História Eternal Bonds - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Luta, Magia, Romance Dramatico
Exibições 2
Palavras 1.405
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Shounen, Sobrenatural

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


desculpa pela imensa demora, eu nao tenho mais tanto tempo por causa da escola, vestibular e tcc, isso foi o que consegui em meu tempo livre e tambem por estar trabalhando em outra novel, o porque de eu postar novels aqui eu nao sei kkk. Espero que gostem e se possivel deixem seus comentarios

Capítulo 9 - Guerreiro do gelo


Capítulo 9: ____

 

Maria me levou à enfermaria para cuidar de meus ferimentos e consertar meu selo que estava danificado por alguma razão, no caminho eu perguntei quanto ao meu oponente o que iam fazer com ele e a resposta fora um seco “outros tratarão dele”. Chegando ao nosso destino, fui ordenado a ficar sentado e espera-la pegar os medicamentos, porém estava com pressa e resolvi usar uma coisa que descobri durante o treinamento.

-Certo isso irá aliviar sua dor e isso deve reforçar o e... O que você esta fazendo? –disse Maria ao virar e ver minha mão em chamas em cima dos ferimentos.

-Ah isso? Bom durante meu treinamento eu lembrei que a Hell Blaze consome a energia do alvo para se tornar mais forte, logico isso e de conhecimento geral mas, eu descobri que posso consumir minha própria energia para criar uma chama que alivia a dor e se concentrada um pouco acelera a cura na área.

-Isso é bem... Incrível, nunca pensei que essa magia teria outro uso além de matar. Mas mesmo assim ainda irei aplicar o tratamento então, por favor, pare de usar sua magia e me deixe fazer meu trabalho.

De novo a obedeci, não era nada doloroso, simplesmente uma injeção, pomada e voilá curado, mas eu não havia entendido o porquê dela não usar sua magia para o tratamento seria bem mais fácil. Fui ordenado e descansar um pouco para que a recuperação do selo fosse mais rápida então fiquei na sala sozinho, mas não por muito tempo já que Amélia, Yukio e Kieran vieram me visitar.

-Se fosse eu a luta teria acabado muito mais rápido Haru haha.

-É mesmo Yukio? Quero ver se sua luta vai ser tão rápida assim, e falando nisso, quando vai ser?

-É a ultima da rodada, posso assistir os outros apanharem um pouco antes de mim.

-Haru você esta melhor? –Disse Amélia com os olhos arregalados e com um tom de preocupação, cada vez que a via eu ainda sentia um aperto estranho no coração mas ainda assim ficava feliz em vê-la.

-Ah não foi nada haha, eu sou durão, vai precisar mais do que aquilo pra me tirar desse torneio.

-Hmpf, ainda assim tome cuidado. –enquanto dizia isso ela sentava-se ao meu lado e segurou minha mão, eu realmente ficava feliz ao lado dela.

-Harusuke... Você se segurou naquela luta não é? Sua magia devia ter simplesmente absorvido a dele, e se você realmente se segurou isso quase lhe custou a luta, olhe seu estado agora. –Não dava mais para sentir o tom normal de Kieran, agora ele estava serio como se fosse um assunto de vida ou morte.

-Nah, não tem como eu me segurar, eu vou ir com tudo haha. E, além disso, eu estou ótimo, se o Marcus quiser eu luto contra ele de novo e ai... –Para mostrar que eu estava bem pulei da cama, mas não fora a melhor escolha, eu ainda não havia me recuperado por completo e sofri por isso.

-Bom se você diz que vai ficar bem então eu acredito em você haha. –Seu tom normal retornou sem mais nem menos, a facilidade de Kieran para mudar sua postura era anormal.

-Bom, não vamos ficar aqui vamos assistir as demais lutas e sempre bom ver quem vamos enfrentar não Haru?

-Concordo Yukio, então vamos.

Nos quatro nos dirigimos às arquibancadas para assistir o restante do torneio enquanto esperávamos a vez de Yukio lutar. Eu ia abraçado à Amélia e fiquei surpreso de em tão pouco tempo nos ficamos tão íntimos, mas também aterrorizado que desde que eu a conheci a voz apareceu e me atormenta desde então. Lembrei-me da maneira que Maria estava se comportando e perguntei ao Yukio se ele sabia o motivo.

-Sim Haru, sabe depois da guerra Maria ficou com uma aversão a qualquer luta e ate mesmo a magia dela em partes, por isso ela e tão contra o torneio e nos participarmos dele, e também...

