escrever, então vim me empenhar nessa fic aqui. :3
O cap ficou meio bosta, porque é só um "engate" para oresto da estória. Mas espero que lhes agrade!
AH, o título já é bem merda, como podem ver por causa disso, poruq eé só um "confeito' na fic, um retoque. Na ilustrção demarcando o primeiro cap com um "POV" triplo, mesmo que a parte do Kaito seja bem curta e só no final... SÓ UM "CONFEITO" 'U' Haha... quq

Enfim, boa leitura!

Capítulo 5 - "Confeitos"


Fanfic / Fanfiction Estrelas de açúcar - Capítulo 5 - "Confeitos"

Meiko POV's ON

 

Hoje, tive que sair com a Luka para fazer compras. Eu não achei que tivesse realmente tanta necessidade, mas é claro, ela fez todo um discurso e me arrastou para o mercado central. Pelo menos pude comprar tudo o que estava meio em falta no café. Quando achei que tivesse tudo o que precisava, olho para uma prateleira e vejo uma embalagem de confeitos...

⎯ Aah... ⎯ Suspirei. ⎯ Estrelinhas de açúcar... ⎯ Segurei uma  embalagem olhando-a bem, como se um "flash' do primeiro pedido do Kaito Shion passasse pela minha cabeça. ⎯ Que porcaria! 

Mesmo assim resolvi levar aqueles confeitos. Ao colocá-los na cesta, olhei ao redor e percebi que Luka não se encontrava em nenhum ponto daquele extenso corredor. Ela saiu sem me avisar e não voltou ainda.

⎯ E essa agora... ⎯ Suspirei me virando de costas para as prateleiras. 

Passaram-se mais alguns minutos de olhares para todas as direções enquanto vagava pelos arredores procurando um sinal da rosada, até de repente ouvir uma voz familiar chamando.

⎯ Oi, Meiko! 

Me virei de forma repentina contemplando um sorriso simpático e meio infantil por cima do cachecol azul, Kaito. Depois de cumprimentá-lo devidamente ele perguntou curioso sobre o que eu estava fazendo quase dormindo no corredor, eu expliquei a situação, e, para a minha tremenda sorte de domingo, ele sabia do paradeiro da Luka fujona. Então eu o acompanhei até onde ele tinha visto ela, e adivinha? Já não estava lá.

⎯ Ca... caramba! Mas ela estava aqui, foi questão de eu me virar para o seu corredor.

⎯ Ah, ela é assim mesmo... ⎯ Me virei para procurá-la em outro rumo. ⎯ Eu vou continuar procurando ela.

⎯ Posso te acompanhar.

⎯ Tudo bem, então vamos.

Mal saímos do lugar e alguém passou por mim num esbarrão apresado. Só pude ver um logo cabelo esverdeado preso em "maria-chiquinha", uma garota que aparentava ser bem jovem seguida por outros dois caras com muitas sacolas. Apenas me desequilibrei, e o Shion me ajudou para que eu não caísse.

⎯ Puts... ⎯ Olhei pouco nitidamente para a garota que já estava a sumir de nossas vistas. Só porque eu estava meio cansada.

⎯ Como sempre, a educação vai longe. ⎯ Ironizou olhando meio sério para a direção onde a garota foi.

⎯ Se a Luka fosse rica, talvez ficasse igual.

⎯ Ela não parece desse tipo.

⎯ Sim, talvez não fosse esnobe, mas com certeza andaria com aquele porte: cheia de sacolas. Afinal, esse é o motivo de ela ter evaporado no meio do mercado.

⎯ Hm... ⎯  Ele parecia prestar atenção às minhas palavras, mas pelo resto do tempo ficou distraído com o nada.

 

Luka POV's ON

 

Eu estava no caixa, já pagando minhas compras, e de longe, avisto uma Meiko irada com o Kaito ao lado dela afim de acalmá-la. Ela passou as compras dela sem falar nada, apesar de apresentar certa irritação pelo olhar, mas é daquelas coisas que ela tem quando eu apronto alguma. No fim, saímos de lá todos juntos e compramos sorvetes.

⎯ Nem se deu o ar das graças de avisar que iria sumir por um tempo. ⎯ A morena reclamava lambendo o sorvete como se não tivesse gosto.

⎯ Bom saber que aqui é amizade de longa data, e por isso a Mei Mei me atura até hoje. ⎯ Sorri abraçando os ombros dela.

⎯ Mas deu um trabalhinho para te encontrar. ⎯ Kaito.

⎯ Hm... na verdade... Eu avisei! Mas você pareceu estar em outro mundo viajando em "estrelinhas de açúcar". ⎯ Justifiquei olhando para Meiko como se a culpa fosse dela.

⎯ Estrelas de... Ah, droga! ⎯ Kaito parou do nada como se lembrasse de algo importante.

⎯ O que foi? ⎯ Questionamos confusas.

⎯ Ah... N-nada... Apenas... m-me esqueci de colocar confeito. ⎯ Coçou a nuca num sorriso um pouco disfarçado.

Meiko parou no meio do caminho e revirou as sacolas até encontrar um pacote de confeitos coloridos bem bonitinhos. Ela ofereceu para Kaito um pouco constrangida. Ela fica tão fofa assim!

⎯ P-por ter me ajudado. 

⎯ Eh... O-obrigada, Meiko! ⎯ O azulado deu um lindo sorriso e aceitou.

⎯ Não precisa agradecer! ⎯ Meiko continuou meio tensa e apressou alguns passos na frente.

Internamente, eu ri. Os dois parecem contrários, como lados opostos de um jogo de peças que se encaixam. Ou a Luka aqui está pensando coisas outra vez...? Se a Meiko pudesse ver meus pensamentos, não ia gostar nadinha, hehehe.

 ⎯ Aliás, o Gak está fora hoje també, Mei. Vou dormir na sua casa. ⎯ Falei um pouco provocante chegando ao lado dela deixando o Kaito para trás meio confuso.

⎯ Ah, que demais! Festa do pijama das melhores amigas! ⎯ Ironizou. ⎯ Temos trabalho amanhã, Luka.

⎯ Ah, por favor! Eu só vou tomar um pouquinho do seu tempo.

Prosseguímos com uma conversa meio nada a ver até o Kaito se separar de nós, mais ou menos na esquina da casa da Meiko.

 

Kaito POV's ON

 

Cheguei na minha casa, nada pequena pra variar... Apesar de não ter feito quase nada, o dia parecia ter sido exaustivo. Eu não estava com fome, foram mais uns dois sorvetes desde que tomei meu caminho sozinho. E agora, tudo o que eu queria era um banho bem quente e... meu sofá... Que já estava habitado. E por quem!? Eu confesso que me assustei por um momento, mas logo pude reconhecer... Quando séria fechou o livro no qual se concentrava, e voltou seu frio olhar para mim como se descarregasse culpa sobre a minha alma.

 


Continua...

 


Notas Finais


MAIS UM SUSPENSE PORQUE EU ADORO VER OS PALPITES DE VOCÊS!
Perdoem qualquer(ou quase qualquer) erro, obrigada por lerem, espero que tenham gostado!
E vejo vccs nos comentários! Se tiver... qwq
XAU! ¨3¨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...