História Eterno Amor - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Darkinho-kun

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kiba Inuzuka, Kushina Uzumaki, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Fugamina, Sasunaru
Exibições 258
Palavras 2.202
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, gente. Aqui estou eu postando duas da manhã e parece que não estou com sono, kkkkkk.
Vou me concentrar mais um pouco no que o Naruto sente pelo Sasuke nesse capítulo e os sentimentos desse loirinho lindo. Eu achei que ele ficou muito lindinho. Aproveitem!
Até as notas finais.

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Eterno Amor - Capítulo 2 - Capítulo 2

Sasuke foi até seu pai, que estava tomando banho, pedir para que ele o levasse até o hospital onde Naruto estava, no entanto, como ele não podia usar o carro de Fugaku por ter menos de dezoito anos e o pai estava no banho, ele não podia levá-lo. O moreno saiu correndo, mesmo a pé, até o hospital. Quando ele chegou ao hospital, viu Naruto sentado na recepção e foi até lá.

­­- Naru, explique-me direito o que aconteceu. Que história é essa do seu pai ter sofrido um acidente? – pergunta o moreno, confuso.

- Sasuke, que bom que está aqui! – diz o loiro, aliviado. Ele abraçou o moreno assim que o viu, fazendo-o ficar sem graça com a situação.

Os dois se sentaram e Naruto explicou toda a situação do pai para o moreno, que retribuiu um abraço com outro.

- Sasu... Eu não sei o que fazer se perder meu pai. Você é o meu único e melhor amigo e eu preciso muito de você agora! – diz o loiro, apertando seu amigo fortemente.

Naquele momento, um clima começou a “rolar” entre os dois e, assim que eles perceberam que aquele momento estava meio estranho, afastaram-se um do outro. Kushina, que viu a cena do abraço quando foi falar com o filho, finalmente se aproximou dos dois.

- Filho, o que o Sasuke faz aqui?

- Ele veio nos apoiar a meu pedido, mãe.

- O seu filho me ligou e eu não podia deixar de vir, senhora Kushina – explicar Sasuke, cumprimentando a mulher de cabelos cor de fogo e abraçando-a para tentar confortá-la.

- Pena que não tem nada que você poça fazer, Sasuke. O Minato está em coma e não se sabe quando ele irá acordar, então ficarei aqui cuidando dele hoje – diz Kushina, inconformada.

- Tem certeza? Eu posso ficar também.

- A sua mãe sabe o que é melhor para você, Naruto. Temos que ir mesmo, já está de noite e temos aula amanhã.

- Ah, você está certo...

- Vá, meu filho. Eu ficarei sozinha aqui- diz ela, despedindo-se do filho e seu amigo.

Estava de noite e o medo de Naruto aumentava cada vez que eles ficavam expostos nas ruas de Tóquio, ele foi chegando mais perto do corpo do amigo aos poucos, até estar quase colado. Sasuke foi até a casa do loiro, que estava mais perto do hospital, e ele ficou por lá até que seu pai chegasse com o carro. Fugaku estacionou bem na frente e buzinou ao chegar, Sasuke se despediu do amigo com um cumprimento discreto com as mãos após se lembrar do abraço que eles deram no hospital, então ele voltou para casa e caiu na cama sem nem mesmo dormir.

No hospital, Kushina havia pedido um banco a uma funcionária do local para se sentar ao lado do marido, que estava na cama. Ela passava suas mãos na face do loiro, lamentando-se ao ver o modo em que ele se encontrava.

-Mina-kun... Eu te amo, Mina-kun. Acorda por mim? Vai! Por favor! – Kushina grita desesperada, chorando nos braços do amado.

Enquanto isso, Naruto tirou suas roupas e às colocou na área de serviço para serem lavadas, em seguida, nu, ele entrou no banheiro e lavou suas mãos para pegar a toalha de banho e colocá-la no pequeno varal dentro do banheiro onde se penduravam as toalhas na hora de tomar banho. O loiro entrou no Box logo em seguida e ligou o chuveiro, que derramou água sobre si. Naruto pensou em Sasuke durante o tempo todo em que tomava seu banho, ao olhar para seu membro, imaginou-se sendo possuído pelo amigo e enquanto passava o sabonete por seu corpo, imaginou seu amigo moreno passando as mãos por todo o seu corpo. Ele se excitou bastante e após o termino do banho, trocou-se e foi ver anime Yaoi em seu celular deitado na cama.

As horas foram passando e ele acabou caindo no sono enquanto via Sekai Ichi Hatsukoi, encolheu-se e, em seus sonhos, imaginou-se tendo relações com Sasuke. Isso o excitou. No dia seguinte, o despertador tocou bem alto e o loiro o jogou contra a parede mais uma vez, e mais uma vez, nenhum arranhão.

