História Eternally Eternal - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, Ian Somerhalder, Katy Perry, Megan Fox
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Ian Somerhalder, Katy Perry, Lauren Jauregui, Megan Fox, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Angel, Anton, Camren, Ian Somerhalder, Katy Perry, Megan Fox, Norminah, Pedro, Trolly, Vercy
Visualizações 50
Palavras 1.539
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - Vai à merda Angel.


POV Dinah Jane

Como em casa estava muito chato, nós resolvemos ir à praia só para andar, e depois de eu usar a minha beleza para chantagear um senhor que vende bolas estamos jogando, não é tão animado como quando nós jogamos sem nenhum humano por perto, mas até que é legal e exatamente agora eu ia tentar fazer a Lauren de trouxa, mas alguém me fez primeiro.

 

- Pega essa Jane. – Pedro e sua irmã surgiram da puta que pariu por que eu não tinha visto, e ainda por cima taca a bola na minha cara, mas como minha mãezinha querida reverteu os meus poderes doeu para um senhor caralho, e nesse momento estou rolando no chão com Mani tentando me ajudar e prendendo o riso, Ally toda preocupada e o resto rindo, mas os irmãos Cabello estão sem entender nada e estão preocupados.

 

- Como sabe o meu nome? – Falei com uma dificuldade do caralho por que meu nariz estava doendo muito.

 

- Talvez por que você se apresentou quando chegamos aqui! – Pedro falou com cara de obvio.

 

- Ou então talvez seja por que nós somos vampiros e analisamos vocês! – Angel falou pensativa.

 

- Valeu pela sinceridade de nós falar que estava nós observando! – Troy falou em tom sarcástico.

 

- Vocês também estavam não temos nada a esconder. - Pedro devolveu na mesma moeda.

 

- MANIII ESSA MERDA ESTÁ DOENDO! – Toda vez que grito com Mani ela me castiga, desta vez não foi diferente, ela puxou e soltou a minha mão e como a minha mão estava no meu nariz quando ela bateu nele doeu mais ainda. – Papai do céu me ajuda com isso aqui.

 

- Qual é a dela em? Desde quando vampiro sente tanta dor assim? – Pedro pergunta enquanto caminha para o lado da Lauren que esta gargalhando e ele demonstra duvida.

 

- Reversão de poder! – Lucy que estava morrendo de rir fala parando.

 

- Que foda! Qual de vocês tem a capacidade de reverter os poderes? – Angel fala animada.

 

- Não acho que devemos falar nossos poderes para você! – Laur que fala vindo até mim me ajudando a levantar.

 

- Nós não temos problemas em falar os nossos... – Ela diz e fica nós encarando e Pedro vai para o seu lado.

 

- Então fala ué. – Minha voz estava um pouco estranha porque eu estou com a minha mão nele, mas sei que ele esta se curando.

 

- Pedro tem a força além do que a de um vampiro, ele é tipo o Hulk do nosso mundo. – Angel fala e sei que chamou Pedro de Hulk para implicar com ele.

 

- Vai à merda Angel... – Pedro não deve gostar desse apelido... Vou usar! – Essa praga aqui, é a mãe Dináh do nosso mundo.

 

- Tá zoando que você vê o futuro?! – Falei animada pra caralho.

 

- Fala o certo DJ não é simplesmente vê o futuro, é: Precognição artística barra Clarividência. – Além de me colocar um apelido ainda por cima quer corrigir a gente.

 

- Hey, quem te deu o direito de colocar um apelido em minha mulher? – Pensou em uma pessoa ciumenta? Agora triplica e coloca na Mani.

 

- Não preciso ver o futuro pra saber que essa daí vive no djzinho pensando em você! – Eita caralho, a intimidade que eu não dei, ela roubou.

 

- Não precisa, mas eu tenho certeza que você já viu né safada. – Vero já vai nas intimidades.

 

- Quem dera eu poder ver o futuro de vocês. – Angel fala pensativa e meio que emburrada.

 

- Não consegue ver os nossos futuros? –Ally que perguntou curiosa.

 

- Não, mas o de vocês é como se tivesse uma grande barreira. – Troy puxa Ally para o seu encontro, esse e outro ciumento.

 

- Você ver quando quer? – Lucy que perguntou, ela estava encostada em Vero que a abraçava por trás.

 

- Depende... Se eu quiser eu posso, mas caso aconteça algo grave no futuro, não vem quando quero... Vem quando eu preciso saber. – Ela explica e torna o seu poder ainda mais foda.

 

- Tenta ver o meu! – A baixinha falou do nada.

 

- Não consigo, eu já tentei, mas não consigo. – Angel não quer tentar, mas eu sei o que a baixinha esta fazendo.

 

- Apenas... Tenta! – Pela face da Angel faz parecer que ela sente... Medo?

 

- Mamãe ira ficar orgulhosa se você ao menos falar que tentou. – Pedro fala e nós observamos a interação deles.

 

- Tenta Angel, você não tem nada a perder... Tem? – Laur tenta incentivar.

