História Eu aceito seu jogo, Daddy - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Army, Babygirl, Bts, Daddy, Daddy Kink, Namjoon, Rap Monster, Rede Social, Sexting, Texting
Exibições 79
Palavras 999
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem kkkkk demorou mas saiu!!

Capítulo 2 - Eu gosto desse jogo


Fanfic / Fanfiction Eu aceito seu jogo, Daddy - Capítulo 2 - Eu gosto desse jogo


1- Eu vou me comportar sempre de forma respeitosa com Daddy.
- Vou usar minhas boas maneiras quando falar com ele.
- Nao vou ser malcriada
- Falar por favor sempre que pedir algo para o Daddy
-Se eu me comportar mal eu ganho puniçao
2- eu nao posso esconder coisas do Daddy.
3- Eu não posso brincar antes de avisar ao Daddy.
4- Não devo me relacionar com outro e muito menos mostrar mimhas partes de princesa para outro.
5- Quando sair de noite devo avisar o Daddy para que o mesmo nao fique preocupado.
6- Vou me cuidar, alimentar bem.
7- Vou tomar banho/ ir ao banheiro e avisar ao daddy.
8- Devo receber os castigos como uma boa menina
9- Devo beijar muito meu Daddy e faze-lo feliz, pois ele fará o mesmo.
10- Os castigos o Daddy que decidirá, palmadas, privaçao de prazer ou outro.
11- Devo pedir desculpas ao fazer algo de errado.
12- Posso pedir um castigo mesmo sem ter feito nada, apenas por prazer mesmo.
13- O Daddy não tem regras, porem ele promete fazer o seguinte:
- Me lavar todas as vezes que tomarmos banhos juntos.
- Asegurar que eu esteja com uma boa saude, tanto fisica e mental.
- Vai intervir sempre que achar perigoso alguma situação. 
- Daddy não me obrigará fazer algo que me machuque, fisicamente ou mentamente.

Eu: Quando eu começo?

Desconhecido: Agora, babygirl.

Eu: Vou mudar seu nome primeiro para Daddy e ai eu começo

Eu: Prontinho Daddy!

Daddy: Boa baby! Agora, me mande mais provocaçoes babygirl.

Eu: (foto nas notas)
 

Daddy: Delicia de baby! Nunca irei me cansar disso! 

Eu: Daddy...

Daddy: Diga littlegirl

Eu: Eu te conheço? Digo, alguma vez eu já trombei com você? Sem saber quem é meu Daddy é meio assustador ಥ_ಥ

Daddy: Já sim, mas não se preocupe eu não vou ficar me escondendo por muito tempo, até por que eu quero o corpo da baby no meu.

✧Eu gosto desse jogo✧

Eu: Nossa Daddy, isso me da uns coiso aqui… 

Daddy: Ah é? Espere para ver quando eu pegar você.

✧Isso me deixa excitada✧

Eu: Preciso das minhas mãos agora Daddy, vou sair aqui, beijos (•ө•)♡

Daddy: NÃO! Não quero que você se toque agora! Já está tarde e a Baby precisa dormir.

Eu: anww mas eu nao quero dormir agora Daddy.

Daddy: Mas eu disse que está na hora, então o que significa?

Eu: Significa... Destrair o Daddy o maximo de tempo que eu conseguir!

Daddy: E como você pretende fazer isso?

Eu: Daddy, eu estou molhada. 
               

                         ✧✧✧
   

 Na aula, 09:45 da manhã

✧ Ontem eu conheci um garoto e ele dizia ser meu Daddy, pegou minhas fotos e pior conseguiu me deixar molhada apenas com palavras, o fato dele estar em uma das mesas desse bandeijão e eu não saber quem é me irrita. 
Eu quero saber quem é ele! E acabar com isso logo, apesar de eu ter gostado muito dessa brincadeira haha✧

✧Quando eu menos espero, um suco é derramado em minha saia, levanto minha cabeça e percebo quem é, Linnoe, uma garota metida a besta, que ama me provocar com esse seu jeito estupido de ser✧

Linnoe: Oh! Me desculpa, eu não te vi aí, se bem que você poderia ter mais destaque, qualquer um poderia ter jogado em vocé achando que era um lixo.- Essa menina assinou contrato com a morte.

Linnoe: Não vai me bater? 

Eu: Não sou açogueiro para tocar em carne de vaca, e nao me lembro de ter pagado para tocar em uma protituta, agora se me da licença eu estava adimirando a paisagem antes de você chegar e atrapalhar minha visão com essa sua coisa que vocé chama de rosto.- Ela sai, eu me levanto e vou até o vestiario feminino colocar minha outra saia.

✧Espero que o daddy não venha querer me punir por ter sido sincera, eu poderia bater nela, mas isso vai contra as regras da brincadeira -_-✧

✧Meu celular vibra avisando que tonha chegado uma mensagem✧

Daddy: Não sabia que você era tão nervosinha assim, gostei da atitude, pensei que você bateria nela e eu teria que te punir por má educação.

Eu: Eu imaginei... Só não prometo se acontecer de novo, esse mini projeto de profissional do sexo me irrita. 

Daddy: Hahahaha, onde você está? 

Eu: no banheiro do vestiário pegando uma saia nova.

Daddy: Também estou no banheiro, você bem que poderia me mandar algo né baby? Faça isso pro seu Daddy.

Eu: [Foto da minha boca para baixo, mostrando minha calcinha preta e minha blusa escolar]
Espero que você não se atrase Daddy.

Daddy: Ah Army, eu vou precisar de ajuda! Me fale coisas sujas Baby.

Eu: Me imagine aí Daddy, te aliviando com a minha boca, ela é bem quentinha.

Daddy: Ah baby eu estou imaginando isso mesmo. Você de joelhos esperando sair. Estou quase indo aí nesse vestiario te ver.

Eu: awnn, espero que o seu leitinho seja tão quentinho quanto a minha boca Daddy, já está quase?

Daddy: ah eu estou, pide se tocar também Baby, quero ver você se tocando por mim, tire suas roupas amor.

Eu: Ah Daddy, acho que mataremos aula... Vou tirar sim, vamos daddy me mande coisas que me façam tremer, por favor.

Daddy: Imagine os papeis invertidos agora, eu aí no chão e você com as pernas abertas à mim baby, quero muito sentir seu gosto.

Eu: Seria tão bom Daddy, você poderia me tocar até meu liquido escorrer, tipo agora Daddy.

Daddy: Consegui baby, agora só falta você. Imagine o que você quiser, minha lingua, meus dedos, tudo isso percorrendo por você bem devagar, bem gostoso.

Eu: Awnn Daddy, acho que não aguento mais, imaginar você me tocando é tão prazeroso... Só mais um pouco!

Daddy: Não precisa imaginar Baby, daqui a pouco eu vou estar aí, te chupando, fudendo, o que você quiser eu dou!

Eu: Consegui. [Foto link]**

Daddy: Se vista e vá para aula! 

Eu: Sim, daddy ♡
 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...