História Estudando o amor - Capítulo 4


Postado
Categorias Adriana Lima, Justin Bieber
Personagens Adriana Lima
Tags Drama, Romance, Violencia
Exibições 184
Palavras 1.169
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Crossover, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus amores, me desculpem a demora.

Capítulo 4 - Dinner and hot sex


Fanfic / Fanfiction Estudando o amor - Capítulo 4 - Dinner and hot sex

P.O.V. Autora

 

Justin estacionou o carro em frente à mansão Lash e rapidamente um novo segurança apareceu.

_ Nomes, por favor. – Disse o segurança.

_ Justin Bieber e Stacy Bieber, filha dos Lash. – Justin respondeu.

_ Ah sim, podem entrar. – O segurança falou liberando a entrada do casal rapidamente.
Ao entrar na mansão, Justin pegou na mão de Stacy, a fazendo sorrir pra ele e o mesmo retribuiu o sorriso, quando foram para o interior da casa, viram todos reunidos.

_ Minha filha, quanto tempo! Estava com saudades. - disse a mãe de Stacy.

_ Oi mão, também estava com saudades. – Stacy abraçou sua mãe e seu pai, antes de cumprimentar todos que estavam presentes ali. Logo se sentaram ao redor da mesa de jantar conversando entre risadas e mais risadas, foi a primeira vez que Justin viu Stacy feliz depois de muito tempo.

_ Mãe, porque a Miley e o Liam não vieram? – Stacy indagou.

_ Miley passou mal e Liam está viajando, minha filha.

_ Ah sim, eu entendo. – Respondeu para a mãe.

_ Agora reparando em você filha, está a cada dia que passa você fica mais linda, vejo que Justin está fazendo um bom trabalho. – Marcos disse e Stacy corou levemente.

_ Eu a cada dia fico mais linda? Não sei aonde. – Stacy rebateu.

_ Claro que você é linda minha filha, ou Justin não está te fazendo enxergar isso? Ele está te fazendo realmente feliz, não é? – Marcos questionou a filha.

_ Claro que eu faço ela feliz. – Justin respondeu o sogro, logo dando um selinho em Stacy. Então Stacy olhou para seu marido, percebendo que o mesmo ficou sem graça e desconfortável com a pergunta.

_ Espero que seja verdade. – Marcos disse a eles.

_ Sim pai, é verdade. É que às vezes a insegurança bate do nada. – Stacy falou para o pai e apertou a mão de Justin.

_ Marcos, pare com isso. – Aurora se manifestou.

_ Mas querida, estou apenas testando os limites do Justin, é da felicidade da nossa filha que estamos falando. – Respondeu para a esposa.

_ Apenas pare com isso, vamos trocar de assunto. – Aurora disse.

_ Stacy, porque você não mais aqui direito? – Amber perguntou.

_ Porque eu não estou com tempo disponível mana, Justin trabalha muito, eu ajudo ele e também trabalho muito, mas prometo que assim que eu tiver um tempo eu venho aqui e podemos passear o dia todo. – Respondeu Stacy, depois de saborear a sua deliciosa sobremesa, cheesecake de nutella.

_ Okay, eu espero que você realmente venha. – Amber respondeu, dando um sorriso fraco.

                               [...]

As horas tinham passado rápido, Justin e Stacy se preparavam para ir embora.

_ Fez um bom trabalho. – Justin sussurrou no ouvido de sua esposa, a mesma apenas respondeu um obrigado sussurrado de volta.

_ O jantar foi maravilhoso, mas já está na hora de ir embora, Justin trabalha amanhã de manhã cedo. – Stacy disse levantando, todos assentiram e despediram-se do casal que logo entraram no carro e foram pra casa num total silêncio.

                                                                                                        P.O.V. Stacy


Ao chegar em casa, subi correndo para o banheiro, tirei aquela maquiagem e lavei meu rosto. Vesti a minha camisola e sai do banheiro, vendo Justin apenas de boxer branca deitado na cama, mexendo em seu Iphone.

_ Posso ligar o ar condicionado? – Perguntei.