 

- Certo! – Ela fala e então fecha os olhos por apenas um segundo e quando os abrem, eles estão em um tom verde cana, uma cor bem distinta do normal.

 

- Isso é meio macabro! – Falei muito baixo e levei um tapa de Mani. – Amor isso doí.

 

- Demorei a conseguir vê, e quando acontece a vejo transando com o grandão! – Angel fala com os seus olhos com a cor normal e com cara de nojo.

 

- Quer vê o quanto o grandão é bom na cama né? – Troy fala rindo pelo fato de que Angel o viu transando.

 

- Por que eu não conseguia? – Ela encara Pedro e fala com duvida estampada em seu rosto.

 

- Harmonia Intocável! – Ally fala para ela. – Eu tenho a capacidade de possuir uma aura que me protege de ações hostis, do qual deixará as pessoas confusas, fazendo-as mudarem de ideia ao planejarem me atacar e eu posso também transmitir para os meus irmãos, mas isso é limitado, também tenho Absorção Vital que é ainda mais limitado, comigo faz eu me curar ainda mais rápido, só que eu ainda não consigo transmitir para outro ser, nunca tentei treinar, por que nunca encontrei uma motivação para curar alguém e encontrar um padrão. – Acho que alguém está falando muito.

 

- Não deveria contar nossas coisas para qualquer um Amor. – Troy quer ajudar, mas quando precisa não sabe o limite.

 

- Ela falou o dela, nada mais justo do que falar os nossos. – Ally explica e logo em seguida dá um sorriso para Angel e Pedro.

 

- Eu estou curioso para saber quem aqui tem o poder de reversão de poderes? – Pedro falou encarando a todos tentando saber.

 

- Nossa mãe! – Laur que falou.

 

- E por que ela ta morrendo de dor? – Angel falou apontando para mim sem entender.

 

- Basicamente o meu poder é Absorção de Dano o que significa que tenho a Capacidade de absorver todo o dano recebido e o transformar em energia para ganhar mais força e agilidade, então como a minha mãe reverteu os meus poderes um soco de vocês dói mais do que deveria doer, não só como o soco de vocês como qualquer coisa. – Expliquei o meu poder para eles.

 

- E por que sua mãe reverteu os poderes de vocês? Ela não gosta de vocês? – Angel perguntou.

 

- Mama ama a gente, mas a branquela fez merda e mama nos castigou, tirando o nosso poder. – Falei dando um peteleco na Laur.

 

- Só pra de vocês duas? – Pedro perguntou e nos afirmamos. – Então qual é o seu poder?

 

- O meu... É... Então... – Lauren não tem nem a capacidade de esconder as coisas.

 

- O meu é Amplificação de habilidades que é a Capacidade de aumentar o nível de habilidade de outra pessoa que tenha super poderes. – Vero se apresou em falar.

 

- Que foda! Aumenta a minha força ai. – Pedro falou e PISCOU para ela, que por um acaso sorriu e quando piscou e abriu os olhos por uns 3 segundos seu olho ficou cinza e Pedro deu um murro aparentemente leve no meu ombro, quase morri, mas to bem.

 

- Qual é o problema de vocês em? – Falei quase morrendo.

 

- Caralho, isso e muito bom!! – Pedro fala vai até a anta da minha irmã e faz um hive Five com ela.

 

- Eu posso Despertar habilidades, ou seja, eu tenho a Habilidade de despertar ou conceder habilidades, mas tem Algumas variações deste poder, às vezes exigem que a pessoa tenha algum potencial e essa habilidade vai despertá-lo. – Lucy fala sorrindo.

 

- E você grandão? – Angel perguntou para Troy.

 

- Ofuscação! – Ele fala com um sorriso de orgulhoso por ter esse poder. – tenho a capacidade de me ofuscar em qualquer âmbito, não sendo notado ou percebido por todas as pessoas que passam pelo local.

 

- E você pode só se ofuscar ou pode ofuscar outra pessoa? – Pedro perguntou bem interessado.

 

- Posso ofuscar outras pessoas sim! – Troy falou.

 

- O meu é Absorção Cibernética. – Minha mulher linda e maravilhosa falou.

 

- Foda demais, deve ter uns quinhentos celulares no bolso. – Pedro falou sorrindo.

 

- Só ando com o meu nessa cidade não acontece nada, então nós nem usamos diariamente nossos poderes, e caso eu precise e só usar o dos meus irmãos, sempre estamos juntos. – Mani fala olhando para as unhas, provavelmente ela vai querer faze-las.

 

- E você... Qual é o seu poder Lauren? – Angel olha para ela em forma de carinho.

 

- NOSSA, esqueci que tinha um compromisso agora, foi mal gente, mas vou ter que ir, tchau tchau! – Mano do céu, Laur e muito ruim para disfarçar as coisas.

 

- Okay né! – Pedro fala olhando para Laur que já estava indo embora.


Notas Finais


Prometo que volto logo!
:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...