História Eu ainda te amo - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Tags Bella Swan, Hentai, Jacob Black, Saga Crepúsculo
Exibições 51
Palavras 1.495
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiieeee!! Passando pra att o capítulo pra vcs... Espero que gostem.

Capítulo 8 - Segredo - Parte 1


Fanfic / Fanfiction Eu ainda te amo - Capítulo 8 - Segredo - Parte 1

Pov de Sam

 


Assim que li o bilhete tive que pensar em algo rápido, logo pensei em dizer que iria comprar algo na cidade e precisava da ajuda de alguém. Então voltei até a sala rapidamente.

 

 

_ Jared, vamos comigo até a cidade, eu tenho que comprar algo e...

 

_ Deixa que eu vou Sam, eu tenho que fazer umas coisas por lá.

 

_ É melhor não Jacob, fique aqui com Emily. Vai que um dos Cullen liga com recado sobre a Bella.

 

_ Você tem razão. –Disse Jake pensativo.

 

_ Eu vou em casa tomar um banho.

 

_ Ok. Me espere na sua casa.


 

Sem perder tempo fui tomar um banho rápido. Assim que me troquei fui a cozinha comer algo, pois estava varado de fome. Ao comer alguns bolinhos me despedi de todos e fui pra casa de Jared. Dei uma buzinada e logo ele saiu e entrou no carro. A medida que saíamos da reserva eu abri o jogo com ele.


 

_ O negócio é o seguinte, estamos indo pra mansão dos Cullen.

 

_ Porque?



 

_ Eles sabem onde Bella está, e temos que saber qual é o plano.

 

_ E o Jake não pode saber.

 

_ Isso.

 

_ Com certeza teremos que ir pro lugar, o que você dirá a ele?

 

_ Depois eu penso nisso.

 

_ Ele vai desconfiar.

 

_ Eu acho que sei como tirar Jake da jogada.

 

Em uns vinte minutos chegamos na mansão e logo fomos recebidos. Já acomodados na sala...

 

_ Desculpe por fazer vocês virem aqui novamente.

 

_ Tudo bem, mas o que aconteceu? –Perguntei seriamente.

 

_ Eu tive uma visão e sei onde Bella está.

 

_ É um lugar óbvio sim, como Jacob falou... Mas óbvio pra nós. –Disse Jasper.

 

_ Ele está no Alasca.

 

_ Alasca? –Eu disse surpreso.

 

_ Ih... Ferrou! –Disse Jared fazendo uma careta. –Como vamos enrolar o Jake?

 

_ O Edward conhece bem a área.

 

_ É só chegarmos lá e resgatarmos a Belinha! –Disse Emmett empolgado.

 

_ Não é bem assim amor. Ainda tem a Jane.

 

_ Bom... O plano será o seguinte...


 

Ficamos umas duas horas repassando o plano, nada poderia dar errado. Se eles fugissem novamente, seria difícil encontra-los. Depois de tudo acertado, nos despedimos e fomos embora.

 

_ Sam, isso não vai dar certo! Como vamos enrolar o Jake? Não estamos fazendo planos pra ir a uma cidade vizinha!

 

_ Eu já tenho uma plano.

 

_ E você não vai me contar não é?

 

_ Não Jared. Você ficará sabendo na hora certa.

 

Isso era óbvio, eu já tinha como tirar Jacob da jogada, só me restava conversar com Billy. Voltamos pra reserva e por sorte Jake já não estava mais em casa. Jared entrou pra conversarmos amenidades e depois de um lanche rápido ele foi embora.

 

_ Já resolveram tudo né? –Emily disse me abraçando.
 

_ Sim amor, agora tenho que por o meu plano em ação e vai começar amanhã.

 

_ Tomara que ela e o bebê estejam bem. Tenho tanto medo.

 

_ Vai ser difícil, mas vamos conseguir trazer eles de volta. –Eu disse dando um beijo na testa de Emily.

 

Fui tomar um banho rápido e logo fui me deitar, pois a manhã seguinte iria ser agitado. Assim que me deitei o sono não demorou e logo adormeci.


 

Já na manhã bem cedo, aproveitei que Billy iria sair e mandei Seth ir enrolar Jake. Esperei ele sair com a caminhonete, eu o pararia na estrada, e assim que ele se foi, eu corri pra floresta e deixei meu lobo surgir.


 

Corri até o alcançar e logo entrei na frente da caminhonete fazendo-o parar, voltei pra floresta e voltei a minha forma humana. Depois de vestir a bermuda que levei amarrado na perna fui falar com Billy, ele era parte essencial do meu plano.


 

Eu disse a ele tudo o que estava acontecendo, minha conversa com os Cullen, sobre o paradeiro de Bella e qual era a nossa ideia, mas pra isso ele teria que me ajudar. Depois de conversarmos ele viu que isso seria bom pra Jake, pois pelo seu ódio por Edward ele poderia por o plano a perder, então ele aceitou em nos ajudar.


 

Depois de dizer a ele qual era o meu plano, eu o deixei seguir o seu caminho e voltei pra reserva.