_ Sim.

 Deitei na cama, mas não consegui dormir de jeito nenhum. Passaram-se 10 minutos e logo senti a mão de Justin na minha cintura, e os seus beijos no meu pescoço.

_ O que significa isso? – Perguntei nervosa.

_ Sabe, você fez um bom trabalho hoje, que tal uma recompensa? – Falou.

_ E se eu não quiser?

_ Só rindo mesmo! Sei que você quer isso, na se faça de sonsa. – Ele disse e me beijou rapidamente.

Sua mão desceu até a minha bunda e depositou um tapa, me fazendo gemer. Justin tirou minha camisola, deixando-me apenas de calcinha.

_ Você facilitou o meu trabalho, está sem sutiã. – Disse Justin enquanto apertava meu seio com força, começando a passar a língua ao redor do bico e deu uma chupada.

_ Você é tão linda, maravilhosa, gostosa e sexy! – Ele disse e me beijou novamente.

Subi por cima dele e apertei seu pau sobre a cueca, voltei a olha-lo. Dei uma rebolada fazendo-o soltar um gemido rouco, tirei sua cueca e seu membro saltou para fora, mordi os lábios e fiz cara de safada, sabia que isso o excitava muito.

Logo enfiei seu pau na minha boca, fazendo um movimento de vai e vem, dando lambidas e sugando tudo que conseguia de uma vez. Seus gemidos são altos e roucos, soam como música para os meus ouvidos.

_ Awn Stacy, isso amor, continua. – Ele disse enquanto gemia. Não demorando muito e gozou na minha boca, fiz questão de engolir gota por gota enquanto olhava diretamente nos seus olhos lindos, cor caramelo.

_ Agora é a minha vez. – Disse o meu marido e arrancou minha calcinha. Penetrou dois dedos em mim, começando a me estimular.

_ Awmm vida, você me deixa louca. – Gemi e isso pareceu o incentivar mais ainda, pois começou a acelerar os movimentos, me levando a beira do abismo do prazer.

E então, quando estava quase chegando ao meu ápice, ele para os movimentos. Tenho vontade de estrangula-lo até a morte, mas esta vontade logo passa quando ele começa a distribuir beijos lentos sobre meus seios, dando lambidas vagarosas e prazerosas, e essas lambidas descem até a barriga e vão descendo cada vez mais. Eu anseio loucamente para que chegue à minha vagina.

_ Abra as pernas. – Mandou e eu abri sem vergonha nenhuma. Senti sua língua fazer movimentos circulares no meu clitóris e depois a penetrando em minha entrada, me levando a loucura.  

P.O.V. Justin

Aquela mulher não podia ser real, ela segurou nos meus cabelos e pressionou minha cabeça contra sua vagina, voltei a chupa-la com vontade. Oh buceta deliciosa.

_ Justin, você é tão gostoso. – Ela gemeu e gozou.

A coloquei sentada no meu colo e fui penetrando sua buceta lentamente enquanto chupava seus seios novamente, nunca vou me cansar de fazer isso, são lindos demais.

Dei um tapa na sua bunda, e fiz ela quicar no meu pau, ajudando com os movimentos, mas como eu gosto de comandar, é eu mando nessa porra, troquei as posições e fiquei por cima dela. Gostosa!

_ Mais rápido amor, por favor. – Atendi ao seu pedido e a penetrei mais rápido, a fazendo delirar.

_ Isso vadia, implora pelo meu pau, o pau que tu tanto ama. – Disse, bombeando com força na sua buceta molhada. Molhada só pro papai aqui.

_ Geme meu nome! – Falei ao pé do seu ouvido.

_ Awn Jus, eu tô quase... chegando lá. – Falou.

Senti as paredes de sua vagina se contrair e o meu pau sendo esmagado pela sua bucetinha, gozamos juntos. A sensação de alívio é maravilhosa.

 

P.O.V. Autora

 

Depois de uma noite de amor, Justin e Stacy dormiram juntos, agarradinhos como se fosse um casal normal e feliz. 


Notas Finais


Até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...