História Eternal Love - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Magcon
Exibições 78
Palavras 1.118
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 39 - I just don't want to lose you.


Todos os meninos estavam em seus postos. Peguei o binoculo, e observei a lanchonete em que Amanda e Cameron estavam tendo seu encontro. Meu Jesus Cristo. Ela estava linda.

— Vocês já sabem o plano certo? — Perguntei aos meninos.

— Sim, sabemos. — Carter respondeu.

— Tudo bem, vocês vão ser a distração, eu entro pego a Amanda, e pernas pra que te quero. — Eu disse, e os meninos concordaram.

— Fãs falsas, prontas. — Johnson e Aaron falaram.

— Policiais prontos. — Gilinsky e Nate disseram.

— Multidão de fracassados que vai dar a doida, prontos. — Taylor, Nash, Carter, Shawn, e Matthew falaram.

— Ok, então vamos. — Falei me juntando a Gilinsky, e Nate nos postos de policiais.

Todos estavam disfarçados. Eu dei a ideia de simplesmente entra lá, e tentar conversar com ela, mas os meninos estavam querendo ajudar, e acabou dando nisso.

Amanda já estava rindo demais de Cameron pro meu gosto, então tratei de empurrar Johnson e Aaron logo.

— Meu Deus, é o Cameron Dallas. — Johnson e Aaron gritaram. Cameron sorriu e foi cumprimentar as fãs. Agora era a hora da multidão de fracassados.

Os meninos fantasiados de civis saíram gritando adentrando a loja, que havia caras armados indo para lá naquele momento, não consegui conter o riso quando Nash se agarrou em Cameron, e eles caíram no chão. O lugar virou um caos.

Gilinsky, Nate, e eu adentramos o local, e pedimos para as pessoas evacuarem o local. Nate com a ajuda dos meninos conseguiram tirar Cameron do local.

— Senhorita, preciso que venha comigo. — Disse para Amanda. Assustada ela me seguiu. — Você tem um carro? — Perguntei.

— Sim. — Ela respondeu assustada, e me entregou a chave do seu carro.

Adentrei o carro assim que os meninos fizeram ecoar os barulhos de armas, Amanda se abaixou quando eu ia abrir a porta, e acabei dando com a porta na cara dela. Ela gemeu com dor, mas adentrou o carro. Acelerei o automóvel e sai dali.

— Senhor policial, eu estava com um garoto, você acha que ele está bem? — Amanda perguntou.

— Tenho certeza que sim, a polícia de Los Angeles é muito eficiente no que faz. — Forcei a voz sorrindo.

— Está tudo limpo. — Nate escreveu na mensagem que havia me enviado.

Pelo retrovisor pude ver os meninos nos seguindo, eles gritavam e dirigiam rápido.

— Meu Deus, eles nos seguiram. — Amanda disse olhando para trás. Droga, isso não estava no plano.

Os meninos gritavam felizes, e aceleravam, Amanda estava entrando em pânico.

Havíamos acabado de passar pela praia, uma estrada de terra, estava logo a esquerda. Adentrei - a rapidamente, e os meninos passaram por nós.

— Toma. — Disse entregando um mapa para Amanda. — Aonde essa estrada vai sair? — Perguntei. Amanda saltou no banco.

— Sammy? — Ela disse me encarando assustada.

— Oi, docinho. — Disse sorrindo.

— Sammy, o que você está fazendo aqui? — Ela perguntou com raiva.

— É uma longa história, e eu estou com uma certa preguiça de contar. — Falei.

— Você me sequestrou? Você e os meninos armaram aquilo tudo? — Ela gritou.

— Sim. — Disse me virando para ela, e a encarando. — Mas não fique brava, teve um motivo importante, eu ...

— Um motivo importante? — Ela gritou. — Você estragou meu encontro com o Cameron, Sammy.

— Eu sei. — Falei. —Mas não vou pedir desculpa, pois eu não estou arrependido em nenhum sentido. — Falei sorrindo, e rosto dela se fechou.

— Não sei o que você está planejando, mas não vai dar certo. Porque você não está acelerando o carro? — Ela perguntou com raiva. Olhei para o acelerador, e eu estava pisando nele. Apertei com mais força, e o carro começou a afundar.

Olhei para baixo, e estávamos afundando em uma poça de lama.