 

 [***]



 

Pov de Bella

 

Quando acordei me senti um pouco zonza, mas logo me lembrei de onde estava. Pude notar que por fora o chalé era bem simples, pra não chamar a atenção de ninguém, mas por dentro era um luxo, para aquele tipo de simplicidade.


 

O lugar é bem confortável, apesar de tudo Edward pensou na minha segurança e no meu bem estar, mas o que eu não entendia era porque ele estava me mantendo presa ali? Seu maior desejo era me ver ao seu lado, mas porque ele não me transformou ainda?


 

Será que ele ainda pensava em se casar primeiro? Se fosse isso, porque ele estaria poupando meu filho?

 

Ele teria segundas intenções com relação a isso? Porque ele ainda não me levou pra fortaleza dos Volturi? Eram perguntas que rodavam em minha cabeça e só seriam esclarecidas se eu perguntasse direto a ele.

 

Eu estava perdida em meus pensamentos quando alguém bateu na porta e murmurei um entre e logo Edward entrou com uma bandeja com bolo, pão, suco, frutas. Ao entrar ele se aproximou de mim na cama.

 

_ Eu preparei tudo isso pra você. –Ele disse com aquele sorriso torto que um dia tanto amei.

 

_ Eu não quero. –Eu disse secamente.

 

_ Pense no seu filho. Ele precisa se alimentar.

 

_ Quem garante que você ou aquela maluca não colocou algo aí pra eu acabar perdendo meu filho? –Perguntei desconfiada.

 

_ Tirando essa minha loucura de agora... Algum dia te decepcionei?

 

_ Não. –Eu disse por fim, pois era verdade, Edward nunca havia me decepcionado.

 

_ Você estar grávida daquele cachorro é uma realidade que eu não posso mudar. O que eu posso fazer daqui pra frente é cuidar de você e dele como uma família. –Edward disse pondo a mão em meu ventre, nisso senti o bebê se agitar.

 

_ Edward, por favor... Deixe-me ir embora. –Eu implorei. –O que você ganha me mantendo presa aqui? Você só ganhará meu ódio com isso.

 

_ Eu vou te provar que aquele cachorro sarnento não é bom pra você.


 

_ Graças a Deus ele está vivo... –Eu disse aliviada. –Porque aquela maldita sanguessuga mentiu?

 

_ Você já está falando como eles. –Edward disse com tristeza no olhar.


 

_ Porque ela mentiu? –Tornei a perguntar.

 

_ Ela gosta de ver o sofrimento nos outros, parece que ela se diverte com isso.

 

_ Me deixe ir... Minha família deve estar preocupados comigo.

 

_ Eles ainda nem sabem que eu te sequestrei. Eles estão enrolando o Charlie. Quando voltarmos pra Forks já estaremos casados.

 

_ Eu prefiro me matar a ser forçada a me casar com você!

 

_ Não Bella... Você se casará comigo por sua livre e espontânea vontade, e isso eu garanto. –Ele disse com um sorriso sínico nos lábios que eu nunca vi antes e isso me deixou apavorada.

 

Depois que ele saiu, pensei em recusar o que ele me trouxe pra comer, mas eu realmente estava faminta e no momento eu teria que confiar em suas palavras e acabei comendo quase tudo da bandeja. Depois de me alimentar eu fui até a sala onde Edward estava.

 

 

_ Cadê a Jane?

 

_ Ainda não voltou. –Ele disse vindo ao meu encontro. –Quer alguma coisa?

 

_ Sim... Eu queria tomar um banho.

 

_ Venha comigo. –Ele disse pegando minha mão e me conduzindo ao banheiro.

 

_ Tem toalhas e chinelos aí no armário. Fique a vontade. 


 

Assim que ele saiu eu me despi e fui pro chuveiro e liguei o registro. Deixei a água correr pelo meu corpo por algum tempo, e depois de tomar banho, peguei uma toalha e comecei a me enxugar.


 

Ouvi um barulho de porta batendo, só podia ser aquela maldita sanguessuga e eu realmente não queria vê-la. Me enrolei na toalha e fui direto pro quarto.


 

Na cama havia um conjunto de moletom na cor preta, e peças intimas rendadas na mesma cor. Ao vestir fui me olhar no espelho, o negro me fazia lembrar o quão branca eu sou, que chegava a palidez.

 

Isso me fez lembrar quando ainda morava em Phoenix com minha mãe... Todo aquele sol, aquele calor que eu tanto sentia falta.


 

Agora eu estava em não sei onde, sendo mantida presa por dois vampiros, e um frio intenso, e grávida de um lobo...


 

O meu lobo... Ele deveria estar desesperado por não ter noticias do nosso paradeiro.


 

Eu queria ser forte, eu desejava fugir dali, mas como passar desapercebida por dois vampiros? E como eu iria enfrentar toda essa neve? Sou uma simples mortal...


 

Eu não teria chances... O jeito era esperar e rezar pra alguém descobri onde estávamos.


 


Notas Finais


Espero que tenham gostado... Se der essa semana eu att pra vc blz?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...