História Estúdio - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Chouji Akimichi, Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Haku, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Kabuto, Konan, Naruto Uzumaki, Pain, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Estúdio Moda Suspense
Visualizações 16
Palavras 1.038
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal!
Esse capítulo não tem só P.O.V. da Sakura a autora interfere na estória (só um aviso)
Fora isso, teremos mais loucuras de nossa amada secretária de cabelos cor-de-rosa

Capítulo 5 - Não era um dia normal


Como deu pra perceber não consegui lutar contra o senhor Deidara. Por isso, já que não vou me demitir (óbvio), resolvi evitar o estúdio e principalmente o Sai. Esses dias foram tranqüilos {exceto pelo senhor Deidara se isolar por causa da sobrancelha, além de me fazer desmarcar todos os compromissos dele}. Essas últimas semanas já seriam frenéticas com o lançamento de uma nova capa, imagine com o aniversário da revista? Os nervos estavam em crise e eu lá no olho do furacão...

Sakura atualizava os dados no computador quando alguém lhe tocou o ombro

— Olá— Sakura arrepia ao ouvir a voz que a cumprimentou e se paralisa ao ver de quem pertencia

— O-olá senhor Sai— procurava manter o contato visual— O que posso ajudá-lo?

— Eu tenho hora marcada com o Deidara, diga a ele que trouxe umas fotos interessantes — Sai com um sorriso debochado mostra o envelope lacrado fazendo as pernas de Sakura bambearem de tão assustada

— S-sim eu vou avisá-lo, um minuto — tentando disfarçar as mãos trêmulas Sakura apertou o botão do interfone

—O QUE FOI?! — um estressado Deidara atende a chamada

— O Sai está aqui— Sakura disse tentando controlar a respiração

— FINALMENTE! Mande-o entrar! — bateu o telefone

— Entre—  Sakura repetiu a ordem se voltando para o computador

— Obrigado feiosa— Sai a alfinetou triunfante entrando na sala do chefe

Algum tempo já se passou e nada. Estou aqui com o coração acelerado ainda mais quando Sai disse "trouxe umas fotos interessantes"o que ele quis dizer com "fotos interessantes"? Será que...? NÃO! NÃO MESMO! Ele não faria... Sim ele faria... Quando vão parar com essa tortura?! Ups! Acho que o Sai está saindo

 

— Tchau senhor Deidara— fechou a porta e encarou Sakura com desdém— O Deidara quer falar contigo— naquele exato momento podemos dizer que Sakura quase teve um enfarto

— O-obrigada— disse num fio de voz

— Não agradeça feiosa— Sai deu uma última alfinetada antes de ir embora

— Idiota... — Sakura sussurrou se levantando da mesa para ir a sala de seu chefe, ela bateu a porta ouvindo a permissão para entrar— O senhor pediu para falar comigo?— perguntou a Deidara que permaneceu entretido em sua digitação no computador

— Não— disse simplesmente deixando uma Sakura extremamente sem graça

— E-então vou voltar ao meu trabalho, com licença — ela se preparou para deixar a sala

— Espere!— o chamado de Deidara a fez virar rapidamente— Vou a um jantar com um amigo hoje e preciso de companhia, quero que vá comigo— estupefata olhou para suas próprias roupas

— E-eu? Mas não, não sei se...

— Ai Sakura!— a cortou— Nem te chamo para um simples almoço e quando te chamo para jantar você dispensa como se tivesse algo melhor pra fazer, uhn!

— Não foi isso que eu quis dizer senhor

— Então está ótimo! Saímos as sete agora pode ir

— Sim senhor— Sakura sai e fecha a porta onde se escora— Gente o que foi aquilo?!

As 19:00 horas...

 

— Senhor Deidara— Sakura bate na porta— Já está na hora combinada

— Entre— Deidara destravou a porta

Sakura entrou pegando Deidara retocando o lápis de olho

— Prontinho!— diz se analisando no espelho— Vamos!— volta seus olhos azuis para Sakura

— Sim senhor!— ela ajeita uma das alças de sua bolsa preta e grande sem nenhum detalhe chamativo além do tamanho

Os dois vão “causando” ao andar pela redação {claro que isso se refere ao senhor Deidara, comigo é apenas imaginação}. Eles deixam o prédio no carro dele, um esportivo amarelo com detalhes pretos.

— Coloque o cinto— Deidara adverte a funcionária

— Sim senhor— eu timidamente obedeço a ordem

— Vou te falar um pouco desse meu amigo, como você já sabe eu era modelo— como se pudesse me esquecer disso...

— Sei sim senhor Deidara

— Então, eu e ele fomos modelos juntos... VÊ SE ENXERGA IMBECIL!— um cara o havia fechado— Sabe, da mesma agência— não sei como ele consegue agir normalmente depois disso

— Que bom senhor Deidara— eu tremia igual vara verde

— Que bom nada, uhn! Ele sempre ganhava títulos de mais bonito ou o melhor nas passarelas enquanto eu sempre tinha que me contentar com o segundo lugar! Imagina EU no segundo lugar?!— imagino o barraco

— Devia ser muito ruim senhor Deidara

— Nem me fale! Como alguém tão lindo como tem que amargurar o segundo lugar?!— modesto não?— Voltando ao assunto: agora seu irmão seguiu a carreira de modelo e ele o empresaria  

— Então o senhor vai contratar o irmão dele?— nunca acho uma boa idéia interrompê-lo, principalmente porque ele odeia ser interrompido,

— Isso mesmo— ele fez um som que eu identifiquei como um rosnado— Por isso você será útil e antes que você acerte de novo— me fuzilou com o olhar é claro que me encolhi de medo né?— Não quis fechar negócio no escritório pra me amostrar para o Itachi, uhn!— uma resposta super sincera típica do meu chefe, mesmo assim o meu queixo caiu

Assim que chegamos o gerente do restaurante, muito solicito, nos levou a mesa, lá encontramos dois homens o primeiro meio que impede minha visão do outro sentado ao seu lado, este ao nos ver se levanta acenando

— Tem coisas que nunca mudam não é?— o homem alto moreno e sensual porque não? Aproximou-se de Deidara lhe oferecendo a mão 

— Tem coisas que se mudarem perdem a graça! Eu tinha que me retocar para este momento não acha?— aperta a mão do homem que eu tenho quase certeza de que é o tal Itachi

o senhor Deidara apertou a mão de Itachi lhe retribuindo um beijo— Você também não muda já deve até ter pedido

— Só uns aperitivos — confessou abrindo um sorriso de canto, e que sorriso...— Quem é a linda moça? — eu encabulada que só, abaixei meu olhar abraçando mais forte as pastas que o senhor Deidara silenciosamente me deu pra carregar

— Cadê?! Onde?!— meu amado chefe olhou para todos os lados, e minha cara foi no chão— Ah, essa aí?! É a minha secretária Sakura Haruno— eu apertei a mão de Itachi

— Olá— como a pronúncia de uma simples palavra fica tão sensual em certas pessoas? — Bom agora falta apresentar meu irmão — o irmão dele levantou por suas costas— Deidara e Sakura, este é Sasuke Uchiha meu irmão — Sasuke olhava fixamente para mim, me paralisando, ai ai... Quanto mais eu rezo...

 

 


Notas Finais


Pessoal... Eu tive uns probleminhas na elaboração do título, mas esse caiu como uma luva, rs
Estarei em breve escrevendo o próximo, até


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...