História Estúpido Amor - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Boruto Uzumaki, Chouji Akimichi, Hanabi Hyuuga, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Konohamaru, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Maito Gai, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yondaime Kazekage
Tags Kibahina, Naruhina, Naruto, Nejiten, Novela, Romance, Tenten
Visualizações 81
Palavras 1.745
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ohayooo amores, eu sumi? Siiim, kkk, me desculpem por isso, as aulas e o serviço estão acabando com o meu tempo, além de que, pra quem não sabe, eu tenho outras 4 fanfics em andamento, então ta um pouco difícil, mas vou atualizar sempre que eu puder ok? Sem mais delongas, boa leitura ♥♥♥

Capítulo 4 - Amor ou amizade?


Fanfic / Fanfiction Estúpido Amor - Capítulo 4 - Amor ou amizade?

Naruto andava nervoso de um lado para o outro, não conseguindo se aquietar de tanta angústia. Sasuke estava encostado na parede com os olhos fechados, e semblante um tanto irritado, pois o zig-zag de Naruto já tinha deixado ele tonto.

 

- O que eu faço agora? - Questionou Naruto um tanto desesperado.

 

- Primeiramente pare de andar feito uma criança perdida. - Sasuke o respondeu calmamente e Naruto suspirou.

 

- Eu não consigo me acalmar. - Resmungou colocando as mãos no cabelo e escorrendo pela parede até se sentar no chão da casa de Sasuke.

 

O Uchiha revirou os olhos, odiava a mania que o amigo tinha de dramatizar e exagerar com tudo.

 

- Eu não sei por que se tortura tanto, apenas fique com ela. - Exclamou calmo.

 

- Eu nunca trairia um amigo. - Retrucou rispidamente.

 

- Amigo? O que ele já fez por você? - O loiro não respondeu desviando o olhar, Sasuke se agachou para ficar frente a frente com o loiro. - Eu sei que o Kiba ama a Hinata à muito tempo, mas ela ama você e vice-versa, não é justo sacrificar a felicidade de vocês por causa dele. 

 

Naruto o olhava fixamente, suas palavras faziam sentido, mas onde estaria sua honra ao ignorar Kiba? Como conseguiria encará-lo depois de ficar com a pessoa que ele ama?

 

- Eu não sei Sasuke. - Seu tom era triste, ele se levantou tentando por os pensamentos no lugar e o Uchiha fez o mesmo. 

 

Naruto entrou em seus devaneios e se lembrou do dia em que Kiba disse à ele que gostava da Hinata. Eles eram tão jovens que o Uzumaki nem entendeu o tipo de “gostar” que o amigo se referiu e pensava que era apenas por amizade. 

 

Os anos se passaram e de repente Hinata entrou para o time de Kiba. A euforia do Inuzuka era perceptível, ficou tão feliz que, diferente da maioria das vezes, estava sempre bem humorado. Um tempo após isso acontecer Naruto começou a pensar na Hyuuga de uma forma especial, sempre achou ela muito bonita, mas além disso começou a se lembrar de tudo que ela já fez por ele, desde o dia que deu à ele uma pomada curativa quando eram gennis até atualmente. Haviam muitas coisas acumuladas que na época não tinha dado a importância que deveria. Além de que, diferente da maioria das garotas que conhece, ela é um poço de gentileza, sempre delicada e simpática com seu jeito tímido e encantador.

Quando o loiro se deu conta que estava apaixonado, conversou com Sakura que o ajudou muito incentivando ele à se declarar para a Hyuuga. Até então fazia quase um ano que não trocava palavras com Kiba. Certo dia decidiu revelar de uma vez por todas seus sentimentos para a morena de olhos perolados, entretanto por ironia do destino, nesse mesmo dia encontrou Kiba no caminho.

 

Flashback On

 

- Ora ora, se não é o grande Naruto Uzumaki. - Comprimentou o moreno alegremente caminhando na direção do loiro e lhe dando um aperto de mão. 