-Também o que?

-Sua magia, ela lutou contra quem a usava e agora foi ajudar quem a usa, isso não deve ser nada fácil pra ela, da um desconto para ela.

Eu não a culpava, mas fiquei feliz ao saber que mesmo sendo negligenciado pelos pais por conta de sua irmã Yukio não guardava rancor contra ela, muito pelo contrario ele ainda a achava um exemplo a ser seguido, pois ele queria ser tão forte quanto ela.

Abraçado a Amélia eu assisti a primeira rodada do torneio, eu havia perdido a luta após a minha, porem Yukio me advertiu e disse que aquele que seria meu oponente é alguém que usa “fogo”, eu podia ficar relaxado por que uma magia de fogo comum não era nada diante da Hell Blaze. O torneio seguiu, chegando à penúltima luta da rodada, um dos lutadores era Ryuke, então já sabia quem seria o vencedor. A luta não durou ao menos dez segundos, quando foi dada a permissão para lutar a arena foi tomada por um brilho roxo provindo de um relampo do Ryuke, e quando menos percebemos o oponente de Ryuke já estava deitado inconsciente no chão, vitória fácil.

-Bom, agora é a minha vez de brilhar, tente se manter ate as finais para me enfrentar Haru. –Disse Yukio sorrindo enquanto se direcionava a arena para sua luta.

-Kieran, quem vai ser o oponente do Yukio?

-Ah sim, você não estava aqui quando o restante das lutas foram decididas, o nome eu não me lembro, mas sua magia é interessante, “alquimia”.

-Alquimia?

-Sim, ele pode transmutar objetos em diferentes formas ou propriedades, é uma magia bem versátil. A luta vai começar, você ira entender melhor assistindo.

O oponente do Yukio era um rapaz com cabelos castanhos e usava roupas grossas, provavelmente para se proteger do Yukio. Foi dado inicio a luta, Yukio uniu suas mãos ao solo congelando-o por completo em apenas um instante e em seguida com o movimento de suas mãos estacas de gelo provindas do solo emergiam próximas ao seu oponente que com um pouco de dificuldade desviava delas.

-Hmpf, gostaria de ver como você ira lidar com sua própria magia Yukio.

Enquanto dizia isso, o oponente de Yukio colocou ambas as mãos em uma estaca de gelo formada e então outras emergiram do solo, porem dessa vez do lado de Yukio tentando ataca-lo. Era assim que “alquimia funcionava”, ele podia malear a magia alheia, em mãos certas essa magia tinha um potencial ilimitado.

-É só isso? Eu esperava mais de alguém que usa uma magia tão forte assim, já que terminou sua jogada agora é minha vez. –O tom de Yukio se tornou frio como o gelo que ele usava, sua postura durante as lutas era completamente diferente do que eu já vi.

Unindo as mãos Yukio começa a concentra-se em um golpe, a temperatura cai rapidamente a ponto do ar que sai de nossas bocas ser visível. “Blizzard”, essa era a técnica que ele estava usando. Não Demorou muito para a arena ser tomada por uma pequena tempestade de neve, apesar de pequena ela era muito concentrada, incapacitando qualquer um ver o que estava acontecendo dentro da arena. Apenas gritos somados ao vento intenso que se formara podiam ser escutados, e logo após a tempestade e cessada, mostrando a imagem de uma arena tomada pelo gelo, solo congelado e diversos pilares e estacas de gelo formadas, e prestando atenção em meio a tudo era possível ver a figura do Yukio em pé com laminas de gelo saindo de seus braços  enquanto seu oponente estava imóvel no chão, aquela cena não parecia ter sido feita por Yukio, mostrava um lado dele que ninguém conhecia. O locutor anuncia que a vitória fora de Yukio e a equipe medica entra para retirar o outro participante.

-Hey o que acharam da luta? –Dizia Yukio enquanto criava um pilar de gelo que logo ia se desfazendo para subir as arquibancadas.

-Exagerado. –Dissemos em conjunto.

Yukio ficou atordoado por um momento e por mais que aquela cena fosse engraçada não me contive e quebrei o silencio.

-Ok, você foi incrível Yukio, nunca pensei que você seria tão forte.

-Ah aquilo? Foi só um aquecimento haha.

-E ainda assim este muito frio aqui, não poderia dar um jeito não?

-Ah, perdão.

A temperatura começou a baixar e o gelo da arena a derreter, mas quando agradecemos ao Yukio ele disse que aquilo não foi obra sua.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...