História Eu aceito - Vhope - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Bts, Taeseok, Vhope
Visualizações 151
Palavras 751
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei com mais um :3

Capítulo 2 - O calor do meu gatinho


Fanfic / Fanfiction Eu aceito - Vhope - Capítulo 2 - O calor do meu gatinho

Sabe quando você ta sentado em um baita frio no ponto de ônibus e tem um pequeno ser se esfregando no sei peitoral ao você se sente o Oliver Queens,o Arqueiro sabe? e no meio disso tudo não é na parte boa dele,ou seja,quando ele salva alguém ou mete uma flecha em um vilão, ou se preferir quem sabe nos episódios de Liga da Justiça que ele brota como salvador,eu diria que é na parte que ele fica vermelho e constrangido se escondendo de tudo mesmo,hoje eu to assim e bem pior,ta eu sei:"Mas Hoseok você só usa exemplo de HQ na sua vida?",meus amores HQ è a minha vida,cujo profissão barrinha invisível/Amor real. Agora o Taehyung se esfregar em mim por frio é muito constrangedor mas ele é tão fofo que nesse exato momento to acariciando o cabelo dele e adivinha?ele é tipo a mulher gato tudo porque ele ta ronronando aqui,isso?normal gente ele é um meio gatinho mais fofo do mundo,ta desculpa sou exagerado.

-TaeTae vamos embora o ônibus ta vindo

Parei o carinho e peguei o ser mais lindo do mundo no colo e nesse momento to tentando entrar no ônibus sem pagar mico,o motorista ta me olhando como tarado de criança e eu? To tipo:Osh,iria me sacrificar se o Tae não tivesse descido do meu colo e ido de sentar no final do ônibus, eu diria que ele é um híbrido esperto mas epa,é isso,posso usar ele para criar meu assistente é até exagero mas que foi? Se não pode ser igual o Batman vai ser um assistente útil pelo menos,e fofo,e útil de novo.

-Hobi sente-se logo você parece um louco ai de pé

A ouvir a voz um tanto grossa do pequeno/grande garoto acabei por sentar em qualquer lugar, na realidade ele estava me encarando e eu tipo um pimentão vermelho,o Gavião o Clint nunca sofreu isso com a Viúva então porque um garoto meio híbrido fica me encarando e eu viro o raio lazer dos olhos do superman ? lembrei,deve ser porque sou branco e anti social então isso é muita pressão pra mim,desculpe eu sei,exagero! 

-E..Eh Tae porque estava lá?

O pequeno gato me olhou e abaixou um pouco suas orelhas por cima da touca,ele me lembra a Ravena,desculpa outro comentário nerd em cima de uma cena triste,isso é porque eu amo reparar detalhes por isso sou um ótimo editor,podem me julgar mas isso é meu ganha pão,obrigado de nada.

-Eles viram minhas orelhas brancas e queriam sujar ai eu corri mas quando cansei e voltei a minha forma humana meio que ..que..me..me..bat..bateram 

Tae começou a chorar e eu claro fiquei um tanto paralisado,isso foi péssimo porque fui perguntar?era óbvio que ele não queria falar. Da mesma forma me aproximei do pequeno e o abracei senti necessidade naquilo,ele parecia estar melhor e isso é bom,não quero ver ele chorar principalmente se ele chorar por idiotas cavalos que queriam o ferir nunca perdoaria a mim mesmo.

-Ta tudo bem eu estou aqui, não se preocupe 

Ele sorriu e miou alto de felicidade,o peguei no colo e encarei a paisagem estava frio então o tempo estava bem nubladinho isso explica o frio dessa manhã, nunca vou entender porque fui mandando para a casa para refletir,isso é horrível, ou não? graças a isso conheci o Tae então... é ótimo. Passou algum tempo o ônibus parou e eu ajeitei o pequeno no meu colo,sai andando para fora e por sorte graças a Bruce ..ou a Diana,por sorte a Natasha, paramos bem na frente da casa,então só tive que descer e procurar as chaves o que não demorou achar hahaha sou foda,enfim,entrei e sentei o Tae no sofá, larguei meus materiais na mesinha central e respirei aliviado,era muito peso para uma pessoa só.

-Hobi pode me dar leite?

Olhei Tae e sorri,fui até a cozinha e peguei um copo de plástico coloquei um pouco de leite e esquentei no microondas,vendo que estava morno peguei o copo e assoprei,fui até a sala e me sentei do lado do pequeno o dei mas ele me encarou confuso,ele talvez não bebia com frequência.

-Hobi co..como vou beber isso?

Olhei o pequeno e peguei o copo,talvez fosse estranho,dei um gole e vi o menino sorrir, ele pegou e bebeu em goles,como sempre eu fiquei satisfeito, aos poucos quis dormir aquela cena era tranquila e com paz então gostei desse momento,acabei por dormir no colo do gatinho ao meu lado,seu calor estava tão bom quero mesmo acordar e ver que não foi um sonho...foi a realidade foi real,porque amo o calor do meu gatinho.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...