-Mas não é possível que esse despertador não sofra nem um arranhão! É do capeta. Só pode – disse Naruto, irritado e sentindo-se um fraco por não conseguir quebrar um misero despertador barulhento – pelo menos ele serve para me acordar.

Naruto foi em direção ao banheiro, escovou seus dentes e lavou seu rosto, em seguida, tomou um rápido banho de cinco minutos e se arrumou para ir à escola colocando a camisa branca com o logo do colégio e uma calça jeans azul. Penteou seu cabelo calmamente para ficar bonito para o amigo e desceu as escadas até a cozinha, então comeu quatro bananas e foi ao banheiro para fazer suas necessidades. Após aliviar seu membro apertado, ele levantou suas calças, deu descarga e lavou sua mão passando duas vezes o sabão em suas mãos. Sua mãe ainda não havia volta para casa e era lógico ela estar ao lado de Minato no hospital ainda, Naruto colocou sua mochila nas costas e seguiu até o colégio para encontrar-se com o moreno. Foram direto para a aula após conversarem um pouco.

Quando a aula de educação física chegou, o professor disse que eles teriam natação na aula de hoje e Naruto ficou com vergonha ao pensar que poderia ficar seminu na frente de seu amigo e de vários outros meninos, ele não queria aquilo, sentia-se incomodado de ter que mostrar seu corpo para os outros. A sua pele era menos clara que a de Sasuke, porém ainda sim branca, ele ficava nervoso só de pensar no amigo olhando para as suas pernas e sua bunda. Entretanto ele não parava de pensar no beijo que eles haviam dado um no outro, vê-lo seminu não ajudaria nada naquele momento e poderia deixar as coisas ainda mais confusas e agitadas. E ainda tinha a preocupação com o pai em coma. A vida de Naruto está passando por bastantes tempestades ultimamente.

- Droga... – resmunga baixinho o loiro nervoso – Mas professor, nós teremos de ficar de sunga?

- Sim, Naruto. Temos que utilizar a sunga sempre para fazer natação – afirma o professor de educação física Kakashi Hatake.

- Ah... Obrigado – agradece o loiro, sentindo-se derrotado.

No vestiário, Naruto já tinha se trocado e estava de sunga, mas cobria suas pernas com uma toalha em cima. O que vestiria até a hora de entrar na água para não repararem em seu corpo, mas Sasuke apareceu usando uma sunga preta por trás e abaixou a toalha pensando que seu amigo estava nu. Ele disfarçou fazendo uma brincadeira.

- Ué! Por que está usando uma toalha se está de sunga? Pensei que estava pelado.

- Bom... Você não me engana, não, Sasuke. Eu sabia que você iria fazer essa brincadeira, então já vim para a escola de sunga por precaução.

- Como sabia que hoje seria natação? – pergunta o moreno, confuso.

- Tenho meus contatos – disfarça o loiro dando um sorriso e mandando um beijo para seu amigo.

- Sei... – ele riu.

- Você aí! Formem suas duplas, pois iremos fazer uma copetição de natação. A dupla que vencer terá uma chance no campeonato de natação deste ano – disse o professor Kakashi aparecendo do nada local para avisar os garotos.

- Sasu... Eu e você não somos íntimos de ninguém aqui ainda, então podemos ir juntos? – pergunta o loiro com medo de ficar sozinho.

- Claro, mas você é bom em natação? Eu fiz aula de natação durante um tempo e tenho mais noção de como é, mas e você? – Sasuke termina a frase exibindo perfeito corpo moldado com ajuda da natação.

- Bom... O meu pai tem vários troféus de natação, talvez eu seja bom como ele.

- Não tem jeito! Teremos que ir juntos mesmo.

Sasuke já havia se conformado com a derrota, ele era ótimo em natação e amava aquele esporte, mas sem alguém bom como ele ao seu lado iria perder a chance de competir no campeonato de natação do colégio.

- Eu te encontro em frente e piscina – diz o moreno saindo do vestiário.

- OK – responde o amigo, observando-o sair enquanto não parava de pensar na cena de beijo entre os dois – Não acredito que ele pode ter se esquecido dessa cena. É tão recente! Nós somos amigos e eu sempre o amei, mas ele ignorar esse assunto não está ajudando. Nós nos beijamos! Será que ele pode estar ignorando esse assunto por achar que foi um erro? – Naruto guarda sua toalha em seu armário no vestiário e segue até o ginásio de natação.