 

- Quem é vivo sempre aparece. - Riu sem graça e coçando a cabeça. 

 

- Hum.. - Lançou-lhe um olhar malicioso. - O amor está no ar. - Direcionou os olhos para as flores na mão do Uzumaki. 

 

- Ah isso? - Apontou para as rosas se corando. - não é nada, vou visitar um amigo no hospital. - Mentiu com muito nervosismo, não queria causar problemas.

 

- Entendo… - Fez uma careta desconfiada. - Você me deu uma boa idéia, faz tempo que não dou flores pra minha garota.

 

- S-sua garota? - Gaguejou sentindo seu coração apertar e pedindo a Kami que ele não estivesse falando da Hyuuga. 

 

- Ah você não soube? - O loiro lhe lançou um olhar interrogativo. - Eu e Hinata estamos juntos.

 

O mundo de Naruto desmoronou, suas flores caíram ao chão e seu coração estava aos pedaços.

 

- Opa. - Exclamou Kiba pegando as flores do chão e entregando para o dono. - Sempre desleixado. - Deu uma breve risada. - Se cuida cara. - Saiu andando, deixando um Naruto triste e de coração partido.

 

Então era isso, tarde demais para jovem Uzumaki, mas afinal o que ele pensava? Que ela ficaria à sua disposição para sempre? Patético. - Pensou Naruto ao jogar as rosas em um lixo de praça pública e retornar para casa com certa raiva misturada com tristeza. 

 

Dias se passaram e o loiro não tirava a morena de sua cabeça, sentia-se triste e impotente. Naruto não era do tipo que desistia fácil, se desejava algo ele lutava para ter, mas não havia o que ser feito nessa situação, Hinata deveria estar feliz, afinal Kiba sempre à amou e todos sabem disso, acreditava que ele estava cuidando bem dela, mas essa era uma sensação ruim para ele por estar de mãos atadas, sempre fazia de tudo para ter o que queria e dessa vez simplesmente tinha que esquecer. Pensamentos como esse fazia ele se sentir fraco, por isso treinava exageradamente todos os dias, descontando a raiva de si mesmo por nunca ter tentado nada antes. 

 

Até que certo dia, em meio ao seus treinamentos Hinata veio até ele, não pode deixar de conter a alegria em encontrá-la, tentou agir normalmente e vê-la apenas como uma amiga, mas não pode deixar de notar que a cada dia a beleza dela se renovava. Ele a convidou para ir no Ichiraku e lá ela se declarou para ele. Naruto ficou mais confuso do que estava antes e fez o que achou ser certo, à dispensou da maneira mais gentil que pode, isso fez seu coração arder, mas era o que achava sensato naquele momento. Afinal ela estava namorando não é mesmo? 

 

Flashback Off

 

- Hey. - Sasuke estalava os dedos na frente do rosto de Naruto para despertá-lo. - Ficar se lamentando não vai resolver nada, tem que tomar uma decisão.

 

- O que você faria? Onde estaria a minha honra ao fazer isso com um companheiro? 

 

- Se Kiba ama tanto Hinata, deixaria ela livre pra escolher o que à fizesse mais feliz, e eu acho que ela já fez essa escolha. - Naruto o encarou, o Uchiha tinha razão, mas ele se sentia muito errado ao pensar que roubaria o amor da vida de Kiba. Voltou a fitar o nada.

 

- Eu não sei se consigo… - Sasuke resmungou demonstrando que estava perdendo a paciência. 

 

- Que consideração toda é essa pelo cachorro? Ele nunca te ajudou em nada. - O loiro o encarou sério, pronto para retrucar, porém foram interrompidos pela campainha. 

 

Os dois se entreolharam estranhando ter alguém na porta, pois não esperavam ninguém. Sasuke caminhou até a porta e abriu arregalando os olhos ao ver de quem se tratava, causando curiosidade à Naruto que permaneceu sentado.

