História Eterno Amor - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Vampire Knight
Personagens Kaname Kuran, Personagens Originais, Yuuki Kurosu
Tags Kaname, Vampire Knight, Yuuki
Exibições 35
Palavras 1.010
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpem a demora, mas é que estou meio desanimada, mas enfim, boa leitura :)

Capítulo 3 - A nova Monitora do Dia


Fanfic / Fanfiction Eterno Amor - Capítulo 3 - A nova Monitora do Dia

Era de manhã, e a turma do dia já estava em suas salas, o diretor Cross solicitou a presença de Sayori Wakaba, a mesma se dirigia a sala do diretor.

— Com licença, diretor Cross - disse abrindo aos poucos a porta que estava entre aberta.

— entre por favor, Wakaba.

— o senhor gostaria de falar comigo?

— sim, sente-se e não precisa me chamar de senhor - disse sorrindo.

— ah c-claro, tudo bem - disse se sentando.

— bom, Wakaba eu gostaria de te recrutar para ser a monitora da turma do dia no lugar da Yuuki, claro se você aceitar.

— eu monitora? eu, er... bem...

— Zero não está conseguindo
conter as garotas da turma do dia, então eu queria a sua ajuda, porque você já sabe sobre a turma da noite.

— o Zero precisa de ajuda?... ah tudo bem então, vou dar o meu melhor - disse sorrindo confiante.

— muito obrigada Wakaba, você vai ser de grande ajuda.

Sayori sorriu e saiu da sala do diretor, em direção a sua sala de aula.

— Hey Sayori.

— Zero?
- disse parando e se virando para ele.

— oi, você já sabe sobre a monitoria do dia? - disse se aproximando dela.

— ah sim, eu sei.

— e você aceitou?

— sim.

— esse trabalho é perigoso, eles são vampiros, eles não vão ter misericórdia se te pegarem.

— mas eu não tenho medo, a Yuuki está com eles, então não vejo nenhum mal, e você também é um vampiro, e é bom, então porque não acredita que eles possam ser bons também?

Zero a olhou, Sayori percebendo que ele não a responderia se virou e saiu em direção a sua sala.



Já findava a tarde, Yuuki acordou e olhou para Kaname que estava adormecido ao seu lado, com sua testa colada a dela.

Yuuki sorriu, se levantou retirando o braço de Kaname de cima de seu corpo com cuidado, olhou para o relógio, ainda faltava duas horas para começar a aula, Yuuki se espreguiçou e foi tomar um banho, saindo de lá, colocou seu uniforme e saiu do quarto.

Não havia ninguém no corredor, talvez estivessem todos dormindo ainda, chegando no topo das escadas ouviu uma voz alta que parecia pertencer a Aidou, desceu as escadas e viu Aidou sentado no sofá com Maria, os dois pareciam muito felizes, Yuuki torcia pelos dois, afinal Maria precisava de alguém forte ao lado dela para a proteger, e Aidou bom Maria era uma garota incrível e Yuuki queria todo o bem do mundo para Aidou, ele havia se tornado um grande amigo para ela no tempo em que passou a protegendo.

— Yuuki-sama?

— Aidou, Maria, que bom vê-los aqui, estão sem sono?

— ah sim, eu estava sem sono e vim para sala e encontrei Aidou sentado e vim conversar com ele - disse Maria sorrindo.

— ah que ótimo - sorriu - posso me sentar também?

— ah claro que sim Yuuki-sama, sente-se por favor - disse Aidou.



Já estava quase na hora da aula da turma da noite, quase todos já se encontravam no salão de baixo, Yuuki havia se dirigido para o quarto, e encontrou Kaname acordado e sentado na cama.

— onii-sama, já está acordado e pronto para aula.

— sim, vamos.

As alunas da turma do dia já estavam todas fazendo um corredor no pátio, aguardavam ansiosamente à passagem dos alunos da turma da noite, Zero estava já expulsando as garotas, quando Sayori apareceu.

— você não devia agir assim com elas Zero, elas só querem ver os garotos da turma da noite.

Zero bufou e continuou expulsando as meninas, o portão do dormitório da Lua foi aberto, revelando os alunos da turma da noite, com seus uniformes brancos e a aparência extremamente atrativa.

Começou a bagunça, Zero olhava com seu olhar assustador e espantava algumas meninas, já Sayori tentou falar com algumas garotas para não se aproximarem mas foi derrubada pelas garotas histéricas, Yuuki vendo a amiga no chão, correu ao seu encontro e a ajudou a levantar.

— Yori-chan o que está fazendo?

— ah Yuuki, eu sou a nova monitora da turma do dia.

— O quê? Mas você não pode.

— por quê não? Eu sou a única que pode ajudar Zero agora, você não viu que ele está tendo dificuldades em controlar as garotas?

— Yori-chan...

— vamos Yuuki, só falta nós para entrarmos.

— claro, oni... Kaname.

Yuuki e Kaname adentraram a escola.



Yuuki pediu licença para o professor e saiu da sala, estava indo para a casa do diretor Cross, que ficava dentro do prédio escolar.

Chegando lá ela entrou e foi procurar o seu pai.

— Pai, você tá aí?

— Yuuki filhinha querida, estou aqui na cozinha.

Yuuki caminhou até a cozinha, e viu seu pai cozinhando, que pelo cheiro parecia ser lámen, que por acaso era a comida predileta de Yuuki.

— lámen?

— ah sim, eu sabia que viria por isso fiz.

— sabia que eu viria? Ah é claro, por que você colocou a Yori-chan para ser monitora? Ela pode acabar se machucando.

— calma Yuuki, meus vampirinhos nunca machucariam a Wakaba, e ela é perfeita para te substituir, e também o Zero vai a proteger.

— Mas pai, e se...

— eu te prometo Yuuki, não vai acontecer nada a sua amiga, agora sente-se e coma um pouco de lámen.

Yuuki se sentou e começou a comer, realmente aquele ainda era o seu prato predileto apesar de que beber sangue, ainda era irresistível, ainda mais por ser o sangue de seu irmão, que ela amava tanto.

Yuuki terminou de comer, já fazia tempo desde que não jantava com o seu pai, derrepente lhe bateu uma nostalgia, aquilo era bom, aqueles momentos que passará naquela casa, estar ali com o seu pai, ela realmente sentia saudades, mas também amava a sua vida agora, estar com Kaname que tanto ela ama.

Yuuki terminou de jantar e se despediu de seu pai e voltou para sua sala.

Notas Finais


Estão gostando? Se sim, deixe um comentáriozinho, eles dão um up :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...