— Caralho. — Gritei. — Sai pela janela, e sobe em cima do carro. — Disse, e Amanda obedeceu. Subimos em cima do carro, e Amanda se agarrou a mim. Até que eu estava gostando.

— O que vamos fazer? — Ela disse me apertando mais assustada. Vi um tronco próximo de nós, e apontei em sua direção.  Pulei em cima do tronco, e puxei Amanda.

Nossos rostos ficaram próximos, e nossos olhares se encontraram. Mordi meu lábio inferior, e encarei os seus lábios. Estavam tão atrativos. Amanda se afastou de mim, e eu acabei desequilibrando e caindo na poça de lama, a puxando junto.

— Sammy, seu idiota. — Ela gritou quando caímos.

Usei o tronco de apoio e consegui erguer meu corpo para cima. Eu estava coberto de lama, e nem enxergava direito. Puxei Amanda novamente, e o carro afundou.

— Me desculpa por isso. — Disse assim que atravessamos o tronco, e fomos para a superfície.

— Você matou a Petúnia. — Ela choramingou.

— Petúnia?  Seu carro se chamava Petúnia? — Perguntei.

— Cala a boca, Wilkinson. — Ela gritou, e começou a andar.

— Aonde você vai? — Perguntei a alcançando.

— Para longe de você. — Ela rosnou.

— Amanda, espera. — Falei.

— Não, Sammy, me deixe em paz. — Ela disse.

— Olha. — Disse me colocando na frente dela. — Me desculpa.

— Não. — Ela disse me encarando brava.

Não olhei para aonde estava indo, já que estava de costas e cai para trás. Afundei rapidamente, mas logo consegui voltar a superfície. Amanda ria do lado de fora. Sai do pequeno lago, e a peguei a jogando no lago. Ela riu e começou a se limpar da lama que estava em seu corpo.

Assim que nós limpamos, saímos do lago, e nos sentamos debaixo de uma árvore. Encarei Amanda, depois seus lábios. Céus, eu queria tanto beija - lá.

— Eu quero você, Amanda. — Disse.

Amanda P.O.V.S:

Sammy não disse mais nada, apenas continuou se aproximando cada vez mais. Quando ele já estava bastante próximo, envolveu meu rosto com suas mãos, e parou com o corpo bem pertinho do meu. Se ele não estivesse segurando meu rosto, acho que teria desmaiado assim que seu perfume encheu meus pulmões.

Deslizei minhas mãos pelos ombros dele, gravando cada toque na minha memória para jamais esquecer, e o abracei pelo pescoço, puxando-o para mais perto. Sammy embrenhou uma mão em meus cabelos e escorregou a outra até meu quadril, fazendo qualquer espaço que ainda houvesse entre nós sumir. Nossas línguas se acariciavam numa sintonia perfeita, fazendo meu corpo inteiro formigar. Ele conseguia ser firme e delicado ao mesmo tempo, me segurando perto dele e me provocando sensações novas com o mais sutil dos toques, como nunca ninguém havia conseguido. Fomos intensificando cada vez mais o beijo a cada segundo, até meus lábios ficarem dormentes e meu fôlego acabar. Mesmo ofegante, continuei beijando-o com a mesma avidez, sem querer desgrudar dele nunca mais.

— Sammy, porque você está fazendo isso? — Perguntei. — Você me afastou, pediu para eu seguir em frente. Eu tentei juro que tentei, e agora você vem aqui, se aproxima de mim, me beija. Oque você quer de mim? — Perguntei.

— Eu não sei. — Ele disse sincero. — Eu apenas não quero te perder.


Notas Finais


Trailer primeira temporada: https://www.youtube.com/watch?v=3mba31H6fv0 ;
Trailer segunda temporada: https://www.youtube.com/watch?v=lbKBR8VvRJg ;
meu twitter: @samwilkgirl

Estou respostando eternal love, estarei respostando dangerous attraction depois :)

Leiam minhas outras fanfics
The cupid: https://spiritfanfics.com/historia/the-cupid-4610352 ;
A Beautiful Mess ( em breve ): https://spiritfanfics.com/historia/a-beautiful-mess-3491568 ;
Writing my own love story: https://spiritfanfics.com/historia/writing-my-own-love-story-6679865 ;
Find me: https://spiritfanfics.com/historia/find-me-5456958


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...