 

- Olá Sasuke. - Naruto reconheceu a voz e deu um pulo do sofá. - Desculpe aparecer do nada, não achei o Naruto na casa dele então achei que ele estivesse aqui.

 

Sasuke olhou para Naruto que assentiu positivamente com a cabeça, o loiro parecia sério e pronto para enfrentar o que fosse.

 

- Ele está sim Kiba, pode entrar. - Deu passagem ao Inuzuka e ele entrou.

 

Quando Naruto cruzou os olhos com os de Kiba retirou sua expressão fechada para uma de preocupação. Os olhos dele estavam inchados, indicando claramente que havia chorado horrores na noite anterior, seu semblante natural de superioridade e alegria sumiu e se tornou em um vazio e sem cor.

 

- Olá Naruto. - Forçou um sorriso e Naruto assentiu ainda preocupado com o estado do jovem. - Não vou tomar muito do seu tempo, mas temos conversar.

 

- Eu tenho que fazer umas coisas na cozinha. - Disse Sasuke notando que precisava deixar os dois sozinhos. - Kiba, por favor fique a à vontade. - Se retirou deixando os dois rapazes que se olhavam seriamente.

 

- O que há com você Kiba? - Questionou Naruto quebrando o silêncio. 

 

- Nada, eu estou bem…

 

- Não. - Interrompeu. - Não está. - Kiba o olhou, não queria falar sobre a sua dor, afinal não foi pra isso que tinha vindo.

 

- Eu só vim te dizer que eu menti. - Resolveu ignorar a preocupação do loiro e ir direto ao assunto.

 

- Como assim? Sobre o que você mentiu?

 

- Sobre a Hinata, nós… - Kiba deu uma pausa e ficou com o olhar distante. - Não estamos juntos.

 

Naruto sentiu que a voz dele fraquejou na última frase.

 

- Hinata já tinha me dito que era mentira. - Kiba o olhou com os olhos quase lacrimejados, ele parecia estar tentando ser o mais forte possível. 

 

- Ela te ama. - O moreno olhou profundamente para Naruto se perguntando o que ele tinha de tão especial para Hinata não conseguir enxergar mais ninguém além dele.

 

- Eu sou incapaz de fazer isso com você, meu amigo. - Naruto usou o tom mais acolhedor que pode ao perceber aonde essa conversa chegaria. 

 

- Não se importe comigo. - Virou de costas e deu poucos e lentos passos. - Eu não à terei de qualquer forma, acho que nem mesmo a amizade.

 

A voz do moreno permanecia normal, mas Naruto pode notar as lágrimas dele caindo no chão para logo em seguida Kiba limpar o rosto com a manga da blusa e voltar a olhar para ele.

 

- Eu sei que você à ama também, eu posso ver, por isso eu menti. - Kiba abaixou a cabeça sentindo que as lágrimas voltariam. - Só vim dizer que o caminho está livre pra você Naruto, boa sorte. - Disse por fim, sem olhá-lo e sair pela porta rapidamente, mas antes que se fosse Naruto notou que seu rosto voltava a ficar encharcado por lágrimas novamente.

 

O loiro caiu sentado no sofá, pasmo. Nunca em sua vida tinha visto Kiba daquele jeito e olha que eles se conhecem desde a infância. Kiba é tão alegre quanto Naruto em seu dia-a-dia, sempre brincalhão e divertido, portanto ver o estado em que ele se encontrava foi um choque para Naruto.  

 

O que faria agora? Não se sentia bem em pensar em Hinata de forma amorosa, mas não podia evitar, não mandava em seu coração, porém ver o estado de Kiba o destruiu por dentro e se sentiu culpado por toda tristeza dele. Pela primeira vez em sua vida, Naruto não fazia idéia do que deveria fazer. 


Notas Finais


Obrigada por lerem ♥♥♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...