Todos já estavam preparados para nadar, Kakashi escolheu a dupla dos novatos primeiro para mostrarem o seu potencial e Sasuke se ofereceu para ir antes de Naruto. Ele se posicionou e partiu, seus braços e pernas moviam-se como velozes penas. Ele nadava com o corpo leve e tranquilo enquanto o loiro o observava, observava seus musculosos braços se movendo e sua linda bunda se molhando. Sasuke completou a prova rapidamente e saiu da água todo molhado, Naruto observava o corpo do moreno de cima para baixo enquanto ele era elogiado pelo professor, o seu membro se mexeu enquanto ele nadava e estava todo desajeitado dentro da sunga, o loiro percebeu sua leve e pouco perceptível extensão.

- Você foi ótimo, garoto – diz Kakashi, impressionado com o novato Uchiha.

- Parabéns, Sasu! – elogia o amigo.

- Obrigado, Naruto – agradece Sasuke, passando a mão no cabelo do loiro. Então ele foi para o vestiário tomar um banho para esperar Naruto nadar.

Não demorou muito tempo, após Naruto terminar o que era quase um “teste”, o professor disse que ele tinha potencial, porém precisava melhorar um pouco. Ele e Sasuke estavam dentro da competição de natação, então teriam que treinar muito a partir de agora.

Ao chegar ao vestiário, Naruto se deparou com a linda visão da bunda de Sasuke desprotegida e a mostra para todos, ele estava tomando uma ducha para tirar o cloro do cabelo e por que queria ficar cheiroso mesmo. O moreno passava o sabonete por sua lisa pele por onde a água escorria fazendo Naruto ser seduzido com aquela cena, de repente, um dos alunos chamados Kiba entrou no vestiário e viu que Naruto estava concentrado nas partes baixas de Sasuke, mas ficou observando o mesmo que ele por alguns segundos.

Querendo dar-lhe um susto para que ele parasse de ficar lá parado, Kiba se aproximou do loiro e gritou “Naruto”, isso fez com que ele gritasse assustado e seu amigo notasse a presença dos dois.

- Por que fez isso? – pergunta Naruto, irritado.

- Pra tomar cuidado com o que olha, bicha – Kiba respondeu neste modo com intenção de irritar ainda mais o loiro e fazê-lo se magoar um pouco. Naruto ficou quieto, mas foi tomar uma ducha bem longe daquele homem e do amigo para ficar nu em paz.

- O que Sasuke deve ter pensado de mim? Será que ele escutou o Kiba me chamando de bicha? Droga... Eu tô ficando excitado só de pensar no Sasuke, eu quero estar com ele, eu quero que ele sempre fique ao meu lado e goste de mim.

Após o termino da aula de educação física todos voltaram para a sala para a aula de História e o professor fez uma pergunta que intrigou um pouco Naruto. “O que vocês seriam no futuro?”.

- O que seria no futuro? No futuro... eu... Sasuke estaria comigo e nós seríamos companheiros e teríamos filhos, eu seria tipo a sua esposa e faria tudo o que ele quisesse. Eu serviria o café da manhã no quarto para ele... e nunca recuaria quando ele desejar meu corpo. Sasu... Eu não paro de pensar em você e no nosso beijo, será que você esqueceu-se disso ou quer apenas tentar esquecer por que acha que foi um erro? – o loiro se questionava e questionava as atitudes de seu amigo à medida que ele pensava mais e refletia mais dentro de sua mente. Queria aquele moreno para si, ele o amava – Não é uma paixão de melhores amigos de infância que cresceram juntos, é uma... É uma paixão de amor de verdade. Ah... Lembro-me bem de quando nos conhecemos. Eu tinha oito anos quando ele entrou na sala que eu estudava, ele me conquistou com aquele jeito engraçado e simpático dele e seus olhos que pareciam refletir a alma. Nós viramos amigos e o resto da sala não entendia o porquê de nunca nos desgrudarmos, mas eu entendia. A primeira vez que ele dormiu na minha casa eu fiquei encantado de como ele foi educado com meus pais e feliz por termos nos divertido tanto, ele é protetor, educado, sonhador como eu... É o pacote completo! Apesar de ser muito mais bonito que eu, mas tudo bem. Claro que ele é perfeito, eu, não. Sasu... Eu te amo tanto! Fico o tempo me imaginando em seus braços...

Continua...


Notas Finais


Obrigado por lerem! Digam-me o que acharam do capítulo, quem quiser, por que eu saber a opinião do leitor(a). Espero que tenham gostado e aqui está o link das outras fanfics minhas para quem estiver interessado:
https://spiritfanfics.com/historia/almas-dolorosas-4985200
https://spiritfanfics.com/historia/desonrados-5098161
https://spiritfanfics.com/historia/ativos-5499429
Vejo vocês no próximo. Até qualquer hora! ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...